MENU

4 de abril de 2011 - 20:14Stock Car

Pinteiro, a inspeção e o paliativo

SÃO PAULO | A morte de Gustavo Sondermann ontem em Interlagos mexeu com Cleyton Pinteiro e o fez se mexer. “Estou arrasado ainda. Estou um traste”, declarou o presidente da CBA ao Grande Prêmio na tarde de hoje. Como primeiro ato depois da terceira fatalidade em pouco mais de três anos em Interlagos, o dirigente mandou lá de Recife um e-mail para Paris, sede da FIA, solicitando a presença de um membro da entidade para realizar mudanças na Curva do Café.

“Eu pedi hoje à tarde à FIA que ela me enviasse um inspetor para que olhe as obras do autódromo”, disse Pinteiro, que se mostrou de mãos atadas para alterações imediatas. “Como o autódromo é homologado pela FIA, só quem pode mexer é ela ou com sua autorização. Eu quero mostrar que as obras que foram feitas não foram suficientes para evitar uma catástrofe destas.”

O presidente revelou que, quatro meses depois de sua entrada na CBA, conversou com a SPTuris, que administra Interlagos. “No dia 8 de julho de 2009, eu fiz um pedido para que incluíssem uma chicane naquele local. E não foi feito”, comentou. “Eles me responderam que a FIA mandou colocar aquele material lá [o soft-wall], mas você viu que não funciona. Quando vier o vistoriador da FIA, eu quero estar junto com a comissão. E quero mostrar que, para a F1, aquilo é uma reta. Para turismo ou fórmulas nacionais, é uma curva”, completou.

Ouvindo opiniões de pilotos como Cacá Bueno e Luciano Burti, Pinteiro só vê uma alternativa para a curva que leva à principal reta da pista paulista. “Na minha opinião, a solução é afastar aquela arquibancada para criar uma grande área de escape. Ou então fazer uma chicane antes, mas aí você acabaria com a graça do automobilismo, que é a competitividade. Eu tenho que ver competitividade com segurança, e acho que a área de escape pode resolver.”

Enquanto a FIA não aparece com seu inspetor, Pinteiro vai fazer “um paliativo”. Para a prova do GT Brasil e das categorias que o compõem, no próximo fim de semana, a ideia já está tomada. “Falei com o (Antonio) Hermann e comuniquei que, no domingo, vai ter uma bandeira amarela naquele setor. Se no meio da prova acontecer de espalharem os carros, aí não haveria necessidade de mantê-la. Se houver chuva, vai ficar com amarela o tempo inteiro”, completou.

No Hospital São Luiz, onde Sondermann ainda está ligado por aparelhos, a família permitiu a doação dos órgãos do piloto de 29 anos, desde que feita na hora, isto é, imediatamente repassada para os corpos dos receptores. Gustavo já teve declarada sua morte cerebral. A CBA decretou luto de sete dias.

12 comentários

  1. fernando amaral disse:

    Burti e Bueno estão agindo para evitar que se atribua qualquer responsabilidade à segurança dos carros (o mesmo tipo de chassi nosa cidentes de Sondermann e do Sperafico).
    Eles se esforçam para salvaguardar a cateoria em que são protagonistas principais.

    O problema do traçado é tão pouco coincidente (como afirmaram na tv ontem os dois citados) quanto o fato, óbvio, de que os pilotos morreram dentro do mesmo tipo de chassi.

  2. Juan Paul Montracy disse:

    Não acredito que em um monte de veiculos jornalisticos está sendo dito que o Sondermann errou, passou por cima da zebra ou que os pneus desequilibraram o carro….

  3. Guilherme disse:

    Vitor,

    *Esse comentario nao condiz com esse post, eh apenas para seu conhecimento.

    Sei que as noticias estao concentradas no caso da morte do Sonderman, e sou completamente a favor disso.

    Mas quando achares que deves, procure saber por gentileza qual foi a punicao dada aos pilotos que ficaram sem combustivel na prova da Stock Car V8, como o caso do Duda Pamplona, e ate mesmo o Burti, que pontuou e nem mesmo teve combustivel pra chegar aos boxes.

    O regulamento preve multa de 100 mil reais esse ano, e perda de 30 pontos no final do campeonato, para os pilotos que forem desclassificados por irregularidades tecnicas, sem perda da posicao de chegada.

    Vc acha que nesse caso se aplicaria essa multa, ja que nao foi uma desclassificacao por algo realmente fora do regulamento, e sim por um erro de calculo onde seriam necessarios 3 litros no tanque para analise? A verdade eh que muitas equipes contavam com um safety car e colocaram combustivel no limite, e esse safety car nao houve…

    Bom, veja que na ultima volta na ulktima prova, mais pilotos sinalizaram, que ficaram sem combustivel na ultima volta, inclusive esses dois que citei acima.

    Abraco..

  4. Ih agora? disse:

    Cade a Comissão Nacional de Autódromo da CBA para se manifestar???serve pra que?

    ela existe é só olhar no site da CBA.

  5. marcão disse:

    Bom, pelo menos uma bandeira está sendo erguida!!

    De que algo está errado lá e é preciso resolver!!!!
    Vamos ver se é só isso mesmo ou atitudes coerentes e corretas vão ser tomadas!
    Só que é pra ontem, foi preciso uma calamidade ser instalada para que os dirigentes se manifestassem….E tomara que continuem assim.. Nossa obrigação é falar o que está errado, cobrar com educação ou sem ela com paciencia ou sem, mas o fato é que boca fechada concente com tudo….
    Tem um trombone na orelhas deles agora, e os olofotes também estão na cara dos caras.. É com eles agora…
    Que mostrem para o povo que estão fazendo pelo menos juz aos salários e mordomias que recebem….
    Só que Sr. Gestor do nosso “templo”,, vc tem a obrigação de mostrar suas atitudes pra gente, não é com aquela notinha que mais parece um rascunho que as coisas se resolvem. Tá na hora de se mexer e dizer por que as coisas pararam de ser feitas no templo.. Uma equipe inteira que fazia muito mais do que cortar grama foi desmontada e até agora nada foi feito….E se estão fazendo, o que estão fazendo? Pois pra nós que frequentamos sempre o nosso “Templo”” só estamos vendo é o abandono.Por favor nos corrija se estivermos erados, nos mostre suas atitudes…
    Quanto ao presidente da CBA – É simples dar o primeiro passo, é só começar…

    Mas uma bandeira amarela sózinha não vai resolver o problema criado pelo muro da FIA, tem que ter outra solução…Não sei se sabe, mas aquele muro é apenas um KIT, pode ser montado e desmontado a qualquer hora, pode ser subistituido, e ele não é fixo… A FIA no mínimo já sabe que aquele muro nõa é apropriado para carros de tursimo ou Gaiolas… Só nossos dirigentes é que não sabem. Por isso do muro ser um KIT.. As barreiras de pneus podem voltar pra lá a qualquer hora, o muro também….
    Só mais uma pergunta: E se com a bandeira amarela em determinado momento da corrida ou dos treinos tivermos uma ocorrencia naquele trecho, e essa ocorrencia for na tangencia, como será a ação? Pois certamente os pilotos estarão avisados de que aquela bandeira e sua função, e portanto virão de motor cheio,.Como serão avisados de um outro problema lá!!!
    Se a gente pode sugerir aqui vai a minha… Essa bandeira deve estar lá apenas parada como um pré aviso, e se houver uma ocorrencia duas bandeiras e agitadas demosntraram mudança de atitude na pista….
    E outra bem particular….Sabe sr. Pinteiro, neste fim de semana da GT Brasil, quem vai segurar essa bandeira amarela de que virou sua bandeira, será um bandeirinha de uma equipe inteira que o sr. e seus comandados alijaram das corridas internacionais… Lembra disso?
    pois é nós não esquecemos disso!
    E hoje,,, o sr. precisa é justamente de nós! Que ironia deste destino , não?

  6. Victor disse:

    Uma bandeira amarela! Nossa, como ninguém nunca pensou nisso antes? Gênio…

    Deviam é mandar uma carta pra presidente e mandar proibir o automobilismo brasileiro, essa farsa que mata um dia sim outro também…Palhaçada.

  7. marcio riva disse:

    Há mais problemas do que somente a pista. E o carro, não tem nada de errado?

  8. Russo disse:

    Se me lembro fazem 04 anos do meu acidente com o Rafael,nada foi feito de lá até hoje,sofro até hoje por causa desse acidente,não só fisicamente como psicologicamente,pois foi com o meu impacto que o Rafa faleceu,graças a grande falha de uma curva na qual não foi feito nada para melhorar.Daqui a uma semana tudo cairá no esquecimento,como é tudo feito no Brasil,mas para mim,para família do Rafa e para família do Sonderman,isso ninguém pensou o quanto dói e irá doer para o resto de nossas vidas.Hoje tenho um filho de um ano e pelo que parece,ta no sangue os carros e motos,mas uma coisa eu tenho certeza…se ele for piloto,aqui neste pais é que ele não irá competir,pelo menos enquanto estiver vivo e lúcido.

  9. zezinho disse:

    Zezinho
    Como nois gostamos de ser enganados la vem mais uma das mentiras mais deslavadas do douto pinteiro –‘”mandou lá de Recife um e-mail para Paris, sede da FIA,” só não disse em que idioma foi o tal email, e muito menos dirigido a quem, acho legal pedir uma copia para ver o tamanho da mentira. Agora a culpa é da FIA e nem tem coragem para falar em testar a resistência das gaiolas das antigas stock, light e agora Montana, deve ter sido proibido pelo rei Valduga que homologou o “carro” e é funcionário do Col e ainda fatura uma grana da CBA. Se a pista de Interlagos não tem segurança então porque a CBA/FASP autorizaram a corrida. O que a FIA tem haver com isto? Da entrevista só acredito quando diz “Estou arrasado ainda. Estou um traste”, e lamentavelmente o significado para tal desabafo deve ser a perda de uma carteirinha, só ficou com 11.999.
    Aqui no sul a “coisa” ta ficando preta, estão procurando mais de 200 mil que estão achando que sumiu da federação gaucha, parece que estão achando que tem o dedo e bolso do rei Valduga e de seu sócio Deus (Carlos Rodrigues de Deus) anterior e atual presidente da federação.

    • marcão disse:

      Ops,, sumiu duzentão é?
      Zezinho, apura isso e, conta só pra nóis aqui do blog!!!
      A gente promete que não conta pra ninguem!!!
      Só escreve!!!!
      Que coisa, que absurdo isso, esses fa\em de tudo por uma graninha extra…..
      Bem,, apurem e conte pra nós!
      Combinado?

  10. Piloto disse:

    A curva do Cafe’ esta’ ali ha’ anos, e’ uma curva rapida, e gostosa de ser feita, seja de Marcas, Stock ou qualquer outra categoria. Piloto gosta de fazer curva em alta velocidade, e esta e’ uma das unicas que sobrou em Interlagos. Nao vamos estraga-la com uma chincane, vamos buscar uma maneira de dar maior seguranca com area de escape.

    Fazendo isto na curva do Cafe’, estaremos resolvendo o perigo de UMA Curva dos Autodromos Brasileiros. Fica a pergunta: E os outros ? Curva 1 de Taruma, Londrina (onde temos uma valeta em uma area de escape que faz carros voarem ao sair da pista), Brasilia (zebras que parecem sargeta), Saida do S de alta em Curitiba, Cascavel e Guapore…. sem falar os “circuitos de rua” que montam por ai.

    A hora que conseguirem resolver todos os Autodromos Brasileiros, se isso um dia for possivel, ainda vai ficar faltando os Carros e os Pilotos.

    Esse carros tubulares nao tem homolagacao, nao tem crash-test para comprovar a seguranca para os pilotos, andam a 250 Km/h soltando pecas pela pista, que por sorte ainda nao matou algum outro piloto ou espectador. Tem uma posicao de pilotagem HORRIVEL, onde o piloto tem um angulo de visao limitado ‘a frente, e que levam uns 10 minutos para conseguir sair de dentro em caso de panico ou emergencia.

    Para concluir. Os PILOTOS. Como ja’ citado em varios sites, esses pilotos riquinhos, que tem muito $$$ para comprar uma carteira de piloto e um lugar num cock-pit desses. A categoria proibe treino por questoes de custo, portanto nao ha’ uma preocupacao em treina-los para serem pilotos de verdade.

    Portanto a CBA tem que pensar em atuar no polinomio Carro-Pista-Piloto para que o automobilismo brasileiro deixe de ser escrito com letra minuscula.

  11. André disse:

    O paliativo está correto. Não dá tempo de os picaretas meterem as picaretas em uma semana para botar uma chicane lá.
    André / Piloto no http://www.f1bc.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>