MENU

24 de julho de 2010 - 18:06F1

Pastor alemão, 6

SÃO PAULO | Já vai fazer um ano que Felipe Massa praticamente renasceu. Foi em 25 de julho do ano passado que o brasileiro foi acertado na cabeça por uma mola que se desprendeu do carro de Rubens Barrichello no treino classificatório do GP da Hungria. Em agradecimento ao tratamento recebido nos dez dias em que ficou internado, Massa vai voltar ao hospital AEK.

“Foi um momento difícil para mim”, declarou Felipe hoje em Hockenheim, após o terceiro lugar obtido no treino classificatório do GP da Alemanha. “Alguém estava dizendo que eu precisava estar aqui, então aqui estou, muito feliz, trabalhando, ainda fazendo o que eu gosto, e vamos voltar à Hungria e tentar alcançar um bom resultado”, disse.

Massa deve ir para Budapeste já no começo da semana que vem e prometeu que vai visitar os médicos e enfermeiros. “Será importante num lado pessoal”, afirmou. “Eles cuidaram de mim e eu quero dizer um olá para todos e conversar com eles.”

O piloto da Ferrari “se isso soa emocionante, é, porque o que aconteceu para mim no ano passado foi um momento signficante da minha vida, uma coisa grande e muito especial de um ponto de vista humano”, completou.

Massa chegou, segundo os médicos, a correr risco de morte pelo forte impacto da mola na região acima de seu olho esquerdo. Felipe acabou afastado do resto da temporada de 2009 e não teve sequelas cerebrais nem na vista.

6 comentários

  1. Racer-X disse:

    Nova acepção do Aurélio:

    Barrichellar – v.i. acatar uma ordem de maneira subserviente, mesmo que resulte em humilhação pública; (aut.) aceitar ser segundo piloto numa equipe; vender-se; ser ou estar resignado; não ter brios.
    v.i. – verbo intransitivo
    aut – automobilismo
    ; )

  2. Marcio Ferreira disse:

    Felipe Massa é um banana!

  3. theodoror disse:

    panico na Globo, a Ferrari deu a ordem …. ehehehe se o Massa tivesse deixado o Alonso passar na primeira isso nao seria necessario ……..

  4. EduardoRS disse:

    Acho que só o fato do Massa estar correndo já é uma grande vitória. Ele não está tendo uma de suas melhores temporadas, mas provavelmente não estaria conseguindo isso de qualquer maneira porque o carro não é compatível com seu estilo de pilotagem (problema para aquecer os pneus), e porque o Alonso é simplesmente o piloto mais completo da F1 atual, e sempre foi expert em tirar leite de pedra com carros medíocres. Prefiro esperar a próxima temporada e um novo carro para ter uma idéia melhor do desempenho do Massa – ele definitivamente não é tão lento quanto pinta esse ano.

  5. Leonardo disse:

    Aproveitando o tema Massa, me arrisco a dizer que o fator Alonso na Ferrari significa o começo do declínio da carreira do brasileiro na F1. Desde que o espanhol chegou o Massa sumiu…isso demonstra que o Raikkonen não era boa base de comparação, como referencia de bom desempenho.

    • André Lima de Almeida disse:

      Eu sempre acho graça desses comentaristas de blog projetos de Rede Globo, por que sempre que eles tentam acertar ou prever o futuro, as chances sempre são de 50-50…

      Ou seja: a situação do Massa no campeonato está significando o declínio da FERRARI, pois como vemos, o Alonso não está “disparando” na liderança. Está apenas a alguns pontos na frente.

      Mas num campeonato onde até mesmo o próprio Felipe liderou, dizer um negócio desses, é um absurdo. Ainda mais dizer que o Raikkonen não era bom piloto por que o Massa costumava batê-lo… Tenha santa paciência!

      O HOMEM CONQUISTOU UM TÍTULO MUNDIAL, para não deixar de lembrar….

      Será difícil reconhecer que se o Massa o derrotou algumas vezes, será por que ele era o melhor piloto no MOMENTO?

      Cada uma dessas que eu leio….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>