MENU

8 de julho de 2009 - 15:12F1

Guerra à vista

SÃO PAULO | Durou 14 dias, questão de hora a mais ou menos, a paz na F1. A reunião da Fota, das equipes expulsas — Force India e Williams — e das três novatas — USF1, Campos Meta e Manor — com a FIA em Nürburgring nesta quarta (8) não resultou em acordo total com relação às regras de 2010 teve consequências que voltaram a colocar a categoria em risco. Após ouvir que suas equipes não estavam inscritas no campeonato do ano que vem e que não tinham direito de voto nos regulamentos técnico e esportivo, a Fota decidiu deixar o encontro do Grupo Técnico de Trabalho.

Charlie Whiting, representante da FIA, e, portanto, voz de Max Mosley, informou na reunião que as oito equipes unidas sob a sigla da Fota — Ferrari, McLaren, BMW, Renault, Toyota, Toro Rosso, Red Bull e Brawn — não estão garantidas no campeonato do ano que vem, mesmo a lista que a entidade divulgou em 24 de junho apresentando suas inscrições. Assim, só as outras cinco teriam direito de palpitar nas regras do ano que vem.

A Fota se rebelou, e seus representantes pediram que a reunião fosse adiada. Whiting continuou relembrando as palavras recentes de Mosley, de que só uma aprovação unânime das regras de 2010 resultaria em um novo Pacto da Concórdia, isto é, numa melhor divisão das fatias financeiras da F1. 

Novamente, a Fota subiu nas tamancas. Os membros ficaram se olhando com cara de espanto. Acharam um absurdo tais palavras porque, para a Fota, devidamente inclusa na temporada do ano que vem, estava claro que o Conselho Mundial havia decidido e que a FIA havia emitido até em comunicado que “as regras de 2010 serão as mesmas de 2009 bem como os outros regulamentos acordados antes de 29 de abril”. “Em nenhum momento nas discussões em Paris houve qualquer pedido para aprovação unânime na mudança de regras”, declarou a Fota há pouco em nota.

Veio, então, o pavio para o reinício da briga.

“Subsequentemente, ir contra a vontade do Conselho Mundial e os detalhes do acordo em Paris põe o futuro da F1 em risco”, continuou a Fota. “E como resultado disto, os representantes da Fota no Grupo Técnico de Trabalho não puderam exercer seus direitos e não tiveram escolha a não ser terminar sua participação”, completou o comunicado da associação das equipes.

No fundo, Mosley ganhou duas semanas para que as equipes esquecessem essa ideia de rachar a F1 e terem menos tempo para formarem um novo campeonato. O papo de que a Fota não está inscrita beira a insanidade, afinal houve a tal lista com as inscrições, as regras estavam definidas e tudo mais. A briga está aí de novo. Bem reacesa. 

13 comentários

  1. Joao disse:

    Só uma coisa….. alguém…….por favor…….. MATA ESSE FIL(&*%#*(&%*(%*^@%%( do MAX MOSLEY POR FAVOR!!!!!!!!!!

  2. Victor disse:

    Cara, a FIA só pode estar de brincadeira! Como o campeonato vai acabar cedo esse ano, eles querem estender essa história o máximo.

    Quando está tudo resolvido, a FIA vai e manda tudo a M**** e começa tudo novamente. Chega. Se eu fosse integrante da FOTA desistia de vez de negociar. Pessoal da FIA é moleque!

  3. Ademir Antunes disse:

    Victor, se a FOTA vai ter menos tempo pra montar um campeonato novo, a FIA, terá problema semelhante, terá menos tempo pra conseguir equipes e carros pra compor o grid de 2010. Na minha opiniao, tem q internar num hospicio o velho MAX e o ditadorzinho do Berne (mosca varejera), os kras ainda nao desisitiram da ideia de acabar com a F1.

  4. Clenio A. Vilela disse:

    É, um gosta de suruba nazista e o outro defende os ideais do Hitler! Cara, já nem sei mais o que é mais chato: Essa ladainha Tira Não Tira o Sarney e o Tira Não Tira o Mosley! Olha só, os dois terminando com ey. Somando os dois, nove fora: nada!

  5. Vecchio disse:

    Este assunto ja está dando ressaca. Chega! Que decidam logo Ou fica como está, ou partam logo para outra, enquanto tem tempo.

  6. MRui disse:

    Será que o Montezemolo se arrependeu do que disse semana passada?

  7. Nilton Silva disse:

    Eu Sempre achei que o veio gaga nao deveria ser levado a serio, parece ate politico brasileiro, fala e promete uma coisa e faz outra…. tem que internar num hospicio este senil…loide…. e os outros nao sei o que estao esperando pra rachar de vez… chega de perder tempo… muito stresse pra todo mundo…

  8. Luiz Eduardo disse:

    Eu torci muito pelo campeonato da FOTA e agora vou torcer muito mais. Espero que a FOTA mande o Max e o Bernie à merda.

  9. Vadinho disse:

    Este Mosley é um velho esclerosado, devia voltar para suas surubas nazistas e parar de encher o saco de todos. Quando este imbecil for expulso do comando da FIA a F1 respirará aliviada.

  10. Léo disse:

    Já passou da hora das equipes sairem de uma vez por todas da F-1, afinal quem é que faz a F-1? 8 equipes de renome ou dois velhos sênis? Saiam, larguem os dois velhos com um nome que sem as equipes não tem valor algum, e montem um campeonato que valorize o show, o espetáculo e não essa prossição chata que estamos vendo nos últimos 15 anos.

  11. Cara desculpa a mensagem fora do tópico:

    Na url do Grande Prêmio que encaminha as urls dos colunistas:
    http://esporte.ig.com.br/grandepremio/colunas/

    O encaminhamento para seu blog ainda aponta para o antigo blog.

    Sei bem que não é da minha conta, mas vai que é importante você saber….

    VM responde: Agora acho que está certo, Rodrigo. Valeu. Abraços.

  12. Rodrigo disse:

    PQP, vai começar tudo outra vez.
    Insano é pouco para o que a FIA está fazendo.
    Max “Móli” quer acabar com a F1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>