MENU

5 de novembro de 2012 - 1:48F1

Terra dos emires, 3

SÃO PAULO | Depois de ver a corrida em VT e ler alguns comentários, faço das minhas palavras as que o pífio Ivan Capelli colocou em seu blog: é uma pena que a F1 tenha um vencedor neste ótimo ano, o que determina que haja um perdedor entre Alonso e Vettel.

São os dois melhores pilotos desta F1, que levam o público a refletir quem é o melhor deles — o que é ótimo, porque fazia tempo que se havia estacionado na questão Senna × Schumacher.

Se Alonso guia o fino com um carro que é abaixo da crítica, Vettel tem poucas oportunidades na vida para mostrar do que é capaz com o melhor carro. Hoje, o alemão foi espetacular, apesar de ajudado pela sorte. Geralmente, a sorte é aliada da competência. Que seja. Vettel não é qualquer boneco que senta num torpedo e desata a ganhar. É só olhar para Webber, que não sai da moita.

Nos próximos dias, vou falar do assunto novamente numa coluna, mas deixo a questão: Alonso está muito acima de Vettel? Os dois estão no mesmo patamar? Ou Vettel é quem é melhor?

Logo mais, escrevo sobre a corrida em si.

28 comentários

  1. fernando disse:

    Penso que Alonso está no auge da carreira e maturidade enquanto piloto. E Vettel vai chegar no seu auge ainda. É injusto a comparação neste momento. Seria justo com os dois na mesma equipe e com idades ou tempo de F1 iguais. Isso é o que meu cérebro manda dizer.

    Mas também é verdade que Alonso nunca teve na carreira toda um carro tão dominante quanto a RBR de 2011 do Vettel. Em 2005 ele disputou título com Kimi alternando vitórias entre os dois e outros pilotos. Em 2006 lutou com a Ferrari e quase não ganha o campeonato.

    Em 2007 a Mclaren tinha um carro bom mas a Ferrari era melhor. 2008 e 09 não contam com aquela Renault. Em 2010 tinha o segundo melhor carro. 2011 a Ferrari foi ridícula. E este ano todo mundo tá vendo o que tá acontecendo, tá carregando a Scuderia interia nas costas. Se não fosse as corridas excepcionais dele este ano, a mídia Italiana e espanhola estariam massacrando a Ferrari. A Ferrari não tem o melhor carro desde 2010 e a RBR tem. Como as regras de lá pra cá não mudaram muito na concepção do carro, resta a RBR evoluir o modelo vencedor. E à Ferrari, resta tentar revolucionar o carro todo ano, oque é sempre arriscado.

    Por isso tudo, considero o Alonso melhor que o Vettel. Em velocidade pura vou sair do tema e dizer que Hamilton é o mais veloz dos três. Mas Vettel largando de trás com um carro não tão dominador como no começo do ano, mostrou que ainda tem muito a crescer como piloto. Já Alonso……vide Malásia e Gp da Europa.

  2. Ao Marco Aurélio disse:

    É fácil minimizar os feitos dos outros…se o cara não é brasileiro, pra quer valorizar, mas se Vettel estivesse defendendo a bandeira verde-amarela. Galvão ia o colocar como novo “Deus” ao volante!

    Das 41 vitórias de Senna 19 foram sem ultrapassar ninguém(lembrando que as vitórias do USA em 86/87, mais a de Mônaco em 92 foram graças a ultrapassagens de “boxe”), ainda tem o contra de ser campeão um carro fantástico desenvolvido pelo trio: Prost, Murray e Nichols nos tempos de Mclaren…assim é fácil bater recordes e títulos.

    Em 1988, Senna foi campeão, mas foi um título bem “artificial” ganho graças ao regulamento de descartes, na pista e nos resultados que é o que interessa, Prost foi o melhor em 88.

    Em 1990(depois de tomar aula de Prost em 89), Senna fazia uma bela temporada na base da regularidade, mas jogou tudo no lixo ao jogar o carro em cima do rival no Japão.

    Em 1991, Senna tinha o melhor conjunto: carro-equipe-piloto, as quatro primeiras provas mostraram isso, foi fácil administrar a liderança na tabela, o carro era extremamente confiável pra época. O carro da Williams era muito rápido, mas quebrava uma barbaridade, fora isso, Mansell vivia fazendo besteiras na pista, o mesmo acontecia com a Williams nos boxes. Senna ainda contou com ajuda de Berger em 90/91/92, quando o austríaco era mais rápido na pista, não brigava pela posição para não tirar pontos do brasileiro. E o mais hilário, quando a Mclaren quis Berger mais rápido na pista, deu um baita carro ao austríaco nas últimas três provas em 91.

    Vamos ser coerentes, Senna só teve um rival em 88, 89, 90 e 91(Prost não era rival em classificação, e quando chovia era um desastre, ele mesmo admitia isso). Em 88 Senna ganhou um título com regulamento a favor, em 90 jogando o carro em cima do rival, e em 91 superou Mansell que era fraquíssimo pra campeonato(era a terceira vez que ele jogava um título fora).

    Vettel gostando ou não, não pegou nada pronto na Toro e RBR, começou por baixo e fez um trabalho parecido como Piquet(Brabham e Williams), assim como Prost na Mclaren. Piquet dependeu muito de Murray, Dernie e Head na Williams, já Prost dependeu muito de Barnard, Murray, Nichols na Mclaren(na Williams Prost pegou carro pronto graças a Newey). Desde que chegou a telemetria em meados dos anos 80, a coisa não mudou muito até os dias de hoje. O piloto testa o carro na pista, depois engenheiros, projetistas e pilotos conferem dados pelo computador. D.Hill e Prost pilotaram recentemente a RBR, e ambos disseram que o carro não mudou muito desde os anos 90, e os carros dos anos 90 não eram muito diferente dos anos 80.

    Ao contrário de Senna na Mclaren, Vettel ajudou na evolução dos times. Fora isso, em 2010 disputou contra QUATRO FORTES concorrentes, três já eram campeões: Alonso, Lewis e Button, fora Webber que foi “osso” no time(ele não aceita fazer jogo de equipe antes da hora), como a Ferrari vem fazendo desde Monza. Já no caso de Senna(tirando Prost como companheiro em 88/89), Senna sempre foi favorecido nas equipes. Na Lotus Senna podia usar o fantástico motor de classificação com 100 cv a mais que o resto do Grid. Dumfries, não teve essa mordomia na Lotus em 86( sem esse fantástico motor Senna não faria 15 poles em 85/86): Ceccoto recentemente disse que Senna também tinha privilégios na Toleman, e o que dizer de Nakagima, Berger, Hakkinen, Andretti e D.Hill como companheiros de Senna, eles sequer existiam nas equipes. Webber ainda bota pressão em Vettel, e jogo de equipe só se estiver faltando três corrida como é o caso de 2012.

    Outro detalhe, se o alemão for tricampeão, serão três título ganhos de FORMA-LIMPA-NA-RAÇA-SEM-TRAPAÇAS-NA-PISTA! Sem pegar carro “emprestado-desenvolvido” pelo companheiro pra ser campeão, sem depender de regulamento a favor, muito menos jogar carro em cima de rival pra levar o título.

    Ao contrário que o mundo pensa, Senna não era nenhuma obra-prima no trabalho com engenheiros, tecnicamente nunca desenvolveu: motor, chassi, câmbio ou pneus até o título partindo em condição inferior(ele bem que tentou na Lotus por três anos, mas fracassou). Quando chegou na Mclaren Senna pegou tudo “mastigado”, a equipe não passava por crises e era a mais organizada dos anos 80(era uma época de grandes projetistas que não deviam nada a Newey: Murray, Forghieri, Ducarouge, Barnard, Postlethwaite, Dernie, Head e Nichols). Na década de 80 a Mclaren foi disparado o melhor time da F-1. E quando perdeu Prost e Nichols em 89, o time despencou tecnicamente, virou um time de um piloto só(Senna), já em baixa em 92/93 Senna simplesmente deu um pé na bunda da equipe pra correr pela segunda vez no melhor time da época, dessa vez a Williams de >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>.Newey.

    Ao volante, Senna também não era nenhum “Deus”, observando a precisão de Alonso e Vettel nas últimas temporadas chega até assustar(eles raramente erram ao volante), jogar corridas fora…muito difícil, jogar vitórias fora…quase impossível! Lembram muito Schumacher nos tempos de Ferrari: Veloz, preciso e cerebral. Senna foi um grande piloto, tinha dia que dava show, mas tinha dia que fazia cada besteira, ficou marcado muitas vezes como: Veloz, arrojado e afobado…e isso, ao volante de um dos melhores carros construídos na F-1.

    Temporada de 1988! Senna, muito acelerador, pouco cérebro…era a sexta temporada do brasileiro na F-1.

    MON-Senna era líder tranquilo na corrida até cometer um erro bizarro e abandonar, administra a vitória meu filho…Prost agradeceu!

    MEX-Senna larga mal, essa vacilada faz Prost disparar e vencer fácil, o francês novamente agradeceu a vacilada do brazuca!

    FRA-Larga mal, mas Senna recupera a liderança na 1º curva, durante a corrida se atrapalha com retardatário, Prost chega e faz a melhor ultrapassagem do ano, dupla em cima do brazuca e retardatário, o francês novamente deu risada da vacilada do brasileiro! Senna nunca venceu na França, mas Prost vivia “carimbando” o GP Brasil, foram 6 vitórias.

    ITA-Novamente Senna larga mal, mas recupera a posição na 1º curva, e mais um erro bizarro de Senna, justo em Monza onde o que não falta é retas longas pra ultrapassar carros mais lentos! Era líder, mas se “enrosca” com retardatário, fim de prova. Berger deu show na corrida e venceu, um dia histórico para os italianos.

    ESP-Outra vez larga mal(desliga o anti-Stall Rubinho), outra vacilada de Senna, Prost dispara e vence fácil, na corrida o brazuca toma “sufoco” de Mansell com a fraca Williams, e Capelli com a “nanica” March.

    AUS-De novo larga mal, outra vacilada de Senna, Prost novamente dispara e vence fácil, Senna já virava “freguês” nas largadas! Berger chegou a dar show, passando as duas Mclarens, mas também vacilão, bateu com retardatário e abandonou.

    Senna em 88 largou mal nos GPs: MEX/CAN/FRA/BEL/ITA/ESP/JPN/AUS, recuperou a posição na primeira curva algumas vezes, mas isso não elimina as largada ruins. Senna tinha esse ponto fraco, era ruim de largada(fora a afobação durante as provas). Essas pixotadas o Galvão e os teleguiados da Globo nunca se lembram, mas adora destacar os raros erros de Alonso e Vettel…

    Fazer má largada em 8 das 16 provas e cometer erros bizarros como MON e ITA, é muita coisa, isso não acontece com frequência com Alonso e Vettel(Schumacher em sua melhor fase na Benetton e Ferrari era outro que não vacilava). Se for observar, Prost também era ruim de largada(fora corrida na chuva, o francês era péssimo em piso molhado, acreditem, até D.Hill era melhor basta ver as provas de EUR e BRA 93, e Hill só tinha cinco corridas na F1!), mas era raríssimo Prost jogar corridas ou vitórias fora. Se observar a tabela de 88, Prost foi superior(16 corridas, 7 vitórias, 7 segundos lugares, 2 quebras, nenhuma pixotada).

    Temporada de 1989! Senna, muito mais acelerador, muito menos cérebro…era a sétima temporada do brasileiro na F-1, era obrigação erra menos já em 88!

    Senna em 89 fez uma temporada patética pelo carro superior que tinha, foram várias pixotadas, muitas piores que 88. Senna ficou longe de justificar o título ganho em 88, que aliás, só conseguiu graças ao regulamento de descartes. Outro detalhe, Senna só chegou no JPN em 89 ainda com chances de ser campeão, novamente graças aos descartes. Sem isso, em 88 Senna não seria campeão e em 89 estaria tomando surra do francês. Em 89 o brasileiro tomou aula de regularidade do “professor”…

    BRA- Senna larga mal, afobado quis recuperar a liderança na primeira curva brigando com Berger e Patrese, Senna acabou danificando o bico do carro. O “herói” nacional tinha esses graves problemas, largava mal e era muito afobado. Tinha uma longa corrida a frente, passar Berger e Patrese com aquelas carroças era questão de tempo, Mansell e Prost deram risada.

    IMO- A prova teve duas largadas, Senna larga mal na segunda, e comete talvez seu maior erro na vida na F-1. Quebra acordo com Prost ultrapassando após as primeiras curvas(o acordo era quem fizesse a primeira curva a frente, não seria atacado na primeira volta, Senna jogou sujo e não respeitou o acordo). Era Prost quem desenvolvia os carros na Mclaren, ele se incomodou com a velocidade de Senna em 88, mas não criou confusão até esse GP de IMO 89, depois só foi guerra. Senna foi burro, venceu essa corrida, mas Prost deu o troco no Japão sendo campeão.

    “Fim de campeonato, Brasil fica com a vitória em Imola, e França com o título no Japão”

    Com o francês na equipe, os dois poderiam dominar por anos a F1, poderiam encarar a Williams em 92/93 e talvez até as Benetton em 94/95. Quando Prost saiu da equipe, a Mclaren “desabou” de nível técnico, anos depois Prost “vetou” Senna na Williams em 93, o egoísmo de Senna em IMO saiu caro.

    Senna tinha essa idiotice de querer tirar sarro com a cara do rival, vivia jogando Mansell pra fora da pista entre 85 e 87, mas tomou o troco no GP POR-89. Também foi tirar sarro do Piquet, saiu como viado na história. Fez Prost de trouxa em IMO-89 e tomou o troco no GP JPN do mesmo ano.

    ING-Senna era líder, mas roda de bobeira e abandona na brita, Prost deu risada.

    HUN-Era líder, outra vez Senna vacila com retardatário(de novo?), dessa vez é Mansell que faz dupla ultrapassagem histórica(Senna+retardatário) e vence a prova.

    ITA-Largou na pole e liderou várias volta, era uma corrida fácil, mas Senna eterno “pé pesado” só quis saber de acelerar. Prost estava muito atrás, sempre na dele, fazendo corrida de “espera” poupando equipamento: motor/câmbio/pneus/gasolina(isso era importante nos anos 80, Piquet sempre destacou isso). Senna com 20 seg a frente faltando 10 voltas para o fim, só quis saber de acelerar…o motor não aguentou, Prost pelo jeito já imaginava, em Monza se forçar muito(mesmo com carro superior), muitas vezes não chega na bandeirada.

    POR-Um erro inacreditável, mostrando que Senna muitas vezes não usava de sabedoria dos grandes campeões nas corridas. O brasileiro era segundo na prova, a frente de Prost, a posição era importantíssima para o campeonato. E o que Senna fez? Foi comprar briga com Mansell de bandeira preta(que besteira), o inglês tinha jurado vingança em 87, Senna o teria jogado pra fora da pista em pelo menos em três provas entre 85 e 87. Mansell só esperou uma boa oportunidade para dar o troco, a meta era estragar algum campeonato de Senna, e o inglês colaborou em 89. Senna fecha a porta, Mansell dessa vez deixa bater…até o Galvão criticou duramente Senna ao vivo por essa atitude: “Senna não tinha que comprar briga com Mansell, Prost é quem sai favorecido”. E advinha quem chegou em segundo marcando 6 pontos dando risada?

    Foi nessa época que Prost cutucou:

    “Senna é rápido, mas erra e quando errar…estarei por perto. Ele é muito bom de classificação, mas durante as corridas, nunca me impressionou porque erra muito”

    O francês, sempre contava com erros de Senna(e Mansell) na pista, Piquet também se aproveitava disso.

    AUS-Prova teve duas largadas, na 1º Senna larga mal, mas se recupera na 1º curva, era líder até a prova ser anulada. Na Segunda largada(Prost por opção, tinha desistido da corrida na segunda volta(medo da chuva)…nunca vi Schumacher, Alonso e Vettel chegar a tanto). Senna larga bem, era líder sem rivais, até novamente bater em retardatário(ahhh já virou piada! Lembrando que no GP Brasil 90 Senna bateu em Nakajima liderando), outra vitória jogada no lixo.

    Em pelo menos seis oportunidades Senna se atrapalhou com retardatários na carreira, muitas vezes jogando vitórias foras: GP ITA/87,FRA/88, ITA/88, FRA/89, AUS/89, BRA/90, muita coisa não? Não me lembro de Schumacher, Alonso e Vettel fazerem isso com frequência,

    Em 89 Senna largou mal nos GPs:USA/BRA/JPN/AUS/IMO/MEX/ALE, como em 88, se recuperou da má largada algumas vezes, mas isso novamente não elimina as largadas ruins.

    Com um grande carro, Senna em 89 tinha obrigação de chegar pelo menos ao pódio na maioria das corridas, não conseguiu…falta de carro não foi, Senna novamente largou 13 vezes na pole, mas na tabela o que não faltou foram “buracos”…

    Dentro da pista Senna também nunca foi “santo”, era um piloto bem sujo(isso Vettel nunca foi), como mostram os vídeos abaixo:

    Nelson Piquet diz que Senna ganhou dois títulos na base da “marmelada”.

    http://esportes.r7.com/automobilismo/noticias/piquet-diz-que-marmelada-e-comum-e-que-senna-ganhou-dois-titulos-assim-20091024.html

    “Em 1983 Senna conquistou a F-3 inglesa ao acertar Martin Brundle. E em 1990, venceu o Mundial de F-1 ao bater em Alain Prost na largada do GP do Japão”, disse Nelson Piquet

    Abaixo a batida de 1983, em que Senna estava atrás do inglês Martin Brundle e acabou batendo durante uma prova no circuito de Oulton Park, na Inglaterra.

    Oulton park F3 83 race Senna Brundle
    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=hCBRErl7GbU

    SENNA TRAPAÇA EM MONACO 85
    http://www.youtube.com/watch?v=FStK3JlFa8w

    SENNA TRAPAÇA, 2º LUGAR COM FREIOS IRREGULARES, DESCLASSIFICADO!!!
    http://www.youtube.com/watch?v=fzdrpcPE-Tc

    Senna joga sujo depois da largada, ultrapassa Prost quebrando acordo!!!
    http://www.youtube.com/watch?v=y96Fc8LpSZw

    Senna joga carro de forma suja em cima de Prost lado a lado GP POR 88.
    http://www.youtube.com/watch?v=btCNZ8dfRgA

    SENNA JOGA SUJO E LEVA TROCO DE KEKE ROSBERG – GP EUR 85.
    http://www.youtube.com/watch?v=a5g27PZt8gI

    Irresponsável, pra ser campeão Senna joga F1 em cima de Prost a mais de 250 km/h!
    http://www.youtube.com/watch?v=SdsZ6IDQEaA

    Fora do carro, o “herói” nacional era um cara mascarado, na frente das câmeras da Globo se fazia de bom moço, longe delas confusão virou rotina na carreira do piloto.

    Vale registrar que Senna foi o piloto que mais se envolveu em casos de agressão física na história da F 1. Senna tomou um soco de Elio de Angelis depois de um treino no GP da África do Sul de 1985. O italiano ficou irritadíssimo com as manobras que Senna fazia para evitar ser ultrapassado. Se de Angelis, um piloto que era conhecido pela classe e pelo cavalheirismo fora das pistas, reagiu assim, é porque a coisa deve ter sido muito feia. Infelizmente, a TV não mostrou o lance. Vale lembrar que os pilotos da décadas de 50/60/70…até meados de 84 não ficavam jogando carro em cima do rival puramente para impedir ultrapassagens. Os carros nessas épocas eram frágeis! Jogar o carro em cima para muitos pilotos era uma manobra “CRIMINOSA”, Senna que fazia parte da nova geração não se importava com isso. Entre 85 e 87 Senna foi duramente criticado por vários pilotos: Lauda, Alboreto, De Angelis, Rosberg, Piquet, Prost e Mansell…

    Depois, na Bélgica em 1987, foi a vez de Mansell e Senna sairem no tapa, o inglês pela terceira vez tinha levado uma fechada do brasileiro, dessa vez o inglês foi parar nos boxes da Lotus. Em 87 Senna também agrediu fisicamente fiscais de pista, levando uma pesada multa da FIA.

    No GP Brasil 1990 o “herói” nacional foi convidado para uma homenagem, mas quando soube que não era para ele, se recusou a ir. Era GP Brasil, perto de sua gente que papelão! Ao ser entrevistado por Stewart após o acidente no Japão em 90, Senna foi questionado por causar o acidente em um trecho de alta velocidade. Irritado, Senna saiu dando gritos em direção ao já idoso “jornalista” J.Stewart.

    Senna arrumou confusão até com Reginaldo Leme, em outro ato baixo até tentou fazer o jornalista perder o emprego na emissora. E uma das coisas mais bizarras que vi dentro de um time de F1. Senna agrediu fisicamente um mecânico da Mclaren. Pegou o rapaz pelo “colarinho”, só porque o mesmo tinha mudado uma regulagem no carro…e pensar que Schumacher sempre foi adorado pelos mecânicos!

    Em julho de 1992 Senna foi brigar com o novato Schumacher no box da Benetton, os dois trocaram uns empurrões e a coisa parou nisso. Schumacher alegou que foi atrapalhado por Senna duas vezes na pista, na segunda percebeu a má intenção e decidiu dar o troco. Quando terminou o treino, Senna foi arrumar confusão com o alemão. Esse era o Senna como piloto, quando ele atrapalhava os outros ele estava sempre certo, quando tomava o troco ficava todo xiliquento e queria confusão. O mundo estava sempre errado e ele sempre o certo(arrogância, prepotência e egoísmo é pouco). Com o mesmo Schumacher no GP da França 92 Senna foi de novo arrumar confusão com o alemão.

    Schumacher tinha errado uma manobra na pista e tirado Senna da corrida(Schumacher dessa vez admitiu o erro, mas considerou uma manobra de corrida, sem intenção, apenas um erro). Existe no tube o vídeo dessa confusão, o que chamou minha atenção foi Senna puxar um jornalista pelo braço…puxou de forma bem estúpida! Airton era uma baita mala sem alça, ainda no tube existe um vídeo dele pegando carona no carro de Mansell, mas o inglês ficou com o carro parado esperando um torcedor se aproximar. Quando ele se aproximou, Senna novamente de forma estúpida afastou o rapaz com a perna…dando coice!

    Em outro ato imbecil, Senna em 93 deu soco na cara do novato Irvine(que se meteu em uma disputa entre Senna e D.Hill), mas o inglês não foi arrumar confusão com o irlandês. Quando Senna agrediu Irvine, já fazia pelo menos uma hora que a corrida havia acabado(com vitória de Senna), precisava ir arrumar confusão? Hamilton(retardatário) fez algo parecido esse ano com Vettel, o alemão não foi arrumar confusão com o inglês.

    O nível estava tão baixo que Senna chegou a dar soco na cara de um JORNALISTA(Me ajuda aí Lívio!!!), barbaridade! Até mulher também jornalista Senna não perdoava!!!

    “Talvez uma das maiores decepções que tive foi conhecer Senna pessoalmente. O herói obstinado e patriota que nos surgia na TV era habitualmente arredio e descortês longe das câmeras. Problema meu, eu diria, pois, apesar de minha mãe certamente achar o contrário, nem todos precisam me tratar bem. Mas comecei a sentir que o problema não era só meu quando passei a ligar alguns pontos”

    http://alessandraalves.blogspot.com/2008/02/regi-o-rebelde.html

    Certa vez Senna também tratou muito mal uma tradutora, vivia arrumando confusão com os cartolas da FIA, fez inimizade com Piquet, Prost e Mansell. Senna também se recusou a dar um autógrafo para Felipe Massa quando esse era menino e corria de kart, o que deixou Felipe indignado era que Senna não estava de macacão, portanto fora do trabalho…

    No trânsito do México Senna e Galvão deram show de como NÃO SE DEVE FAZER, ficaram jogando carro em cima do outro. Quem não gostou da brincadeira de mal gosto foi a locadora que exigiu pagamento imediato dos carros.

    Como podem ver, é fácil minimizar os feitos de um ídolo forjado pela mídia…é justo desmerecer pilotos como Schumacher, Vettel e Prost? Se Schumacher errou na vida, o que dizer de Senna…

    Julho de 2008

    Stewart: Senna não teria vencido tanto sem Prost

    Três vezes campeão da Fórmula 1, Jackie Stewart deu uma opinião polêmica durante um evento de um patrocinador da Williams nesta terça-feira. De acordo com o veterano, o tricampeão mundial Ayrton Senna não teria sido tão grande na Fórmula 1 se não tivesse sido companheiro de Alain Prost na McLaren.

    “Alguns pilotos são muito rápidos, mas não absorvem tantas informações sobre como fazer o carro trabalhar da melhor maneira possível. Na minha opinião, Prost é um dos melhores de todos os tempos porque fazia o carro trabalhar para ele e para Senna. Não acho que Senna teria vencido tanto se Prost não estivesse lá”, comentou o escocês.

    Maio de 2003

    Nelson Piquet, também observou esse ponto fraco de Senna dentro da equipe(o outro era na pilotagem, a famosa afobação), Piquet deu uma cutucada comparando Senna a Schumacher dentro de uma equipe.

    Em entrevista ao jornal “Daily Express”, Nelson Piquet afirmou que Michael Schumacher é um piloto melhor que Ayrton Senna e, talvez, o alemão seja o melhor de todos os tempos.

    De acordo com o tricampeão mundial, Schumacher transforma as equipes por onde passa e isso é um de seus maiores méritos.

    “Ele fez algo que muitos bons pilotos não conseguiram. Ele guiou e transformou equipes por onde passou”, disse Piquet. “Michael teve coragem de ir para uma equipe que não era forte. A Ferrari não era campeã há 21 anos. Senna sempre queria ir para a melhor equipe, como aconteceu quando ele saiu da McLaren e foi para a Williams. E isso para mim, faz de Schumacher um piloto melhor, e digo isso como brasileiro”, completou.

    Piquet acredita que se fossem retirados todos os dispositivos eletrônicos dos carros o alemão seria praticamente imbatível. “Ele seria muito melhor que todos os pilotos, muito melhor na mesma Ferrari”, concluiu

    E não adianta perguntar porque Schumacher não foi campeão na Mercedes!!! Senna, Piquet, Prost e Mansell não foram campeões por todas as equipes que pilotaram, isso ainda jovens e no auge ao volante. Quando aparecer um campeão na era moderna depois dos 40, aí a pachecada pode cobrar o velho alemão…

  3. Chili Douglas disse:

    Na moralzinha, sou mais o Raikkonen

  4. Douglas disse:

    Quando o Vettel tiver 10% do talento do Alonso voltamos a conversar é a mesma coisa de comparar Messi com Neymar !

  5. Daniel Ramalho disse:

    Muito difícil comentar quem é o melhor ou o merecedor do campeonato deste ano. Alonso ou Vettet? Alonso não tem o melhor carro, a Ferrari não é a mesma ”máquina vermelha” de outros carnavais… ele a conduz na marra. Me lembra Senna nas fracas McLarens ”Ford” de 92 e 93. O Vettel é menos experiente porém muito rápido e agressivo. São 2 gênios, porém só um será tricampeão nessa temporada e o outro será derrotado. O que não quer dizer que o derrotado seja de uma classe inferior…

  6. Daniel Tabatinga disse:

    Tenho que admitir como um ferrarista. O Vettel é muito melhor do que o Alonso !

    • Francisco M disse:

      Vá torcer pra RBR então, você nao tem idéia do que é um tifosi e com certeza nao é um. Nao há argumentos em comparar Alonso com Vettel.

  7. Victor Lucena disse:

    Victor, o melhor é você, seu lindo.

    Beijos.

    Vi.

  8. Stunts disse:

    Alonso, óbvio.
    Vettel só está disputando o título pq a Red Bull voltou a ser o que era: Fantástica.
    Quando o carro fica levemente abaixo do “fantástico” ele desaparece.
    Alonso não… Com um carro fraco como a Ferrari atual ele mita.

    E não importa quantos gps cada um tem…. No momento, Alonso é MUITO superior ao vettel como piloto.

    Não confundam o conjunto “piloto-carro” com piloto.

    • ivan awfulitch disse:

      O senhor diz essas coisas mas adoraria ver Choronso com o carro da RedBull. Vettel teve muitas vitórias ainda com a Toro Rosso. Quando Schummacher foi para a Ferrari, ele passou toda sua experiencia a equipe e assim foram campeões 7 vezes. E Choronso??? O que fez ???
      Vettel esta semnpre sorrindo? Um brinde a sua humildade e carisma. Ele é o melhor piloto no melhor carro. Voce diz essas coisas mas adoraria ver Choronso com o carro da RedBull. Vettel teve muitas vitórias ainda com a Toro Rosso. Quando Schummacher foi para a Ferrari, ele passou toda sua experiencia a equipe e assim foram campeões 7 vezes. E Choronso??? O que fez ???

      • Francisco M disse:

        Amigo, varias vitorias na Toro Rosso? Bebeu? Shumacher levou todo staff técnico da Benetton pra Ferrari, o Alonso foi pra Ferrari com a roupa do corpo. O Alonso vem disputando o título desde que saiu da Renault.

      • Gene Mendes disse:

        Camarada, procura fontes decentes pra se informar e postar algo, e não posta qualquer asneira aqui… Várias vitórias na Toro Rosso? Pelo amor de Deus… 7 títulos do Schumacher na Ferrari? Então os dois da Benneton não valeram?

        E mais: A Ferrari quando Schumacher estava lá era Schumacher, Todt, Brawn e Byrne… E a Ferrari agora do Alonso, se acomodou ao talento dele, com um monte de zé arroela no staff… Vê se isso te ajuda a se informar…

      • fernando disse:

        Amigo vc cria este texto padrãozinho seu e manda ctrl+c e ctrl+v em todos os blogs. Toma vergonha na cara. Se é pra postar a mesma porcaria e todos os sites e blogs de F1 posta somente em 1 deles e 1 vez só. Ridículo.

  9. celso disse:

    Se fosse num “super trunfo”:

    ALO:
    campeonatos **
    velocidade em 1 volta *****
    ritmo de corrida *****
    chuva (pista molhada) *****
    cabeça *****
    sorte *********

    VET:
    campeonatos **
    velocidade em 1 volta *****
    ritmo de corrida *****
    chuva (pista molhada) *****
    cabeça *****
    sorte ****

    HAM:
    campeonatos *
    velocidade em 1 volta *****
    ritmo de corrida *****
    chuva (pista molhada) *****
    cabeça *
    sorte ** (só por 2008)

    Abs!

  10. celso disse:

    Victor,

    Os 2 estão no mesmo nível de excelência. Sem dúvida.

    Hamilton pode ser o mais rápido, mas Alonso e Vettel são “whole package” (é assim que escreve?). São os mais completos.

    Mas, se estivessem numa mesma equipe, com o mesmo equipamento, apostaria no Alonso.

    O cara, além de tudo, tem MUITA sorte.

    Abraço!

  11. Leonardo disse:

    Eu colocaria o Vettel como o melhor do grid. Este rapaz é um fenômeno desde que entrou na F1. Nunca sentiu pressão, nunca tem momentos ruins, nunca se envolve em falcatruas, choradeiras no rádio, jogos psicológicos, etc. Ganhou uma corrida de ponta a ponta com uma Toro Rosso, sendo um iniciante na F1. Seus números de vitórias e Pole Positions são incríveis pela sua idade.

    • MARCOS disse:

      tu diz isso por não saber nada de fórmula 1 camarada. Queria ver vettel com um carro igual ao do alonso, babaca!!!!

      • Renato Muller disse:

        Marcos, com esse tipo de argumentação, você é que demonstra não saber nada de F1. De fato, Vettel venceu uma prova de ponta a ponta com um carro de uma equipe média, coisa que o Alonso e nem o Senna fizeram. O Vettel é muito bom, mas como tem tido o melhor carro, coloca-se a conta no carro, e não em seu talento. Vale lembrar que com o mesmo carro o Webber fica muito atrás. Erra pouco, assim como o Alonso, e hoje os dois são os melhores da categoria. Bom para nós que podemos ver isso.

    • Francisco M disse:

      Ele foi pole com a STR e seu companheiro na época, sexto, era um carro do Adran. O Vettel perdeu uma corrida ganha no Canadá quando o Button chegou nele, acho que em 2010. O Alonso é muito mais piloto. Eu até gosto do Vettel, ele é humilde, brincalhão e limpo na pista, mas o Alonso é melhor. Quanto aos bastidores, nao é bem assim, lembre-se do Gp da Inglaterra onde ele quebrou o bico, pegou o bico do Webber e o Webber ganhou a corrida!

  12. Gene Mendes disse:

    Nada contra Vettel, que é um grande piloto.

    Mas Alonso é gênio, e já está no seleto clube de lendas da F1, tal qual Schumacher, Prost, Senna, Fangio, Lauda, Stewart, Clark, Piquet…

    Vettel pode fazer parte deste grupo também, e deve conseguir em breve, mas hoje, ele que me perdoe, se colocar ele e Alonso em carros totalmente semelhantes, o espanhol liquida a fatura facilmente.

  13. Victor, pela comparaçao bruta e direta, logico que Alonso é superior. Mas… quantas corridas o espanhol tem a mais que o alemao?

    Quase o dobro!

    Se levarmos esse tipo de variavel na comparaçao, diria que eles sao igualmente bons. Sao capazes de coisas igualmente geniais, apenas separados pela experiencia.

  14. Emmanuel disse:

    acho que o termo certo é “briga de foice no escuro”. Quem for campeão será muito merecido e nem deve ser questionado se estão entre os maiores de todos os tempos.

  15. Marco Aurélio disse:

    Acho o Alonso melhor, mas logo atrás vem Hamilton e depois Vettel.
    As dúvidas que pairam sobre Vettel, é que ele “só ganha com um bom carro”, o que não é desmerecimento algum. Na STR, ele fez um ótimo trabalho com aquele carro do Adrian Newey.
    As pessoas não gostam do Alonso por causa do seu período tenebroso com Hamilton na Mclaren, na Renault em Cingapura em 2008, e com Felipe Massa em 2010. No Brasil é assim, e na Inglaterra ele também é odiado.
    Vettel está em uma curva de aprendizado em plena crescente, dificilmente erra duas vezes. Está em uma fase brilhante há 3 anos.
    Para efeito de estatística, das 26 vitórias do Vettel, em 24 ele ganhou largando da pole. O Alonso, de suas 30 vitórias, em 14 ele ganhou largando fora da 2ª fila. Mas não considero números qualidade. Senna teve 41 vitórias e 3 títulos mundiais, e é considerado o maior piloto da história da F1. E ele não precisa de 91 vitórias e 7 títulos mundiais do Schumacher para isso. Alonso é um fora de série, e sua característica principal é visão e gestão de corrida. Vettel é um fora de série também, e tem como característica principal, a rapidez pura e absoluta na qualificação. São 2 excelentes pilotos, e ficar dialogando quem é melhor ou não, é muito difícil, pois geralmente, as nossas análises são feitas com preferência ou admiração por um determinado estilo de condução, e não com a razão.

Deixe uma resposta para Leonardo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>