MENU

13 de novembro de 2013 - 20:03F1

Vodca ou vodca

SÃO PAULO | No livro que eu não for escrever da vida, esse 13/11 merecia um capítulo especial pelo que já aconteceu em termos de bastidores e notícias da F1 e outras categorias. Neste momento, às 20h, a notícia não é propriamente uma novidade, mas ainda não houve o anúncio: é Kovalainen, mesmo, quem vai substituir Räikkönen nas últimas duas etapas do Mundial, a começar pelo fim de semana agora em Austin. Um finlandês por outro.

Kovalainen começou a carreira na antecessora desta Lotus, a Renault, como piloto do Renault Driver Development (RDD) e depois titular ao lado de Fisichella. Atualmente, vinha andando aqui e ali como terceiro piloto da Caterham nos treinos livres de abertura dos finais de semana.

A F1, numa silly season histórica e emocionante, também coloca em pauta um capítulo especial: a real validade e existência do piloto reserva. Valsecchi, que tava lá babando para correr e pedindo de joelhos no Twitter, vai chupar o dedo — numa linguagem sempre carregada de eufemismo. Aliás, o italiano jamais foi considerado como primeira opção: só quando todas as opções dentre os experientes fosse descartada é que seu nome aparecia na lista da Lotus.

8 comentários

  1. Henrique disse:

    A vaga é de Valsecchi, seleção natural, campeão da GP2, quantos talentos foram desprezados na era do dick vigarista? Resultado ele levou oito anos, Kovalainen vai levar para a Lotus a experiência de correr atrás.

  2. PedroL disse:

    Kovalainen é um bom nome para substituir Kimi. A Caterham começou pessimamente a temporada 2013 da F1 tomando um pau da Marussia, única equipe com quem ela disputa o mundial de construtores, e recorreu ao finlandês para ajudar. O fato é que a Caterham melhorou bastante depois que Kova retornou à equipe, e tem andado melhor que a Marussia desde então. Ele não é um piloto rápido ou arrojado, é técnico, um bom piloto.

  3. Leandro disse:

    Eu estava para pareguntar a você ou ao Flávio sobre a finalidade de ser piloto reserva/testes hoje em dia, vejo como muito ruim o fim dos treinos de quinta que em geral estes pilotos corriam e quase sempre pintava um bom piloto nestas sessões que acabava em geral sendo contratado e não pagando por uma vaga.

    Eu concordo com a opção da Lotus, pois u piloto experiente neste caso ajudará mais no campeonato do que um inexperiente, mas só concrodo por estarem disputando uma qualificação melhor no campeonato de construtores, senão, preferiria ver a estréia de um novo piloto.

  4. Ernesto Longhi disse:

    Os defensores dos pouco experientes 3°s pilotos vão alegar as horas e horas que esses passam com a bunda no simulador. Pra quê serve o simulador? Testes, desenvolvimento? Não seria mais sensato que o 3° piloto fosse um cara com mais rodagem para testar, desenvolver (mesmo que no simulador) e pronto pra essas, digamos, urgências de substituição?

  5. É muita grana em jogo pra deixar um juvenil pilotar.

  6. Askjao disse:

    E nem vai poder reclamar, pois em um campeonato onde uma posição na classificação represente alguns milhares de obamas, é mais do que compreensível a opção da lotus por um piloto experiente.

  7. Henrique disse:

    como quase tudo na f1, o piloto reserva é mais uma fonte de patrocinios.

  8. Marco Antônio disse:

    Essa Formula1 faz coisa !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>