MENU

23 de abril de 2010 - 12:50F-Indy, F1

Quase duas vezes

SÃO PAULO | Foi meio de passagem e talvez despretensioso que foi revelado ontem quem seria o primeiro piloto da USF1. Mencionando o jornalista James Roberts por uma reportagem com a equipe no Twitter, James Rossiter admitiu que tinha um contrato com a equipe americana entre dezembro do ano passado e fevereiro deste ano.

Rossiter não foi além, não disse mais nada, mesmo perguntado. Depois de provavelmente ver que a USF1 era um belo engodo, a equipe partiu para cima de José María López e o inglês foi tentar a vida na América. Testou pela Indy com aquele carro de pintura da Lotus preta da KV e estava praticamente acertado. Aí Mario Moraes tomou-lhe a vaga às vésperas da corrida em SP.

Ou seja: Rossiter esteve perto das duas categorias de monoposto mais importantes do mundo. E não conseguiu. Este, sim, é o piloto do quase. Ao quadrado.

3 comentários

  1. Guerwin disse:

    Rossiter, vc precisa arranjar mais grana, mais grana, meu filho!!!

  2. Andre disse:

    Pode pedir exame de DNA que deve ser filho do Rubinho kkk

  3. Pedro Liguori disse:

    Poor Rossiter… Já viu ele correr, Victor? Ele é bom? Porque se for, consegue alguma coisa. Com mais facilidade na Indy do que na F1, mas até consegue…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>