MENU

5 de julho de 2012 - 16:38Automobilismo brasileiro, Stock Car

A punição de Alceu

SÃO PAULO | Saiu ontem o resultado do julgamento do caso Alceu Feldmann, e a Comissão Disciplinar da CBA corretamente suspendeu o piloto por dois anos por sua recusa em participar do exame antidoping.

Sendo o automobilismo e a CBA signatários do código da WADA, a Agência Mundial Antidoping, o tempo de afastamento de Alceu tem de ser similar de quando um atleta teve testado positivo para uma substância dopante.

O advogado de Feldmann vai recorrer da decisão, que vai para a instância maior, o STJD da entidade. Dificilmente deve reverter a decisão da Comissão Disciplinar. Alceu foi mal assessorado naquele 6 de maio, quando seu nome foi sorteado para coleta da urina após a corrida no Velopark. Se tinha, de fato, a garantia de que teria a TUE, documento que lhe dá respaldo para tomar determinado remédio com substância dopante, o negócio era simplesmente fazer para ter base na sua defesa.

Alceu, por enquanto, não vai se manifestar. Talvez o faça se o silêncio for grande demais com outros casos.

9 comentários

  1. Fernando disse:

    Alguem se lembra do Renato Russo??? Aquele que ficou gravemente ferido no acidente fatal do Sperafico e, depois de recuperado afirmou que no grid da Stock Cacá há pilotos que correm bêbados, drogados e outras coisas “boas” mais…

    Será coincidência este piloto deixar a categoria pouco tempo depois de tal declaração??? Afinal estamos falando da “maior categoria do automobilismo breasileiro”, transmitida na emissora mais poderosa (literalmente…) do pais…ainda que apenas os momentos finais ou as 9:30 da manhã, horário que atrapalha menos sua “excelente programação dominical”.

    Até pouco tempo gostava muito da Stock, mas percebi que é um grande tapate…com muita sugeira por baixo.

  2. Raphael Mendes disse:

    O que importa é que o Corinthians foi Campeão INVICTO da Libertadores.

  3. Diego disse:

    Victor, que bom seria se não ocorresse estes fatos para que pudesse expor o que acontecesse no automobilismo brasileiro. Enquanto não puder publicar notícias sobre a excelência e sucesso do trabalho dos promotores, pilotos, equipes, CBA e federações estaduais, continue fazendo o que faz muito bem feito, expondo o que está errado.

    Roberto, infelizmente, sobre o automobilismo nacional, notícia ruim é o que tem pra hoje… Por isso o Victor trabalha em cima disso… Quando as coisas funcionarem bem, tenho certeza que não só ele, mas qualquer jornalista fará questão de noticiar isso…

  4. Ricardo Arcuri disse:

    Victor, mais uma historia pra la de mal conduzida. Tudo bem de puni-lo por se recusar a fazer o exame. mas se ja era sabido que o cara toma tal substancia por intuito medico, que de uma puniçao diferente.

    Nego ta se aplicando demais ao que ta escrito no papel e nao pensando como deveria. Se é um caso atipico, que aja com bom senso. Agora vamos ver um piloto, que tem respaldo medico sendo suspenso por 2 anos (que na altura da carreira dele, é praticamente aposentadoria) devido a ma conduçao do caso?

    Definitivamente, isso ta sendo conduzido errado. O que, em se tratando de automobilismo em ambito nacional, é apenas mais do mesmo.

    • Márcio Vilarinho Amaral disse:

      Ricardo, só tem um porém: o cara se recusou a fazer o exame. Quem garante que ele tenha usado só a substência que ele precisa realmente?

      • Ricardo Sarmento disse:

        Márcio, você está certíssimo. O problema maior foi o fato do Alceu não ter feito o exame.

        Das duas uma: Ou ele foi mal acessorado e os advogados dele fizeram uma grande merda, ou ele realmente tinha algo maior para esconder.

  5. Junior disse:

    Também acho que foi uma falha o Feldmann não fazer o exame, afinal o exame acusaria a substância, e depois ele poderia tentar argumentar que ele necessitava deste medicamento e que tinha receita médica.
    Como não fez o teste, ele deixa as portas abertas para ser suspeito de qualquer substância ilegal, e não somente a que ele utiliza por necessidade.

  6. roberto disse:

    Victor,

    Como amante do automobilismo, acompanho sempre esse site, ao qual fazes parte. Li seus outros posts sobre o caso desse piloto, e noto que sempre deixas nas entrelinhas, que existe outro caso suspeito.
    Como advogado e conhecedor de um pouco das nossas leis, espero que estejas certo com suas insinuaçoes. Pois senão, não sei se vc pessoa fisica ou o site em questão, poderá ter que provar em juizo suas declarações.
    Particularmente gosto muito do seu trabalho, mas as vezes fica parecendo que voce torce contra pilotos e categorias, sem falar da propria CBA. Com essa sua luta para denegrir, repetindo, categorias, pilotos e a nossa confederação, espero que não tenhas êxito com relação a suas atitudes, pois o primeiro prejudicado poderia ser você. Afinal, o que seria de suas profissão sem pilotos, equipes e a CBA?
    Forte abraço,
    Roberto

    • victor disse:

      VM responde: Roberto, não estou aqui pra denegrir nem adular ninguém. Sou isento, não defendo A ou B por um preço. Estou fazendo meu trabalho. E sei o que estou fazendo. Obrigado e abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>