MENU

5 de outubro de 2012 - 3:38F1

Terra do yo-gashi

SÃO PAULO | Deu gosto de ver o povo japonês ocupando grande parte das arquibancadas para meros treinos livres da F1 e nada mais. Aliás, a F1 é meio maldosa com um povo que proporciona uma grande história, tanto pela pista de Suzuka e as disputas de título quanto pelas empresas e montadoras que fizeram parte da farra. Os japas chegam lá 6 da manhã e esperam só pela corrida, já que quase não há corridas preliminares.

Os nipos viram o que de fato deve acontecer amanhã, e o que já se esperava: mais um embate McLaren versus Red Bull – e como diria o outro, num discurso contrário, o que não é bom para Alonso. Deu dobradinha da McLaren na primeira sessão, com Button à frente, e Webber na segunda. Curioso que foram com os ‘outros’, como diriam em Lost. Mas Hamilton e Vettel vieram na tocada dos companheiros. E detalhe: Seb com os pneus duros. É destes dois que se aguarda o algo mais. A primeira fila. Mas é bom ficar de olho no alemão.

Só dois ou três décimos aparece o espanhol, ao lado ali da Lotus, que vem bem com Grosjean e passa mensagens muito confortantes para Raikkonen: “Seu carro não está muito seguro”, “recolha, plmdds”, e só falta completar, à la Inspetor Bugiganga, que o carro se auto-destruirá em 5, 4, 3… E o medo dos caras para tirar a maldita caixa do Kers. Até quando vão usar essa parafernália que traz mais perigos do que utilidades? Quem Kers isso?, perguntaria Evelyn Guimarães, com olhar lânguido.

Ôta coisa: digamos que ninguém esperava um calor entre 25 e 27ºC já no outono japonês, sobretudo depois de dias com tufão, muito mais perigoso que o da novela. As imagens em supercâmeras denotavam um desgaste excessivo dos dois tipos de compostos, até mesmo com buracos nas bandas. Não há a menor chance de ninguém fazer menos que duas paradas na corrida, já é possível cravar. Os caras vão ter de acertar na estratégia, e como aconteceu com Pérez na Itália, não seria de todo estranho ver alguém largando no meio do pelotão com uma tática diferenciada e aparecer na frente depois.

E Schumacher, coitado, vai destruindo um carro a cada fim de semana. Que fim de carreira, pelamor. Pisou com a roda dianteira esquerda fora, e só de pegar a terrinha, escapou e deu com força na barreira de pneus, tal qual fizera Di Resta no TL1. Pior ainda foi a asa da Caterham de Petrov voando no fim da reta, no fim do treino. Que fim de feira.

Senna até que foi bastante bem para quem fez um treino só, oitavo, e Massa ficou logo atrás, nono. Brasilino Pacheco está calmo, por ora. E já que os treinos não foram nada além do que são, resta ver Jessica Michibata bem na foto.

10 comentários

  1. Mauricio disse:

    Tenho um fraco por morenas e essa ai é! Causa!

  2. Andre disse:

    Prezado,

    Favor manter a mesma modelo nos posts por todo o fim de semana.
    Grato.

  3. Murilo disse:

    Não tenho duvidas que a Red Bull vai passar a perna na Ferrari e levar o terceiro campeonato seguido com Vettel.
    O Alemãozinho da Red Bull tem 4 corridas pra descontar a vantagem de Alonso e ultrapassa-lo na tabela do mundial.
    A primeira, Cingapura, ele já se deu bem. Em Suzuka o carro está muito bom, o que leva a crer que na Coreia e Abu Dhabi, pistas que pedem excelente pressão aerodinamica (leia-se Red Bull), Vettel deve dar um passeio sobre a Ferrari que tá mal das pernas.

  4. ba disse:

    Mi shibata. Mi shibata com força, sua linda.

  5. fabiogp5 disse:

    Se me perguntarem quem é a garota representante da F.1?, eu respondo sem duvidas alguma, é a esposa de Button!

  6. Mariana disse:

    Schumacher parece que já ligou o “F*da-se” rs

  7. Ricardo Arcuri disse:

    Bela foto da Jessica *.*

    Deixe-me relembrar uma coisa: lambra qdo o HANS foi instaurado? Todo mundo criticava, falavam x e y e foi bem aceito no final, depois que houve o devido desenvolvimento/melhora. O KERS é exatamente a mesma coisa. É perigoso e problematico, mas nao existe lugar melhor NO MUNDO para desenvolve-lo. E essa tecnologia é demais importante para o futuro dos carros de rua, ainda mais nesses tempos de economia de recursos.

    Daqui ha 10 ou 15 anos, seu carro ira ter um KERS, vc vai gostar do que ele irá proporcionar e vai lembrar do que estou falando hj. Grande abraço!

    • Andre Almeida disse:

      O problema é que, se o HANS não funcionar bem, ele não vai te eletrocutar no meio do caminho pra faculdade.

      Outra: o HANS tá difundido em carros de rua? É um equipamento de segurança de corridas que seria excelente em pistas de rua, mas é inviável, pois pouquíssimos usariam capacetes em carros de rua.

      Não dá pra comparar com um equipamento que aumenta a PERFORMANCE, que é o caso do KERS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>