MENU

11 de setembro de 2013 - 9:54F1

Il campeone tornò

SÃO PAULO | “Ô, il campeone tornò”, foi um canto ouvido nas imediações de Maranello na manhã de hoje, enquanto uma italianada se postava em fila frente à máquina de cappuccino. O desfecho esperado por dias e jamais esperado na história traz Räikkönen de volta à equipe para formar dupla com Alonso.

Duvido que a Mãe Dinah, a Aparecida Liberato, a Amira Lépore ou o Robério de Ogum sequer cogitassem tal situação para o futuro de Kimi há cinco anos, quando o viram sendo remunerado para ser enxotado de Maranello e da F1. A Ferrari literalmente paga pelo erro e assume o pecado com gosto sendo anti-Ferrari, anulando a história de ter um #1 e acolhendo dois campeões mundiais para dividirem a garagem depois de seis décadas. Risco puro: Domenicali e cia. não estão nada acostumados com a situação e hão de penar. E sabem que Alonso, quando confrontado, não reage bem. Dinamite pura em 2014.

E pensar que há menos de um mês, a Ferrari veio dizer que os boatos da volta de Kimi eram “sem fundamento”. Ai, ai.

É claro que passa a ser de longe a dupla mais respeitada do grid e formada, em último caso, para bater a Red Bull no Mundial de Construtores, considerando a chegada de Ricciardo naquela casa. Mas com a evolução da Mercedes, a tendência de um trio-de-ferro feroz se forma, já que Hamilton está cada vez mais sentido a luva lhe cair bem e Rosberg conhece a casa como a palma da mão.

“Mas e a McLaren e a Lotus?”. É, doido, é o que vem agora e todo mundo quer saber. A McLaren tem demorado demais para anunciar a renovação com Button e Pérez. Nada leva a crer que haja alguma mudança para o ano que vem, mas a pulga, sabe?, ela está atrás da orelha. Na Lotus, favoritismo total e irrestrito ao ótimo Hülkenberg. Como sempre ressaltado, o envolvimento da Renault, se confirmado, pode dar novos contornos à vaga restante. Grosjean passa a ficar ameaçado. Os pilotos brasileiros ganhariam força. Tudo embola.

E a melhor silly season dos últimos tempos está longe de terminar.  Mas antes, um prêmio à Lotus, por favor.

PS: Já pode dar o título a Vettel, encerrar 2013 e começar os preparativos para o ano que vem. Julgo ser uma decisão coerente.

27 comentários

  1. Luciano disse:

    2007 Raikonen foi campeao apenas por 1 ponto com ajuda de Massa.
    2008 Massa derrotou o Raikonen com uma campanha muito melhor e deixou de ser campeao apenas por 1 ponto. Raikonen foi batido pelo Massa quando eram companheiros, não acho que a Ferrari fez uma boa troca. O que a Ferrari deveria fazer era tratar o Massa de forma igual ao Alonso. Raikonen vai tomar uma surra do Alonso, pois não provou ser melhor do que o Massa quando corriam juntos na Ferrari.

    • O Massa também contou com ajuda do Raikkonen no GP da China 2008 ao receber o segundo lugar dele. O Massa em 2007 teve também uma grande oportunidade de ser campeão, mas acabou atropelado pelo Raikkonen ficando fora da decisão no Brasil. Em 2008 começou mal o campeonato, mas para sorte dele o Raikkonen relaxou, pois estava satisfeito com seu campeonato de 2007, dando ao Massa sua única oportunidade de decidir um Título de F1. Na verdade o Massa não é um piloto politicamente poderoso, e se dependesse dele, ele se aposentaria na Ferrari como um eterno Subalterno de Alonso.

  2. Ele jogou pra escanteio o inconformado com sua aposentadoria e esperançoso Rubinho de guiar uma Lotus, e deu a volta por cima justo em cima do subalterno Massa! Agora o torcedor vai ver algo que não acontece há muito tempo na Ferrari: dois primeiros pilotos na linha de frente! Vamos ver quanto tempo isso dura? Nesse momento o cara da Ferrari é o Raikkonen!

  3. Alexei disse:

    Victor, uma pequena história multimídia.
    Em 2008/2009, Kimi foi visto por alguns italianos saindo da sede da Ferrari. Um paparazzo plantado pela Autosprint flagrou esta imagem aqui:

    http://fc08.deviantart.net/fs70/f/2010/058/2/8/Kimi_Raikkonen_by_LidiaForza.jpg

    Kimi não se irritou com a foto. Olhou para o grupo de italianos e simplesmente disse essa lendária frase:

    http://www.youtube.com/watch?v=e3ZTk2r47so

    Pois aconteceu. Acho que essa história de trazer de volta um piloto que foi pago para sair d equipe e dar lugar a um outro que trazia muita grana de um patrocinador que ia tomar o lugar da Marlboro porque propaganda de cigarro não podia mais nos carrinhos, com direito a fritura em aglio e olio, nunca aconteceu em Maranello.

    E se fosse Enzo em vez de Luca?

  4. Marc disse:

    Victor,
    Acabo de ler a coluna Superpole e, como não tem post aqui no seu blog comentando da mesma, estou usando este espaço apenas para parabenizá-lo pelo excelente texto.
    Parece até um capítulo de um livro… “baseado em fatos reais”…

  5. Pedro Jungbluth disse:

    Na época eu fiquei muito espantado com a forma como Raikkonen saiu do time. Multa? Será que teve multa de 15 mi como foi falado à época? Como Montezemolo se reporta aos acionistas dizendo “lembram o cara que eu falei que era certo pagar 15 milhões para expulsar ele? Estou contratando denovo”. Do ponto de vista do dinheiro, e até o orgulhoso Montezemolo tem que responder a quem está com o dinheiro, não faz sentido.
    Preferiram ficar com Massa. Que era dúvida porque ainda não tinha voltado do acidente dele.
    Como assim? Expulsar um campeão mundial pagando fortuna para ele não correr e ficar com um piloto que não se sabe que desempenho vai ter depois de um acidente bem grave?
    É muita fidelidade ao Massa não? Um piloto de salário de 4 mi, no máximo, e eles pagaram 19 mi pra ficar com ele em 2010?
    Mais uma vez, não tem sentido.

    Lembro que Raikkonen à época falou que se o time que não lhe queria, não teria sentido ficar, o que eu entendi que ele tinha feito um acordo com a Scuderia. Não acho que teve multa não.

    Talvez o time Rosso não tenha tido opção, teria que pagar o salário do filandês de qualquer forma, e que Massa, sei lá, tenha corrido de graça em 2010, ou o contrato do Massa não permitia rescisão, e a Ferrari teve que pagar o salário dos dois de qualquer forma. Ainda assim acho muito estranho preferir Massa acidentado do que Raikkonen.

    Poderiam ter pedido para Massa descansar em 2010 e cumprido o contrato do filandês, para em 2011 Massa voltar. Talvez essa fosse a idéia, mas Raikkonen falou “se não posso ficar depois de 2010 prefiro sair já” ou algo assim.

    Sobre a Ferrari, acho que com todos os problemas na fase Rubens e Schumacher ela doutrinou uma política clara e honesta: início do campeonato equipamentos iguais, e é favorecido aquele que tiver melhor desempenho. Se for lento, vai ser preterido.

    Que diga o lento Kimi de 2008 que mesmo campeão teve que ajudar Massa porque o brasileiro estava mais rápido, pura e simplesmente. Assim como Massa teve que baixar as calças quando surgiu um Alonso meio segundo mais rápido que ele.
    Isso bem claro, não vejo possibilidade de atritos na Ferrari. A não ser que Kimi seja mais rápido que o espanhol, o que acho bem improvável. Se acontecer, talvez Alonso desobedeça o time. E nesse caso, ele estará automaticamente fora.

  6. Guilherme disse:

    Cenário ideal para as principais equipes 2014.

    Red Bull- 1-Sebastian Vettel/2-Daniel Ricciardo
    Mercedes 3-Lewis Hamilton/4-NIco Rosberg
    Ferrari 5-Kimi Raikkonen/6-Fernando Alonso
    Lotus 7-Nico Hulkenberg/8-Paul di Resta
    McLaren 9-Jenson Button/10-Felipe Massa
    Force India 11-Adrian Sutil/12-Pastor Maldonado
    Sauber 14-Kamui Kobayashi/15-Sérgio Perez
    Toro Rosso 16-Jean-Eric Vergne/17-Felipe Nasr
    Williams 18-Heikki Kovalainen/19-Jaime Alguersuari

    • Carlos Amaral disse:

      Um grid bem legal, concordo. Mas, convenhamos, legal, mas utópico. 80% dessas mudanças q vc propôs não aconteceriam. Não é uma crítica, é uma opinião, pois gostei da idéia.

  7. Pedro disse:

    Fosse eu o chefe da Lotus, manteria Grosjean (que considero um ótimo piloto) e contrataria Hulkenberg (ainda melhor).

    Se eu fosse o Massa, honestamente, daria adeus à F-1 e me juntaria a Webber nos Protótipos.

  8. Se não me engana a memória, essa será a primeira vez que Fernando dividirá equipe com um campeão mundial. Vamos ver se aquele livro de auto-ajuda que ele tanto cita realmente funciona.

    Essa dupla traz realmente uma situação mais instável do que carregar nitroglicerina em carroça de burro.
    Por outro lado, até que gostei da ‘disposição’ da escuderia em correr o risco. Pois creio que há chance igual dela sair disso em glória plena. Basta fazer um carro de verdade e não outro paralelepípedo. Ainda dou um voto de confiança a Alonso acreditando que parte da choradeira dele por um ‘escudeiro’ vem do fato dele não possuir um carro que permita a ele depender apenas do próprio talento.

    Por falar em Alonso… rapaz… imagina se Kimi leva o campeonato já no ano que vem!!

    Quanto a Massa, considerando sua declaração de que quer um carro para lutar pelo campeonato, sua única opção efetiva é a Lotus. Em qualquer outra vaga ele continuará apenas completando o grid. (considerando que McLaren e Mercedes não mudarão)

  9. Lucas Ribeiro disse:

    Se eu sou o Eric Boullier, dispensaria o Grojean e traria Hulk + Massa, dos pilotos disponíveis são os 2 melhores.

  10. Patric disse:

    Eu enxotaria o Sergio Perez. Não fez nada de bom que justificasse sua ida para a Mc.
    O Button esta carregando o time nas costas. Pega o Magnussen e promove ele, pô.

    Grojã é aquele moleque chato, unico que tem bola de capotão na rua, que a molecada chama para jogar bola, só por causa da bola de capotão ultimate blaster que ele tem. E a bola dele se chama MotorRenault…

    Ricciardo subiu de “cargo” (agora ele é pleno, na TR era JR) mas é um pleno que não vai afrontar o sênior (que tem cara de trainee) Vettel. Vai ser outro canguruscudeiro…

    that’s it

    • Carlos Amaral disse:

      Não gosto do Perez. Marrento demais pra quem não mostrou muito ainda. Mas a coisa não está tão folgada assim pro Button, não. O que não quer dizer muita coisa, pois o carro desse ano é uma draga. Nível de Force India pra baixo.
      Mas poderia ser uma boa pro Massa, caso resolvessem mandar o Perez embora. Um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, difícil uma equipe do porte da Mclaren fazer dois carros bomba em dois anos seguidos.

  11. Parra disse:

    São os dias contados de Alonso …… ele desdenhou o carro da Ferrari quando não estava bem , a Ferrari ja mandou o aviso , temos quem queira pilotar . Alonso fica só até o fim do contrato.

  12. Mario Cordeiro de Menezes Neto disse:

    Quer dizer que o Alonso pediu de aniversário o carro dos adversários e de dentro do bolo saiu o Kimi Raikkonen!!! Quero ver agora…
    Quanto ao Massa, Eric Boulier já perguntou pelo FB “How much money do you have?” Seria uma bela dupla também Massa e Hulkenberg. Não tão forte mas consistente para dar trabalho.

  13. Wagner Campos disse:

    Ao que vejo o Massa tem chances boas na Sauber, remotas na Lotus e remotíssimas na Mclaren.

    O Nasr não tem chances na Toro Rosso. Na Lotus são remotíssimas. Sauber e Force India são opções pra ele?

    E o Razia, alguém sabe, alguém viu?

  14. sergio disse:

    COMO FÃ DA FORMULA 1,EU ESPERO Q A FERRARI,A MERCEDEZ,E A MAC LAREM VENHAM COM CARROS MTO COMPETITIVOS PRA TEMPORADA 2014. POIS VER SÓ A RED BULL DOMINANDO NAO TEM GRAÇA,E AS OUTRAS EQUIPES SE ARRASTANDO TENTANDO O IMPOSSIVEL NESTA TEMPORADA,BATER A RED BULL EN PISTAS SECAS. TEMOS DOIS GRANDES RIVAIS (HAMILTON,E ALONSO), Q SE TIVESSEN CARROS COMPETITIVOS CERTAMENTE VETTEL NAO ESTARIA COM ESTA VANTAGEN TODA NO CAMPEONATO,VAMOS ESPERAR A TEMPORADA 2014 PRA VER,PQ O TETRA JA É DO VETTEL

  15. Fernando Sandrini disse:

    Ainda não estou convencido que Alonso fica…. No comunicado que ele soltou, não citou o nome do Kimi, o chamou de “travelling companion” apenas…
    Essa história da Mclaren ainda não ter exercido a opção de renovar com os pilotos(principalmente com o Button) ainda deixa algo no ar, na minha opinião…

    Abraços

  16. PedroL disse:

    A F1 ficará mais interessante em 2014 com Kimi e Alonso dividindo a mesma equipe, acredito que não haverá problemas entre eles, até pq Kimi é um cara extremamente relax, por outro lado, Alonso é um cara dominador e na única oportunidade em que não teve a equipe a seus pés deu merda.
    Com relação ao Massa, ele continuará na F1 em 2014, basta saber onde e como será, é uma incógnita realmente, até pq não sabemos qual será seu desempenho após ter se livrado desse fardo, eu acredito que ele terá uma melhora significativa ainda este ano, vamos ver.
    Estava demorando para que uma mudança significativa dentro da F1 acontecesse, e cá está ela, aguardaremos ansiosos por 2014.

  17. Leonardo disse:

    O final dessa temporada será um estorvo. O que interessa mesmo é o ano que vem.

  18. FontesL93 disse:

    Já imaginou como a “Chiliquenta” vai ficar se o Iceman chegar e for campeão logo de cara?

    Torço para que o Hulk consiga a vaga na Lotus e eles façam um carro competitivo em 2014.

    Quanto ao Massa e Nars, não sei o que esperar. O primeiro não está tendo um desempenho que o credencie a ficar na F1. O segundo está deixando a desejar na GP2. É, acho que não teremos um brasileiro na F1 no ano que vem…

  19. Gostaria de ver Button e Massa na McLaren. Chances? Se bem que, se a Renault entrar forte com a Lotus, poderíamos ter Massa e Hulk por lá, tbm.

    No fim, o chute na bunda pode ter empurrado Felipe pra frente, vai saber…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>