MENU

28 de outubro de 2012 - 9:15F1

Terra do shanti, 3

SÃO PAULO | Claro que com duas voltas e a Red Bull abrindo quase 2 segundos para o embolado entre McLaren e Ferrari que já se via que Vettel iria para as cabeças na Cubatão da Índia, em uma corrida modorrenta e porrística. Muita gente quis ser convidada para a festa da democracia para ver se encontrava um ambiente mais animado. O que não era muito previsto era o segundo lugar de Alonso, que fez uma primeira volta fantástica, conseguindo ultrapassar por um instante as duas McLaren no retão, livrando-se de vez dos carros prateados giros depois e, com o passar da vaquejada, ir perturbar o problemático Webber.

Webber teve problema no Kers, é bom que se diga. Do contrário, o pódio seria igual ao da Coreia. Mas Alonso, rapaz, é fodástico. Andou um bom tempo no ritmo das Red Bull e foi pra cima quando viu o rival combalido. Recebeu, por isso, um elogio em italiano dos mais deslumbrantes: “É um lutador com talento extraordinário”. De fato. A luta pelo título é quase desumana ao espanhol, que pelo menos brigou para que Vettel aumentasse o mínimo possível a diferença no campeonato. Agora está em 13, mas do jeito que vai a coisa, Austin decide a parada – sem TV ao vivo aqui; chorem.

Vettel realmente mudou o campeonato que se iniciou como o melhor da história para o roteiro de 2011, um João Emanuel Carneiro que fez de ‘Avenida Brasil’ uma novela memorável em seus primeiros capítulos e depois caiu na vala comum dos demais autores.

Hamilton e Button pouca coisa fizeram. Até no fim tentaram andar rápido e tal, achando que morderiam a carniça de Webber, mas ficaram em quarto e quinto. Incrível como o carro prateado, melhor do grid até três corridas, nem faz sombra a Red Bull e Ferrari. Massa e Raikkonen, que fizeram um primeiro trecho de corrida colado nos prateados, perderam contato ao longo e nada fizeram além. Assim, ficaram em sexto e sétimo. Hülkenberg, ótimo, passou Pérez no primeiro trecho da prova e, como não tinha mais com quem brincar, ficou ali em oitavo. Grosjean, que não bateu em ninguém, foi o nono. E Senna, oh!, em ótima aparição, beliscou um pontinho.

Bruno, diga-se, recuperou-se bem do 13º posto no grid. Andou junto com Rosberg, Maldonado e Grosjean e deu um passão no companheiro que foi bonito. 1 pontinho a mais no bolso, e a disputa fica 33 a 26 em favor do venezuelano, ainda que ela não valha mais nada para o brasileiro na Williams.

Quase não se viu o fim do GP indiano, dada a neblina poluente. Não seria lá de todo mal. Essas corridas asiáticas têm sido um anticlímax danado. Abu Dhabi, que só não é pior que aquele show de horrores de Yeongam, vai só confirmar isso. O mais legal foi aquela dança dos Dhalsim em cima do pódio quase soltando um yoga fire. Bem que poderiam mandar para dar uma esquentada de novo na F1.

13 comentários

  1. frank disse:

    “Convenhamos: só o dinheiro de Senna o garante em algum lugar no ano que vem, vai.”
    Chego a dar rizada, o passão que Senna deu em Maldonado na india foi lindo de ver.
    Convenhamos que o Maldonado não tivesse vencido em barcelona, ele estaria agora com 8 pontos levando uma sova do Senna na tabela e também ficando em ultimo atrás dos pilotos da toro rosso.

  2. Glailson disse:

    Fernando Cruz, concordo com você. Tecnicamente, Bruno é melhor quando precisa ser: na corrida. Quantas vezes o Maldonado perdeu pontos preciosos? 6° na Austrália, 4° em Valência, 3° em Spa (nem passou da largada) e vários incidentes em outras corridas e varias punições.

    Em sua segunda temporada pela equipe, deveria estar melhor que o Bruno, mas está equilibrado. A vitória na Espanha está parecendo fato isolado.

  3. zezinho disse:

    Yoga Fire do Dhalsin, essa foi bem sacada…

  4. Thiago disse:

    Você não acha que o Maldonado é um Webber de antigamente no quesito classificação… “Leão de treinos”? Salvo rarisimas exceções… Que em corrida o Bruno é mais piloto, mais constante… Que tem sim que melhorar urgente nas classificações…que estuda como ultrapassar… Não faz igual ao Maldonado que vai no impulso e acaba fazendo besteiras… Será que essa questão do Bruno errar com freqüência em suas voltas lançadas não tem a ver com a falta de confiança em relação ao seu futuro sempre?
    Abc

  5. Thiago disse:

    Da uma olhada nessa matéria do tazio…http://tazio.uol.com.br/blog/blog-da-vanessa-ruiz/o-futuro-de-bruno-senna

    Intrigante também o fato do Bruno ter uma coluna no próprio site….

    • Anderson disse:

      Verdade, mas até aonde vai a relação do site que hospeda e da suporte ao blog do patrocínio dele.

      Todos querendo saber o futuro dele e isso é só inicio de historia, até aonde eu acredito esse assunto só deve fica claro no inicio do ano que vem, muitas assuntos irão surgi ainda sem ter de fato a certeza dos fatos.

  6. Felipe Araujo disse:

    Concordo com vc… um campeonato que tinha tudo para ser memorável, e realmente o foi até sua metade, passa a ter o mesmo desfecho dos últimos.. Vettel lá na frente e os outros em outra corrida atrás… me lembro da era de ouro de Schumi… esses caras são gênios… mas nada como um campeonato equilibrado…

  7. Beto disse:

    Boa noite Victor. Você tem certeza que a luta do espanhol é quase desumana??? O carro da Ferrari não demonstra ser inferior aos outros da forma como a imprensa prega. O Alonso só teve um companheiro de equipe realmente forte até hoje, que é o Hamilton, e não sabemos o que o próprio Hamilton, o Vettel ou o Raikkonen (que são os melhores em minha opinião) conseguiriam fazer com esse carro. Desumano é o que o Kimi está fazendo em um carro não vencedor, em uma equipe com recursos limitados, estando dois anos longe da formula 1. Esse negócio de carro muito inferior tá começando dar a impressão de que é a desculpa da muleta. Talvez a ferrari tenha percebido isso e esteja atras do Vettel.

  8. João disse:

    “E a disputa fica 33 a 26 em favor do venezuelano, ainda que ela não valha mais nada para o brasileiro na Williams”.

    Parece que, mesmo acompanhando a F1 do sofá de casa, o blogueiro possui “fontes quentes”. Só resta saber se não são as mesmas que levaram o seu mentor a dar “o furo” e cravar o Bruno na então Lotus de Tony Fernandes (atual Caterham) anos atrás.

    • Victor disse:

      VM responde: Procure saber da história. Mas minhas fontes certamente não saem aí da sua cadeira…

      • Fernando Cruz disse:

        Mas tem alguma informaçao ou e apenas uma impressao? Se for so uma impressao entao todos nos a temos, afinal de contas um piloto que faz 15 treinos livres no lugar de um titular, prejudicando assim o desempenho deste ao longo de todo o ano, faz pouco sentido que nao seja titular no ano a seguir. Mas se for por criterios puramente desportivos as coisas ja nao sao assim tao obvias. Nao vejo como Bottas podera fazer melhor do que Bruno Senna fara numa segunda epoca com a Williams, mesmo
        que seja um grande talento. Nao tem a experiencia que o Bruno ja tem, portanto tambem nao tem a mesma consistencia e nem
        sequer sera mais veloz. Seria mais veloz nas qualificaçoes com os pneus deste ano, mas nao com os de 2013, que terao caracteristicas mais favoraveis a qualquer estilo de pilotagem. Mesmo com os pneus deste ano o Bruno teria mais possibilidades
        de melhorar nas qualificaçoes se nao estivesse constantemente a perder o primeiro treino livre. Mesmo assim pontuou 8 vezes contra apenas 3 de Maldonado e tem 26 pontos contra 33. Uma diferença pequena tendo em conta que o venezuelano esta na segunda epoca com a equipa e nunca cede o seu carro em qualquer treino livre, bem ao contrario do Bruno. Alem disso o Bruno tem sido constantemente mais rapido do que o seu colega durante as corridas, fez a volta mais rapida em Spa, a quarta mais rapida em Suzuka, a segunda mais rapida na India (a dois decimos de Button), tendo sempre um excelente ritmo de forma consistente.

  9. Anderson disse:

    Vitor nos últimos texto seus você vem falando muito do Bruno, nada contra os seus texto mas você praticamente está afirmando que Bruno não corre na Williams.
    Você já tem alguma informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>