MENU

4 de março de 2012 - 16:34F1

Humor

SÃO PAULO | O que esperar da Lotus na estreia na Austrália? Só os caras de lá de dentro sabem com certeza, mas aos poucos a equipe vai se tornando em uma nova alternativa de leveza e humor na F1. Essa veio no comunicado de hoje, depois que Raikkonen terminou na frente o último treino em Barcelona…

14 comentários

  1. marcio disse:

    fraco ein…

  2. Sabino disse:

    Como bom Piquesista é claro que torço pelo grande KIMI …
    Acabou a pasmaceira em Monte Carlo …

  3. Do Pandeiro disse:

    Eu, como diria um famoso jogador de futebol, “se me recuso” a falar alguma coisa sobre esse assunto. Aqui tem gente demais que entende de fórmula um e como eu não entendo… Mas achei que estávamos falando da charge, que ficou bem legal. No resto, viva o Verdão… Viva o Barcos, o novo rei da área(hehehehehe).

  4. André disse:

    Cadê o site novo? Nós leitores estamos pagando para ter um site novo!! Vamos cortar sua folha de pagamento!!

  5. cleverton disse:

    Sinceramente esses testes são meras brigas de ego e busca de patrocinador. Principalmente a Lotus e o pelotão abaixo dela.

    • João Carlos Yamashida disse:

      A Lotus, financeiramente e a título de patrocinador, vai muito bem. Comprou o nome Lotus, contratou bons profissionais, claro que não foi o Ross Brawn ou o Adrian Newey, mas bons, teve dinheiro para pagar o salário de Kimi, enfim, acho que a Lotus não está tão necessitada assim, é o que tudo indica pelo menos. Mas até o qualify para o 1º GP muita coisa pode mudar, até melhorar, quem sabe.

  6. Diego disse:

    Eu não acredito que a Lotus (e o Raikkonen) estejam tão bem assim. Parece ser mais uma daquelas jogadas que sempre alguém faz durante a pré-temporada. A Lotus tem todos os motivos pra isso, ainda mais depois de demitir sem cerimônia 4 pilotos (eles dispensaram o Kubica também), e contratar pra esse ano dois pilotos questionados (todo mundo sabe o que o homem de gelo é capaz e de fazer e o que ele é incapaz também, e o Grosjean eu sinceramente não levo fé), se fazer passar por uma equipe que já não existe desde os anos 90 (se Tony Fernandes ganhou muitos inimigos ao tentar reviver o nome Lotus na F1 com sua equipe simpática, que de certa forma lembrava um pouco o Team Lotus lendário, imagine um time cheio de gente arrogante, que em outros carnavais, com outros nomes ficou marcado por polêmicas, jogo sujo e tudo mais. O clima dessa Lotus me parece o mesmo dos tempos de Renault e de Benneton.) Eles não estão muito melhores que ano passado, e sabem disso, por isso, querem chamar atenção agora, pois sabem que não vão ter no resto do ano. Posso estar enganado, mas esse filme eu já vi antes…

    • João Carlos Yamashida disse:

      Ao meu ver a única coisa que Kimi é incapaz de fazer, é sair voando pendurado por cabos de aço na apresentação anual de uma equipe, como fez Lewis Hamilton pela McLaren, papel ridículo (estilo Mary Poppins), diga-se. E vencer com uma HRT também creio que Kimi não conseguiria, mesmo porque o carro se despedaçaria com a velocidade do finlandês, no mais, Kimi superou Hamilton e Alonso (que possuíam carros melhores, a McLarem de 2007), que superou Schumacher e tirou o jejum de 17 anos da Ferrari, sem contar é claro a fase que Ross Brawn tornou a ferrari uma categoria a parte na F1 com as ferraris de 2000 a 2004, como ele demonstrou muito bem a quem coube os méritos de tais títulos 8 (oito no total, incluindo os da Benetton), oferecendo a Button a mesma superioridade em 2009 com a Brawn, em relação aos demais pilotos e equipes. Kimi precisa de um carro competitivo, não o melhor, mas competitivo, por toda a temporada para ser bicampeão em 2012.

      • Fernando Cruz disse:

        …”Kimi superou Hamilton e Alonso ((que possuíam carros melhores, a McLaren de 2007)”

        A McLaren em 2007 teve o melhor carro em 5 provas (Mónaco, Canadá, EUA, Hungria e Itália) e na maioria das restantes o Ferrari foi superior. Raikkonen venceu 6 corridas (sempre com o melhor carro) e Massa 3 (igualmente com o melhor carro). Houve 2 provas onde o equilíbrio foi grande com ligeira vantagem da Ferrari mas onde os pilotos da McLaren levaram a melhor: na Malásia Alonso e Hamilton fizeram a dobradinha, na Alemanha Alonso bateu Massa apenas graças à ajuda da chuva, pois até aí o Ferrari fora superior. No Japão a Ferrari errou na estratégia e Hamilton também foi superior no piso molhado.

        Acho que as melhores épocas do Kimi foram as de 2003 e 2005 com a McLaren e em qualquer uma delas poderia ter sido campeão, a fiabilidade do carro é que não o ajudou…

        • João Carlos Yamashida disse:

          Sim, Kimi era para ser tricampeão hoje, caso as McLarens de 2003 e 2005 não quebrassem como quebraram, isto é um fato.

          A Ferrari, no conjunto, nunca foi melhor que as McLarens em 2007. O conjunto da equipe inglesa sempre era mais equilibrado em todas as provas, sobre tudo nas pistas mistas. Hamilton não foi superior no molhado, o carro da McLaren era melhor também no molhado.

          O problema para o Kimi na ferrari, é que até hoje a equipe vermelha não sabe fazer um chassis para trabalhar certo com os pneus, ao contrário do que acontece com a McLaren que não tem problemas em acertar neste aspecto.

      • Victor Serrão disse:

        Cuma? Então o sucesso da Ferrari na era Schumacher foi do Ross Brawn? Então o sucesso da Benetton na era Schumacher foi do John Barnard? Então o sucesso da Brabham na era Piquet foi do Gordon Murray? Então o sucesso da McLaren na era Senna foi do Neil Oatley?…

        Kimi não faz milagres, nenhum deles faz. Aliás, é uma grande besteira acreditar em milagres na F1. Fosse um semideus, Kimi teria dominado o WRC, ou ao menos a Truck Series. Inclusive, fosse mesmo bom assim, não teria sido trocado pelo Fernando Alonso, um cara que não ganha um título desde 2006.

        • João Carlos Yamashida disse:

          Victor Serrão.

          Jody venceu um campeonato pela ferrari em 1979. A ferrari somente venceu outro campeonato quando Ross Brawn projetou o carro de 2000 a 2004. O mesmo Ross Brawn projetou o carro da Brawn GP em 2009, e Button que estava para se aposentar, foi campeão, coincidência não? Já quando Kimi foi campeão em 2007, a ferrari não tinha Ross Brawn para fazer a diferença, Kimi fez a diferença no braço. Kimi é piloto de monoposto, de asfalto misto, não de carros de rua adaptados para andar na terra, muito menos piloto de andar em “retas curvas” de camionetas, como diaria o mestre das narrações esportivas globais, o Bueno pero no mucho!

  7. João Carlos Yamashida disse:

    Mesmo que tentem, não existe qualquer dolo na charge que retrata realmente o que pode apontar o que deve estar se passando nos staffs das outras equipes. Ótima imagem! Espero que a Lotus dê ao finlandês um carro a altura para competir pela primeira fila por todo o ano. Kimi is back!

  8. Sensacional. Só quero ver a reação das outras equipes caso, em algum momento, achem que a brincadeira possa ter sido ofensiva…Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>