MENU

3 de abril de 2011 - 12:42Stock Car

De novo nos pits

INTERLAGOS | Como em Curitiba, foi a parada nos boxes que apontou o ganhador da corrida da Stock Car hoje. O tanque de etanol preso por alguns segundos no carro de Ricardo Maurício foi fatal para suas ambições, e Cacá Bueno ficou com a vitória na segunda etapa do campeonato de 2011.

Destaque da corrida em seu início, Daniel Serra completou a dobradinha da Red Bull na pista paulistana. A Maurício restou um lugar no pódio de consolo. O líder do campeonato, Thiago Camilo, terminou em quinto, logo atrás de Luciano Burti.

A largada foi ordeira e sem incidentes e viu Maurício se segurar na primeira posição, mas Cacá perder a segunda para Marcos Gomes. Logo atrás, era Daniel Serra quem começava a aparecer. Sétimo no grid, pulou para sexto depois da primeira volta e, no fim da segunda, passou Felipe Maluhy e Lico Kaesemodel numa só tacada, entre o trecho da Junção e da reta principal. E mais além, Thiago Camilo e Max Wilson iniciavam sua escalada de recuperação, tudo na santa paz.

O primeiro acidente da prova só foi acontecer na volta 7, com Allam Khodair escapando na Descida do Lago e dando com violência na barreira de pneus, sem provocar a entrada do safety-car e sem machucar o piloto da Vogel.

E a corrida começou a pegar, mesmo, a partir da nona passagem, quando o líder Maurício foi aos pits. Mas na pressa de sair, acabou levando o tanque de reabastecimento preso. Ricardo parou alguns metros, teve de parar e o mecânico da RC correr para arrancá-lo. Dois giros depois, o então líder Gomes parou. E como em Curitiba, não saiu ileso: levou uma mangueira de pit-stop pendurada em sua asa. O azar completou seu trabalho logo em seguida, quando deixou o carro da Full Time lento pela pista e fez Marcos abandonar.

Enquanto isso, a chuva começava a se exceder, mas não a ponto de provocar a opção pelos pneus com ranhuras.

As paradas dos ponteiros mexeram na ordem e colocaram Cacá e Serrinha na frente de Maluhy e Maurício. Que não tardou a passar o adversário para ganhar a terceira colocação e iniciar uma caça à dupla da Red Bull. Mas ali parou o avanço do pole da prova. A diferença para os rivais era próxima a 6 segundos, impossível de ser descontada nas dez voltas que lhe restavam.

Assim seguiu a corrida até seu fim. O que teve de revelante foi a queda de desempenho de Maluhy, que perdeu terreno para Burti e Camilo. E nas voltas finais, o assédio de Thiago para cima de Luciano resultou na ultrapassagem no último giro. Maluhy e Burti acabaram caindo para 11º e 12º. E nada mais. Sem acidentes ou toques, sem interferência da chuva, sem muito sal. Tudo real e estranhamente na santa paz.

2 comentários

  1. André disse:

    Teve corrida da Stock Car? Cada vez a categoria fica mais fantasmagórica.
    André / Piloto no http://www.f1bc.com

  2. Fora, Patrulha! disse:

    Onde você estava quando o Thiago Camilo ultrapassou o Burti?

    Não adianta editar. Já printei o post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>