MENU

7 de julho de 2010 - 11:34F1

A F1 sem ART (?)

SÃO PAULO | João Paulo Borgonove, maior jornalista underdog de automobilismo dos últimos tempos, correu para avisar que a ART informou há pouco de sua desistência à 13ª vaga da F1 em 2011. Um descalabro, pensamos — e o resultado disso os caros internautas verão na Revista Warm Up deste mês —, e lá fomos ler a nota da equipe.

Basicamente, a ART alega “condições financeiras desfavoráveis”. Entendemos, claro, afinal o negócio não está fácil pra ninguém. Mas logo a ART, a favorita dentre as 15 pleiteantes, a que tinha parceiros do mundo árabe, aquela que foi a Hinwil visitar a fábrica da Sauber — esta, sim, capenga —, o grupo do filho do presidente da FIA, cujo dono é empresário de pilotos como Felipe Massa e Jules Bianchi, com relação intrínseca com a Ferrari.

Aí tem.

Não acharia nada estranho a ART retirar sua candidatura e dar essa alegação-padrão para camuflar um acordo que já está bonitinho, assinadinho e pimpão com a Sauber.

20 comentários

  1. Claudio disse:

    Poderia ser criada a equipe Bozo de formula 1. Tres pilotos estão perfeitamente credenciados para participar: Felipe Massa, Rubens Barrichelo e Nelson Angelo Piquet. E ja que a formula 1 quer reduzir custos, eles economizariam capacete e balaclava, pilotariam apenas com aquela bolinha vermelha no nariz.

  2. Patricia disse:

    Posso falar a verdade? Um, deixem de ser idiotas com o ponto de vista de dizer que Nicolas precisa de favores do pai, ele não precisa, ele é um cara bem inteligente. Dois, Nicolas não queimaria o nome da ART, que é uma equipe varias vezes campeão para que ela fosse somente uma equipe pequena na F1. Ele não vai entrar na F1 por menos do que sua equipe seja uma equipe media, ficadica. Agora, larguem a mão de ser garotinhos que só arranjam desculpas pra isso e pra aquilo e vejam o potencial da ART, coisa que parece que muitos não conhecem… joga no google ART e ve quantas vezes a equipe ganhou.
    Outra coisa, que babaquice essa coisa de nelsinho pique, oi, esse não volta nunca mais, não merece mesmo.

    • Ryan Cooper disse:

      É isso ae Patricia.
      Nelsinho Piquet só quer agora fazer pega legalmente.
      Corre naquelas banheiras da Nascar. Se diverte, ganha uns dolares e pra ele tá bom demais.
      Resumindo, coisa de Playboy sem carater.

  3. José Freire disse:

    É faz sentido sim… e com isso tbm poupa o Todt Pai do constragimento de “escolher” a equipe do Todt Filho como a “escolhida” para a 13ª vaga do grid!

  4. Juliano disse:

    Grandes coisas….pra mim isso só dá uma certeza: o corte de custos nao vai acontecer na velocidade outrora desejada!

    quam mais do que o filho pra saber do que o pai vai fazer

  5. Evidente que com toda a ligação com os rossos, e a FIA obrigando os estreantes a usar Cosworth (como dito ano passado pelo Stefan), muito mais fácil comprar, ou estabelecer algum tipo de parceria com o Sauber, que aguarda de cofres abertos…

  6. Luciano disse:

    NUMCA com M será que a mesma coisa que nunca?

  7. Marcelo disse:

    Para completar a Sauber já usa motor Ferrari …..

  8. Remom disse:

    Nelsinho Marrento e Familia NUMCA MAIS!

    • Ryan Cooper disse:

      É isso ae!
      Aquele playboy vai é cabar a carreira num muro de oval.

    • Andre disse:

      Prezado Remom, espero poder ver o Nelsinho de novo no grid. Se mostrou excelente piloto, tomando apenas de 2 a 4 décimos do Alonso, porém com um carro sempre inferior e desatualizado, pois a Renault só instalava atualizações para o espanhol. O Massa toma hoje o mesmo tempo do Alonso, mas com carros iguais. Isso prova o quão rápido é Nelson Angelo Piquet. Talvez nosso representante mais rápido na F1 se ainda estivesse hoje no grid. Lamento muito os Piquet não estarem na F1.

    • Núcio disse:

      Ahã Andre, fantástica essa sua conta. Pela sua lógica, se o Massa andava de igual para igual com o Kimi, e o Massa é pior que o Nelsinho, logo o Nelsinho é muito melhor que o Kimi. E se o mesmo Massa andava perto do Schumacher, coisa de 4 décimos, logo o Nelsinho é tão bom quanto o alemão. E como o alemão liderou o campeonato sobre o Senna e ainda por cima aposentou o Nelsão lá na Benetton, chegamos à brilhante conclusão de que o Nelsinho é muito melhor que o próprio pai, o Kimi Raikonnen e o Senna juntos. Ah, me dá licença filhoteee!

    • Núcio disse:

      E outra filho, se esse tipo de conta absurda valesse, poderíamos também teorizar que se a Alemanha ganhou da Argentina por 4 a 0, e a Argentina ganhou de 3 a 1 do México, logo o México deveria perder da Alemanha por 7 a 1. Ou também poderíamos teorizar que, se o Nadal vence a maioria dos confrontos diretos com o Federer, e o Federer possui 16 títulos de Grand Slam, então o Nadal deveria ter uns 50 títulos de Grand Slam. Mas não é o que acontece, não é verdade?

    • Andre disse:

      Tá bom, Bob Pai…ou seria Bob Mãe Viúva…

  9. Sanzio disse:

    Sapequinhas…

  10. Telo disse:

    Vitão,

    Na minha opinião vem ai aí a ART-SAUBER… Uma entra com estrutura, experiência e conhecimento de F1 e a outra vem com dinheiro arabe e nova filosofia…
    Estreita ligação com a FERRARI os dois grupos já tem !!!.
    Aí a FIA corrige a injustiça anterior e inclui a EPSILON EUKADI desta vez e Felipe Massa já tem onde correr em 2013… hehehehe

    Abraços,

  11. Verde disse:

    “Não acharia nada estranho a ART retirar sua candidatura e dar essa alegação-padrão para camuflar um acordo que já está bonitinho, assinadinho e pimpão com a Sauber.”

    Foi o que achei também. Já deve ter coisa encaminhada.

  12. De fato, péssima perda. A ART era uma das poucas opções que, se escolhida, teria boas condições de estar na primeira prova do ano.

    Segumos, então, com algumas “USF1 Team” da vida…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>