MENU

1 de maio de 2011 - 18:30Automobilismo brasileiro, F-Indy, Stock Car

Anhembindy, 11

ANHEMBI | Em meio ao caos, eis que pinga um release da assessoria da CBA, que deixo ao gosto do leitor comentar a grande conclusão a que chegou a comissão que investigou o acidente fatal de Gustavo Sondermann.

O relatório sobre o acidente de Gustavo Sondermann, ocorrido dia 3 de abril em Interlagos, será entregue terça-feira à Comissão de Autódromos da Federação Internacional do Automóvel (FIA). O Dr. Felippe Zeraik (Diretor Jurídico da Confederação Brasileira de Automobilismo) e o ex-piloto Ingo Hoffmann – integrantes da comissão que investigou as causas desse acidente -, embarcaram esta noite rumo a Paris para um reunião com a Comissão de Autódromos da FIA. Após estudar as imagens, depoimentos dos pilotos e analisar as condições do autódromo paulistano, a comissão concluiu sobre as causas do acidente e as propostas para melhorar as condições de segurança na curva do Café, como explica Zeraik:

“Com relação às causas do acidentes, apontamos um toque no carro de Sondermann – que voltou à pista após bater no muro e foi abalroado por outros veículos – e a visibilidade reduzida devido à chuva. Embora a Comissão não tenha encontrado problemas técnicos na curva, concluiu-se que a existência de uma área de escape maior poderia ter evitado o acidente.”

Na reunião com a Comissão da FIA, Zeraik e Ingo esperam obter o aval da instituição para aprovar a alteração da área de escape na curva do Café. A proposta da CBA é o alargamento da área de escape nesse trecho através da remoção de parte das arquibancadas existentes no local.

24 comentários

  1. Luiz disse:

    só fico triste de ver pessoas do nivel do Paulão e do Ingo, pessoas dignas e honradas, com uma historia magnifica, cada um, no automobilismo, estarem envolvidas com as pessoas do nivel daquelas que estão na CBA. O grande problema dos acidentes nas corridas estão bem claros no relatorio sobre o acidente do Sodermamm. o toque que ele levou no inicio da tragedia. o grande problema são as pseudo autoridades que são colocadas nas provas, que covardemente se omitem de tomarem alguma atitude, por medo de perderem a boquinha ( leia-se dinheiro ) ou de desgostarem alguns poderosos . enquanto existirem membros da CBA remunerados e que também o são por parte da empresa responsável pelos maiores eventos do automobilismo no Brasil, não pode dar certo ou ser serio. e sua santidade o presidente a tudo assiste e dá risada e mais algum inocente vai pagar logo ali adiante

  2. Antídoto disse:

    É isso aí, a culpa é da curva…
    Foi ela que deu o toque na traseira do carro do Gustavo…
    Foi ela que estava usando o HANS errado…
    Foi ela quem montou um pneu ao contrário no carro…
    Afinal, ela é só isso, uma curva.
    Aliás, nem curva exatamente ela é, já que ali não se freia nem se faz tomada…é apenas uma parte torta de uma reta, mas vá lá, que seja uma curva. Está ali há mais de 70 anos. Sempre foi daquele jeitinho. As arquibas (e o muro) estão lá há mais de 40 anos.
    Estão lá desde um tempo em que não se corria drogado. Bêbado sim, mas isso a adrenalina logo curava.
    Por ela passaram não só os F-1, mas Fords GT-40, Porsches 917 e Ferraris 512 com motorzões de 5 litros que tocavam os 360 km/h logo ali adiante. Nunca houve problema ali.
    O que também sempre houve foi um lote de pilotos/preparadores irresponsáveis, que não se preocupam em machucar os outros ou a si mesmos para ganhar alguma vantagem.
    Não são todos. Nem são a amioria. Mas são os que provocam as merdas que acontecem.
    Sobre esses…nenhuma palavra no relatório.
    Afinal, a curva não tem padrinho. Não tem como processar ninguém.
    Mude-se a curva então.

  3. tarso marques lima disse:

    Realmente “Tazio”, eu assisto corrida e nao consigo “deferenciar o estilo”…

    Legal que você curte automobilismo. Você pratica ou vive dele também? Acho que não, né?

    Palpiteiros existem vários por ai…cheios de ideias mirabolantes pra resolver os problemas nos acidentes.

    Uma sugestão ao Paulao e à CBA seria fazer crash-test nos carros que nao sao construidos a partir de um monobloco de rua (no caso dos carros da stock, prototipos…) pra ver se os carros sao compativeis com as velocidades alcançadas.

    Outra sugestao: VISTORIA TÉCNICA SÉRIA em todos os carros. Nos regulamentos sempre tem escrito qual a medida dos canos do santoantonio e que tem que ter um furo em determinados pontos do cano para ser feita medição. Eu NUNCA vi um comissario analisar isso em um carro.

    Ja vi prototipo nacional desmontado e os canos ao lado do piloto pareciam uma peneira pois o “projeto” do carro era com a carenagem lateral rebitada no chassis… cada vez que precisava tirar a lateral do cockpit, tinha que fazer outro furo pra prender…

    Outra questao: os pilotos da stock sempre reclamam de falta de visibilidade na chuva e nada é feito para resolver.

    Da parte dos pilotos: alguns usam o Hans por cima do cinto pois alegam que é desconfortavel; outros andam com parte do ziper do macacao aberto quando ta muito quente; outros nao usam o 5o ponto do cinto… isso tudo deveria ser vistoriado pelos comissarios.

    Quando o carro está retornando aos boxes nos treinos, os comissarios podem parar o carro para alguma verificacao (normalmente na f-3 é feita medicao do aerofolio traseiro)…. mas deveriam verificar esses itens de segurança tambem.

    Reclamar de fora é facil. É facil apontar erros. Tentar resolver problemas é dificil e poucos tentam.

  4. Fernando Gomes disse:

    Posso não conhecer tão bem. Mas, analisando outras categorias quando existe uma situação de risco se agitam bandeiras amarelas bem antes do local do acidente e todos os pilotos ficam em atenção. Ou se a visibilidade é ruim, a prova fica em bandeira amarela, com S.C., até a situação melhorar como já aconteceu algumas vezes na F1 em Interlagos. Com certeza também existem os pilotos que querem aproveitar a situação e ganhar algum tempo e aceleram assumindo o risco. Mas, antes de tudo buscam reduzir o perigo após o primeiro acidente ter ocorrido.
    A Eau Rouge, no circuito Belga, também é um ponto cego, muitíssimo veloz e de bastante risco, muito mais que a curva do café. MAS, como é frequentado por categorias mais organizadas e até mais seguras as fatalidades ocorrem em um número muito menor se comparado a Interlagos.
    Eu tenho meu ponto de vista. Independente que eu tenha ou não parentes em pista no momento.
    E todos sabemos que o risco existe e sempre vai existir.

  5. Tazio Nuvolari disse:

    O babaca do Tarso Marques Lima! duas coisas: eu ñ entendo d automobilismo, eu curto automobilismo. Outra: ñ tenho tempo de ficar procurando nome de quem quer q seja na internet. Tenho mais o q fazer. Comento por curtir carros de corrida. Quanto ao fato d m dar o direito de omitir meu nome é uma questão minha, porém sou responsável pelo q escrevo. Bom saber q ñ é o piloto, o qual já tive a oportunidade de conversar e é gente fina. Li o comentário rapidamente, pois lendo mais detidamente esta claro q ñ é o piloto. C vc entende de automobilismo e tem a solução para os problemas, faça e ñ critique. Tô de saco cheio destes palpiteiros q, talvez, nem assistem a uma corrida ou c assistem ñ conseguem deferenciar o estilo, a tocada d kem bota a bunda na barata.

    Quem critica o Paulão e outros nem sabe, ou infelizmente ñ tiverão o prazer de assistir uma corrida com esses kras, o q eles faziam, com chuva, sol, carro bom ou ruim! Tenho saudades do 22 na pista e de outros. Os carros de hoje com certeza são mais seguros, a meu ver.

    Fui q tô de saco cheio desta babaquice!!!!!!

  6. Paulo de melo Gomes disse:

    É isso aí meu caro zezinho, critíca e não diz quem vc é, isso é um gesto um tanto medroso! Se quizer vamos debater o assunto, muitas coisas que vc diz poderão serem esclarecidas, com o maior prazer, sem problema algum! Só não se esqueça que tenho dois filhos praticando automobilismo em nosso País, portanto estamos sim trabalhando pra melhorar não só a segurança como muitas outras coisas em nosso esporte!
    Atenciosamente,
    Paulo gomes.

  7. Paulo de melo Gomes disse:

    Fernando, apesar de vc ter meu sobrenome não o conheço! Nós estamos trabalhando desde o acidente que vitimou o Rafa Sperafico, para que façam essa area de escape na curva do Café! Vc não conhece bem as caracteristicas dessa curva pra faser esse tipo de comentário! É uma curva em que se está em altissima velocidade e não se tem visão de que está à sua frente por ser subida em seguida descida! Portanto vc com seu comentário não contribui em nada para melhorar nossas condições de segurança! Vc tem algum filho praticando automobilismo? Se não tiver é melhor ficar fora disso com comentários totalmente inapropriados, ou se tiver,dá sinais de que não se importa com seus filhos sofrerem acidentes perigosos! Lastimavel! Paulão Gomes.

  8. Paulo de melo Gomes disse:

    Amigos! Essa notícia enviada não é o relatório da comissão que foi intaurada para apurar o acidente com o Gustavo Sondermann!
    Isso foi im release muito mal feito pela assesseria de imprensa da CBA, que deixou no ar que essa pudesse ser a conclusão da comissão!
    Nos vivemos mais da metade de nossas vidas praticando esse esporte! Eu, Paulo Gomes e o Ingo Hoffmann não seriamos tão ignorantes e ingenuos em dizer que o que vitimou o Gustavo Sondermann foi só isso que diz essa infeliz notícia!
    Espero que nos desculpem pela informação equivocada!
    Atenciosamente, Paulão Gomes.

    • marcão disse:

      Pois é!!

      É ai que moram as controvérsias quando se fala em CBA!!!
      Como vc mesmo diz aqui, o reli foi mal feito e não foi só isso que vitimou o piloto…
      Gostei de ver vc escrever que por metade de suas vidas praticaram o esporte, e que não seriam tão ignorantes… e coisa e tal….
      Parabens!!!
      Agora é bola pra frente e cuidar realmente do nosso esporte…
      Só uma coisa que ainda me incomoda e muito… É aquele muro lá! Ele tá errado, todo mundo já viu isso, tirem ele…Aquilo é uma aberração, não está acabado,não tem a proteção da espuma. Aquela espuma não pode sofrer danos, e se sofrer perde o seu efeito sanfona.. Do jeito que está lá hoje, essa espuma só faz é encolher o muro um pouco e logo a seguir já se torna uma resistencia maior para o chassis.. Precisa dar um jeito lá urgente….

      E outra, esse muro é só um KIT, não tem nada preso, só tem as tiras, ele pode sair de lá e voltar depois, é rápido de desmontar e montar, os pneus também estão lá, é facil de colocar também…Quero dizer com isso o seguinte: Se a categoria permite o uso do muro usa-se. Se não, não usa, e usa então os pneus….
      Outra coisa muito importante, esse muro está mais ou menos uns dois metros em lugar errado, ele deve ser colocado logo após a faixa branca de final de pista, sem nada de área de escape,,, …Qualquer área de escape que não seja asfalto vai tirar o veiculo de seu angulo normal, vai prejudicar a tragetória….Aquele muro não foi feito para parar carro nenhum, e sim leva-lo pra frente lateralmente até o carro perder velocidade. Como um carro pode fazer isso em cima de grama e terra?Pra fazer isso precisa estar no asfalto!
      Vamos melhorar o que já temos…..Nosso templo não pode viver com a possibilidade de novas mortes com está acontecendo hoje….O esporte tem seus riscos..E cada um tem que fazer a sua parte…
      Tanto se fala da curva, mas ela não tem culpa de nada, precisamos saber também das condições de segurança dos pilotos, seus instrumentos de trabalho são verificados mesmo? Esses carros podem correr na chuva?????

  9. Fernando Gomes disse:

    Tenho a seguinte opinião:

    A desorganização e falta de segurança do automobilismo nacional e não falta de segurança do circuito de Interlagos.
    Se fosse o problema da pista teriam que ser retiradas arquibancadas de vários outros autódromos pelo mundo só para ser feita uma área de escape desnecessária em um ponto onde só vai fazer piorar as acomodações de Interlagos. Imagina em Montreal, onde os muros são colados com a pista e até, falando da Indy, os circuitos ovais. Imaginem as corridas nos ovais cheias de áreas de escape só porque os carros da Nascar e Indy batem e voltam para pista e são inseguros? Querendo ou não o risco existe neste esporte e acho que não é o autódromo que está causando as fatalidades.

  10. zezinho disse:

    Estive na Indy e achei legal a atenção dos pilotos e equipes, dez a zero na F1. Quase não pude circular de tanto cartolas da CBA que por la passeavam ostentando a credencial Vip, no final li a nota da CBA onde já terminaram os estudos sobre o acidente em Interlagos, acho que foi num tempo recorde e sem qualquer comprometimento com a verdade, igual o exame antidoping da stock e igual a nota do Paulão pedindo credibilidade para a CBA, nada mais justo e ela que paga seu salário e garante outras retiradas, afinal um diretor de marketing que não faz nada, seguindo os passos de seu chefe que embora não divulgado foi para a FIA passear com os membros da tal “comissão” pedir autorização para a FIA para retirar as arquibancadas e alargar a área de escape do “Café”, como se a FIA fosse fazer alguma restrição uma vez que não mexe com a pista. Paulão fica na sua afinal você, ate hoje, como piloto fez um nome incontestável e ainda acho que esta do lado errado pois deveria defender os pilotos contra o uso das “ratoeiras “ sem qualquer segurança e contestando o que se tem feito com a grana que nos pagamos com as carteirinhas e com os espetáculos que rendem milhões para a CBA e são gastos sem qualquer pudor pela cartolagem.

  11. Alexandre Barbosa disse:

    Eu acho que a conclusão e a seguinte a culpa nao e da curva do café nao e do carro e nem dos pilotos, A culpa na minha opiniâo e de que liberou a corrida naquelas condições sendo que o carro da copa montana e um carro antigo e não foi feito para andar na chuva como disseram alguns pilotos. o problema e esse falta de discernimento do diregentes e organizadores da categoria.

  12. tarso marques lima disse:

    legal é ver comentario de quem nao assina o proprio nome e “entende” um monte de automobilismo…

    Sr. “Tazio”, procure no google ou wikipedia por “Tarso Anibal Santanna Marques” e verá que esse é o nome do ex-piloto de F1, diferente de “Tarso Marques Lima”, que é o meu nome…

    Quando o Gualter capotou e caiu no tunel la em Buenos Aires eu falei que ele nao se machucou porque o carro caiu em pé… nao sei qual seria o resultado se ele caisse de outra maneira.

    Aos que me criticaram: vejam o video do acidente do piloto Marco Mapelli, da Porsche Cup Italiana. Este video está no GrandePremio. O cara bate de frente no muro, capota e SAI ANDANDO.

    Vejam tambem o video “Jimmie Johnson Watkins Glen crash 2000″ no youtube… Ele entra de frente no muro, desce do carro e sobe no teto pra mostrar que está bem…

    Aqui, na maioria dos acidentes, os pilotos tem se ferido com certa gravidade.

    Lembram do acidente do Rafael Iserhard na pickup em curitiba? Lembram da batida do Xandynho Negrao em Piracicaba? Lembram do Laercio Justino? Lembram da batida do Andre Bragantini em Tarumã? Lembram (ou souberam) da batida do Celso Zocolote, de spyder em taruma?

    Vejam videos de batidas fortes aqui no brasil e batidas fortes em outros lugares do mundo (vejam os videos da serie Havoc e Crash Carnage) e me digam se nao tem algo errado com nosso automobilismo.

    Nem entrei na questao da diferença de valores dos equipamentos de segurança aqui no brasil e no exterior…

  13. fanho disse:

    TODO ESSE TEMPO PRA CHEGAREM A ESTÁ CONCLUSÃO, UM TOQUE + MURO ONDE O CARRO VOLTA PARA PISTA + VISIBILIDADE RUIM E A CULPDA É A CURVA DO CAFÉ !
    ISSO TODOS SABEMOS DESDE A MORTE DO RAFAEL SPERAFICO E NADA FOI FEITO, ESPERO QUE COM ESSA FORÇA DO INGO E DO PAULÃO FORA DAS PISTAS OLHANDO PELOS PILOTOS SEJA BEM MELHOR, PQ SE DEPENDER DO RESTO ESQUECE!

  14. LUCARO disse:

    Caro Victor

    Sempre achei que a CBA & Cia. deveria ser formadas por pessoas do ramo e fiquei feliz quando lí que na atual gestão poderiamos contar com Ingo e Paulão, meus ídolos desde a época da Brasilia 17 preparada pelo GIBA pilotada pelo alemão, e Opalas que faziam milagres na chuva na mão de Paulão, etc, etc.
    Hoje o meu desejo é outro: Ingo e Paulão, não permitam a oportunidade de mudar suas imagens conquistadas com suas lutas por tanto tempo, o nosso automobilismo com esta cúpula vai mal a piór.
    O mundo todo já sabia que o problema não era o muro e quem o responsabiliza deveria assistir um pouco mais de provas em circuitos ovais com os muros mais próximos à pista e não me lembro de ocorrências fatais nos últimos 10 anos.
    Os motivos são outros já apresentados mas ninguém quer ir adiante para não comprometer quem ainda está vivo.

    Abraços

  15. Tazio Nuvolari disse:

    É isso aí Paulão! Já foi bem pior, vc e outros feras q o digam. Quanto ao comentário do Tarso Marques Lima, dá até para duvidar que é o piloto q andava de stock. É notório q as batidas em T são praticamente fatais em quarquer categoria de automobilismo, assim como a largada é o momento mais perigoso de uma corrida de automóveis.

    Abração Paulão!

  16. Ricardo Arcuri (Paddock Press) disse:

    Concluiu o que todo mundo ja sabia de cor e salteado. Mas pelo menos, é um protocolo em nivel mundial. Pode nao servir pra muita coisa se nao houver vontade politica, mas se o ministerio publico quiser cair em cima, eles tem no que se apoiar.

    Grande abraço!

  17. André disse:

    Que porcaria de conclusão. Isso olhando pela TV é o minimo que se pode sacar.
    André / Piloto no http://www.f1bc.com

  18. Jimmy JJ disse:

    Batidas em T pelo mundo tem várias na Nascar na V 8 star na Austrália e todos morrem…não vi nenhum sair andando……..
    Engraçado, quando o Gualter Salles deu um monte de capotadas na Argentina e caiu num tunel, era seguro o carro, agora é um perigo esse chassi??
    Se o carro do Sonderman fosse blindado de titanium o Pedro Boesel morria, na hora e assim vai, ação/reação………Olha gente tem Golf, ping pong, remo, um monte de esporte quase sem risco, é só mudar. AUTOMOBILISMO é perigoso, por isso o piloto usa vários equipamentos de segurança. ESPORTE DE ALTO RISCO! Faz um aprofundamento na curva do café, um bate de frente ai vem outro da na traseira encaixota, pega fogo tudo e ai???? Quem pensou nisso?? CUIDADO com as soluções mirabolantes para algo de ALTO RISCO. o Paulo Kunze bateu na reta e infelizmente também veio a falecer…..ESPORTE DE ALTO RISCO E PONTO.

  19. Paulo de melo Gomes disse:

    Gostaria, se possível que dessem um voto de confiança para a CBA! O trabalho que vem sendo realizado pela nova diretoria da qual faço parte, vai começar a surtir efeito no próximo ano! Estamos com alguns projetos que realmente vão beneficiar nosso automobilismo de uma forma bastante significativa!
    As vezes a gente le certas coisas que realmente nos deixa muito tristes! Nunca me envolveria com pessoas que pudesem prejudicar o esporte que pratiquie a vida toda, e que atualmente é praticado tambem pelos meus dois filhos, Pedro e Marcos Gomes! que existem ainda muitas coisas pra melhorar é verdade, porem muitas coisas ja foram feitas, tenham certeza disso!
    Quando puder me liga! Abs, Paulão Gomes.

    • ^Carlos Alvim disse:

      Estou com Paulão. Parece hver uma ncessidade de se atacar a CBA e as ações que ela tem tomado em relação a esses acidentes. Creio que os nomes de Ingo Hoffman e de Paulão Gomes são~so aval suficiente para resoaldar esse relatório. E, por favor , parem de invocar o Ministério Público para interferir em questões técnicas do automobilismo! \este foi é e será , sempre, um es´prte de alto risco. Cabe `FIA, \à CBA eàs Federações procurar, empre, regulamentar e prover o espote de meios que reduzam e, mesmo, evitem, acidentes e mortes como as de Sondermann e Kunze, entre tantos outros. Exemplo recente foi a morte dokartista
      André Luiz Valdo ocorrida noorreu dia 10;4, passado, dapós bater em ávoreumaárvore durante prova promovida localmente sem o aval da CBA ou da FASPem um circ uito improvisado, montado em rua, em Jarinú, SP, SCreio que se fosse uma prova regulamentada peka FASP/CBA, ISSO NÃO TERUA OCORRIDO. cREIO que mais do que malhar é preciso sugestõesque possibilitem povidências^rbcias efetivaspor parte dos órgãos reguladores do esporte. Abraço!

  20. tarso marques lima disse:

    e nao chegaram a conclusao de que tem alguma coisa errada com os carros e sistemas de segurança?

    incrivel que em diversas categorias do mundo temos um monte de acidentes feios, batidas em T… e os pilotos saem andando ou no maximo com pequenos machucados… aqui sai do carro direto na maca ou no saco preto….

  21. Luis Tucci disse:

    Puxa… chegaram a esta conclusão após muito estudo, hein…

    Engraçado é que eu já tinha ouvido isso de muita gente que viu as imagens na tv no dia do acidente. Mas, de qualquer forma, deve ser um estudo muito aprofundado. [ironia off]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>