MENU

29 de novembro de 2011 - 14:44F1

Audiência baixa

SÃO PAULO | Sinal dos tempos: o GP do Brasil do último domingo em Interlagos foi tão desinteressante que nem foi o mais visto do ano pela TV, segundo a medição do Ibope.

Acostumada a ser decisiva nos últimos anos, portanto tendo bastante audiência, a prova que fechou o calendário de 2011 da F1 teve apenas 13 pontos de média na Globo — medição feita em São Paulo — e foi menor que os números apresentados naquele maluco e molhado GP do Canadá, em que a média foi a 15 — e a corrida não foi transmitida inteira.

No ano passado, o GP do Brasil, que ainda via o título indefinido, teve 16 pontos. Em 2009, a audiência foi de 26. Na decisão que quase fez de Massa campeão em 2008, chegou a 33. Isto é, em três anos, o número de espectadores caiu 60%.

A situação também corrobora aquela velha cultura brasileira: a de acompanhar os atletas nacionais apenas quando estão em alta.

24 comentários

  1. Lord Hummungus disse:

    Formula 1 é um lixo . Vc sabe quem vai ganhar uma semana antes da corrida começar -não foge de 2 ou 3 nomes. Tô pouco me lixando . Quero mais é que a Globo se dane.

  2. Paulo Vitor disse:

    Nunca li tanta bobagem em toda a minha vida. Qual e o problema se brasileiro so gosta de esporte em que brasileiro ganha ? No mundo inteiro e assim, ou voces acham que antes do schumacher e do vettel os alemaes eram fas de f1 para ver os grandes pilotos nao alemaes como Senna, Piquet e Prost ? Nos EUA a nascar tem mais audiencia do que a f indy, porque a nascar tem supremacia dos pilotos americanos e a indy tem supremacia dos estrangeiros, por que ninguem chama eles de ´pachecos americanos` ? Acho totalmente correta essa postura do torcedor brasileiro de so gostar de esporte em que o Brasil ganha, os atletas brasileiros de esportes em que o Brasil e fraco que tratem de melhorar para ganhar titulos e espaço na midia. Quanto aos fans de nfl ( bando de americanos se agarrando e correndo com uma bola que parece um kibe ) e do Mike Tyson ( comedor de orelha ) que vao morar nos EUA, o Brasil precisa de pessoas de apoiem com o esporte brasileiro.

  3. moacir zandonai disse:

    Tomara que
    1. nenhum brasileiro ganhe mais nada – e Massa parece empenhado nisso,
    2. o GP do Brasil seja trocado por uma corrida de rua em Santiago do Chile e
    3. a Globo troque a F1 pelo MMA – Galvão provou ser tecnicamente possível.

    Daí a F1 vai pro Speed e poderemos reclamar da Sulamiranda.

  4. Fernando disse:

    Acompanho F1 e NFL também. A NFL vem crescendo muito em popularidade, cada vez mais gente tem assistido, realmente por causa do que o Roger falou. O trabalho da ESPN com a mesma é impecável. Gostava da transmissão do BandSports tambem por causa do Ivan Zimmerman e do Paulo Mancha.

    O trabalho com NFL está sendo feito direito, não há nenhum brasileiro jogando lá, as pessoas estão acompanhando porque estão gostando do esporte. A ESPN prima por isso, haja visto que ela está fazendo o mesmo com o Rugby.

    Já a Globo, agora a Record também vão pelo caminho da pachecada. É claro que é muito mais fácil ganhar audiência tendo um brasileiro ganhando, e a cultura do país já é essa mesmo. Exceto o futebol, qualquer esporte só é legal se tiver brasileiro. Só que isso funciona em curto e médio prazo, não no longo. O que estamos vendo na F1 é justamente que não funciona a longo prazo.

    Quantas pessoas já ouvimos falar “Parei de ver F1 depois que o Senna morreu”. É justamente por isso. As pessoas viam F1 não porque gostavam do esporte, viam porque gostavam do Senna, torciam por ele, ele era um vencedor e tals. Ninguém queria saber se o motor é V12, V10, V8, turbo, aspirado, que o Renault é melhor que o Cosworth, que a Red Bull tem uma aerodinâmica melhor…

    Nego quer é ver brasileiro ganhando. Certamente tem muita gente achando que o Barrichello é um péssimo piloto pois tinha uma Williams na mão e não conseguiu vencer nenhuma corrida, só andou lá atrás, pois ainda deve ter gente que acha que a Williams ainda é aquela equipe que ganhava tudo na época do Senna.

    A F1 sempre foi vendida por conta dos pilotos brasileiros, não pelo esporte. Como aliás a Globo faz com tudo. Se um dia aparecer um brasileiro arrebentando na NFL pode apostar que teremos a mesma pachecada.

  5. José Augusto disse:

    Natural a queda de audiência, por não haver brasileiro em destaque. No final sobram apenas os fãs de F1 mesmo. Vou continuar acompanhando todos os treinos e corridas, mesmo sem brasileiros. Na verdade, nem faz diferença.

  6. Roger disse:

    Voces viajam.que isto esta desse jeito pq nao tem brasileiro ganhando… Acompanho toda temporada da nfl q nao tem nenhum brasileiro jogando, principalmente pelo fato da excelente cobertura que a espn faz. Ensinando o jogo, passando jogos ao vivo, boletim semanal, narradores empolgantes e que entendem do jogo… Se a concorrencia nao faz o mesmo com a formula 1, so lamento… essa desculpa que “tinnha q ser brasileiro” ja nao cola mais…

    • victor disse:

      VM responde: Até porque tem uma grande diferença, Roger. A NFL é um esporte americano, regional. Quem vê realmente gosta do esporte. A F1 é outra coisa.

      • Roger disse:

        Concordo.
        Mas ainda continuo achando que falta um trabalho melhor, para garantir melhor audiência de longo prazo. O fato do Globo Esporte RJ não ter sequer um “drops” GP Brasil, mostra a prioridade da Globo no caso, com o próprio.
        O que não aguento é esse discurso, “ah tbm, brasileiro é foda…”
        Vale ressaltar que acompanho a F1 desde Senna, e mesmo não tendo ninguém com braço para disputar título, assisto treinos e corridas ao vivo.

        • @MarceloSCamara disse:

          Roger,
          isto só prova que nós, os que gostamos de automobilismo e assistimos a tudo sobre rodas, somos raros neste país.
          Isto é mais fácil de observar ainda nos autódromos, que ficam às moscas nos muito bem disputados regionais pelo Brasil afora, mesmo não sendo cobrado ingresso.
          Para ter idéia, a Copa Engebrás de Marcas e Pilotos e os campeonatos pelo sul do país tem grids disputadíssimos com mais de 60 carros. Isto é automobilismo puro, um puta programa de domingo grátis, e ninguém vai.

  7. Victor, acho que o fato do GP do Canadá ter obtido números melhores de IBOPE se dá por conta de que durante a corrida em bandeira vermelha, teve um jogo de futebol ao vivo e, na minha opinião, isso ajudou a elevar os números.
    .
    Quanto a audiência caindo, faz parte. É resultado deste “povo lindo” que o Brasil tem. O povo que ouve funk no mterô e não respeita ninguém, o povo que não respeita faixa de pedestres, o povo que espanca um motorista até a morte porque ele bateu em um carro, o povo que acha que a novela das oito (nove) dita o que é certo e errado, o povo que bebe todas e sai matando gente pela rua, enfim, esse povo não gosta de F1 porque não tem brasileiro ganhando.
    .
    Felizmente, não acho que eu faça parte deste povo por vários motivos, inclusive porque eu gosto de F1.
    .
    Infelizmente, logo a F1 perderá espaço na TV aberta e passará para alguma TV a cabo. Por enquanto, tenho condições de pagar uma TV a cabo. O problema será quando colocarem jogo de tenis no horário de treinos oficiais e, quem sabe, da própria corrida.
    .
    Em tempo, o treino livre 3 do GP do Brasil foi transmitido na íntegra apenas para o Sportv HD pois, nos outros canais Sportv passavam um jogo de tenis e um VT de volei.

  8. André disse:

    A cultura do brasileiro é patética, só torce quando tem brasileiro ganhando.

  9. Sergio P. Alves disse:

    Mas é até normal, considerando que em 2008 valia uma disputa pelo título c/ um piloto nacional e o deste ano, já c/ temporada definida, despertava menos interesse…

  10. Luiz Felipe disse:

    Eu nunca vi uma cobertura tão fraca por parte da Globo, normalmente, eles mandam algum apresentador para falar “in loco” e dessa vez ñ teve nada disso.

    Para se ter uma idéia, no Globo Esporte do RJ não teve nenhuma reportagem sobre a corrida na segunda-feira, apenas um nota de como ela foi.

  11. E foi disparada a pior cobertura da Vênus Prateada em anos. O que foi o Esporte Espetacular? Jesus!

  12. Rodrigo disse:

    Velha cultura brasileira que a dona dos direitos fez questão de enraizar na cabeça do povo, o que é uma pena, pois pode significar que daqui a alguns anos, estaremos vendo a transmissão da F1 pela BAND com narração de Luciano do Vale e comentários do Neto. Puta merda, já pensou que tenso isso?
    FICA GALVÃO?

  13. Hugo Leonardo disse:

    Se a maior audiência da temporada a Globo não exibiu a corrida inteira, perdeu ainda mais pra internet

  14. Samuel disse:

    É reflexo direto da tecnica utilizada pelas emissoras para ter audiencia.

    A técnica não é fazer as pessoas apreciarem o evento, e sim aos brasileiros envolvidos no evento.

    Assim, seja uma corrida ou um jogo de futebol, só desperta interesse se tiver brasileiro.

    Isto os leva a aumentar e/ou inventar e/ou endeusar os brasileiros.

    Mas as vezes a realidade é mais forte que esta propaganda toda. As pessoas que estão habituadas a torcer para os brasileiros percebem que eles nao sao tudo isto, nao tem chances de vitoria. E ja que so assistem eventos que um brasileiro pode vencer, atualmente preferem fazer outras coisas a ver as corridas de formula 1.

    Aí fica claro que esta estratégia das emissoras pode parecer boa no momento que há um brasileiro bem, mas se mostra péssima nas entresafras, pois não cria fãs do evento, e sim fãs de brasileiros que vençam.

    • EduardoRS disse:

      Assino embaixo de cada palavra.

    • Jáder, O Pitoresco disse:

      Também assino embaixo. Se pelo menos a Globo resolve investir em chamadas com os pilotos top da categoria (não só os brasileiros), talvez chamassem uma audiência maior.

      Vejamos o boxe dos anos 90. Fato era que brasileiros ficavam acordados até altas horas pra ver uma luta do Mike Tyson. Por acaso Mike Tyson era brasileiro?

      A Globo tem que se tocar de que ninguém vê a Fórmula 1 pra ver como andam os pilotos brasileiros. Focar o marketing neles só gera decepção pra quem não entende de Fórmula 1. O foco tinha que ser nos top pilotos, o pelotão da frente, os caras que fazem a Fórmula 1.

      Já imaginaram chamadas de uma corridas da F1 na Globo com sonoras do Lewis Hamilton, Sebastian Vettel, Kimi Raikkonen, Fernando Alonso (bem, Alonso é melhor não), Jenson Button? Quem sabe até falando em português? Já imaginaram?

  15. Leonardo disse:

    Nunca gostei desse negócio de corrida aqui fechando o campeonato. Se já estiver decidido, o interesse do público pela prova fica muito reduzido, e com razão. Preferia como era antes, no início do ano.

  16. Huller Moreno disse:

    Como eu disse no blog do gomes no inicio do mês, a tendencia é piorar… Se daqui uns anos não tivermos nenhum piloto brasileiro na F1, a audiencia da mesma no Brasil deve despencar vertiginosamente e todos os meios de comunicação que falam sobre F1 também vão sofrer muito. Só quem realmente gosta a fundo da categoria continuará acompanhando fielmente. Porque esporte para o brasileiro é Brasil. Por isso, o carioca não gostou nada de só a final da copa de 2014 ser no Maracanã, porque tem risco do Brasil não chegar… A desculpa foi que vão jogar 3 cabeças de chave no maracanã, só que Copa do Mundo pro Brasil é Brasil e mais nada. Como depois do Gustavo Kuerten, quem ainda assiste jogos de tênis no Brasil? Só quem gosta, que são uma quantidade limitadíssima de pessoas. Sem “BRASIL”, a Formula 1 pro brasileiro vai ser praticamente o mesmo que o tênis sem o Guga.

  17. Moy disse:

    Esta é a F1 atual

  18. Jpaulotoledos disse:

    Tomara que a Rede Globo desista de transmitir de vez.

  19. Eduardo disse:

    Esse é o torcedor brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>