MENU

10 de setembro de 2011 - 12:16F1

Itálico, 3

SÃO PAULO | Óia esse Vettel, mano: já são 25 poles na lomba, e em quatro anos de carreira, Sebastian está à frente de Piquet e Lauda no número de primeiros lugares no grid, aponta estudo feito por Paula Pão-de-queijo Gondim. Mais duas poles no ano, o que deve facilmente acontecer, ele passa Hakkinen. E se fizer cinco nas seis restantes da temporada, supera Fangio.

Já são dez em 2011, empatando com o que fizera no ano passado. Se a gente fizer uma proporção, é bem capaz que Vettel chegue a 14 neste ano. Mas vamos à matemática e à futurologia para ver onde é que pode chegar este moleque travesso.

Numa F1 que terá 20 corridas/ano, estabeleçamos 12 como média as poles de Vettel por temporada — meramente subjetivo, entre as 10 do ano passado e as possíveis 14 deste ano. Já contando com as quatro que ele terá (uia!) pela frente em 2011, vão restar 39 para que supere o maior de todos no quesito, Schumacher. Isso levaria, então, apenas três temporadas para ser batido. Isto é: em 2014, o tedeschino pode se tornar o rei absoluto da F1.

6 comentários

  1. Rodrigo disse:

    Piloto bom, quando pilota carro bom, ganha o campeonato.
    Piloto sensacional, quando pilota carro bom, faz história.

  2. Segafredo disse:

    Se é comparar que vcs querem..tomem essa…..16 poles era o número que Ayrton Senna alcançou no final do seu quarto ano na F1. A diferença abissal….é que…. não tinha um carro espetacular nas mãos. Apenas uma Lotus, competitiva sim, mas atras de Williams, Maclarem e ferraris…ou seja: NÃO DA PARA COMPARAR ESTES NUMEROS DA F1 ATUAL!

  3. Fernando Passos disse:

    Quando um cidadão tem um carro muito acima da média, como os McLaren da época do Senna, os Williams da época do Piquet, a Ferrari da época do Schumcher e os Red Bulls atuais, ele fatalmente marcará história.
    .
    Numa Fórmula 1 como a atual, com uma “caralhada” (adverbio de quantidade – significa, no caso, inúmeras) de corridas por ano, é mais fácil se aproveitar destes super carros para aumentar suas marcas históricas, enquanto na época de Piquet, Lauda, Rosberg (o homem da família), Mansel, Senna, Prost e afins eram menos corridas por ano e menos chances de aumentar os números na carreira.
    .
    Aliado a isso, acrescentamos ao caso do Vettel que, assim como aconteceu com Schumacher nos anos 2000, não há um parceiro à altura que possa atrapalhar, dividindo os números de vitórias, podiums e melhores voltas.
    .
    Logo, concluo que, fatalmente, Vettel irá marcar seu nome na história em letras garrafais.
    .
    Tudo isso sem tirar os méritos de Vettel e nem sua qualidade acima da média!
    .

  4. Roberto Andrade disse:

    Rei absoluto da F1???????? você está de brincadeira???????? esse posto só tem um nome e é vitalício, eterno: MICHAEL SCHUMACHER!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. Rodrigo disse:

    Mas você acha que a Red Bull será esse carro todo por mais 3 anos? Porque coloca o Vettel pra dirigir a Ferrari e ele não fará nem metade dessas poles. O piloto é bom, muito bom, mas o carro ajuda, e muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>