MENU

17 de maio de 2010 - 15:10F1

Velha pontuação, outro campeão

SÃO PAULO | Se a temporada da F1 tivesse seu fim ontem em Mônaco e se a pontuação não tivesse sido mudada, Webber não estaria pulando tão contente na piscina para festejar o título. O australiano teria de dar sorrisos amarelos e engolir o companheiro Vettel como o mais novo campeão do mundo.

Mark, aliás, nem seria vice, mesmo tendo duas vitórias. Na velha pontuação, Vettel e Webber estariam separados por dois pontos, tendo entre eles Alonso. Massa, Hamilton e Kubica apareceriam empatados com 24 pontos, para deleite de Ivan Capelli, numerólogo, com vantagem para o polonês por conta de um quinto lugar. E os oito primeiros estariam separados por dez pontos. O campeonato estaria assim:

1 ) Vettel, 32 pontos
2 ) Alonso, 31
3 ) Webber, 30
4 ) Button, 27
5 ) Kubica, 24
6 ) Massa, 24
7)  Hamilton, 24
8 ) Rosberg, 22

E Schumacher apareceria com meros oito pontinhos.

22 comentários

  1. Issac Nemach disse:

    Acho que se deveria adotar o antigo 10-6-4-3-2-1, mas essa pontuação até que não está ruim em comparação ao 10-8-6-5-4-3-2-1.

    10 pilotos pontuando é muita coisa …

  2. ADIRLEY disse:

    Para velha pontuação: Outro líder do campeonato!!

  3. Italo Azevedo disse:

    Qual a lógica? Não entendi. Se assim, pq não fazer da pontuação de 1950 ou de 1980…

  4. Rômulo Rodríguez disse:

    lugar errado, não aceite o comentário acima rsrs
    ja postei no lugar certo hehe

  5. Rômulo Rodríguez disse:

    O melhor, o pior, a surpresa e a decepção:

    Mônaco: Kubica, o mecânico do Button, o mecânico do Button e o mecânico do Button.

    Kubica, sem comentários.
    O mecânico do Button conseguiu, foi o pior ao fazer o que fez, ou deixou de fazer, a surpresa e a decepção, como um mecânico da McLaren faz isso, vamos perdoá-lo, errar é humano.

    Campeonato: Rosberg (pena que lhe cortaram as pernas), chassi Dallara, Petrov, Sauber.

    gracias

  6. Diogo disse:

    A principal vantagem dessa nova pontuação é que ela proporciona oportunidade para as equipes menores disputarem posições que valham pontos.

    Nos anos 80 e 90, onde os seis primeiros pontuavam, era basicamente McLaren, Williams e Ferrari nos pontos. Eventualmente aparecia alguma surpresa, como a Jordan, a Ligier ou a Sauber.

  7. niko disse:

    a pontuação atual parece ser melhor, o problema é ter que ficar fazendo contas, na antiga era mais fácil calcular de cabeça pois eram menos pontos pra somar!

  8. JC Simonassi disse:

    Que viagem errada Victorrrrr !!!!!
    Que idéia essa de pontuação antiga com isso e aquilo !!!

    JCS

  9. Rodrigo disse:

    O que mostra que a nova pontuação faz justiça, privilegiando a vitória!

  10. Campeão?! De que?!

    Poderia ser apenas o LIDER do campeonato !!!

  11. Igor disse:

    É o tipo da estatística que eu estou pouco me lixando. O Galvão é que adora. Pq ai o Piquet teria um a menos, o Emerson 1 a mais, o Massa teria o seu e o Senna que teria um a menos ele nem toca no assunto. É uma besteira pq o piloto foca na sua temporada e na pontuação real da sua temporada.

    • Zeno disse:

      Campeão? estamos em Monaco ainda gente…., a comparação é interessante, mas tirem “campeão” dai e coloquem lider do campeonato.

  12. Jonas Martins disse:

    Mas isso mostra como o sistema atual é bem mais justo, além de deixar o campeonato bem mais interessante. Acredito que essa sistema de pontuação foi uma bola dentro da FIA, junto com a proibição do reabastecimento, tomara que eles não voltem atrás… agora só falta parar com esse lance de obrigação de usar os dois compostos de pneus na corrida, aí as regras param de interferir nos resultados e passa a ser mais braço…

    • lastikas disse:

      Concordo Jonas, obrigação de usar dois compostos é um saco. Engraçado como os ânimos se exaltam. Ao invés de comparar os sistemas e refletir se melhorou ou não as pessoas reclamam do post.

    • Marcelo Witt disse:

      Também penso que essa comparação serve justamente pra mostrar que realmente o sistema atual valoriza mais a vitória. Valeu, eu sempre gosto dessas comparações, mas não tenho a menor paciência (nem tempo) para montá-las. Ler aqui é bem mais fácil!!!

  13. Nerimar disse:

    Caro Victor

    Qual a razão de comparação com uma regra que não mais existe? Não há lógica…

    • Alexandre Garrincha disse:

      Também acho! Se valesse o regulamento do Bernie Ecclestone ano passado, os pilotos matar-se-iam pela vitória, não se contentando com o segundo. Não dá pra ficar comparando.

    • Tiago S. disse:

      Também concordo. No ano passado era o contrário, falando os campeões da nova pontuação, foi feita até uma lista com todos campeões da história e tal. Acho bobeira, mesma coisa do levantamento com as medalhas. Campeão é quem vence no regulamento vigente, esse negócio de ‘se’ num é legal não. Nem por ilustração, porque as pessoas que não acompanham F-1 já tem tendencia à julgar, seguindo os comentários da globo, com essas ladainhas fica pior ainda.

    • PH di BH disse:

      Nossa…mimimi pra vcs! O cara só fez uma comparação pra mostrar, acima de qq coisa, q a nova pontuação privilegia e muito a vitória. Bando de chorão…aos seus coqueiros catar inúmeros coquinhos, por favor!

  14. Rodrigo disse:

    Mas veja outros pontos interessantes. A diferença de Button para o líder (2 pontos= 6ºlugar). Hoje 8 pontos (6ºlugar). Massa, 8 pontos (2º lugar), hoje, 17 pontos (~2ºlugar)

  15. Gotardo Santos disse:

    Muito boa sacada informativa… Quisera que as transmissões de F1 ao vivo, aos domingos, também tivesse a mesma qualidade! Vocês nunca pensaram em fazer um “living bloging” durante as corridas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>