MENU

5 de fevereiro de 2010 - 17:11F1

O batismo da TV

SÃO PAULO | Aí a emissora determina, um belo dia, que por a Red Bull não ter envolvimento com automobilismo e por se tratar de uma marca que já trabalha em outro ramo, ela seria RBR.

A Toro Rosso, que não é marca de nada no mundo, mas é uma italianização da Red Bull, virou STR.

Aí os profetas determinaram que a Virgin, que no início era Virgin, agora não é mais Virgin, é Manor. Porque a Virgin cometeu o pecado de não ser do automobilismo e ter negócios extra-automobilismo, então ela não pode ter uma equipe de F1 chamada de Virgin.

E se a Stefan, de área de aviação, entrar, gostaria de saber o que a TV vai inventar para chamá-la.

65 comentários

  1. Clenio A. Vilela disse:

    Não entendo como os Srs. GB e LB, conseguem se manter como locutores e comentaristas, sendo chatos, dizendo asneiras e falando demais. Só mesmo a RGT!

  2. Sergio Luiz disse:

    Sera chmada de STF :)

  3. Luiz Paulo disse:

    Boa Victor a reprimida ta reprimida mesmo rsrs…

    Pode ser uma mega ultra super hiper funcionária da RGT rsrs…

    Vamo vê se gosta de ler em siglas o nome da marca que defende…

    E se não for, deveria ententer no mínimo ler e entender o que o post está dizendo e não falar asneira.

    Virgin por Manor ta osso de aguentar viu… se alguém pudesse e metesse processo na justiça contra essa palhaçada de troca de nome eu ia gostar tanto…

  4. Mauro Domingos disse:

    Vitor, o nome oficial não é Virgin Racing? De onde eles tiraram o ‘Manor’…?

  5. Mister M disse:

    Hipocrisia de uma mega rede de televisão dali….
    Hipocrisia de um blogueiro que poda críticas…
    E o mundo vai girando! :oP

  6. guilherme costa disse:

    não sei se já foi dito (conexão wireless tabajara não permitiu) mas Benetton fazia o que mesmo?

  7. osni disse:

    Vcs não viram nada. Num dos programas do Huck eles tiveram a cara de pau de isolar a estrela da mercedes da vam que eles estavam utilizando no programa. Como se alguem fosse idiota o suficiente para não perceber que a vam era da mercedes. ninguem merece …

  8. R.CASAGRANDE disse:

    Vão chamar de SGP e o Galvão vai dizer algo do tipo: ” quantas siglas AS EQUIPES inventaram ultimamente, não é?”

  9. Jonatas disse:

    O loko é brincadeira isso ai não é?!?!

  10. Eduardo disse:

    Olha a que ponto chegamos. Aqui em Sorocaba existe a TV Tem que é uma afiliada da RGT.

    Todo ano eles promovem um campeonato de futsal com cada time representando uma cidade. Pois bem, existe um ARTIGO NO REGULAMENTO, que proíbe as equipes de estamparem patrocinios que entrem em conflito com os patrocinadores oficiais do envento. Ou seja, se o Café A patrocina o evento, eu não posso estampar na camisa do meu time o Café B.

  11. [...] o post de 2003 e leia o que Victor Martins, o eficiente editor do Grande Prêmio, escreveu e tudo ficará [...]

  12. Eduardo disse:

    Agora vamos todos chamar a emissora de RGT

  13. Garrincha disse:

    Isso não exclusividade do automobilismo. Aqui em SC, que tem equipes de vôlei e futsal de ponta devido a patrocinadores (já que o governo não investe o mínimo no esporte).

    Só que a grande emissora, ao invés de dizer nas transmissões e telejornais os nomes reais da equipe “Cimed”, “Unisul”, “Malwee”, entre outros, diz “Florianópolis”, “Joinville”, “Jaraguá”… Várias empresas já pararam de investir no esporte por causa da falta de visibilidade.

  14. Marcelo Mineo Maekawa disse:

    Será que nao é passivel de processo contra a rede globo de televisao esta desinformacao que esta prestando. será que nao tem nenhum advogado que possa levantar esse processo, pois a globo nao tem desculpa juridica a meu ver para falar outro nome que nao o verdadeiro.
    Quanto a abreviaturas ainda dava-se um desconto, mais chamar a Virgin de Manor é grotesco.

    Enquanto ficarmos aqui so falando mal e nao agir, vai continuar assim. Eu nao moro no Brasil, e aqui onde moro nao tem essa de Manor nao, é Virgin Racing.

  15. Cristiano, o ruivo disse:

    O caso que isso acontece em qualquer transmissão esportiva da glóbulo. Quando vão mostrar entrevista de técnico ou jogador de futebol aproximam a imagem da cara do sujeito, aparecem até as espinhas, só pra não mostrar o boné, o painel atrás com os patrocínios. Depois os times inventaram de colocar alguma logo no microfone e os caras filmam de lado.

    Aí quando mostram pessoas carentes treinando descalços, sem roupas apropriadas, para qualquer esporte que seja, ficam falando que não tem patrocínio, que ninguém ajuda… e não entendem porque…

  16. Julio Augusto disse:

    nem tem mais o que comentar… tods já falaram, é simplesmente patético, ridículo a globo confundir o telespectador.
    mas voltando no que o Vitor comentou no blog, qualé o motivo de omitir Toto Rosso???????? pô… nao tem nada com esse nome…??
    a Globo ganha muita grana com a F-1, e deveria ter mais respeito com os telespectadores…

  17. Phil disse:

    Já achei, é essa AMCO, fabricante de aeronaves.
    http://www.amco.st/

  18. Phil disse:

    Victor, o Stefanović é de que grupo da aviação ?

  19. Flavio disse:

    Vcs não tem a mínima noção do que a Globo faz pra evitar “propaganda de graça”.
    Eu edito comerciais de TV aqui em Recife, e sempre rolam uns das lojas Citroen na cidade. Pois bem, eis que um dia mandei um pra emissora local, com a logo da Citroen na parte de cima da imagem, bem pequeno.
    ELES MANDARAM VOLTAR PQ O COMERCIAL ERA DAS LOJAS, E NAO DA CITROEN!
    Só que… tem C4 da Volvo? C3 da Chevy? Picasso da Volks?
    Incrível!

  20. Eduardo disse:

    Você esqueceu da Midland que eles chamavam de MF1

  21. Arnold disse:

    Falta de respeito com patrocinador, com o telespectador, etc….a Globo é uma merda!
    E se a gnt fizesse uma abaixo assinado e mandasse via email pro Tio Bernie “dedurando” a Globo??

  22. Victor Costa disse:

    Absoluta incoerência da Globo, que sempre chamou a Benetton , que inclusive tinha muitas lojas no Brasil na época, dessa forma até a equipe ser transformar em Renault.

  23. Turiano disse:

    Me corrijam se eu estiver errado, A Benetton não era do setor textil.

  24. Mandruwá disse:

    Babaquice total e desrespeito com as empresas q investem seu dinheiro na míida como meio de aparecer aos olhos do mundo. será q os idiotas da globo tem noção do que Red }Bull e Virgin gastam para poder estampar sua marca na F1? Claro q sabem, mas são idiotas o bastante para mesmo assim ignorar o óbvio: que tem 4 carros, por exemplo, com a marca “RED BULL” enorme, para qqr m ver… patética essa rede globo…

  25. Pedro Jungbluth disse:

    É curioso, eu falo pra algum amigo sobre a Red Bull, e os caras não fazem idéia de que time seja. Dai eu falo RBR e eles falam “ah tá”
    ou seja, a fortuna que a red bull gasta com o automobilismo fica desvalorizada.

  26. Leonardo Felix disse:

    Simplesmente ridículo. O pior é que, provavelmente, o nome nos créditos da FIA apareça como Virgin. E aí o locutor explicará que o nome da equipe, “na verdade” (verdade deles) é Manor, e que ali se trata do nome oficial do “patrocinador”.

    Então, por que chamavam Benetton de Benetton?

    Mas esse tipo de situação traz o efeito inverso do esperado. Qualquer ignaro do mundo das roupas que ouve a transmissão chamando a Benetton de Benetton, pensará, no máximo, que aquele é o nome do time, sem associar a nada, e ponto.

    Agora, o cidadão que desconhece o histórico da Virgin, se não ouvir “Virgin” na transmissão, ler nos créditos oficiais o nome e ouvir a explicação do douto locutor, vai ter a curiosidade de pesquisar e descobrir, então, o que é a Virgin, enquanto que se o nome fosse simplesmente dito sem frescuras, tal apedeuta pensaria ser simplesmente o nome da equipe, e ponto.

    Além do que, cada vez que isso acontece, diversos blogs da área e outros críticos comentam, e acabam por expor o nome da tal marca.

    Logo, tal procedimento, pelo menos na minha visão, só tem efeito inverso ao que é esperado pela emissora. Em vez de evitar uma possível propaganda gratuita, eles ajudam a propagar o nome da empresa/equipe.

  27. Arthur disse:

    ridiculo foi o galvao ano passado dando piti pq o ross brawn tava bebendo latinha de TNT e levantou a lata cumprimentando a camera de tv…. tudo pra defender o caca… e tambem pelos interesses da schin, q tinha comprado as propagandas da corrida e a itaipava tava na brawn

  28. Marcelo Cruz Ferreira disse:

    Lá fora os jornalistas também falam RBR e STR, deve ser alguma norma da FIA ou do Bernie, mas estava vendo algumas fotos da Stefan GP, é impressão minha ou o Nigel Stepney aparece nas fotos???

    • vinibene disse:

      (sobre o comentário do Marcelo Cruz Ferreira), a BBC (Londres) e a OneHD (Australia) falam o nome corretamente: Red Bull Racing e Scuderia Toro Rosso

  29. johann falbo disse:

    Até entendo o lado comercial ( entendo, não concordo, pois tb acho uma babaquice ) da emissora em não falar ( divulgar ) os nomes mesmo dos carros energéticos, mas a VIrgin até onde sei não tem nada no Brasil. e suas lojas de Discos em todo o mundo estão fechando. Pura babaquice.

  30. Janus disse:

    Ainda acharia melhor usar a solução do FP, Cabaço Corridas, ao invés de Manor. Evitaria problemas com pronúncia e tal …

    Quanto ao time Estefanovítico, melhor aguardar pra ver o que a criatividade sem limites dos caras pode criar, isso se alinharem mesmo no grid.

  31. Julio disse:

    A Globo não aliviou nem a equipe que tem 2 Brasileiros, se não fosse a Virgin a Manor ia estar igual a Campos e a USF1!

  32. Alex disse:

    Normal, uma emissora que chama Indy simplesmente de “Estados Unidos” ou “Automobilismo norte-americano” e a Bridgestone de “construtora japonesa de pneus”, é de se esperar tudo

    Quanto a Virgin, antes chamarem-na de Manor do que VR, hehe

  33. Diego Tesoureiro BRV disse:

    STF, Mole!

  34. Marc disse:

    A Globo está chegando ao cúmulo da palhaçada. Ficar inventando nome para as equipes não é jornalismo, é desinformação.

    Alguém sabe onde podemos mandar um protesto para a Rede Globo de Televisão? (ou RGT, eu também não quero ficar fazendo propaganda de graça)

  35. Diego Medeiros disse:

    RIDICULO! A GLOBO É RIDICULA!
    Acabo de ver essa mudança na matéria do teste do Di Grassi na Globo.com. O mais ridiculo: a Virgin nem tem operações no Brasil! Meu Deus, como uma empresa pode ter tamanha cara de pau pra fazer isso! E vai ter idiotas que vão chamar a Virgin Racing de Manor Grand Prix!

  36. Willians disse:

    Se for SGP (Stefan GP), do jeito que o Galvão anda gagá, irá chamá-la de STF e falar que o piloto é o Gilmar Mendes.

  37. Beto disse:

    Longe de mim defender a Globo, mas na transmissão (e cronometagem) oficial, também aparece como RBR e STR. Me corrija se eu estiver errado, mas lembro bem disso.

    E aí, será que é um problema só da Globo mesmo?

    • Adriano Santi disse:

      Eu acompanho a temporada pela BBC e eles sempre usaram o nome completo das equipes (Red Bull e Toro Rosso), e a Virgin é Virgin mesmo. O problema na Globo é que essas decisões são tomadas pelo departamento comercial e empurradas para o jornalismo. Os repórteres e narradores estão só seguindo ordens superiores…

    • Felipe Luz CWB disse:

      A Virgin já não é mais a Virgin, está rodadinha já, uns 100km!

  38. Vai chamar assim: “Ow, você aí!” ou en tão vai chamar ed Estefânio Grande Premio, eles “aportuguesam” tudo!

    Certeza mesmo é que o Galvão vai apanhar pra distinguir McLaren e Mercedes

  39. Eduardo disse:

    Eles poderiam ser chamados de “Piratas da Sérvia” mesmo, hahaha…
    Aí seria demais ver a Globo se ajoelhando aos pés do VM, hahaha

  40. Luis disse:

    a Midland, no ano em que correu, era chamada de MF1 também.

  41. Xavier disse:

    Quer dizer então que na tela — uma vez que as imagens são geradas pela Fota, como o Galvão adora dizer — vai aparecer Virgin e a emissora vai dizer Manor? Babaquice não tem fim?

  42. Vão chamar de “Stefan” Nercessian

  43. Vantoil Lima Jr. disse:

    Ou a equipe antes conhecida como Toyota…

  44. E com essa mania, a Globo desestimula os patrocinadores.
    Não no caso da Formula 1, que não precisa da Globo, mas a Stock Car certamente já entrou em decadência porque se vendeu à eles, que fazem questão de ocultar as marcas daqueles que colocam dinheiro para que o espetáculo aconteça.

  45. PedroElton disse:

    STF é claro…kkkkkkk
    A Globo é uma vergonha…

  46. Vantoil Lima Jr. disse:

    Ex-Toyota

  47. Che disse:

    SF-1 [o que parece mais um xingamento do que as siglas de Stefan F-1. se é que esse vai ser o nome...]

  48. Rodrigo disse:

    Palhaçada. Sem o patrocínio das marcas nunca existiria a f1 como produto de transmissão, mas a ingratidão global não tem limites. Na hora de transmitir eventos de skate, corrida de carro e avião, eles se aproveitam, mas fazem questão de esconder a marca, e de inventar siglas.

    • Felipe Luz CWB disse:

      Aliás, essa do Air Race é muito bom para exemplificar. O evento conta com megas cones e anúncios da Red Bull, que é o tittle sponsor do evento Red Bull AIr Race World, mas sequer mencionam o nome deles.

  49. Renato disse:

    No 2009 F1 entry list oficial (site da FIA), ao menos o nome oficial do “constructor” era “RBR Renault” e “STR Ferrari” (ou vice-versa, não lembro quem tinha qual motor. Se quisesse, podia usar como justificativa.

    Na entry list oficial de 2010, ao menos a Red Bull mudou o nome de construtor pra “RED BULL RENAULT” e a Toro Rosso manteve o “STR FERRARI”. E Virgin Racing vira “VIRGIN COSWORTH”.

    Dessa vez nem essa estratégia dá pra seguir.

  50. marcel disse:

    Ficou doido com essa bobeira da globo!

    A Stefan vai virar SGP…teremos SGP, RBR, STR…

    queria ver se a Benetton ainda existisse na F1… seria Toleman ainda? ou BNT?

    ô vontade de chutar um da globo viu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>