MENU

26 de abril de 2010 - 15:10F1

Petrobras e Lotus: ainda não

SÃO PAULO | Ancelmo Góis, que certamente faz parte do pentateuco do jornalismo brasileiro em termos de importância, noticiou tempo atrás que a Petrobras e a Lotus haviam fechado um acordo, com início efetivo no GP da Espanha. Nós no Grande Prêmio havíamos confirmado a informação do Ancelmo e ouvido que a Petrobras teria  todo o gasto com o fornecimento de gasolina e lubrificantes.

Mas um mal-te-vi afiançou ao Blog Victal há pouco que nenhum anúncio será feito em Barcelona porque não existe parceria alguma entre as partes.  A Petrobras ainda está naquela profícua e duradoura de negociações com a equipe malaia em tons de verde e amarelo, e outras equipes voltaram a ligar para a Petrobras interessados em seus produtos.

Assim, dificilmente a petrolífera brasileira volta à F1 em 2010.

21 comentários

  1. LOS disse:

    mas o prof. falou bem no segundo comentario. comcordo com ele e o L.Fernando

  2. LOS disse:

    Prof. Fabio Rodrigues que bobagem voce falou.
    a petrobras entrou na williams em 98 em uma epoca que a equipe inglesa, apesar de atual campeã, não fez nada. eles so voltaram a vencer em 2001, chegou ate a disputar titulos mas perdeu pra imbativel ferrari. era considerado o melhor combustivel da F1. se eles começaram a afundar foi por causa da falta de dinheiro que a equipe tinha, alem da perda da BMW em 2005.
    ouvi dizer que a Red Bull chegou a sondar a petrolifera, mas as marcas não combinariam bem. é verdade isso?

  3. Anderson disse:

    As empresas brasileiras não apoiam os pilotos brasileiros simplesmente pq a RGTV, a tv que cobre a categoria, vai fazer todo o esforço pra não mostrar a marca. Dá muito mais retorno anunciar durante a transmissão que anunciar num carro ou investir em uma equipe.

    • Rodrigo Ferreira disse:

      Agora então virou moda anunciar em novela ou em BigBrother… O patrocínio tende a acabar e se concentrar na publicidade…
      Isso tudo graças a TVGlobo. (e seus seguidores)

  4. wiseguy disse:

    Luiz foi na veia, o que interessa é o negócio, a Petrobras a anos deixou de ser uma empresa nacional e passou a ser uma MULTINACIONAL verde-amarela (acabou o hífen?). Com isso ela tem mais éque correr atrás de equipes, se é que volta à F1, que lhe dê mais visibilidade, caso da Williams.
    Se entretanto ela resolver apostar na Lotus malaia, será um tiro no escuro, o que acredito que não fará, pois o que mais há na empresa são estratégias de longo prazo. E claro que, apesar de todo o turbilhão político que envolveu a F1 nos últimos anos, ela ainda é uma excelente vitrine para empresas petrolíferas, e a Petrobras duvido muito ficará de fora.
    Por último um recado ao “colega” aí de cima, RODRIGO, antes de mais nada meu caro, aprenda um pouco de portugues, pare de usar caixa alta por que aqui não há nenhum surdo. E se está com peninha do Senna patrocine-o ué?
    Não existem cordeirinhos na F1, e esse “primeiro sobrinho” me parece que herdou apenas o nome do tio e só. Torço para morder minha lingua e vê-lo fazendo algo na F1, mas duvido muito que tenha competência e, principalmente braço para tal.
    É isso,e Victor, parabéns pela Warm up ela é uma delícia! Um gol de placa que vale suas noites mal dormidas.

  5. Luiz Fernando disse:

    Uma companhia tem compromissos com seus acionistas e, neste caso, com seu acionista mor, o povo brasileiro e não com pilotos.

    It’s business. Vide a anglo-inglesa Shell que patrocina uma escuderia italiana, ou a americana Mobil com os alemães da mercedes.

    Fala sério

    • Prof. Fabio Rodrigues disse:

      É isso mesmo L.Fernando. Isso é coisa de brasileiro que não sabe viver sem louvar um ídolo. Valorizamos os destaques individuais em detrimento de nossa ciência e tecnologia. F1 é tecnologia e é isso que faz a V-Power faturar com a Ferrari ou o Mobil 1 com a Mercedes.
      Só mesmo um brasileiro para comprar um produto quando um jogador de futebol, piloto ou artista aparece em um reclame de TV.

  6. Verde disse:

    Falando em Ancelmo Góis, uma palavra e um ponto: Cypher?

  7. Prof. Fabio Rodrigues disse:

    Acho que a Lotus acordou! Ia ser a maior furada. A Petrobras entrou na Williams e afundou ela….Depois entrou na Honda e eles sairam da F1.

  8. Müller disse:

    Concordo com alguns comentários, acho q empresas brasileiras tem a obrigação moral de apoiar esportes em q brasileiros estão envolvidos. Pelo menos a Embratel está com o Bruno. Pq esses bancos brasileiros ñ apoiam pilotos brasileiros. Vamos investir dinheiro em patrimônio nosso.

  9. RODRIGO disse:

    ALHAS NÃO SÓ BRUNO, MAS TB LUCAS DE GRASSI E ATÉ MESMO NELSINHO PIQUET PODE FAZER AINDA MELHOR QUE BARRIQUELO QUE JÁ TEVE UMA FERRARI NA MÃO E PODIA CONQUISTAR O TITULO, ESSA DESCULPE QUE TINHA CONTRATO NÃO COLA, QUEM NÃO SE LEMBRA DE PIQUET E NIGEL MANSELL OS DOIS WILLIANS, QUE TUDO PARA FAVORECER MANSELL POR SER UMA EQUIPE TOTALMENTE BRITÂNICA E NO ENTANTO PIQUET CONSEGUIU BI CAMPEONATO EM CIMA DELE…
    SEM MAIS PALAVRAS OBRIGADO
    ABRAÇO A TODOS

  10. RODRIGO disse:

    BRUNO SENNA É UM PILOTO DEVER SER CONSIDERADO, AINDA ACREDITO QUE ELE VAI UMA GRANDE PILOTO, E PODERAR ATÉ CONQUISTAR UM TITULO NO FUTURO COISA BARRIQUELO NÃO CONQUINTOU EM 10 ANOS DE FORMULA UM, SENDO UNICO TITULO QUE ACHO RIDICULO PARA UM PILOTO CONQUISTAR É NUMERO DE GRANDES PREMIOS DISPUTADOS… ABRAÇO A TODOS

  11. gabriel pereira disse:

    Caros amigos, o investimento na F1nem sempre vai ter a rentabilidade esperada, e quando se fala das equipes novas, é muito mais dificil.
    Acredito que a única que possa atrair investimento dos brazucas é a Willians por que é a Willians, para as outras o que resta é mostrar serviço para o ano que vem sim poder ter o apoio financeiro.

  12. Roberto Castro disse:

    A pretrobrás poderia fornecer combustivel para ferrari né?
    Para apoiar o Felipe Massa.

  13. volnei santos disse:

    Ué?! se outras marcam estão ligadas a mais de uma equipe, por que a petrobras não se liga a mais de uma equipe, principalmente as dos brasileiros? uma marca como essa em garagens e em 2, 4 ou 6 carros, que maravilha de publicidade.
    e a tal da gasolina senna que iam lançar, boato ou planos reais?

  14. Vitor disse:

    E o Bruno Senna se ferrando por falta de apoio de empresas brasileiras…

  15. jairo faria disse:

    Se é para colocar dinheiro em equipe de F-1, que seja pelo menos numa com brasileiros, olha a Virgin, a Hispania e principalmente a Willians aí na penúria, sendo que esta ultima pode render “dividendos ” publicitários mais rapidamente e seria um “apoio” e uma tremenda “força” ao nosso amigo Barrichello, que é a melhor opção dos três “paupérrimos”,…

    • Raphael disse:

      Amigo, isso não tem nada a ver.
      Veja o Karun Chandhok, está na HRT e não na Force India. Veja a própria Lotus, ela tem investimento do governo federal da Malásia, enquanto a Petronas – petrolífera malaia – está na Mercedes.
      Patrocínio se faz onde há chance de retorno, e lembre-se de que o patrocínio da Petrobras não visa à publicidade e sim à parceria em desenvolvimento tecnológico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>