MENU

14 de maio de 2014 - 14:09F1

Seis por meia dúzia

SÃO PAULO | O Renan do Couto captou o som amplificado com a trombeta/megafone que resolveram colocar lá no carro da Mercedes e tal, e teve a manha de o colocar para comparar com a Ferrari da Sauber e a Renault da Lotus. Ouçam aqui.

Não dá diferença significativa alguma. O negócio é todo mundo se acostumar com o som dos atuais motores, como aconteceria normalmente. É ruim? É, mas não tem o que fazer. Bola pra frente. Os promotores que se resolvam com a FOM.

O que a F1 deveria realmente ver é o quanto estes carros estão próximos de GP2 e World Series. Chega a ser ridículo que a categoria que se diz a top tenha carros que andem no ritmo da sua categoria de base e da outra que lhe serve de pilotos jovens.

3 comentários

  1. EduardoRS disse:

    Barulho de motor varia conforme a tecnologia utilizada, faz parte da evolução do esporte. O que não dá pra admitir é a chatice das corridas, a dificuldade em ultrapassar sem usar recursos toscos como o tal de DRS, e a falta de performance dos carros, quase iguais aos da GP2. Isso sim deveria ser motivo de discussão!

  2. Fernando Lima disse:

    Mudando de assunto…e esse papo do Vettel perder até para uma “mina”…que fase hein…
    http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2014/05/1454244-e-hora-de-me-aposentar-brinca-vettel-apos-ser-batido-por-piloto-escocesa.shtml
    Sendo assim, te cuida, Massa, porque além de andar na frente do Vettel, coisa que você não faz, parece até que é bonitinha…

  3. Sil C San disse:

    Quem sabe os pilotos da F1 migrando para a GP2 as corridas ficassem um pouco mais animadas? Pelo menos não teríamos tanta disparidade assim, barulho de motor a gente acostuma, não irão mudar e pronto.
    A F1 perdeu sua essência, se tornou uma categoria cara e sem graça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>