MENU

22 de julho de 2010 - 13:56F1

GP in loco com o louco

SÃO PAULO | O Marcelo Ferronato não para lá em Hockenheim — e, por consequência, não faz a gente parar também; até a Vanessa Ruiz, a Nê, ficou impressionada com a pró-atividade do rapaz. “Ele é louco”, ela falou. E recomendo muito que os caros internautas acompanhem a cobertura do Grande Prêmio.

Hoje o Marcelo já falou com Coulthard, Di Grassi, Barrichello, Massa e Senna. Do ‘Square Face’ arrancou que Vettel é melhor numa visão mais marqueteira, mas que para a Red Bull ganhar vale até o Pato Donald. De Lucas ouviu que o brasileiro nunca teve o mesmo equipamento que seu companheiro Glock na Virgin e que era até natural ele ser segundo piloto. De Senna escutou a falta de mágoa, ressentimento ou arrependimento com a Hispania. Com Barrichello, acompanhou a história da corrida da Alemanha de dez anos atrás e a info de que nunca vai correr em Indianápolis a pedido da esposa. E de Massa…

Bem, de Massa a história vai ser contada logo mais. Mas Felipe contou às gargalhadas que apelou para o jeito brasileiro de tirar a zica.

1 comentário

  1. Danilo disse:

    Barrichello quase fez companhia a Senna e Ratzenberger naquele trágico fim de semana em Ímola 94, correu lá nos anos seguintes e a esposa dele tem medo de Indianápolis? Se bem que com intuição feminina não se brinca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>