MENU

23 de julho de 2013 - 10:28F1

Farra do touro

SÃO PAULO | Já é difícil acordar neste frio — não negocio com temperaturas abaixo de 18ºC —, e aí a gente folheia a internet e recebe o comunicado de que a Áustria vai voltar à F1 no ano que vem, em acordo negociado entre a Red Bull e Bernie Ecclestone.

Virou a farra do boi, pelo jeito. Ou do touro, no caso. O autódromo austríaco foi reformado depois que a empresa de Dietrich Mateschitz passou a tomar conta do negócio, mas é estranho que uma região como a de Zeltweg/Spielberg volte a receber a F1 com todas essas exigências esnobes e pasteurizadas de modernidade.

Aos que têm como última recordação as corridas da década passada, sobretudo a do “hoje, não, hoje, não… hoje, sim?”, imagine que duas únicas mudanças são visíveis aos olhos: as arquibancadas e a estrutura dos boxes, e nada que seja tão suntuoso a ponto de fazer uma categoria que se deleita com Abu Dhabi e Cingapura a voltar lá.

É claro que a influência que a Red Bull exerce na F1 é o segundo maior ponto desta negociação. O conglomerado que banca duas escuderias, uma delas tricampeã, já sabe como dobrar o velho Bernie. E os ‘energeticodólares’ bancam obviamente a farra toda, afinal valem tanto quanto os oferecidos pelo mundo asiático.

A ótima e curta pista, rebatizada de Red Bull Ring, tende a fazer dobradinha no ano que vem ou com a Alemanha (Hockenheim) ou com a Hungria — ou seria possível uma trinca de corridas juntas; até porque o calendário se apresenta com um inchaço imenso. Considerando que ninguém sai e que vão entrar também Nova Jersey e Rússia, são 22 corridas, negão, com início no Bahrein e fim no Brasil. Sem contar que querem iniciar os testes de pré-temporada rapidinho em janeiro.

A F1 é trabaio, como diria o outro.

9 comentários

  1. Tiago Montoya disse:

    “…
    mas é estranho que
    uma região como a de Zeltweg/
    Spielberg volte a receber a F1 com
    todas essas exigências esnobes e
    pasteurizadas de modernidade
    .”

    Magny-Cours que o diga.
    O Bernie é um grande jogador, não podemos nunca subestimar o Tio Patinhas do esporte a motor, ele lembra aquele personagem da Escolinha do Prof. Raimundo, “fazemos quaisquer negócio…” “E melhor 10 trilhões no contrato do que prejuízo na bolsa…”
    Lembrando que este personagem e turco, o Bernard e uma mistura de Turco com Judeu…

  2. Thiago Moya disse:

    Como será que a Globo vai pronunciar o nome da pista? rs…

  3. Alexandre disse:

    Acredito que vão usar a variação “extendida” da pista, disponível após a reforma:
    http://commons.wikimedia.org/wiki/File:A1_Red_Bull_Ring.svg

    • Alexandre disse:

      Auto-correção: esta versão do traçado que eu postei não existe na realidade… Foi uma versão proposta na época da reforma (terei que me contentar com essa versão já conhecida da pista mesmo).

  4. Luiz Fernando disse:

    Apesar de terem tido corridas interessantes na década passada nessa pista, o traçado não tem nada de especial, não estava fazendo falta alguma na minha opinião, se fosse o traçado antigo ótimo, que a pista ficasse pra sempre no calendário mas esse traçadinho sem sal nenhum, totalmente sem graça não estava fazendo a menor falta !!!

  5. Arthur Luz disse:

    Legal!

    Pena que na reforma mais recente não reformaram a parte antiga.
    Pelo menos o Tilke não assassinou essa pista. É uma lembrança do antigo traçado, mas serve.

    abs
    Arthur

  6. Fernando Sandrini disse:

    Prefiro um milhão de vezes o antigo Zeltweg. Esse não tem desafio.

  7. Claudemir José Ribeiro disse:

    Apesar do hj não …hj sim , gosto dessa pista. Assisti nesse domingo uma prova de World Series … a pista esta legal.

  8. Maxwell disse:

    Devia ter colocado Boi ao invés de touro. seria mais familiar e cômico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>