MENU

18 de novembro de 2011 - 14:08F1

A briga pelas 4 vagas

SÃO PAULO | Se a F1 não viveu uma temporada das mais fortes em termos de notícias, o fim do ano tem se apresentado muito bem, obrigado. Os casos das duplas de Williams e Lotus aqueceram as manchetes. Nem mesmo os dois pilotos que pareciam pétreos estão garantidos. É como sempre diz Evelyn Guimarães, depois de comer dois pães líquidos: “A certeza da vida é a mudança”.

Maldonado, aparentemente garantido para 2012, já não está tão tranquilo assim, não. O congresso da Venezuela resolveu questionar de vez o contrato com a Williams e quer vê-lo para aprová-lo. Do contrário, la casa cayó. Em Grove, Raikkonen era nome certo e para ser anunciado, mas o finlandês parece ter exigido uma parte acionária da equipe. Barrichello só fica à espreita nessa.

Petrov, contratualmente garantido para 2012, está tranquilíssimo, só que ao contrário. Ainda foi desancar a criticar o carro e sua a falta de desenvolvimento, apontou os erros, disse que, se um belo dia resolverem mandá-lo embora, mandam, e aí chorou, teve de engolir o choro, pediu desculpa e chorou mais de arrependimento. Senna só fica à espreita nessa, mas deve ter dado um sorriso à Monalisa.

Só que hoje, o chefe Eric Boullier deu ao site da F1 o tom de sua dupla: se Kubica não se recuperar a tempo, quem vai ocupar a vaga é Grosjean. Ou seja, o francês será um dos pilotos da Lotus. O lugar remanescente não está só entre Petrov e Senna. No meio da entrevista, o dirigente mostrou uma recente ligação ao empresário de Raikkonen…

29 comentários

  1. Fabricio disse:

    Bom pessoal, minha oínião é a seguinte, Barrichello ja ta garantido na williams ano que vem, podem reparar no discurso dele nos ultimos dias, “Não vou me despedir”, “A williams terá um carro muito melhor para 2012″, já eras, ehehe torço pelo Rubens e fico feliz que ele continue mais uma ou quem sabe algumas temporadas ainda ele merece, só espero que o carro esteja a altura deste grande piloto.

  2. Renato disse:

    Ola a todos.A respeito das vagas na F1, gostaria de lançar uma pergunta a todos que lerem este post.Por que equipes europeias, com patrocinadores europeus ou do mundo arabe iriam dar preferencia a pilotos do Brasil, se aqui ja nem se tem mais nada que sirva de base para a F1?Temos industria automotiva nacional?Temos algum campeonato alem dos mequetrefes da stock-car e brasileiro de marcas que usa motor unico Berta argentino?O Brasil no e o pais de esporte preferido nenhum.Apenas daquele que estiver vencendo no momento.abraço a todos

  3. Zé Henrique disse:

    Eu aposto que depois da corrida do Brasil o Grupo Lotus vai anunciar a compra da equipe Renault (futura Lotus – que com isso seria Lotus legítima)

    O Eric Bouiller disse numa entrevista ao Autosport ontem que a equipe terá uma grande montadora por trás, a Proton. Ou seja, nada daquele negócio do Gerard Lopez comprar o Grupo Lotus da Proton.

    Como o Bruno é apoiado pela Lotus (grupo Lotus), sendo que numa edição da revista eletrônica GPWeek ele disse que agora no fim do ano vai receber do Grupo Lotus um carro esportivo novo, tenho certeza de que ele seria o piloto da Lotus.

    O Grosjean vem pra ocupar a vaga do Kubica até este voltar, se é que ele volta.

  4. Gonzalez disse:

    Barrichello e Grosjean na Lotus
    Sutil e D’Ambrosio na Williams
    Glock e Petrov na Marussia

  5. Ron disse:

    Desse jeito daqui a pouco é capaz de aparecer uma bomba grande: Barrichello e Bruno Senna na Williams.
    Ok, estou exagerando além da conta.

  6. Anderson Puff disse:

    Meu palpite para 2012 é;

    Lotus; Petrov e Grojean
    Williams; Maldonado e Barrichelo

    Senna fica fora, nas últimas corridas não vem conseguindo ajustar o carro…
    Raikkone, também fica fora, já esta se achando demais, pedindo muita coisa…

    O melhor para F1 seria;

    Lotus; Petrov e Senna
    Williams; Raikkonen e Barrichelo

    Maldonado e Grosjean poderiam ir para o lugar de Trulli e outra vaga daquelas Hispania

  7. Pedro disse:

    Olha eu li e reli a declaração do Boullier e não consegui enxergar onde ele diz q o Grojean será titular. Ele diz que o “Grojean é um dos pilotos que está no topo da lista”. Um dos. sabe acho q o pessoal deveria parar de ficar chutando pra tentar dar o furo, senão vira Bruno Senna na Lotus verde e aí ngm merece.

  8. Fernando Cruz disse:

    Grosjean vai correr num dos carros e Senna tem de garantir o outro para ter a oportunidade de desenvolver-se na F1. Só não entendo o porquê dos patrocínios do Bruno terem aparecido tão tarde. Ele tinha resultados para entrar na F1 SEM PAGAR NADA, em 2009, pois tinha sido vice-campeão de GP2 e tinha mostrado bastante potencial no teste com a Honda. Foi a saída dos japoneses que deitou tudo a perder e tornou necessário apoios avultados para se garantir um lugar. Nessa altura é que seria ideal o aparecimento da OGX e da Gilette com apoios avultados.

    Ao perder a vaga na Brawn tão tarde, quando já não havia lugares no GP2, o Bruno hipotecou a sua carreira. Seria agora um piloto muito mais desenvolvido se tivesse entrado na altura certa e em vez disso esteve 2 anos e meio sem poder evoluír muito. Agora precisa de uma temporada completa com a sua atual equipa (futura Lotus) para estar em condições de igualdade com os outros pilotos e concretizar o potencial que já mostrou diversas vezes.

    Acho que ainda vai a tempo se lhe derem a oportunidade. 2012 será para ganhar mais consistência e em 2013 já poderá mostrar que está pronto para dar o salto para uma equipa mais competitiva. Em 2014 poderá lutar de igual para igual com os melhores.

  9. Moy disse:

    Estranho esse lance do Barrichello.
    Todos, inclusive ele, propagam o diferencial da experiência, anos de pista e tal.
    Mas onde foi aplicada essa experiência toda? Será que não deu pra aplica-la e reverter em alguns segundos num carro ruim?
    Vejo-o como um funcionário com 30 anos de carreira em uma única empresa, mas que nunca conseguiu uma promoção. Está ali simplesmente por estar. Mas tem medo de mudar … Procurar novos desafios.
    Ou o grande desafio da vida dele seja exatamente este: Simplesmente estar na F1. Competição é só um detalhe.
    Triste … Muito triste este fim.

  10. Pedro Paulo disse:

    Com todo respeito a ao Raikonen , mas se for tudo issso verdade ele ta pedindo de mais né , o cara é campeão e bom piloto , tras patrocinio , mas s e for verdade tudo isso tqa sendo e xagerado sua postura , torço pra que ele volte logo . Hoje parece que a Lotus/Renault e mais competitiva mas do outro lado tem uma Williams e quem sabe ela ressurge do nada como a Braw em 2009 . Em relação ao Barrichelo acho que ele fica não sei aonde mais deve ficar já ouvi boatos de williams , renault ou ate mesmo fundo de grid .. Já em relação ao Bruno Senna e o Maldonado a situaçao também e complicada nenhum at´r hoje mostrou pra que veio , ja o Frances tem muita gente querendo ele na formula 1 , a frança tem anos que nao tem um piloto .

  11. Junior disse:

    O contrato entre Maldonado e Williams não vazou na internet no meio do ano? Se o congresso venezuelano quer ver é só usar o Google!

  12. Chris disse:

    Essa Renault é uma equipe de traíras ! O tal do Eric esta fazendo onda pra tomar mais dinheiro da LADA, lá o cara tem usar paleto ou macacão de ferro, é só punhalada nas costas…

  13. Maximo disse:

    Rubens corre na F1 em 2012…. EU ACREDITO! bit.ly/t9jqYI

    • luiz alberto disse:

      Grande mer,,,,,,,,,,,a ele continuará perdendo para iniciantes,pela mor de Deus tire este impiasto da F1 ele não acrescentará nada pois até hoje nada fez anão ser destruir a carreira de brasileiros que poderiam mostra mais do que ele fez e em menos tempo.Ele éigual a um determinado politico la do extremo nordeste que nada de positivo faz pelo país mas não quer largar o osso.

  14. Uma pequena análise da situação de Rubens Barrichello é o assunto de minha coluna de hoje, em meu blog, no endereço http://www.pista-e-box.blogspot.com, com algumas observações a respeito, mas sem levar em consideração as últimas notícias desta quinta e sexta-feira. Deem uma lida e aguardo comentários de todos…

    • Fernando Cruz disse:

      Já li a sua coluna e achei interessante.

      Não há dúvidas que ele (Rubens) ainda tem lenha para queimar e já que chegou até aqui seria interessante completar uma 20.ª temporada. Mas que ninguém se admire que o automobilismo brasileiro não tenha renovação. É impossível haver renovação quando um piloto continua na F1 durante duas décadas. A culpa não é do piloto, mas sim das circunstâncias que o favoreceram. Bruno Senna devia ter assumido o lugar na Honda em 2009 e isso seria o mais lógico. Não aconteceu porque a Honda abandonou e sem testes foi quase inevitável a aposta de Ross Brawn num piloto muito experiente e que já conhecia bem dos tempos da Ferrari.

      A F1 mudou, sem testes os jovens perderam espaço e isso deu a alguns veteranos a possibilidade de prolongar as suas carreiras para lá do que seria razoável. Barrichello é o caso mais evidente e continua em forma, pois esteve 19 anos seguidos a fazer o que gosta. Ele não esteve três anos de fora como Schumacher e por isso esteve sempre no ritmo. Tem mérito em manter uma boa velocidade após tantos anos de F1 mas não acho que a sua permanência seja boa para a categoria. Barrichello nunca foi um fora de série, apenas um excelente piloto, capaz de ombrear com os melhores ocasionalmente. O Brasil devia orgulhar-se dele, nem todos podem ser Fittipaldi, Piquet ou Senna. Mas entre uma 20.ª temporada de Barrichello e uma primeira temporada completa de Bruno Senna com a futura Lotus, não há comparação possível. O veterano pode até ser mais útil à equipa graças á enorme experiência que acumulou e por eventualmente manter ainda o entusiasmo de um jovem. Mas para o Brasil será infinitamente melhor que Bruno Senna possa continuar, pois é jovem e tem todo um futuro pela frente. O veterano pode ser até melhor neste momento mas o mais jovem tem potencial para vir a ser ainda melhor do que o Rubinho alguma vez foi, se tiver a oportunidade de desenvolver-se na F1.

  15. Será que o Bruno Senna vai perder uma vaga para o Barrichello denovo?!?!?!

    • eu disse:

      Era só o que faltava! Um pé-de-chinelo lerdo, que só faz afundar equipe, que passa o maior sufoco pra bater um companheiro novato, tinha mais é que se aposentar e deixar a vaga pra alguém tentar mostrar talento.

      Bruno não mostrou nada demais, mas pelo menos ainda tem de onde se esperar alguma coisa. Melhor ainda seria dar uma chance de verdade a Lucas di Grassi, que não teve a oportunidade de guiar um carro de verdade.

      O lugar de burrinho é na stock, junto com os coroas…

  16. Maxwell disse:

    Peraê, mas ele não disse a mesma coisa no início do ano quando? Chegaram a especular que ele faria dupla com Robert e que até teria o patrocínio da mastercard? E depois o finlandês desmentiu tudo?

    Eric, você é um espertalhão, mas eu não sou parvo.
    Ps: não queria ver o Maldonado fora da F1. Apesar do carro ruim, ele mostrou que tem talento.

  17. André disse:

    Grosjean + Raikkonen seria ruim para o desenvolvimento do carro. É provável que fiquem com um dos dois pilotos atuais. Acho que será o Petrov mesmo. E acho que o Bruno Senna vai pra Williams…

    • O Bruno Sena que va pilotar na Le Mans, porque o cara é fraco, nao adianta insistir
      Ele só andaria na frente se tivesse uma Red Bull ou McLaren na mao
      vamos esperar o Felipe Narsh ou o Pietro Fittipaldi

      • Fernando Cruz disse:

        Quem não tem um Red Bull ou McLaren é fraco? É que ninguém consegue ganhar se não tiver um desses carros, agora nem o Alonso consegue ganhar no Ferrari.

        Além disso um piloto que está a começar não pode ser forte como se já tivesse muita experiência. O Gilles Villeneuve foi forte quando entrou na Ferrari no final de 1977?

        Quanto a não ter personalidade, é outra ideia errada. O Bruno tem sim uma personalidade diferente do tio. Este fazia o que fosse preciso para ganhar, nem que tivesse de atirar um adversário para fora da pista. Não estou a ver o Bruno a fazer isso. O Bruno é mais do estilo de um Button, um piloto correto à moda antiga, pré-anos 80.

  18. Marcão disse:

    Bom !!!
    Essa da petrolifera de um pais esta certo mesmo, tem que pelo menos ver o que se está pagando !! Até aí tudo certo, só é preciso ver quais são os quiprocós que estão falando tanto nesse contrato.. Tá é meio esquisito isso..
    O Kimi querendo ser um dono mesmo que dono que não manda é demais pra o que ele tem a oferecer.. Acho que não vinga essa !!
    O Rubinho vai estar lá e o pastor parece que não.. Vamos é á ver!!!
    O Senna pelo que a Viviane falou no Linha de Chegada deve ter o patrocinio!!
    então vai estar todo mundo lá, um que já aprendeu tudo de tudo da F-1 e não quer mesmo ir embora.
    Outro que vai tentar aprender um pouco mais…
    Então deve ser isso mesmo!!
    Vamos ver mesmo só em março de 2012, até lá muita água vai rolar junto com um monte de conversa fiada.. Mas é assim mesmo..
    Só um senão nisso tudo é saber se a Willians vai estar lá em 2012.. Com a conta que eles tem que pagar vai ser meio complicado de tirar essas notonas de um cofrinho cheio de moedinhas apenas…

    • Marcáo

      reconheco o teu interesse, mas na real os 4 que la estáo nao valem um tostáo

      Amigo : o Rubinho é o mais simpatico de todos, o chamado cara legal, porem foi o piloto brasileiro que mais teve oportunidades na história do automobilismo, entáo ele que va dirigir nos eua para ganhar a grana dos americanos

      O Sena amigo, é fraquinho, fraquinho alem de nao ter personalidade

      O Massa é bixinha, bixinha moderninha, o Alonso deu uma fechada nele na frente do box e ele mandou beijinho pro espanhol, é uma bixa que nao tem sangue de vencedor

      O Razia se fosse bom tinha ganho mais alguma coisa na GP2

      Entáo amigáo, vamos torcer para que o Felipe Narsh ou o Pietro Fitipaldi nos deem alegrias porque estes que aí estáo sáo os mais fracos da historia do automobilismo brasileiro.
      Lamento pelo Henrique Bernoldi, eu vi o cara pilotar, o cara é curitibano, mas é fera
      abraco

  19. FTrack disse:

    Meu palpite: Rubens corre sua 20ª temporada e Senna fica de fora.

    • Claudio José disse:

      Concordo. No caso do francês ser um dos titulares, dentre os dois brasileiros, o que você citou é o mais provável de acontecer… Senna é fraquinho, Rubens leva toda sua experiência.

      • Fernando Cruz disse:

        Senna ainda não fez sequer uma temporada completa com um F1 decente. Barrichello fez 19. Portanto não é justo comparar os dois dessa forma. Para a equipa pode ser melhor a experiência do veterano, sobretudo a curto prazo, mas o mais jovem pode ter potencial para vir a ser até melhor do que aquele, quando tiver mais experiência. A médio e longo prazo é uma aposta melhor.

        Aliás, em 1977 Gilles Villeneuve foi ainda mais “fraquinho” do que o Bruno Senna este ano, quando entrou na Ferrari na parte final da temporada. Mesmo na sua primeira temporada completa ficou longe do colega da altura. Os pilotos precisam de tempo para se desenvolverem.

        Eu sei que na F1 atual não se dá tempo aos pilotos, mas isso é outra história. O problema foi o tempo que o Bruno perdeu, não só os 10 anos mas também os 2 anos e meio desde 2009 para cá, por ter chegado em má altura. Por isso precisa de bons apoios financeiros para garantir um lugar.

        • Canola disse:

          O garoto não tem experiência e foi alavancado pelo sobrenome que tem. Sequer passou por todos os degrais do automobilismo como se deveria. É apenas um nome e nada mais. Puro marketing….

          • Fernando Cruz disse:

            Damon Hill também não passou pelo karting e foi campeão na F1. O Bruno fez mais do que o inglês nas categorias de acesso e tendo as mesmas oportunidades poderia fazer pelo menos igual, senão melhor. Ele tinha resultados para entrar na F1 sem ter de pagar, ao contrário do que aconteceu com o Hill. O Bruno ganhou 3 corridas na GP2 e quase foi campeão, o Damon não ganhou uma corrida sequer na GP2 da altura, a F3000. A diferença é que nessa altura havia testes quase ilimitados e o Hill entrou com o melhor carro. Mas o Bruno merecia mais entrar em 2009 com a Brawn do que o Hill mereceu entrar em 1993 com a Williams, pelos resultados e pelo que fez no teste com a Honda. Sem testes o Hill também perderia a vaga para um colega (e compatriota) mais experiente (Brundle) tal como o Bruno perdeu para Barrichello.

            Aliás não acredito que o Hill fosse capaz de fazer o que o Bruno fez na qualificação de Spa este ano, com tão pouca rodagem com um F1. O Bruno chegou a bater Alonso, que pilotava um Ferrari bem superior ao Renault.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>