MENU

24 de junho de 2012 - 15:53F1

Terra da Serra Calderona, 3

Fernando Alonso

SÃO PAULO | Tudo que os quatro anos de antes em Valência nunca proporcionaram ao público e aos pilotos foi devidamente compensado hoje. E olha que demorou para engrenar. Porque quando Vettel largou e foi abrindo quase um ano-luz por volta para Hamilton, o negócio parecia chamar um coquetel de energético e café.

Mas aí o calor forte de Valência agiu e foi desvelando que tipo de estratégias cada um tinha. Exceto a de Alonso. A de Alonso era “para frente e avante”. Ganhou três posições na largada, foi lá encher o saco de Hülkenberg e se aproximou dos ponteiros até a primeira parada. No bom trabalho da Ferrari e ruim de Lotus e Sauber, apareceu à frente de Raikkonen e Kobayashi, que já tinham se livrado de Maldonado. Então Alonso era quarto ali, esperando o que lhe sobrasse entre Hamilton e Grosjean, que demorou para passar o inglês.

O bolo do meio se juntou entre os que tinham parado e os que tentavam a estratégia ousada. Foi nessa que Senna e Mito se acharam. De prima, na real, entendi que Bruno havia fechado Kobayashi – que, espremido, não tinha o que fazer. Se o cara me freia naquela velocidade com 3 negos vindo atrás, poderia ser bem pior. Mas não era caso para caçar a bruxa verde e amarela. Mais uma vez, o pecado da F1 é querer culpar um por todos os incidentes que acontecem. E nem é culpa da F1, mas da FIA, que no caso chamou Salo para ser seu comissário.

Sobre isso, hoje surgiu mais uma teoria conspiratória antipacheca. Que Salo puniu Senna porque é empresário de Valtteri Bottas, terceiro piloto da Williams e que o próprio Salo disse outrora que sentaria ainda nesta temporada no lugar que hoje cabe ao brasileiro. Eu fico me perguntando qual é a necessidade de praticar o coitadismo com os pilotos que nascem nesta terra. Qual a necessidade que se tem de apoiar incondicionalmente e passar parte da transmissão grudado na bolsa escrotal de um atleta que apenas dirige carros — e que no caso de Bruno nem representa tanto assim a pátria canarinha porque foi criado grande parte da vida na Inglaterra. Eu duvido que Massa ou Senna, por exemplo, cheguem nos jornalistas e tradutores e peçam que sejam os escudos que empunham microfones, gravadores ou canetas. E outra: Kobayashi e Senna brigavam pelo oitavo ou nono lugares. Havia muito mais com que se preocupar. Paciência.

Voltando. Se a temperatura ambiente estava alta e a prova começava a esquentar, Vergne, lá atrás, deu um jeito de trazer o pavio e a pólvora: encontrou Kovalainen numa curva da vida e fez dele mulher de malandro. Pobre Heikki, mas foi por uma boa causa, mais nobre: a corrida em si. Entrou o safety-car e tudo mudou.

Grosjean grudou em Vettel na largada, mas Alonso logo deu o bote. Três curvinhas, e o espanhol já colocava a Ferrari em segundo. Aí o alemão ia tentar livrar aquela diferença toda de novo, mas nem teve tempo. Além do DRS e do KERS, Alonso tinha naquela máquina vermelha o dispositivo de LUCK. A confiável Red Bull abriu o bico. Foi o alternador, segundo a versão oficial. E a desilusão e raiva do grande alemônico foram vistas com as luvas indo em direção ao alambrado. Vettel, maduro, lamentou, claro, mas teve um outro papel em Valência: separar a briga dos jornalistas ali no puxadinho do paddock. A TV francesa que provocou, todo mundo entrou na pilha, e como nosso ego é alto, até Vettel estranhou: “Vocês são crianças?”. Eu responderia com um “dsclp, tio Vttl”.

Aí a liderança caiu no colo de Alonso, mas a vitória estava longe de ser garantida. Grosjean estava no encalço, meio que comboiando. Fernandito vinha com voltas rápidas em sequência, mas nunca fora capaz de abrir mais de 0s1 por volta do francês da Lotus. Era a chance do oitavo vencedor. Até que Alonso pressionou o LUCK e provocou um problema no motor Renault de Romain. Que ainda teve cabeça para estacionar o carro em um ponto que ele mesmo pudesse recolhê-lo – numa atitude que até foi ruim para sua equipe, visto que daria a chance de nova entrada do SC e chamar Raikkonen, encaixotado atrás de Hamilton, para a briga.

Então tudo que Alonso fez foram duas coisas: 1) abrir quase 4s e ir controlando as ações de HAM e RAI e 2) certificar-se de que não precisaria parar novamente e ver a história do Canadá repetida, tendo pneus desgastados e perdendo a corrida. Mas logo a goma de Lewis foi derretendo. Kimimporta?, soltou o finlandês, que passou como se não houvesse amanhã. Maldonado, pouco mais atrás, se assanhou. E como sempre acontece em finais de prova, empolgou-se. Bateu em Hamilton, tirou-o da prova, ainda cruzou em décimo. Mas a repressora FIA o puniu com 20 segundos – me puniu também, havia cravado o rapaz no BRV –, e deu o lugar a Senna, oh!.

Nisso tudo, sobrou o terceiro lugar para Schumacher, que habitava o 11º lugar não havia muitas voltas. Foi na estratégia: a Mercedes o chamou para pneus novos no fim da prova, e deu certo. Mesma coisa fez a Red Bull com Webber, que de 19º arrancou para um bom quarto posto. Hülkenberg, ótimo durante o fim de semana, terminou em quinto e teve seu melhor resultado na F1. Creio que a Force India começa a se ajustar para brigar ali pelas cabeças de novo. Di Resta, em única palavra, foi sétimo. Entre eles, Rosberg. Button, lorde, ficou em oitavo e Ligeirinho acabou na nona colocação.

Quanto a Massa, ele tá com o botão de ZICA instalado ali e ninguém consegue tirar. Tudo dá errado, pelamor. Hoje, teve problemas, encontrou Kobayashi, se ferrou, depois foi até passado por Petrov por fora. Aí realmente a gente vê que o negócio tá mal. Terminou em 16º, atrás até de Pic, da Marussia. Felipe segue com 11 pontos no campeonato e, agora, tem seu pior início de temporada em toda a carreira. Está 100 pontos atrás de Alonso. Está 100 rumo.

A vitória de Alonso foi daquelas de emocionar. Tal qual nos tempos de Senna, desceu do carro e foi para el pueblo com a bandeira nas costas. O choro veio fácil no pódio, e tudo vem à cabeça. “Nada se compara a isto”, disse depois, como se estivesse cantando Sinead O’Connor.

Na tabela, Alonso e sua excelência vem com 111, Webber e sua constância o põem com 91, Hamilton e sua afobação o deixaram com os 86 e Vettel e sua tristeza estacionaram nos 85. Dificilmente não deve sair daí o campeão. Alonso e Vettel aparecem fortes, e Hamilton ainda demonstra que briga por cada corrida sem pensar nas consequências – o título. Alonso versus Vettel num campeonato impecável como estes. *Um dos dois têm de ser campeão para coroar a melhor temporada, sim, de todos os tempos. E é excelente que a gente esteja aqui para viver a história.

27 comentários

  1. MARCO ANTONIO disse:

    Quem foi Mika Salo? Nunca pilotou porra nenhuma! Nunca ganhou corrida na F-1. A punição de Senna foi errada. Ele havia sido o ultrapassado e estava recuperando o traçado para fazer a tomada da curva seguinte. O Kobayashi estava atrás e não ao lado. Com o Massa o Koba foi afobado e impreciso novamente.E não havia espaço para passar quando o japonês iniciou a manobra nos dois casos. Já Maldonado estava fora da pista e voltou ao encontro de Hamilton. Foi punido com justa causa.

    A diferença do Alonso para os demais está na força mental. Na capacidade de se concentrar e manter o foco durante toda a corrida. O Massa afrouxa, perde ritmo. Os outros são fortes, mas não raciocinam. E aí a sorte ajuda a quem faz por onde.

  2. Sidnei Ricardo disse:

    A grande diferença de Alonso para os outros pilotos é a direção impecável que o espanhol realiza do início ao fim em todas as corridas. Ele além de veloz, nunca se mete em confusão e parece que tem uma concentração diferenciada dos demais pilotos. O Vettel me parece se aproximar muito deste perfil daqui aos 3 anos, pois é um piloto rápido. O Hamilton é um voador também, mas parece que dirige apenas com os pés.
    Acho que esse campeonato pode dar um dos três, mas o Alonso é o melhor piloto da atualidade. Pois carregar essa Ferrari que hoje está brigando para ser a terceira ou quarta equipe do campeonato e ser o líder, somente quem tem braço e cabeça para tal feito.

    • Martin disse:

      O Alonso realmente é um piloto espetacular, mas não acredito que vá conseguir levar a fracassada Ferrari nas costas em todas as corridas, como disse o comentarista apertou o Luck, vai precisar de luck em toda corrida??? Acredito na Red Bul com o Vettel e torço para o Hamilton Mc Laren que ao meu ver não teve culpa neste acidente.

  3. Val disse:

    Acho eu que a Ferrari peca muito na estrategia, principalmente do Massa, como no Canada, se tivessem colocado os pneus macios com 18 voltas pro final, é so fazer as contas, ele tava entre os 5, mudam de estrategia no meio da corrida e sempre pra uma pior que a primeira, na Espanha foi o mesmo, ô engenheirinho do inferno!!!

  4. Massa , é melhor atualmente ser primeiro piloto na Sauber do que na Ferrari!!!!!!!!!!!!!!

  5. Alonso, Hamilton, Vettel, Raikkonen, Button e Schumacher. 6 campeões em aitividade e uma geração de carros com desempenhos similares, para uma melhor apreciação. Demais.

    Corrida épica, e é realmente um privilégio testemunhar essa época.

    Privilégio, também, foi ver Michael Schumacher. Eu era ainda criança quando o vi pela primeira vez em ação. Esse alemão tinha aparecido do nada e botava tempo no brasileiro para o qual eu torcia, Nelson Piquet.

    Não sou mais criança faz tempo, tenho trinta e poucos. E o tal alemão já se aposentou, já ficou fora por 3 anos, regressou depois dos 40 e vai lá e faz uma corrida dessas, depois de uma maré de azar e de todo tipo de comentário de que está velho, sem reflexos e não consegue ficar à frente de Rosberg.

    Melhor apreciar, é o único que pode desfilar 7 títulos mundias. E ainda consegue ostentá-los, no pódio, 20 anos depois do primeiro, lá em 1992, mesmo com tantos jovens talentos no grid.

    Esse Michael Schumacher é foda.

    • hormann disse:

      O Schumacher, é o melhor piloto de formula 1 de todos os tempos, melhor até que Senna e esse espanhol aí,o Alonso, que a mídia, paga pelo Santander, quer fazer dele o melhor de todos os tempos, ele é bom, não se pode negar isso, mas não chega nem perto de pilotos como Senna e Schumacher, esses sim, foram mais que pilotos, viraram lendas não por uma ou duas corridas boas e sim por várias corridas incriveis e inesquecíveis.

    • Antonio Carlos disse:

      1994! O primeiro titulo do Schummi.

    • Nelson disse:

      Realmente este é e será o melhor de todos os tempos.Sorry viuvada,mas a verdade dói!!!!!

  6. Romulo disse:

    Não sei como, mas tinha apostado na vitória de Alonso, vibrei demais como nunca antes com os acontecimentos da corrida, é com certeza, a melhor temporada de f1 de todos os tempos !

  7. Alex Sant'Anna disse:

    Sei não, esse campeonato tá cheirando 82, com um campeão inusitado que nunca mais vai ganhar nada: Weber. Não que eu goste disso, mas o Canguru segue na sua constancia levando o carro até o final das provas e marcando pontos. A ver.
    Abraços!
    Alex

  8. Joe Machado disse:

    O Felipe deve ter sido afetado pelo acidente na Hungria. Ele pode dizer que concientemente não sente nada, porém é impossível decair de rendimento como caiu sem causa maior. Outro problema é o fator psicologico que o Alonso exerce na equipe. Ao contrario do Rubens que
    nunca aceitou ser piloto 1B, o Massa ficou afetado com o suporte que o espanhol tem da equipe e da torcida. Teria sido o mesmo com ele se tivesse voltado com gana igual a que tinha antes. Na minha opinião ele acabou para a F1. Talvez na Caterham ou HRT junto ao De la Rosa.

  9. henrique disse:

    hamilton foi afobado?
    ele estava dentrp da pista,
    quem saiu da pista e voltou para cima do hamilton foi mal danado

  10. Guilherme disse:

    O problema do Felipe foi a incompetência nos momentos de decisão!! Pra quem não percebeu, um pequeno detalhe fez toda a diferença entre a corrida de Alonso e Massa. As Ferrari largaram muito bem. Alonso pulou para oitavo e Massa para décimo, os dois na cola das Force India.

    Só que Massa não conseguiu passar o Hulkenberg após duas tentativas, sendo que se passasse ficaria logo atrás do Alonso e poderia ter ido na balada do espanhol. Aí Massa foi chamado pros boxes na 11ª volta… Não sei se era estratégia mesmo ou se foi pra tirá-lo de trás da Force India, já que ele não conseguiu passar e estava perdendo tempo. Acredito na segunda opção.

    Aí depois já viu… não é estranho que Alonso, no pelotão da frente, tenha tido sorte, e Massa, enroscado na pelotão intermediário, tenha tido “falta de sorte”. A parada dele foi antecipada e ele se deu mal. Alonso continuou na pista, passou Di Resta na 22ª volta e depois passou Maldonado.

    Essa é a diferença!! Não tinha por que Massa parar cedo, pois a Ferrari nas últimas provas tem demonstrado um bom ritmo de corrida e o carro ganha rendimento justamente quando as outras equipes começam a sentir os pneus (foi assim que Alonso foi pra cima e conseguiu chegar ao 5º lugar antes dos boxes…)

    • Samuel disse:

      Caro Guilherme… vc matou a pau na sua observação… A Ferrari melou a corrida do Felipe com a parada antecipada… falta de sorte nada… solta o cara no meio das feras do pelotão de tráz, onde só tem nego zangado, e o cara se encrenca feio…
      Pelo amordd Ferrari… vê se te orienta…

      • Pc disse:

        A Ferrari não melou nada Samuel. Tentou ajudar o Massa que não conseguiu passar a Force India assim como Alonso fez, e estava perdendo tempo atras da Force India. Por isso a Ferrari antecipou a parada do Felipe. Sem proteção por ser brasileiro, não foi competente e Alonso foi. Simples assim. Não faça como Galvão, Felipe é um bom piloto, mas não é fora de série como Alonso, Vettel e Hamilton. Esta no mesmo nível dos outros, porém com a confiança abalada, dí os maus resultados. Quanto a Senna não é piloto o suficiente para a F1, pena, mas falta talento.

  11. Thiago Manfrini disse:

    Corrida muito boa! Vitória sortuda e limpa do El Fodón. E dizer o que? O kra é um excelente piloto e ponto. Qto aos brasileiros… meu, fizeram “trabalho” contra eles, só pode! E o pessoal reclamava do Rubinho… Senna disse depois do treino de sábado que a diferença entre ele e o companheiro era uma questão de acerto… putz… então acerta para ficar entre os dez primeiros e não no pelotão do fundo! Massa, esse infelizmente já era. Dizem que o estilo de pilotagem dele não ajuda, mas poxa, então muda esse estilo!! Não tem problema nenhum copiar o estilo do Alonso ou de qualquer um que esteja se dando bem… o problema é ficar com essa diferença gigante entre ele e o Alonso. E o Koba hein… que lambança! Pior foi o Verge… uma lambança de amador mudou totalmente a corrida! Troféu joinha pra ele. Corridaço!

  12. Ricardo Arcuri disse:

    O Victor, das duas, uma: ou vc critica o fato de a Globo defender o Bruno Senna ou vc critica o Mika Salo de fazer o lobby do Bottas. Pois o que o salo faz é exatamente A MESMA COISA que a Globo faz com Senna e Massa.

    De qualquer forma, Mika Salo esta se tornando um novo Irvine, Webber da categoria. Fala muita besteira e deveria manter-se de boca fechada, para nossa alegria.

    De resto, foi uma baita corrida mesmo. Alias, na minha modesta opiniao, a melhor de Bruno Senna desde que chegou na F-1. Foi duplamente atrapalhado e injustiçado na puniçao (nao digo que Koba deveria ter sido punido, mas com certeza Senna nao deveria) e ainda assim foi 10o. Merecido!

  13. André disse:

    Esse Kobayashi de mito só tem apelido mesmo. Certa vez ele enganou que sabia pilotar um F1 e o pessoal acreditou. Parece que ele não tá sabendo lidar com esse pau danado que ele tá tomando do Pérez.

  14. Luciano Barbosa disse:

    Alonso e Vettel são os dois únicos pilotos que enxergam o título corrida a corrida e não estão perdendo seu tempo lamuriando os problemas de seus carros. Coisa que os outros pilotos não fazem!

  15. Leonardo disse:

    * Existem muitos interesses …

  16. Leonardo disse:

    Achei exagero mesmo da Globo , diga-se do Galvao ! Mas comissário não deveria ser empresário de piloto , seja qual for a nacionalidade. Existem muito interesse ($) que pode influenciar o julgamento do cara como comissário.

  17. Anderson Puff disse:

    Se esse ano, é o ano em que os PILOTOS, estão fazendo a diferença, então, o justo é que o titulo fique com O MELHOR PILOTO DA ATUAL F1, “El Fodon de las Asturias”, ele é o melhor…

  18. Chili Douglas disse:

    A história está sendo escrita diante de nossos olhos, realmente…

  19. O Nosso Felipe Massa está 100 rumo porque ele começa á entrar num funil e quando ele encontar sua porta de saída será fora da FERRARI, e com isso ele fica 100 rumo e desvalorizado parecendo deixar á F1 logo em seguida.

  20. Luiz Ronaldo disse:

    Não sou lá muito chegado à Espanha, mas essa vitória, do jeito que foi, veio em hora muitíssimo oportuna pro povo espanhol. Quanto a Alonso, alguém ainda tem dúvida de que é um dos melhores pilotos do Mundo na atualidade?

  21. Marcelo Uchoa disse:

    Mas convenhamos que a punição só pro Senninha foi no minimo estranha, já que no caso com o Massa, a culpa foi inteira do Koba-mito, e ele nao foi punido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>