MENU

11 de fevereiro de 2010 - 21:37F-Indy

KV sem Moraes e F1 na Indy

SÃO PAULO | A KV passou 2009 dando todo o suporte quase que único para Mario Moraes, e pela ligação que se via com Jimmy Vasser, passeios, brincadeiras e fotos no Twitter, era — e ainda é — difícil de se imaginar que uma prolongação no contrato não ocorresse de forma simples, após uma ou duas reuniões, acertos financeiros e tal.

É bem verdade que houve um percalço nas negociações, questão de milhões a mais ali ou aqui para garantir a vaga, mas, novamente, nada que pusesse em dúvida que um lugar na KV estivesse reservado ao brasileiro. Na semana passada, soube que Takuma Sato seria companheiro de Mario — e dessa forma uma fonte me confirmou —, na pretendida expansão para dois carros.

Mas as coisas mudam.

De garantido, Moraes virou apenas preferência. De preferência, caiu para opção de um dos carros da KV, que já podem ser três no total.

Sim. Três carros.

A KV é a equipe da Indy mais visada no momento. É aquela que incomoda as grandes e que cobra um preço de razoável para bom — em comparação à Andretti, por exemplo, que pede algo em torno de US$ 8 milhões. Não à toa Nelson Merlo, Graham Rahal e Ernesto Viso se aproximaram da equipe. Merlo, dependente de um terceiro patrocínio, deparou-se com a frustração assim que soube que a KV já tinha fechado sua então dupla — e, pelo que ouvi de pelicano papudo, já está engajado em um novo projeto em tom verde e amarelo nacional.

Assim, se não der certo com a KV, restam a Moraes as tratativas com outras equipes — de ponta. Neste cenário, é bom ressaltar que a Andretti ainda tem vagas disponíveis, e Tony Kanaan pode ser peça fundamental numa negociação. E a KV ainda deixa aberto seu concurso — para uma ou duas vagas. Sato, este com contratado assinado, deveria ter ido a Indianápolis ontem, mas as nevascas nos EUA impediram seu deslocamento. Viso ainda é nome forte. Rahal também belisca algo, já que na Newman/Haas/Lanigan não vai ficar porque a equipe perdeu o patrocínio do McDonald’s. E um terceiro piloto, que não aparecia em nenhuma lista, surgiu forte: James Rossiter.

Rossiter é britânico e pleiteava uma vaga na F1 pelas mãos da USF1. E segundo uma ave que voa além destas fronteiras, é justamente a F1, mais precisamente uma equipe novata, que vai ajudar o piloto a arrebatar essa vaga na KV.

Uma ajuda em tom verde e amarelo internacional. Um verde British com grana asiática. Que pode usar a Indy como sua plataforma de exposição.

As coisas mudam, mesmo…

27 comentários

  1. Paulo Lacerda disse:

    O fato de muitos pilotos pagarem para correr, está diretamente ligado a queda da qualidade do campeonato da Indy. Desde a saída do Sam Hornish pra Nascar que a Indy está dando sinais de declínio, agravado pela crise internacional. Todo ano é um sufoco pra garantir os tradicionais 33 carros na Indy 500. Espero que esse quadro mude, pois a categoria é muito competitiva.

  2. Rodrigo Rocha disse:

    O Mário Moraes chegou na Indy com um curriculo quase inexistente, até pela pouca idade. Quando não tinha curriculo e ainda sem um talento comprovado, quando só chegou pelo dinheiro, conseguiu a vaga…não é possivel que, agora que ele comprovou seu talento e é a maior promessa da categoria, não vai conseguir. Se a KV perdê-lo, outra equipe contrata. É o piloto perfeito para o automobilismo americano: muito rápido, grande promessa, jovem e cheio de dinheiro. Só falta experiência, coisa que seus concorrentes a essa vaga, segundo a reportagem, tem menos que ele.

  3. marcio disse:

    E VOU DIZER MAIS,ACELERA MAIS DO QUE ESSES OUTROS DOIS BRASILEIROS QUE ESTAO NA F1.

  4. rosemeyer disse:

    Mario Moraes foi uma grata surpresa em 2009.Muito bom piloto,coisa que na Indy e’ raro.Monte de burocratas ,inclusive os outros brasileiros e muita gente ruim,ruim mesmo.A indy não e’ mais uma categoria de ponta e não e’ possivel que os americanos não percebam o lixo que esses mercenarios donos de equipe estão criando .Um campeonato de cartas marcadas e chato.

  5. marcio disse:

    QUE ELE É NETO DO ERMIRIO DE MORAES,E MILIONARIO,OK.MAS O MULEKE TEM TALENTO ISSO TEM!!!

  6. br1 disse:

    Agente sabe quanto ganha mais ou menos os pilotos top na F-1, e na Indy algem tem alguma ideia de quanto ganha pilotos da ganassi, penske…..?? e tirando essas duas equipes mais o tony e danica o resto dos pilotos todos pagam para correr? eu nao consigo acreditar nisso. oq leva um cara a pagar para trabalhar?

  7. Paulo Frias disse:

    é, pelo jeito a globo vai chamar a Virgin de Manor mesmo. Olha notícia no site da Globo. http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Formula_1/0,,MUL1486412-15011,00-MANOR+ABANDONA+O+TREINO+APOS+VOLTAS.html

  8. Verde disse:

    Sim, já tinha lido no Autosport sobre a possibilidade da Lotus abrir uma filial na Indy. Mas não sabia que era por intermédio da KV.

    E seria uma pena para o Moraes. Eu não sei até quando seria interessante ter novatos como o Nelson Merlo ou o James Rossiter ou até mesmo o Graham Rahal em seu lugar. Ele tá evoluindo bem rapidamente, até. Merecia uma segunda chance.

  9. Youssef Ahmad Mourad disse:

    A situação finaceira da Fórmula Indy está tão complicada, que tirando a Ganassi, a Penske e o Tony Kanaan e a Danica Patrick, na Andretti, que as outras vagas do grid, incluindo, aí, os outros dois pilotos da Andretti, precisam ser preenchidas por pay drivers, ou seja, pilotos que tem que pagar para correr. Meu caríssimo, Victor, tenho algumas perguntas para lhe fazer:
    O Takuma Sato vai ter o patrocínio de alguma empresa japonesa, além, é claro, da Honda para correr na KV?
    A Newman-Haas/Laningan pode fechar as portas se não conseguir um novo patrocinador, já que a equipe não confirmou ainda nenhum dos seus pilotos para a temporada 2010 e, também, perdeu o patrocínio do McDonald’s?
    E quanto ao Graham Rahal? Se ele conseguir lugar no grid para 2010, ele terá o patrocínio do McDonald’s?

  10. Flavio disse:

    James Rossiter, Sato e Mike Conway eram pilotos da Honda na europa… Ainda contam com esse apoio?

  11. Junior disse:

    Com quem o Merlo esta negociando agora? Existe alguma possibilidade concreta dele andar na Indy ainda esse ano?

    Abraco, Junior

  12. chulas disse:

    Victor, e a BIA? Nao se fala mais nela, estava negociando para correr na Indy-2010, mas a chamada da Band para a corrida aqui no Brasil nao fala o nome dela. Será que ela nao fechou contrato com nenhuma equipe? Será uma pena, ja que ela é mais arrojada que a Patrick, e poderia andar melhor este ano, ja que acumulou alguma experiencia na Indy-ligths, mesmo nao correndo o campeonato todo.
    Voce sabe de algo?

  13. Racer-X disse:

    Na Indy, ao contrário da F1, não há limitação do número de carros por equipe, contanto que o piloto traga patrocínios.
    Com a atual CRISE FINANCEIRA INTERNACIONAL, fazer isso será um desafio.
    Mário Moraes, Nelson Merlo e Bia Figueiredo terão que raspar o cofrinho, principalmente se quiserem ter carros que andem na frente.
    Dos 3, a Bia é para quem mais torço, e seria muito legal ver na Indy o já clássico verde e branco da Healthy Choice. Será que ela conseguiria o número 20? : )

  14. Victor, o projeto verde e amarelo em cima está escrito nacional, embaixo internacional. E então?
    1 Malaysia F1 Team bancando vaga na Indy? Cada coisa…

  15. Ever Rupel disse:

    pq o Moraes não bate na porta da Newman/Haas/Lanigan?

  16. fernando rodrigues disse:

    se ele nao tiver grana,quem vai ter doutor?
    se ele quiser andar na kv ele vai andar..pode ter certeza

  17. Julio disse:

    Acho que na Andretti não pagam do bolso, os caras que estão la tem patrocinio, mas se algum piloto quiser bancar do próprio bolso a temporada, a equipe da o suporte.
    O Mario Moraes é novo né, ele se destacou em alguma categoria escola?

    • Filipe disse:

      Mutoh era pay driver. Na verdade a Andretti tem 2 patrocinios proprios o do carro do Tony e do carro da Danica, o Andrettinho é na verdade bancado pelo carro da Danica e qualquer outro carro extra depende do piloto trazer patrocinio (Mutoh nas duas temporadas anteriores, Hunter Reay este ano).

  18. bru1 disse:

    e que cobra um preço de razoável para bom, em comparação à Andretti, por exemplo´´ n entendi direito isso. esta falando q os pilotos pagam para correr na kv e na andretti?. abrço.

  19. dcoelho disse:

    Duvido que os milhões do grupo Votorantim não convençam nenhum dono de equipe a contratar o neto do Dr. Antônio Ermílio de Moraes…

  20. Assim como o jornalismo, eu diria que o automobilismo também é dinâmico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>