MENU

20 de agosto de 2012 - 10:52F1

Mal no ranking

SÃO PAULO | A importante revista alemã ‘Auto Motor und Sport’ divulgou hoje um ranking com a avaliação da temporada de todos os pilotos da F1, que logo será repercutida pelo Grande Prêmio. Não espanta a presença de Alonso na frente, mais de um ponto de vantagem para Vettel (9,09 a 7,64), mas a posição dos dois brasileiros.

Senna e Massa estão rigorosamente empatados, com nota 5,18, numa incômoda 17ª colocação. Logo à frente vêm três nomes das equipes inferiores: Kovalainen, Petrov e Ricciardo — que tem a mesma pontuação dos brasileiros, mas ganha nos critérios de desempate.

Mais espantosa ainda é a colocação de Maldonado: o vencedor do GP da Espanha aparece em penúltimo, só melhor que Karthikeyan.

Na frieza dos números, meramente pessoais, é isso mesmo? Sinceramente, não. A temporada de Bruno não é tão ruim quanto a de Felipe. E vendo que Petrov aparece à frente, questiono de leve os critérios aplicados à gloriosa classificação da douta revista.

21 comentários

  1. Claudio disse:

    Se na Europa tem gente com dinheiro pra gastar fazendo uma pesquisa estapafúrdia como essa – e deve ter saido mesmo bem caro, pelo tamanho do absurdo – a crise por lá já deve estar passando.

  2. Dr. Walter Bishop disse:

    A diferença de desempenho entre Felipe Massa e Bruno Senna confrontando o companheiro de equipe é ABISSAL. Massa tem 1 ponto (por enquanto) de vantagem sobre Senna no campeonato. No entanto, o ferrarista tem somente 15% dos pontos de Alonso, enquanto que o sobrinho pagante tem 82% dos pontos de Maldonado. Enquanto isso, Vettel tem 98% dos pontos de Webber… ; )

  3. Marcelo disse:

    Essas pesquisas são insignificantes porque em muitos casos não mostram a realidade, vejam o caso da pesquisa meses atrás onde Rubinho era o favorito para a vaga de Massa na Ferrari…mas é isso que a Ferrari quer para 2013, Rubens ao lado de Alonso?

    O mesmo acontece nessa pesquisa da revista alemã, muitos pilotos estão em posição BIZARRA! O que manda é a posição no mundial de pilotos, vejam o caso de Maldonado. Ele fez história na Williams a frente do sobrinho com pole e vitória(se tivesse acontecido com Bruno, Galvão já ia colocar o mesmo como novo fenômeno da F1, como aconteceu com Pastor, isso não interessa). Como todo piloto ainda com pouca experiencia Maldonado cometeu erros em 2012, mas isso também ocorreu na mesma escala com Bruno, só que ninguém fala nada, a coisa fica no “abafa”…

    Pastor esta tranquilo na equipe, pagante por pagante desde 2011 ele praticamente banca o orçamento da equipe, portanto ele pode exigir mais e vai continuar sendo o primeiro piloto na Williams. Pelo menos 3/4 dos 40 milhões em patrocinadores vem do venezuelano, se Maldonado sair da equipe onde Frank Williams vai achar outro piloto com tanta grana? Esporte a motor quem pode mais, chora menos…a chance de Bruno permanecer na F1 é arrumar mais grana com Eike Batista, talvez com mais dinheiro consiga até desbancar Bottas. Maldonado esta garantido na Williams até 2015 porque tem contrato de 5 anos, cerca de 150 milhões. O venezuelano injeta um caminhão de dinheiro no time, não reclama do carro e da equipe(como fazia Rubinho), faz pole com vitória! O que o patrão pode querer mais?

    Pastor ainda se destacou em várias classificações e provas mostrando velocidade e atitude(foi pra cima de Alonso e Lewis), isso não aconteceu regularmente com o companheiro, tudo que Bruno fez de bom até agora com esse bom carro Williams foi pura obrigação! Essa colocação de Maldonado em 23º chega ser até uma baita injustiça porque ele esta em 11º no mundial!

    Colocaram Bruno a frente por causa do sobrenome, puro marketing-barato! Em termos de desempenho(no geral),o sobrinho esta muito fraco. Aquele “prêmio Bandini” que Bruno recebeu, eu no lugar nem iria buscar…se fosse, daria o prêmio para Sutil ou Petrov que fizeram muito mais em 2011.

    Bruno vs Maladonado após onze provas em 2012:

    Batalha de Grid:
    Maldonado 8×3 Bruno

    Batalha pelo Q3:
    Maldonado 7×1 Bruno

    Vitórias:
    Maldonado 1×0 Bruno

    Poles:
    Maldonado 1×0 Bruno

    Pódios:
    Maldonado 1×0 Bruno

    Colocação no Mundial:
    11º-Maldonado,29 pontos
    15º-Bruno, 24 pontos

    Bruno na F1 no máximo chega no mesmo nível que Heidfeld(e olha lá), o alemão pelo menos com carro do meio do pelotão chegou várias vezes ao pódio. Bruno nem isso esta conseguindo com um bom carro em 2012, veja o caso de Perez, ele já conseguiu dois pódios! A obrigação da Williams era estar brigando justamente com a Sauber nos construtores, mas está muito difícil. A Williams hoje, tem mais carro que pilotos, se Maldonado colocar a cabeça no lugar ainda tem chance de se manter por alguns anos na F1, já Bruno raramente consegue superar as adversidades em treinos e provas, e pra convencer no “braço” chefes de equipes, vai ter que melhorar muito! Não vai ser com 3,4 corridas boas por ano que ele vai convencer na F1, isso serve para o Maldonado também.

    Tirando os pilotos das melhores equipes: RBR, Mclaren, Ferrari e Mercedes! Maldonado foi o único do meio do pelotão que surpreendeu fazendo pole e vitória! Essa posição em 23º chega ser bizarra porque Maldonado esta em 11º no mundial!

    Muitos já esqueceram do GP da Espanha, o venezuelano foi o herói do dia em todos os sentidos, a foto abaixo comprova isso!

    http://flaviogomes.warmup.com.br/wp-content/uploads/2012/05/28i59hw.jpg

    Maldonado pode bater no peito e disparar: “Eu tive a capacidade na F1 de largar na pole e vencer com equipe e carro do meio do pelotão”. Um feito raríssimo na Formula 1, Rubinho e Massa por exemplo, nunca conseguiram isso na categoria, todas provas que venceram o carro já era de ponta.

    • Conrado FA disse:

      Só esqueceu de dizer que no dia da vitória do Maldonado, Frank Williams, contemporaneo de Bernie, fez 70 anos e o box DO MALDONADO pegou fogo no fim da corrida.

      Não sei… só acho estranho. É histórico que a F1 tem… “dessas coisas”.
      E piloto por piloto, Maldonado é um louco. Em minha humilde opinião, o venezuelano é mais rápido que Bruno. Mas não é melhor, não…

      []´s

    • Fernando Cruz disse:

      Pilotos como Jenson Buttton ou Nico Rosberg tambem so venceram na F1 na 7.ª temporada deles, tambem com carros que nao eram/sao de ponta. Maldonado conseguiu-o logo na sua 2.ª temporada e nao podemos tirar-lhe o merito.

      Nao tenho duvidas de que o Bruno pode evoluir muito nos proximos anos se tiver a oportunidade de continuar numa equipa como a Williams. Se tiver essa oportunidade espero que nao demore tanto tempo a obter a sua primeira vitoria como o Button ou o Rosberg demoraram. Mas tudo depende tambem do carro e de muitos outros fatores. Acredito que com o Brawn de 2009 e vindo de uma temporada competitiva na GP2 o Bruno teria ganho corridas logo na estreia.
      Nao era preciso ser-se um piloto fora de serie para se ganhar com aquele carro.

  4. Conrado FA disse:

    Fernando Cruz, compartilho de ponto de vista similar ao seu. Exceto que, nem a Lotus, nem ninguem, “tem” um carro “muito melhor” do que o outro nessa temporada (excluindo as pequenas, evidentemente) como se fosse uma linha reta de evolução. Caracaterística essa que torna este campeonato tão bom, não é verdade? As coisas mudaram e mudam rápido na F1. Especialmente em se tratando das equipes grandes.

    A Ferrari começou o campeonato com um carro pior do que a Williams. Mas vem melhorando desde os primeiros testes – e a tendência é a de ser em uma curva muito mais elevada de desenvolvimento e evolução do que a Wiiliams. Levando o cenário que se formou nas primeiras provas, faz sentido o Massa ter ido tão mal. O carro era ruim mesmo e ele não se adaptou. Se continuasse daquela forma – como foi durante as primeiras corridas – faria sentido Massa estar bem pior do que Senna neste momento do campeonato. Até Alonso estava tendo dificuldades contra Maldonado. A sorte é que Maldonado é rápido mas meio sem-noção nas corridas. E Massa vem em uma ascendente importante desde Monaco.
    .
    A Lotus por um outro lado, sempre teve um bom carro nas corridas, mas nunca o melhor carro em um fim de semana. Talvez por erros de estratégia; erro dos pilotos; erro da equipe; etc… raramente contou com o melhor ‘pace’ de um fim de semana. Faz sentido a vitória não ter vindo… ainda. Porém, minha previsão para esta prova em Spa é uma ótima performance da Lotus e vitória para o Raikkonen. Acho que é nessa que ele leva a melhor! O cara é fera nesta pista e vem com uma regularidade monstruosa para quem estava fora da F1 há 2 anos. Tambem está cada vez melhor com o carro. E caso ele vença em Spa Francorschamps será minha aposta para levar o título ainda neste ano.

    Sou Ferrarista e tambem sou muito fã do Alonso! Mas creio que Spa (e as próximas provas) será(ão) um grande problema para a Ferrari e Alonso no campeonato. Espero que esteja errado mas, acho que tem muitas equipes rápidas para esta pista. Lotus, Redbull, Mclaren, Mercedes e talvez uma Force India/Williams/Sauber para estar ali na briga.

    Vai ser muito interessante acompanhar o desenvolvimento da Ferrari para o fim da temporada. Estou muito ansioso por esta prova! Tomara que não hajam muitos problemas de câmbio, pneu furado, batidas, etc.

    Abraços

  5. MSS disse:

    Além do Petrov, estar atrás do Ricciardo não justifica …
    Coisa de nêgo doido …

  6. José Romulado Costa disse:

    Dois pilotinhos de merda. Simples assim!!!!!

  7. A Realidade é essa o Felipe Massa no fundo do poço e já acostumado com isso, e se ele tiver a sorte de renovar para 2013, o Massa continuará como chofer na Ferrari e subalterno de Alonso. O Pastor Maldonado estaria com pelo menos 65 pontos se não cometesse falhas na Austrália, Europa e Inglaterra. Teoricamente bem a frente de Bruno Senna, mas Maldonado não soube valorizar o que tinha na mão nessas corridas, forçando ultrapassagens e ficando fora de combate. Já o Bruno Senna vem comendo pelas beiradas aproveitando as falhas do companheiro conseguindo pescar alguns pontos na regularidade, mas ele precisa de um resultado lá na frente com um pódio ou uma vitória para acabar com certas dúvidas.

  8. Andre peragine disse:

    Colocar um cara que venceu um GP com uma Williams atrás de nego que nem pontuou ou atrás até do Massa é no mínimo… falta de senso. Não existe imprensa especializada, a não ser que estejam se especializando em fazer besteiras… acho que o Bruno está até regular se compararmos com muitos outros do grid!

  9. Rodrigo Brayner disse:

    Poo Vitão (desculpe o apelido maroto) mas por que levar essa merda de reportagem de Ranking a sério? Isso é pobre, ranquear a Formula 1 é ridículo, o campeonato deste ano parece com aloguns na história em que a icógnita era a mais importante a ser observada, a icógnita do que vai acontecer neste fim de semana?, coisas do tipo, poois ranquear não serve para nada, Bruno está bem, só falta tarimba mesmo, Massa é segundo piloto e pronto, seu equipamento não é o mesmo do Alonso e ele não é mais rápido do que o Alonso e sim, ele tem aquele problema de 2009, ele diz que não mas afetou-o, ele nunca mais será o mesmo, não adianta, o trauma é muito forte, Piquet, maior de todos, tricampeão sofreu isso e a vida dele mudou… acho que o Massa tem que sair dessa bosta de Ferrari e ir para um lugar que levem-o a sério, na Ferrari vai contiunuar a fazer papel de babaca para o Alonso (que não admite ter alguem disputando com ele na mesma equipe)…de resto tá uma maravilha o ano, cheio de coisas legais, parece até 1982, keke Rosberg campeão com 1 vitória, Prost com 4, chegou para ser o campeão e a sindrome de vice começou afetá-lo

  10. Fernando Cruz disse:

    A Lotus tem um carro muito melhor do que a Williams (muito competitivo em todos os circuitos) e ainda nao ganhou nenhuma corrida. Grosjean perdeu muitos pontos com incidentes na primeira volta, tal como Maldonado perdeu muitos pontos com acidentes e penalizaçoes. Mas parece que certos especialistas so olham para a Williams. Como sao alemaes, talvez desejassem ver Adrian Sutil num dos carros da equipa e isso pode explicar uma visao algo distorcida das coisas.

    Quanto a suposta lentidao de Senna, o mesmo poderiamos dizer de Button, que teve os mesmos problemas para combinar o seu estilo de pilotagem as caracteristicas dos pneus. Na Hungria Senna ja teve um carro muito mais adaptado ao seu estilo e o resultado foi um fim de semana num excelente nivel. Em Spa devera estar ainda mais forte, pois pela primeira vez na sua carreira vai correr numa pista onde ja correu com um F1 competitivo. Portanto seria interessante ver qual a classificaçao que a revista alema da ao Button. Sendo um campeao na 13.ª temporada de F1 teria mais obrigaçao de adaptar-se melhor a janela de temperatura dos pneus do que Senna. Convem tambem acrescentar que o brasileiro tem muito mais margem de progressao como piloto do que o ingles.

    P.S. Peço desculpa pela falta de acentos mas um problema com o meu teclado nao me permite coloca-los. Mesmo assim nao quis deixar de participar com o meu comentario.

    • Marcelo disse:

      Fernando Cruz vc se esqueceu de um detalhe! Bruno foi relativamente bem na Hungria porque vários pilotos foram mal na classificação. Casos de Rosberg, Schumacher, Koba, Perez, Webber e Di Resta, o mesmo se repetiu na corrida!

      Bruno tomou 400 milésimos de Maldonado na classificação…um “temporal”, quantos carros caberiam entre eles se os pilotos acima tivessem ido bem no grid?
      Outro detalhe, Maldonado e Massa largaram muito mal, isso também ajudou Bruno na corrida! O sobrinho não cometeu erros, mas ele estava devendo uma corrida “convincente”, desde o GP da Malásia. Maldonado por mais que erre na pista, sempre esta se destacando! Observe quantos “Q3″ ele conseguiu seguidamente nas ultimas classificações ele ainda consegue evolução, se botar a cabeça no lugar nas corridas…Bruno não vai ter chance!

      O que Bruno fez na Hungria, vários pilotos do meio do pelotão já fizeram em 2012, e levando o carro a posições melhores, caso de Koba, Perez, Huck, Resta e Maldonado.

      Esse desempenho do sobrinho ficou meio “camuflado” por causa do dia ruim de vários pilotos. Bruno pegou uma semana em que tudo deu certo pra ele, mas quando precisou superar as adversidades em outras provas, ele simplesmente não apareceu.

      Claro que a corrida de Bruno na Hungria valeu(cada um com seus problemas), mas a questão é saber o quanto ele vai melhorar daqui pra frente! Maldonado já provou várias vezes que esse carro da Williams é bom, resta saber se Bruno vai conseguir provar o mesmo. Na realidade, os dois pilotos estão sob-pressão na Williams, pior para o sobrinho que não tem vaga garantida em 2013.

      Se Bruno diminuir a diferença para Maldonado nas classificações e largar regularmente no top-10, aí sim ele vai dar um salto na segunda parte da temporada. Se ficar tomando sempre 400 milésimos do companherio, dificilmente vai largar no Q3, Bruno vai voltar ao que era na primeira parte da temporada. Esses oito pilotos do “dia ruim” na Hungria, vão se recuperar nas próximas provas. Observe a diferença que Bruno tomou do companheiro nas 11 classificações, ele não melhorou em nada na Hungria, deu sim sorte com o azar dos rivais.

      Não se iluda, Bruno não é nenhum fora de série ao volante, mas assim como mais de 700 pilotos que passaram na categoria, também merece a chance de mostrar algo. Eu como muitos(no geral), acho o sobrinho muito fraco, ele pode até ficar alguns anos na F1, mas dificilmente vai conseguir vaga em equipe de ponta.

      Se um dia Bruno arrumar vaga em equipe grande e pegar feras como: Lewis, Vettel ou Alonso…pode esperar uma surra! E a culpa não vai ser da equipe, do companheiro ou do patrocinador. Na frente o que prevalece é o talento diferenciado, fora a atitude dentro do time. Quem quer fazer nome na F1 tem que ter muito talento e levar a coisa na base da mão de ferro. Se possível “massacrar” o companheiro nos resultados puxando o time para seu lado.

      • Fernando Cruz disse:

        Nao estou iludido com o Bruno. Como seu apoiante conheço bem as suas limitaçoes e procuro puxa-lo para cima, ajuda-lo, tal como o tio faria se fosse vivo.

        Acho tambem que o Ayrton nao era pessoa para falar ao acaso. Tendo o apoio e os conselhos do tio o Bruno podia ter sido muito mais do que e na realidade, mas em vez disso esteve uma decada sem competir por causa do que aconteceu em Imola. Depois ainda teve o azar de chegar a F1 em ma altura – crise financeira e saida da Honda – e passou mais 3 anos sem um desenvolvimento normal.

        Mas apesar de tantas paragens na sua carreira acho que o Bruno so tem de fazer aquilo que acredito estar perfeitamente ao seu alcance na segunda metade do mundial, agora que tem um carro adaptado ao seu estilo (como se viu na Hungria) e vai correr nas pistas onde ja tem experiencia com um F1 minimamente competitivo. A grande questao e mesmo a qualificaçao, na Hungria melhorou mas ainda podia ter feito melhor no Q3. Os proximos 3 meses sao decisivos para o Bruno e torço muito para que ele lide bem com a pressao das qualificaçoes. E o detalhe que falta para ser bem sucedido. Acredito que vai ter a confiança necessaria para fazer o que e preciso nos momentos decisivos. Ele tem de pensar que a posiçao dele e melhor do que a do Bottas. O finlandes nada pode fazer se o Bruno tiver um bom desempenho e se a Williams quiser aproveitar os dois tem de manter o Bruno como titular em 2013, pois o Bottas e bem mais jovem e nao se perde se esperar mais um ano.

        Quanto aos 400 milesimos da Hungria, a verdade e que mais ninguem conseguiu colocar-se entre ele e o Maldonado, portanto nada lhe pode tirar o merito do 9.º tempo na qualificaçao. Mas viu-se bem que o Bruno podia ter feito melhor, ele errou na sua primeira volta no Q3. Espero que faça melhor a partir de Spa.

        • Fernando Cruz disse:

          Basta ir ao site “James Allen on F1″, artigo “Frank Williams says Senna really came of age as an F1 driver in Hungary”, comentario 27 do utilizador GT_ Racer, para ver que ha pessoal da Williams que ve Senna e Bottas como a dupla com mais potencial a longo prazo. Maldonado tem o lugar garantido por contrato e pelo dinheiro, mais ainda do que pela brilhante vitoria em Espanha e por ser muito forte em qualificaçao. Aqui vai:

          “I was actually talking to some guys from Williams over the weekend & asked them specifically about Bruno Senna, How they rate him & if they would like to see him remain in the team.

          Both guys came back that they see potential in Bruno & a lot of it. They said that its easy to look at his struggles this year & use it to say he’s just not good enough, However they understand why he’s had the problems he’s had, Especially in qualifying.
          They said that his biggest problem has been getting the front tyres to work, The Williams is very easy on its tyres & Bruno has struggled to get the front’s upto temprature for qualifying, Pastor is more aggressive which helps him get the temps up. They made some changes to the car for Hungary which helped solve that problem & saw him have a much better weekend overall.

          They told me that they have been impressed with his race pace, His consistency over a race distance & the way he’s able to hit whatever delta figures he’s asked to do in order to preserve the tyres. He’s apparently much better that Pastor in terms of race consistency & tyre preservation.

          Both told me that personally they would prefer to see Senna & Bottas in the team as race drivers next year as they see that as the stronger long-term line-up.

          When asked about Pastor they both said they like him & Think he’s good but havn’t seen a lot of improvement since last year & can’t see him getting much better while they can still see a lot of potential for improvement in both Bottas & Bruno which is why they think they would be the stronger longer-term line-up.

          They also said that on a personnel level they think Bruno has brought a really good atmosphere into the team, Everyone in the team loves him, He gets on great with everyone & does a great job in getting everyone motivated & that they can see what Renault/Lotus meant when they said something similar when Bruno came in to replace Heidfeld at Spa last year.”

  11. Mariana disse:

    “A temporada de Bruno não é tão ruim quanto a de Felipe” diz muito sobre o quanto a do Felipe tá feia rs.

  12. eduardo dragonetti disse:

    Matéria paga, falta do que fazer durante as férias.

  13. Ricardo Arcuri disse:

    “Na frieza dos números, meramente pessoais, é isso mesmo? Sinceramente, não. A temporada de Bruno não é tão ruim quanto a de Felipe. E vendo que Petrov aparece à frente, questiono de leve os critérios aplicados à gloriosa classificação da douta revista.”

    Ta me fedendo a reportagem paga por empresarios e patrocinadores hein…

    • Fernando Cruz disse:

      Frank Williams acredita no Bruno, diz que ele corre muito bem e que resolvendo os seus problemas nas qualificaçoes alcançara melhores resultados (como alias ja se viu na Hungria). Isso mostra que o Bruno tem melhor imagem dentro da propria equipa do que fora. No site “James Allen on F1″ li um comentario interessante (de alguem que na Hungria esteve a falar com pessoal da Williams) que passo a transcrever:

      “I was actually talking to some guys from Williams over the weekend & asked them specifically about Bruno Senna, How they rate him & if they would like to see him remain in the team.

      Both guys came back that they see potential in Bruno & a lot of it. They said that its easy to look at his struggles this year & use it to say he’s just not good enough, However they understand why he’s had the problems he’s had, Especially in qualifying.

      They said that his biggest problem has been getting the front tyres to work, The Williams is very easy on its tyres & Bruno has struggled to get the front’s upto temprature for qualifying, Pastor is more aggressive which helps him get the temps up. They made some changes to the car for Hungary which helped solve that problem & saw him have a much better weekend overall.

      They told me that they have been impressed with his race pace, His consistency over a race distance & the way he’s able to hit whatever delta figures he’s asked to do in order to preserve the tyres. He’s apparently much better that Pastor in terms of race consistency & tyre preservation.

      Both told me that personally they would prefer to see Senna & Bottas in the team as race drivers next year as they see that as the stronger long-term line-up.

      When asked about Pastor they both said they like him & Think he’s good but havn’t seen a lot of improvement since last year & can’t see him getting much better while they can still see a lot of potential for improvement in both Bottas & Bruno which is why they think they would be the stronger longer-term line-up.

      They also said that on a personnel level they think Bruno has brought a really good atmosphere into the team, Everyone in the team loves him, He gets on great with everyone & does a great job in getting everyone motivated & that they can see what Renault/Lotus meant when they said something similar when Bruno came in to replace Heidfeld at Spa last year.”

  14. andre marte disse:

    impressionante como voce so posta coisas negativas de pilotos brasileiros, porque isso camarada?

  15. Mauricio disse:

    Não acho não.

    Está faltando a eles mostrar serviço nos momentos certos, o que não tem acontecido, então fica a impressão ruim.

    Este ano está muito sombrio para os nossos pilotos na F1. Sombrio demais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>