MENU

9 de janeiro de 2012 - 14:09F1

Papo demais

SÃO PAULO | Ainda repercute mundo afora o comentário que Eike Batista fez no Twitter há quatro dias em que garante que Senna, a quem patrocinou na Lotus, será o segundo piloto da Williams. Os torcedores logo iniciaram uma fuzarca catártica como se aquele fosse o anúncio oficial. Menos, gente, menos. Digamos que o ricaço ainda não está muito inteirado do universo da F1.

De posse da grana que for necessária, é explicável que Eike se gabe desta forma abertamente. Só que, se fosse simples assim, e só fosse pela grana que ele tem disponível, a Williams já teria confirmado Bruno antes da virada do ano. Senna voltou a confirmar as negociações, mas ressaltou que não assinou o contrato. Quando o brasileiro se apressa para desmentir a informação do próprio patrocinador, é até válido dar um pouco de crédito pelo histórico de 2009 com o caso da Brawn.

Um terço do mês praticamente se foi, e a Williams ainda não tomou uma decisão entre, principalmente, dois brasileiros e um alemão, remontando o que aconteceu em 2005 — entre Heidfeld e Pizzonia. Como na F1 tudo é tratado com a maior discrição possível, esses arroubos de revelações da ‘língua solta’ de Eike até podem jogar contra Senna entre os muros de Grove. Sutil e Barrichello, que se mantêm caladinhos, agradecem.

 

64 comentários

  1. Alexandre Lourenço -SP disse:

    Se vc ai quiser presenciar uma briga entre Piquet e Senna então torça para que o Bruninho vá para a Nascar, F-1 ta dificil!!!!

  2. Fernando disse:

    Bom dia a todos, sinceramente independente de quem entrar, não fará diferença alguma para a situação de pilotos Brasileiros na F1.
    Estamos definitivamente sem representação digna de nota.

  3. Jorge Roberto Alves Pereira - @jorgekart59 disse:

    Pilotaiada da F-1 ( Rubinho, Senna, Alguersuari, Van de Garde, Buemi, etc ) que está desesperada para arranjar uma vaga, corre e aproveita que não precisa levar patrocínio, até porque, pilotar estas duas tranqueiras e esta, não tem diferença nenhuma:

    http://www.caraguanews.com.br/emprego.php?emprego=593

  4. joao batista alves disse:

    Em 2011 um diretor da willians disse em 2012 com motor renoult queria um piloto experiente, se comfirma adeus sena e elke. vai dar Barri na cabeça

  5. Fernando Cruz disse:

    O Jacques Villeneuve fez mais de 9000 Kms. de testes antes da sua estreia na Williams. Nessas condições (testando muito antes da estreia) Bruno Senna teria entrado na Brawn em 2009 e com esse carro teria certamente ganho algumas corridas no ano de estreia, tal como o J. Villeneuve. As épocas é que são muito diferentes. Damon Hill nem sequer tinha resultados para entrar em 1993 na Williams mas entrou porque beneficiou de testes quase ilimitados com o melhor carro da altura. Mas o Bruno merecia muito mais entrar na Brawn de 2009 do que o Hill mereceu entrar na Williams como titular, pois mostrou muito mais talento do que o inglês nas categorias de acesso. Ambos começaram tarde nos automóveis mas enquanto o Hill demorou 10 anos até chegar à F1 ao Bruno bastaram 4 épocas completas para chegar ao teste com a Honda e andar muito próximo do nível do Button. O D. Hill não ganhou nenhuma corrida na GP2 da altura, o Bruno ganhou 3 corridas na GP2 e foi vice-campeão.

    Quanto ao Lucas di Grassi, é um piloto com talento que não teve sorte e foi esquecido mas o Bruno foi melhor do que ele nos testes com a Honda apesar de ter menos experiência. O Felipe Nasr também é bom mas só daqui a uns dois anos deverá chegar às portas da F1 e acho prematuro estar já a falar dele como potencial campeão. Espero que tenha mais sorte do que o Bruno e o Lucas quando chegar a altura dele. Sobretudo que o Barrichello não continue na F1 a barrar-lhe o caminho do sucesso, como já fez em 2009 com o Bruno Senna e ameaça fazer de novo. A longevidade desse senhor é uma séria ameaça à renovação do automobilismo brasileiro na F1 mas ele (Rubinho) ainda lá anda também à custa da falta de testes, o que dificulta as oportunidades para os jovens.

  6. Fernando Aguiar disse:

    Se o Senna (que não tem o nome Senna na verdade) e o Eike tem todo esse poder de descisão, porque já não garantiu na Lotus, que também procurava um pagante e está bem melhor que a Willians? Esses comentários de terceiros são só especulações, o que eu ouvi até agora da Willians, apontam para Barrichello. Se a Willians optar pelo dinheiro, tipo quem dá mais, será o fim dela mesmo, pois apenas irá ganhar uma sobrevida financeira, até porque, Sutil e Senna são jovens e não vão querer ficar em uma equipe que anda lá tras por mais que uma temporada. Se eles realmente quiserem voltar a vencer, e isso todos comentaristas do mundo tem falado, não podem ver só o dinheiro e a melhor opção será o Barrichello, até pela motivação que ele terá em sua provavel última temporada, e cai pra nós, é muito mais piloto que os dois juntos.

    • Fernando Cruz disse:

      Barrichello não foi mais piloto que o Maldonado, um estreante, como pode ser melhor que Sutil e Senna juntos?

      Senna não tem o nome Senna? As suas irmãs são Bianca Senna e Paula Senna e o Bruno havia de ser o quê? Porque não pensa um pouco antes de escrever?

  7. Cassio disse:

    O Bruno é um arremedo de piloto…

  8. Marcelo disse:

    “Sutil não esta morto, tem apoio da Medion, que é empresa de telecomunicações, como a Embratel”

    Se o Eike tivesse interessado mesmo em ajudar o Brasil na F1, faria uma coisa mais planejada visando coisa melhor para o torcedor! Investiria também em outros pilotos, alguém mais promissor que Bruno, caso de Di Grassi ou Felipe Nars, pelo menos, eles tiveram uma carreira mais sólida nas categorias de base.

    Eike só esta apoiando Bruno por causa do sobrenome, esta fazendo isso pra fazer um “bonito” pra torcida, pra melhorar ainda mais sua imagem no país.

    Flávio Gomes até disparou em seu Blog, Eike é o novo “darling” no Brasil!!! A pachecada esta se “derretendo” de ver o mais rico do Brasil bancar o sobrinho na Formula 1, até esqueceram de SATANIZAR pilotos “pagantes”…

    Como tem muito dinheiro, poderia bancar pelo menos 3 pilotos novatos.

    Di Grassi-Pelo esquecimento do povo brasileiro.
    Felipe Nars-Dizem que é promissor, acho cedo afirmar.
    Bruno Senna-Pelo marketing do sobrenome.

    É isso, esse apoio exclusivo do Eike ao Bruno não passa de puro marketing, e é assim que o sobrenome Senna esta se mantendo nas últimas décadas, porque, se for depender de um novo PILOTO na família…esquece!!!

    Bruno não vingou, sequer foi campeão no kart na vida! E pra piorar, ficou DEVENDO nessas 8 corridas em 2011, tomou até pau do Petrov. O fato que começou correr tarde demais nem sempre é desculpa. J.Villeneuve também só começou a correr anos depois da morte do pai. Esse chegou no automobilismo e convenceu, tanto que, no primeiro teste na Williams em 95 firmou contrato pra 96, e a equipe nessa época era de ponta, precisava de um fora de série para disputar com Schumacher no futuro. Villeneuve já chegou como “diferenciado” no automobilsimo desde o início na F.Indy.

    Se a Renault dispensou o russo que bateu o sobrinho, não vai ser o Bruno que vai fazer diferença na Williams, ainda mais ela estando a beira da falência. O que vai fazer a Williams voltar aos pódios é muita grana, em termos de piloto, pra começar, tanto um novato como experiente em fase terminal serve. A luta é para voltar a marcar pontos com frequência, pódios…pode esquecer a curto-médio prazo!

    Esperança brasileira na Formula 1 no momento só vejo dois, Di Grassi ou Felipe Nars, mesmo assim não dá para botar a mão no fogo! Bater pilotos como : Vettel, Alonso, Hamilton e Button(esta pilotando uma barbaridade), só se for fora de série. Não é a toa que a Toro-Rosso dispensou Buemi e Alguersuari. Pra Red Bull agora só interessa fora de série para substituir Vettel no futuro.

    Di Grassi:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Lucas_Di_Grassi

    1997
    Campeão Bandeirante de Kart
    Campeão Paulista do Interior

    1998
    Campeão Sul-Americano Sudam Júnior
    Campeão Bandeirante

    2000
    Campeão Panamericano de Fórmula A

    2005
    Campeão do Grande Prêmio de Macau da Fórmula 3

    2004
    Fórmula 3 Inglesa 8º no mundial

    2005
    Fórmula 3 Europeia 3º no mundial

    GP2:
    2006-17º
    2007-2º
    2008-3º
    2009-3º

    Formula 1, experiência pela Virgin em 2010

    Felipe Nars:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Felipe_Nasr

    Nasr iniciou sua carreira no kart aos sete anos na equipe Dibo Racing onde conquitou todos seus titulos no kart. Entre 2000 e 2007, conquistou diversos campeonatos regionais e nacionais no Brasil.

    Na Fórmula BMW, Nasr estreou na última rodada da temporada de 2008, conquistando um pódio na segunda corrida de Interlagos. Em 2009, se transferiu para a Fórmula BMW Europa, onde conquistou o título correndo pela EuroInternational. Na temporada, esteve no pódio em catorze das dezesseis corridas, sendo cinco vitórias.

    Em 2010, Nasr disputou Campeonato Britânico de Fórmula 3 pela equipe Räikkönen Robertson Racing, conseguiu uma pole e uma vitória, terminou o campeonato em 5° lugar. No ano seguinte o piloto disputa o mesmo campeonato pela equipe Carlin Motorport, onde é o 12º brasileiro a conquistar o título da categoria com duas etapas de antecedência.

    Rubinho, puts, esse nem perco muito tempo, já passou faz tempo a hora de aposentar, não fez nada relevante na Williams em 2011, até tomou sufoco do novato Maldonado! P.Head admitiu publicamente que já estava de saco cheio com tantas reclamações do piloto.

    • Fernando Aguiar disse:

      Os bons pilotos entraram na F1 e ficaram, e mesmo em equipes pequenas tiraram do carro o que ele não tinha, como o Senna fez e até mesmo como o Barrichello fez na Jordan. O Di Grassi não mostrou nenhum talento acima da média, andou só no limite do carro e já esta fora da F1 e nem foi cogitado em uma outra equipe, o mesmo acontecendo com Felipe Nars, não ouvi nada a respeito de alguma possibilidade para ele, nem para próxima temporada, e nesse novo formato na F1, onde 70% do grid sãp pagantes, se não tiverem muita grana vão ter que buscar outras categorias inferiores. Infelismente, não vejo muito futuro para brasileiros na F1 após a era Massa e Barrichello, pelo menos vencendo corridas em equipes de ponta.

      • Marcelo disse:

        Fernando, concordo plenamente contigo. Pilotos bons ficam na F1 porque fazem algo a mais. Barrichello, por mais contestado que é (inclusive por mim) é um deles.
        Quanto pilotos campeões de F3000, depois GP2, F3 Inglesa, etc, grandes promessas, entraram na F1 a partir de 1993 e sairam? E o Barrica foi ficando…
        Às vezes o ótimo piloto de F3 torna-se um bom piloto de GP2 e um piloto normal de F1. E dinheiro não o segura lá….

        • Fernando Cruz disse:

          Nas categorias de acesso os carros são basicamente iguais. Na F1 tudo depende muito da sorte de se ter um bom ou um mau carro. Essa é uma das razões pela qual há pilotos bons nas categorias de acesso que depois não confirmam o seu potencial na F1. Pudera, sem material de qualidade não podem fazer nada. Nada disso aconteceria se a F1 fosse uma categoria monomarca, onde o talento do piloto contasse tanto ou mais do que o valor da máquina. Mas nem era preciso ir tão longe. Bastava reduzir de forma drástica a influência da aerodinâmica nos F1 atuais e aumentar a aderência mecânica. Isso já daria aos pilotos um papel mais importante na performance e nem seria preciso recorrer a artifícios como o DRS ou pneus super-degradáveis para supostamente aumentar o espetáculo.

  9. Fernando Cruz disse:

    Negócios são uma coisa e desporto é outra. O que deve interessar a um verdadeiro adepto é a vertente desportiva e se o Bruno conseguir essa vaga na Williams tanto melhor, não interessa se foi porque pagou muito mais do que os outros ou não.

    Mas há uma coisa que me faz um pouco de confusão: em 2009 o Bruno tinha talento e resultados para entrar na F1 sem ter de pagar. A saída da Honda deixou-o apeado e foi a partir dessa altura que as equipas começaram a exigir cada vez mais dinheiro aos pilotos. Onde estava Eike Batista nessa altura? Essa seria a altura ideal para colocar o Bruno na F1, pois vinha de uma época competitiva na GP2 e iria ter um carro que viria a revelar-se o melhor. Imagine-se o que ele teria já ganho na F1 se tem entrado nesse ano na Brawn. Poderia ter ganho corridas logo no ano de estreia, iria certamente firmar-se na F1 e seria agora um piloto muito mais desenvolvido, provavelmente um piloto de topo do automobilismo mundial.

    Claro que agora ainda pode ir a tempo (sobretudo ganhando esse lugar na Williams) mas o caminho para o sucesso será sempre bem mais difícil do que teria sido se ele tem entrado em 2009. Imaginemos só a quantidade de pilotos que se desenvolveram na F1 antes dele, com temporadas completas em carros competitivos, entre 2009 e a atualidade. Por outro lado, não me é difícil imaginar que o Bruno pode fazer um bom trabalho com a Williams em 2012 e existir ao mesmo tempo a ideia de que ele está a decepcionar. Porque as pessoas vão compará-lo com o Maldonado e exigir que ele faça melhor do que o venezuelano. As pessoas esquecem que este já está na equipa há um ano e logo na sua estreia bateu Barrichello em muitos aspetos, levando o Williams ao Q3 por 4 vezes e só por acaso não terminando na frente do Rubinho na classificação do mundial. Sem o toque de Hamilton no Mónaco o Maldonado poderia ter terminado em quinto lugar, marcando 10 pontos nessa corrida. Em 2012 o venezuelano já terá mais experiência e vai certamente dar muito que fazer ao seu colega, seja ele um veterano ou um piloto que vem de outra equipa (Sutil ou Senna). Muitos tendem a desvalorizar um piloto pagante mas a verdade é que os pagantes atuais são rápidos e têm um razoável potencial de crescimento. Tirando Karthikeyan ou Pic, todos os outros estão na F1 por mérito e se são pagantes é porque agora o talento não basta, é preciso levar dinheiro para as equipas. É certo que sempre houve isso na F1 mas as coisas ficaram piores por causa dos efeitos da crise global de 2008. As equipas têm mais dificuldades em arranjar ou manter os seus patrocínios e precisam do dinheiro que os pilotos poderão trazer. Mas já lá vai o tempo em que viamos na F1 pagantes sem qualquer talento, do tipo de um Lavaggi ou Ide. Até Karthikeyan ou Pic são bem melhores do que alguns desses pagantes de antigamente.

    Outra coisa: e se Bruno Senna não conseguir essa vaga? Será que os seus patrocinadores vão desmobilizar? Nem pensar nisso! O Bruno é um piloto de talento a quem apenas faltou sorte para ter (até agora) as oportunidades que merecia na F1. Nada de dramático, isso acontece com muitos pilotos de talento, pelas mais variadas razões. Mas o ponto a que quero chegar é o seguinte: caso não fique na F1 como titular o Bruno tem outras opções, pode ser reserva a rodar às sextas-feiras numa equipa de topo (McLaren ou Mercedes) ou até na Lotus. Pode também optar por outra categoria mas para tudo isso é preciso dinheiro e espero que Eike Batista, Embratel e Gilette, entre outros, tenham a visão suficiente para apoiar o piloto seja onde for, pois o Bruno é um piloto com muito potencial e um grande futuro, na F1 ou noutro lado qualquer.

  10. Melhor opção da Williams é Sutil, e depois Bruno Senna e o nosso Barrichello é a última das últimas opções, é Barrichello parece que o seu adeus está proximo.

  11. rick disse:

    Oq teria causado a morte de ayrton na williams , uma equipe recem campeã um ano antes, nunca saberemos.O resultado desta parceria ayrton/williams foi devastador.É fácil de se entender e compreender a tentativa desta nova parceria bruno/williams:manter a ambição de correr viva.Oq não consigo digerir é: naquela equipe não. A dimensão dos acontecimentos de 1994 e seus desdobramentos ,imagino q para muitos, causa uma sensação ,ao menos , de frio na barriga.Você para no tempo por alguns minutos e sente q esta faltando algo,algo que até hoje ,não aceitamos q perdemos.Tento imaginar oq leva a família senna a aceitar fazer parte novamente de uma equipe q tentou esconder embaixo do tapete ,toda a sujeira que resultou na morte de AYRTON SENNA…na williams não

  12. Sergio Magalhães disse:

    Alô Victor,

    Eu estava no Capacete de Ouro, da revista Racing, em 2004, quando o Nelsão Piquet deu um furo desses, dizendo que o Nelsinho se ausentara do evento porque estava na sede da Williams assinando um contrato de dez anos.

    Óóóhhh, todos exclamaram. A notícia correu o mundo em minutos, e de fato, Nelsinho conversava com a Williams, mas depois daquele dia nunca mais se falou em Nelsinho em Grove.

    Concordo com você, vamos com calma.

    Um abraço.

  13. Como diria o Tite: “fala muito… fala muito…”

  14. Jorge Roberto Alves Pereira - @jorgekart59 disse:

    Mas o que vai ter de choro, se nenhum piloto brasileiro for contratado pelo Tio Frank… Vai parecer as águas de março…

  15. Levi Davet disse:

    Seria fantástico se desse Sutil, mas as notícias dão pinta de que será Senna ou Barrichello. Desses, melhor que seja Senna, para aposentar o chatíssimo Rubinho de vez.

    Infelizmente, estou com um pressentimento terrível de que Barrichello, para nossa tristeza, disputará sua 20ª temporada na F1.

  16. Marcelo disse:

    Um ponto: me parece meio conflitante o ramo de atividade da OGX e da PDVSA? Patrocínio de duas empresas de exploração e/ou fornecimento de petróleo e derivados em uma só equipe.

    • Sergio Melo disse:

      Para quem não sabe o que representa o Grupo do Eike Batista o holding controla as segunites empresas (OGX, MPX, MMX, LLX, OSX, REX, AUX, IMX, NRX-Newrest, Gloria Palace Hotel, Marina da Gloria, Beaux, MDX Medical Center, Mr. Lam, Pink Fleet, RJX e SIX). Somente 17 empresas controladas pela EBX Holding, totalizando 18 !!
      Será que o rapaz tem como negociar com a Williams?
      E não estamos falando que a família SENNA, ta trazendo: Instituto Ayrton Senna, O Sobrenome, Embratel e Gilette (para quem não notou, tudo da Gilette, esta azul na web). Comenta-se que ate mansão esta sendo vendida para fazer parte do pacote financeiro.
      PS: Lembrar que o Barrica tem a NESTLE. Ou seja. estamos diante de um aporte financeiro brasileiro, desembarcando na equipe de Sr. Frank William.

      Se tudo isto se concretizar. Estaremos vendo a iniciativa privada abrir caminho para pilotos brasileiros como Fellipe Narss chegar mais fácil na F1. Desde que tudo isto traga resultado na pratica, através de resultados e marketing.

      • Marcelo disse:

        Sergio,
        Pode ser boato, mas tenho um conhecido na Nestle que inclusive tirou foto com o Barrica no dia da sua visita lá.
        A Nestle banca o Barrica…….na Indy.
        Pelo fato dela patrocinar a SP Indy 300 ouve um grande interesse levar o Barrica para lá, o que acho uma boa idéia. A Band tb está por trás disso, além é claro do Kanaan…
        O problema é a esposa do Rubinho que não quer vê-lo correndo em ovais por achar perigoso. A morte do Wheldon também pode ser um impedimento por eles serem amigos…
        Pela situação que está, por mais que o Rubinho queira completar 20 temporadas na F1, acho humilhante o que o Rubinho está fazendo por esta “semi-vaga”. Ele não precisa disso, por mais critico que eu seja dele…
        Se isto for verdade, uma ida para a Indy daria um gás melhor não só para a categoria como para ele mesmo, inclusive com o novo regulamento técnico.

    • Pedro Araújo disse:

      Opa, interessante o que você reparou, Marcelo. Mas será que isso seria um freio pros interesses do pessoal do Eike?

      Porque só sobrou a Williams mesmo… (Hispania não conta como time de F1)

    • Abner disse:

      Vão chutar a PDVSA!

  17. Ricardo Barbosa disse:

    Tá demorando pra alguem falar que a Williams vai dar a vaga a Senna por conta da “dívida” do acidente…fica vendo…

    Só sei que não chega logo os treinos, abstinencia de F1 (mesmo chata) é f………….

  18. Sergio Melo disse:

    A demora ta em conseguir quebrar o contrato de Maldonado, pois, esta lentidão na verdade é aparente. Acredito que deve estar tudo acontecendo com uma velocidade enorme lá por trás das portas que ninguém tem acesso. E deve vir surpresa por ai… vamos raciocinar… a Williams esta precisando fechar contrato com patrocinadores que apoiem o projeto da equipe, não só para 2012, mais um projeto de anos. A oportunidade é agora para eles. Pois, não é todo dia que você tem; Embratel, Gilette, Grupo EBX e família SENNA (Instituto e Sobrenome) batendo em sua porta. Se eles queriam negociar um projeto e alavancar a equipe a hora chegou para o Sr. Frank.
    Acredito que já esta fechado. E que o Barrica esta no meio do bolo brasileiro que transformará a equipe em Anglo-brasileira em termos.
    Se toda esta historia de Barrica por lá o tempo todo e a demora no anuncio oficial… pode ter certeza que vem surpresa por ai. Talvez a participação venezuelana deixe de existir na Williams em 2012.

  19. Maurício disse:

    Só sei que a Williams está entrando num poço sem fundo.
    É a primeira vez, que eu me lembre, que a equipe abre as duas vagas para pilotos pagantes.
    Sem pilotos não há resultados, sem resultados não há patrocínio, sem patrocínio não há dinheiro, sem dinheiro não há equipe. É o que faltava para entrar no clube das equies pequenas.

  20. Marcão disse:

    Esse povo da Willians tá igual a rico falido!!
    Como motadela e arrota caviar!!
    Querer o dindim querem, mas nunca esquecem de tripudiar os latinos….
    Por mim lá não corria nenhum Brasileiro..
    Equipinha de bosta essa..
    Tão fudidos, tão falidos, correm o risco de nem largar nessa temporada e ficam fazendo doce…
    Recado para o Rubens e pro Bruno!!!
    Pequem a grana dos seus patrocinios e coloquem no WEC, vaõ se dar muito bem, muito melhor do que essa F-1.. Certamente a Willians só de ficar sabendo disso vai correr atrás dos dois igual a gato pra pegar passaro….Ai a coisa pode até mudar…
    O WEC vai se tornar melhor que a F-1, basta ver o numero de equipes por lá…..

  21. André disse:

    Se desse Sutil, seria lindo.

  22. Ola, Victor…Blz

    Não precisa publicar o comente não. Apenas compartilho com você um artigo que fiz, que segue a mesma linha deste seu post. Abracos:

    http://www.paposemcensura.blogspot.com/#!/2012/01/quem-fica-com-vaga-na-williams.html

  23. Márcio disse:

    Sinceramente, todo ano a F1 produz novelas chatas como essa em torno de pilotos é uma verdadeira chatice e falta de assunto.

  24. Eu ainda acho que se o próprio Eike quiser correr de Fórmula 1 a Williams aceita, ainda mais agora, depois de perder a AT&T…

  25. FTrack disse:

    Na minha opinião, o anúncio de qualquer piloto que não Barrichello será surpresa. Se fosse puramente uma questão de grana, Sutil, Senna ou Alguersuari já teria sido escolhido. Tio Frank está só terminando a negociação com o banco do Catar, pra conseguir mais alguns euros na conta que compensem os a menos que Rubens vai levar comparado com os outros candidatos. Ele sabe melhor que ninguém que dois novatos no time é o caminho mais rápido para o fim da equipe na F1 (que para mim é inevitável, só resta saber quando).

  26. Alexandre disse:

    É ta bom, o homem de 50 bilhões é bobo…só vcs acreditam nisso…. Claro que se ele falou vai ser. A última coisa que um cara bilionário quer é que sua palavra seja desmentida.

    O que deve estar acontecendo é a espera para anunciar todos os patrocinadores, pois se anunciam agora ao Senna, com que chamariz vão anunciar o último patrocinador???

    Aliás, é notório que Senna fez exames médicos e os técnicos da Willians contataram a Lotus, para saber informação dele.

    Agora, como a grande maioria dos jornalistas são na verdade técnicos em computador, ou seja, clicam “Ctrl C” das notícias, é capaz desta informação ter vindo de Fake e isto ser espalhado até mesmo aqui

    • victor disse:

      VM responde: Que bem informado…

      • Luis disse:

        Essa história do Eike no twitter foi apenas uma distração para algo muito maior e muito mais importante.

        A demora deve-se ao fato notório, comentado nos bastidores, de que o Eike está comprando a PDVSA juntamente com a Venezuela. Aí, naturalizamos o Maldonado como Brasileiro, ele vai pra reserva, e teremos um time com 3 brazucas. Além disso, passaríamos também a ter forte representação no Miss Universo – as futuras ex-venezuelanas são muitíssimo bem preparadas para tal.

      • Henrique disse:

        E comendo pelas beiradas, a vaga será de Rubens …..

  27. Ah, vá? Até parece que a Williams abriria mão do dinheiro do Eike só por conta de um comentário precipitado no Twitter. Sem contar que os outros dois candidatos também tem lá seus problemas:
    - Sutil, que se desentendeu com um figurão da Renault no final da temporada 2011, ao ponto de chegar às vias de fato. E quem é o fornecedor do motor atual da Williams?
    - Barrichello, que nem dinheiro tem e não conseguiu demonstrar seu valor com uma Williams nas mãos. Talvez agora com um motor Renault, quem sabe? Mas aí entra no dilema do “quem vem primeiro, o Ovo ou a Galinha?”

    • Alan Bicke disse:

      Não concordo que o Barrichello não conseguiu demontrar o seu valor. No ano de 2010, ele conseguiu levar o carro à resultados que nem a Williams esperava. Recebeu elogios rasgados do diretor técnico. No ano passado, com aquele carro não dava para fazer milagre.
      (PS.: Não sou fã do Barrichello)

  28. hendrix disse:

    victor
    acho q o ike não é bobo, ele já deve ter assinado a parte dele e só falta a willinas deletar ou acertar outros patrocínios (at&T)
    ou ainda falta a parte da trolha q o senninha vai segurar

  29. Alan disse:

    O Eike tem agora dois perfis falsos no Twitter. Seria preciso ver qual perfil disse isso…

  30. Cesar disse:

    Bom, se o dono da grana tá falando, é o caso de se imaginar que ele pode cobrir ofertas, se necessário, não? E uma equipe na pindaíba como tá a Williams não vai querer saber de nada a não ser do cheque depositado…

  31. Luiz G disse:

    Independente do que aconteça, é fato que Williams está dando um tiro no próprio pé.

    Ao ficar fazendo “doce” para escolher seu piloto, está atrasando o trabalho da empresa para 2012. Quanto mais tempo levar para que Williams escolha seu “segundo” piloto, mais tempo este levará para se integrar ao projeto, conhecer o carro, etc…

    -Ou será que a Williams já não está mais nem aí para resultados e só quer sobreviver?
    -Será que está devendo dinheiro e não pode fechar as portas?
    -Será que Patrick Head “picou a mula” por causa disso?

    …Muito estranha essa lentidão da Williams. Não está tendo atitude de um time que visa voltar a ser campeão.

    • FTrack disse:

      A Williams não dura mais três temporadas na F1.

      • Luiz G disse:

        Pô FTrack, eu sou pessimista, mas você é mais…
        Eu ainda tenho fé que a Williams volte a ser campeã…rsrsrs

        • Claudio disse:

          A Williams tem bala na agulha e pessoal capacitado pra isso, esse papo de equipe sem dinheiro pra mim é meio conversa fiada.
          Esporte de pobre é jogar futebol com bola de meia.
          Mas a Williams precisa parar com a frescura e voltar a trabalhar com planejamento e organização.

  32. Othon disse:

    ele devia se preocupar em procurar uma outra tintura pro cabelo, acajú é foda….

  33. Danilo disse:

    Se Eike quiser mesmo pisar na F1, senna vai entrar.
    Se isso se transformar em questao de honra p ele, ele bota 20/30 milhões de dinheiros europeus. Aí a Williams aceita, não tem escapatória.

    • Victor disse:

      Chega a ser cômico como basta o Gomes inventar algo como esse negocio de ‘dinheiro de não sei onde’ e os puxa-sacos vão logo imitando. E lele.

    • Diego Augusto Queiroz disse:

      Tem que ter dinheiro sobrando mesmo para investir 20/30 milhões num piloto medíocre como esse Bruno Senna.

      • Anderson Ramos disse:

        Olá Diego, posso respeitar sua opinião, mas NÃO concordo…como você pode falar que o Bruno Senna é medíocre. Um piloto com 6 anos de carreira efetiva chega na F1, depois de bons resultados na F3 inglesa e GP2 com vitórias e poles, e ainda Detona o companheiro Russo na Lotus Renault não pode ser chamado assim.

        Medíugre para mim e pilotos que estão anos na F1 e não fizeram NADA, e ainda querem continuar…só para passear pelo mundo as custas da F1.

        Feliz 2012.

        • Regis Ferreira disse:

          Na Formula 1, 80% dos pilotos foram campeões em categorias de acesso na Formula 1, portanto a maior parte dos pilotos tem algum talento, não foram campeões sem querer. Acho q o Bruno Senna não tem títulos nenhum. Conclui-se que ele não fez nada.

          • Fernando Cruz disse:

            Niki Lauda também não ganhou nenhum título relevante nas categorias de acesso. Não fez nada ou não tem talento? O Bruno tem muito mais talento do que o Damon Hill, que também nunca foi campeão nas categorias de acesso mas demorou 10 anos entre a estreia nos automóveis e a entrada na F1, não ganhando sequer uma única corrida na F3000, a GP2 da altura.

            O Bruno só fez até agora 4 épocas completas em carros competitivos, duas na F3 e duas na GP2. Muitos que foram campeões foram-no na terceira ou quarta temporada, por exemplo o Maldonado na GP2. O Bruno também o conseguiria com mais tempo na categoria. Na F1, com o Brawn de 2009 o Bruno poderia até não ser campeão mas certamente ganharia corridas. Não lhe podem é exigir que faça milagres que nem o tio dele conseguiria fazer nas mesmas circunstâncias.

        • Osmar Tellos disse:

          Concordo com você, sobre ele ser medíocre. Ele aparenta ser um cara legal, mas como piloto venceu 12 corridas de carro na carreira inteira…

        • Sérgio disse:

          Boa Anderson Ramos e isso mesmo, a F1 precisa renovar,dar oportunidade para essa moçada mais nova que esta com vontde de mostrar serviço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>