MENU

23 de novembro de 2011 - 1:26Troféu ACEESP

E como vale

SÃO PAULO | Não estava fazendo algo muito especial no momento do anúncio, por assim dizer. Levemente preocupado com a nova edição da Revista Warm Up, que deveria ter sido publicada ontem, e contrariado por mudar meus planos e deixar de ir à academia, atleta nato que sou, estava em casa entre garfadas de um quiche de queijo e um pedaço de torta de presunto, ambos esquentados no microondas, quando tocou o telefone. Era da redação.

Flavio Gomes, todo pimpão, falou com um sorriso que se observava daqui à Av. Paulista. “Você ganhou, Martins”.

Degluti um pedaço, acho que do quiche, e estranhei, e então Gomes tratou de explicar logo, animado que estava também por ter abocanhado um Troféu ACEESP.

Ganhar um troféu. Ganhar um troféu é uma meta de vida que grande parte dos jornalistas têm, tal como qualquer pessoa com aquela história de plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho. Se eu considerar a tradução que fiz de uma obra da Ferrari, só me resta ter o Victor Jr.. Sem plano de produzi-lo ainda, o ACEESP de melhor repórter da imprensa escrita vai ocupar este espaço.

O prêmio não poderia ter vindo em melhor momento. Serve de impulso. Eu não andava muito contente com os rumos do Jornalismo. Com outros rumos. Eu me incomodo com injustiças e com a valorização da mediocridade, dessa transformação da nossa profissão em kitsch explícito. Eu me perturbo em ver que gente que merece melhor sorte por ser correto na vida sucumbe a estes rumos tortos.

Por um momento eu pensei em parar, em fazer qualquer outra coisa da vida que não fosse informar e escrever. Quase apostei, sei lá, em vendas. Relutei. Haveria de vir algo melhor. Veio. E ainda virá mais, certeza.

O mesmo Gomes já dissecou uma das suas dores de cabeça deste ano em seu blog. Compartilho da mesma. Evidente que não me passa por esta cabeça dolorida que o trabalho vá encontrar um ponto final, mas isso é o fruto mais maduro que a incerteza do futuro nos traz. O jornalismo ao qual estou acostumado, que aprendi aqui e que passo, como editor, para os demais é peça rara lá fora. A matéria que me deu este troféu é a que mais me orgulho de ter feito em oito anos, numa revista que ajudei a criar com o apoio do inesgotável Bruno Mantovani e do exímio Ivan Capelli, que exigiu investigação, paciência e apuração.

Por tudo isso, então, natural que o ACEESP represente um alento. Uma gratificação a todo mundo que me ajudou a compor a matéria, a Gomes — que merece ser premiado como melhor apresentador de rádio —, ao Fernando Silva, à Evelyn Guimarães, ao Felipe Giacomelli, ao Felipe Paranhos e à Luana Marino — e, claro, ao Mantovani e ao Capelli. Aos demais que fizeram e fazem parte da Revista Warm Up, Juliana Tesser, João Paulo Borgonove, Paula Gondim, Marcelo Ferronato, Marcus Lellis e Mauro de Bias. E não tenho um sentimento de Davi por ter vencido os Golias da grande imprensa, nem mesmo por representar a internet e uma mídia eletrônica — tem, sim, o de uma leve vingancinha aos que questionaram o teor da reportagem ou quem deu apoio ao erro, por interesse. Eu me sinto bem. Abobado, por vezes, mas muito bem, e quero compartilhar e agradecer a tanta gente que não gostaria de ser injusto e esquecer alguém. Aos amigos, aos leitores, aos que estão sempre do lado.

Abri uma cerveja e não fui além porque logo mais estou em pé para começar a cobertura do GP do Brasil — se é que eu vou conseguir dormir. Estou feliz pra caralho é uma expressão que não expressa com propriedade este dia e o meu estado. Talvez entendam melhor se eu disser que o último pedaço do quiche emborrachado e frio que ficou no prato há mais de cinco horas tinha o gosto da melhor massa do mundo.

E eu recebo o tapa com gosto que me explica que desistir, jamais.

41 comentários

  1. Hilton M. Castanho disse:

    Oi, Victor. Parabéns. Que você (e sua equipe) façam jus a vindouros prêmios. A proposito: mandei para vc e o Flávio um mail no qual sugiro que vocês façam uma reportagem sobre o fato de que os administradores do Velopark se recusam em aceitar (leia-se pagar corretamente) profissionais com vivencia comprovada no automobilismo. Seria interessante vcs apurarem… os automobilistas gaúchos ficam no aguardo. Um abraço, novamente parabens e bom trabalho em Interlagos aí neste final de semana.

  2. Pry Queiroz disse:

    Mesmo que as coisas às vezes não saiam como vc desejou, por favor, não pare.
    Seu trabalho é maravilhoso, informa, influencia, gera debate entre pessoas. Nos faz pensar.
    Parabéns, Victor! Premiação super merecida.
    Um abraço!

  3. Mauro disse:

    Parabéns, cara!

    Que sirva de motivação pra te manter fiel àqueles princípios que te trouxeram até aqui!

    Prabéns, de novo!

  4. Douglas Oliveira disse:

    Parabens…mas sempre alerta afinal Hitler, Bin Laden e os Generais que foram presidentes do Brasil ganharam premios também. Por isto tenha orgulho do trabalho, da reportagem (bem feita) do dia-a-dia. São nestes pontos que se encontram os verdadeiros atos de heroismo que este mundo precisa. Orgulhe-se de você, trofeu é só um trofeu!

  5. Marcelo Paiva disse:

    Parabéns, Vistor. O GP é demais. Vcs todos da equipe são muito bons! Parabéns

  6. Rodrigo Basani disse:

    Parabéns Victor, esse é um premio que vc realmente merece, a reportagem estava excelente, (quem sou eu pra dizer né), mas isso me ajuda a entender porque entro todos os dias no seu blog e no Grande Premio! Grandes matérias, otimos textos otimas informações! Abraço…

  7. Marcão disse:

    Falar das coisas é fácil demais !!
    Narrar também o é !
    Dificil é comunicar os acontecimentos como eles são !!
    Quem vive “da” comunicação está para um médico !!
    É preciso o “dom”.!!!
    O reconhecimento para aqueles que tem o dom é só uma questão de tempo !!
    O Tempo de vcs chegou.
    Bota o troféu na mesa do dia a dia, quando aparecer o desanimo ou descontentamento ele estará lá pra lembrar que amanhã é outro dia que certamente será melhor..
    Parabens a todo mundo….

  8. Queridos Flávio e Victor,

    Se fosse fácil, como alguns pensam que é, qualquer um faria. Mas fazer JORNALISMO é uma tarefa dura, complicada, ingrata e até mesmo arriscada. É para poucos, muito poucos. É por isso que vocês fazem de forma tão dedicada e competente.

    Abraço fraterno e PARABÉNS!!!

  9. fernando amaral disse:

    meus parabéns, grande Vitonez!
    e também a todos que realizam a WarmUp e permanecem sob seu jugo.

    apesar das crescentes dificuldades mencionadas pelo Gomes, aqui na esperança e no pensamento positivo que continuaremos a ter a WarmUp durante o ano que vem.

  10. Paulo Bala disse:

    Parabéns!!! Vocês são os melhores!!!!

  11. Arthur Cachel disse:

    Grande Vitonez.

    Já babei o ovo do FG lá no blog dele, pq realmente vocês e a Warm Up merecem esse reconhecimento, repetirei aqui minhas palavras escritas para ele.

    “Parabéns FG e equipe.

    Trabalho com arte e música, sei muito bem como é difícil você fazer um trabalho sério e para um público específico. Ainda mais quando a sua música não é um sertanejo universitário, ou um pagode romântico.

    Aí você vai usar seus conhecimentos artísticos trabalhando em uma agência qquer de um marqueteiro da Vila Olímpia, ganhando um salário bem interessante, e virando só mais uma engrenegem desse nosso sistema imundo.

    Não desistam. A Warm Up é um exemplo de vida nos dias de hoje. Não é para qquer um.

    Que venham mais processos, ódio e inveja alheia, você estão no caminho certo!”

    Grande abraço e vida longa ao jornalismo sério!

  12. Vitor disse:

    Parabéns quase xará.

    O pessoal todo da Warm up/Grande Premio merece esse reconhecimento. Jornalismo de verdade, sem amizades ou favores.

    Não é perfeito, como nada na vida é perfeito. Mas é o que temos realmente de melhor sobre automobilismo no Brasil.

    ps.: Esses agradecimentos estão parecendo o Maguila hein? =D

  13. Al Unser Jr. (sou mais bebado que o Kimi kkkkkkkk) disse:

    Muiiiiito bom! Parabéns!

  14. Marcelo David Macedo disse:

    Cheguei ao seu blog pelo do Flavio Gomes. Não entendo e nem gosto tanto assim de automibilismo mas, por alguma outra razão, os acompanho quase que diariamente, ainda que sem comentar. O mundo em que vivemos privilegia os que andam à margem do que é honesto e ético. Ser alguém que conjugue esses preceitos é, acima de tudo, porradaria todo dia, o dia todo. Não é nada fácil.

    Meu pai era jornalista. Morreu quando eu era muito novo, mas teve tempo de passar esses valores pra gente. Sabe aquele clichê de poder encarar sua família e seus amigos sem a vergonha de se esconder? Me orgulho pra caralho disso.

    Tá aí, já sei porque os acompanho, mesmo sem me interessar por carros. A seriedade de vocês está na essência do que fazem, mesmo que às vezes eu discorde do que escrevam. Só peço que não desistam. É duro, é foda, mas essa sensação que você sente hoje, nenhum jabá paga.

    Parabéns, de verdade, mesmo! A você, ao Flavio e toda a equipe.

  15. Barreto disse:

    Parabéns, Victor! Fico feliz em saber que o trabalho sério ainda é reconhecido.

  16. Ricardo Meneghetti disse:

    Olha, a vida é injusta com todos. E têm horas que da vontade de manda tudo a apaputaquepariu. Mas não se pode abaixar a cabeça, e deixar de fazer aquilo que gosta. Você é um jornalista brilhante, sabe muito e não tem medo de revelar a verdade. Faça aquilo que vc gosta, continue com a sua competência e desencane: a vida vai dar conta do resto. No mais, parabéns pela premiação. Merecido. Aquela reportagem foi demais!

    E, para esse momento de desânimo, sobre seguir ou não fazendo aquilo que, de alguma maneira te traz satisfação, recomendo essa leitura:

    http://www.releituras.com/rilke_cartpoeta.asp

  17. Carlos Tavares disse:

    Merecidíssimo.

    Só peço que “não deixem o GP morrer, não deixem o GP acabar…”

    Parabéns!!!

  18. Fernando Mazzanti disse:

    Parabéns Vitor e a todos da Warm-up!

    Abraços,
    Fernando

  19. Gabriel Souza disse:

    O aniversário é meu mas os parabéns são para você.

    Mais do que merecido. Orgulho-me de acompanhá-los há tempos.
    Continue assim!

    Abraço!

  20. Ricardo Pucci disse:

    Premio merecidíssimo!!!

    Parabéns Victor Martins e à toda equipe da Revista WarmUP

  21. Mauricio disse:

    Parabéns Vitor. VocÊ toda a equipe mereceram. Como acabei de dizer ao FG em su blog, não desista. Tenha força. Esse momento ruim vai passar.
    Repito o que disse lá: Vamos trocar idéias, o que precisarem para continuar, peçam, nós, seus leitores podemos ajudar naquilo que for possivel. Acho que já até fazemos isso ao aocompanhar suas colunas e reportagens.
    Boa sorte e fé! Minha mãe sempre dizia que quando a vida fecha uma porta, Deus sempre abre uma janela…

  22. ba disse:

    Parabéns, Martins!
    Quem fala que uma coisa dessas não tem importância é porque nunca ganhou nada.

    Agora, falando em questões comerciais, vocês não poderiam incorporar o material da revista WarmUp a outra publicação, fazendo o caminho contrário de outras revistas que surgiram (por exemplo a INFO, da Abril – que começou mesmo foi como encarte da Exame)?

  23. weslaine santos faria disse:

    Giorno, Palmeirense !
    E isso aí, a revista é
    Fod…..
    pra caralho !

  24. Merecidíssimo. Parabéns. E já que ganhou esse troféu, o ano já tá feito, pode deixar o BRV pra outros ganharem, certo?

  25. Capelli disse:

    Parabéns e que este seja o primeiro de muitos outros. Agradeço também a lembrança nos agradecimentos. Como dizia aquela campanha velha do Bamerindus, Vitonez é gente que faz.

    Só vê se cancela essa coisa aí de Victor Junior, o mundo não precisa desse DNA replicado. :)

  26. Diego Ximenes disse:

    Me senti premiado também, pois acompanho o FG desde 2000 e vc, desde que entrou no GP, acho que naquela primeira edição do O Estagiário.
    Sempre baixo e leio no mesmo dia a R Wup, além de acompanhar seus posts no seu blog.
    O único porém fica pela falta de releases no nosso monesgaco bolão :)
    Parabéns!

  27. Ely-Sandro Sandes disse:

    Parabéns pelo merecido prêmio!. Sabemos que você e toda a equipe envolvida na produção da Revista Warm Up se esforçam bastante para a apresentação de um produto de qualidade, conteúdo e, principalmente, que retrate a realidade do automobilismo (nacional e internacional). Parabéns mesmo pelo prêmio, que ainda é pouco diante do excelente e árduo trabalho de vocês. E que venham mais prêmios. Estou torcendo muito pela continuidade desta Revista e do site Grande Prêmio. Sucesso!

  28. Emerson disse:

    Você escreve muito bem. Parabéns!

  29. Wagner disse:

    Não tem muito o que se dizer né.
    Parabéns!

    Clap clap clap

  30. RafinhaDias disse:

    Parabéns, merecido demais. Sucesso e mais alegrias

  31. Rogerio M.S. disse:

    Ok. Leio a Warm Up, leio o “dinossáurico” Gomes, acesso o Grande Prêmio e, finalmente, tenho sido mais assíduo em seu blog.
    A notícia do prêmio é estupenda, assim como são a valentia, honestidade, perseverança, ética etc., dos integrantes da trupe de JORNALISTAS a qual você está ligado.
    Tenho certeza que muita gente está “feliz pra caralho”, mas na outra ponta é certo também que uma infeliz maioria se contorce com esse mesmo falo.
    Uma última nota em forma de pedido: Providencie logo o Victor Jr., pois ao contrário da sua prudência, os babacas estão infestando o mundo com seus rebentos.

  32. Samuel Santos disse:

    Parabéns Victor, sou fã do seu trabalho e de todos da warm-up. Você merece!

  33. Chico Luz disse:

    bom, é simples explicar: no meio do trabalho, de um dia bem complicado e xarope, que não deveria ser assim, fiquei feliz como há tempos não ficava.

    saber que o GP, a revista, todos vocês – representados por ti, um senhor jornalista – ganharam algo que era realmente merecido me deixou feliz pra caralho, para compartilhar a expressão.

    Parabéns, cara.

  34. André disse:

    Parabéns!! Não desista de seus sonhos!

  35. Rafael Fusco disse:

    Parabéns!! E espero que venham muitos outros!!

  36. Flaviz disse:

    Victor,
    Parabéns e muito sucesso, seguirás como inspiração, independente do prêmio.
    É muito legal ver o crescimento da Warmup comandado por você e toda sua interação com o pessoal que curte F1 e tenta expressar isso em blogs e twitters. Sem a pretensão de fazer algo profissional como você faz, mas com a certa que é um exemplo a ser alcançado um dia.
    Parabéns!

  37. @di_gt disse:

    obrigação dees darem esse prêmio à warmup. a revista e o grande premio sao os únicos veículos sérios sobre automovilismo hj no país e a reportagem foi um primor.

  38. Não ache que a injustiça atinge somente você. A vida É injusta para com aqueles que trabalham sério, se dedicam, estudam, pois estes sempre esperam o máximo.

    Desistir, NUNCA. Mudar de idéia, sim. =)

  39. Vinicius Lelis disse:

    Parabéns, reconhecimento de seu esforço…… pagar pra ver é isso, e vc viu.
    Congratulações !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>