MENU

22 de junho de 2014 - 12:15F1

Steven Spielberg, 2


SÃO PAULO
| Olha… é muita viagem dizer que a Williams se apequenou (de novo?) e entregou a vitória para a Mercedes hoje? Que não soube fazer a estratégia correta em nenhum momento? Ou, na pior das hipóteses, que poderia ter posto seus dois pilotos no pódio tranquilamente?

Massa e Bottas lideraram sem muitos percalços o primeiro trecho da prova em Spielberg. Estava mais calor do que se esperava, e os pneus supermacios, sobretudo os traseiros esquerdos, desgastavam para todos em similares ritmos. É mais ou menos certo e sabido que táticas mais eficazes premiam quem para antes, aproveita para dar uma ou duas voltas bem rápidas com pneus mais novos, e quem fica para depois acaba voltando atrás. A Williams preferiu cercar a Mercedes. E mesmo assim, demorou muito para fazer Felipe parar. Teve aquele segundo ali que gastou a mais no pit do brasileiro – e que parece crônico e irremediável –, mas um cara que lidera uma corrida não pode voltar simplesmente em quarto do jeito que ficou.

Outra coisa: do jeito que estava, e a Williams usando os mesmos motores que a Mercedes, dificilmente ou nunca que os carros de Hamilton e Rosberg superariam Bottas e Massa nas retas. E no miolo era bem difícil de passar. Uma prova disso é que Hamilton pareceu ter muito melhor desempenho que Rosberg. Depois da largada fenomenal, pulando de nono para quinto e jantando Alonso, Lewis já estava atrás de Nico depois da terceira volta. Ficou lá estancado. Quando teve pista livre após as paradas, voava; chegava no companheiro, ficava lá, perguntando a vida para os pits para saber o que deveria tentar passar ultrapassá-lo. Assim, se a Williams tivesse feito as paradas sempre antes ou pelo menos na volta seguinte às da dupla prateada, teria muito mais chances de manterem a ponta, e que os dois se virassem para tentar passar.

Quando Massa voltou dos pits, voltou colado em Hamilton, e o quarteto andava no ritmo até rápido de Pérez, o líder da ocasião. Então, Felipe não andou colado no grupo nem esboçou atacar o inglês para retomar as posições. Só quando o ritmo do mexicano caiu vertiginosamente é que o brasileiro se aproximou – e Massa precisou da ida do seu mais novo rival aos pits para se livrar dele. Ali, viu o resto se deslocar dele. Assim, quando ele disse depois da corrida que o pódio era possível e que não sabe o que aconteceu em sua primeira parada, não deixa de ter sua razão, bem como é verdade que não mostrou em nenhum momento um esboço de recuperação.

Já é possível atestar uma coisa entre Massa e Bottas na Williams: o primeiro é mais rápido em voltas rápidas; o segundo é melhor em corridas. O resultado é conclusivo e visto na classificação do campeonato: 55 a 30.

36 comentários

  1. eduardo disse:

    É como alguém aí em cima disse. Eu acho que ele cansa durante a corrida. Falta de preparo físico.

  2. Junior disse:

    Victor depois da 1º parada o Rosberg voltou atras de uns três carros e ali ficou por várias voltas. Esses carros que estavam a frente dele estvão fazendo qual tempo de volta? Nessa hora o Felipe estava mais rápido que esse pessoal?
    Poderiam ter segurado ele um pouco mais em vez de ter entrado. O Rosberg ficou limitado pelos carros mais lento. Teria que ver o tempo de volta de cada um no momento!!

  3. Daniel disse:

    Não passa pela cabeça de ninguem que a Williams deveria deixar a equipe que fornece o Motor vencer, sob pena de so receber mais motor bixado pelo resto do ano, ou algo que o valha?? Sabe de nada…kkkk

  4. Alexandre disse:

    Eu se fosse Sir Frank Williams, diria a meus pilotos: Quem passar a primeira curva na frente vence a corrida. O outro segura o pelotão! Jogo de equipe as vezes é necessário!!!

    • CARLOS ATILA disse:

      Pensando friamente Sir frank Williams, deveria tomar esta atitude sim, ela foi tomada por Ron Denis na maclaren, e deu muito certo.
      Olha o Sr Toto Wolf ora no comando da mercedes, é o empresario do botas, também tem na Williams a piloto de teste Suzie Wolf.portanto existe troca de interesses, Acho que a chegada do Ros Medley, irá render bons frutos a equipe, mas ainda fico com o pé atras.com relação as trocas de pneus. 1 segundo é muita coisa na formula 1. nos resta observar se as estrategias irão mudar.

  5. eduardo disse:

    A Willians só largou na frente por falha dos pilotos da Mercedes,na corrida sem chance principalmente com os pneus macios que a diferença entre os carros aumentou,sobre a disputa interna o Bottas teve mais atitude na prova,o Massa ainda tem alguma vantaguem de aproveitar melhor os pneus e com uma pilotaguem mais limpa utilizar melhor o potencial do carro mas o Bottas deve evoluir nesses aspectos e com o tempo e a disputa ficara feia pro Massa

  6. Matheus disse:

    Se você pegar o tempo de voltas 2 voltas antes, volta de pit e 2 volta depois, dá uma diferença de quase 4 segundos. O pit stop do massa foi cerca de 1.5 segundos no maximo. O Massa pôs pneu duro e tem claramente dificuldade de fazê-los funcionar. Foi isso que fez com que perdesse…se tivesse voltado em ritmo forte não tomava o passão do Hamilton em um lugar que dava pra fechar a porta. Cochilou depois do pit, momento soneca.

  7. EduardoRS disse:

    Eu acho que se o pitstop do Massa não tivesse demorado aquele 1.5s a mais, ele teria voltado dentro do bolo e se mantido por ali. Podia beliscar um pódio. Mas novamente faltou leitura de corrida pra ele. Quando o Rosberg parou, deveria ter gritado no rádio “preparem os pneus porque vou parar na próxima!” Ou essa iniciativa também devia ter partido da equipe. Se era pra marcar a Mercedes, que marcassem de perto, e não três voltas depois. Jogaram fora um pódio fácil, assim como jogaram fora uma vitória fácil no Canadá. Esse engenheiro do Massa (o Smedley) é um péssimo estrategista de corrida, na Ferrari também só fazia lambança.

    A Williams como um todo precisa começar a voltar a ser um time grande. Dos pilotos aos engenheiros.

  8. roxxon valdez disse:

    se o massa não fica um segundo a mais no box…se minha avò fosse a rainha da inglaterra eu tava navegando o mundo no iate real…

  9. Alexandre disse:

    Eu, no lugar da Claire diria a meus pilotos: Sua briga é na largada. Quem sair na frente dispara, o outro segura o pelotão. Quem sabe a gente belisca uma vitória!

  10. marcelo disse:

    Em ritmo de corrida Bottas é mais consistente, isso é claro. Massa padece do mesmo mal do RB, é rápido, mas nem sempre consistente.

  11. Rafael disse:

    A diferença de pontos no campeonato tb pode ser atribuída, em parte, a azares que Massa teve em corridas e o Bottas não.
    Mas eu concordo que o Bottas é muito bom em ritmo de corrida. Só não sei dizer se é superior…Vejo uma briga pau a pau.

  12. Plinio disse:

    O excelente F1 Corradi disse que, talvez não se saiba o real potencial do carro da Williams. Eu concordo. A partir do seu texto eu concluo que Massa e Bottas são bons pilotos sendo o segundo de fato pouco mais contante nas corridas, mas ainda assim fica a impressão que o carro permite um pouquinho mais. Quando se olha a tabela de construtores isso fica bem evidente.

  13. Marcelo de Castro disse:

    Bom dia.
    Victor, vc foi muito feliz em sua comparação de estilos de Bottas e Massa. Quando vejo os dois andando juntos em corrida parece que o Bottas não faz esforço nenhum para fazer o carro andar, já o Massa “briga” o tempo todo com carro para acompanhar o ritmo do filandês. Para o Felipe faltou um pouco de arrojo, vontade de ganhar a corrida.
    Vejam o Alonso, pilota uma merda de carro, mas nunca desiste acredita sempre, tanto que sua vantagem para Haikkonen é absurda!! 79 X 19.
    Vamo Massa, esse carro continuando nesse embalo de melhoria vence logo, que seja contigo então garoto!!!!

  14. Sanzio disse:

    Teve duas corridas aí que o Massa não terminou com total ausência de culpa: Austrália e Canadá.
    Nada nada, teria somado uns 30 pontos nas duas, logo teria mais pontos que o Bottas.
    Felipe pode lá não ser aquele Alonso em rítimo de corrida, mas temos de convir que pontos ganhos não é uma comparação justa a se fazer entre os dois.

  15. Alessandro Barasuol disse:

    Concordo. A Williams correu para chegar em P3 e P4. Já estava conformada que não poderia mais. Só que não minha opinião, poderia sim. Falta eles acreditarem.

  16. O Rosberg e o Bottas estão aproveitando bem as falhas dos seus parceiros de equipes. O Hamilton vai ter que usar mais a cabeça que é o seu ponto fraco se quiser o Bicampeonato! O Massa vai fazendo bem o seu papel de coadjuvante dentro de sua própria equipe, mais um ou dois anos é Fim de Carreira! Esse lance de Pontuação Dobrada na última etapa só beneficiará o Piloto Irregular que nem nos tempos dos Descartes.

  17. AGS disse:

    VM: Boas noites…
    Só um sujeito sem vontade, demonstrando falta de concentração como esse amassa barro.viu..
    O cara mostra em qq momento, que não é profissional..Tá fazendo o campeonato só por pure fun…grana..sem um momento de vontade..
    Corre por ser um gozador..e nunca foi piloto..
    Até acho que o Nars..ou Nassr…poderia fazer o carro virar tempo..e algo melhor do que o tupiniquim das Cantareira anda fazendo. é piloto de televisão..
    VM: Melhor blog de automobilismo nacional(ao menos voce não se envolve a ser piloto rss).

  18. Fernando disse:

    No GP do Canadá fiz um comentário sobre Massa, ai vão alguns tópicos – “Eu até torço para o Massa, como torcia para o Barrichello, para que de tudo certo e nos dê alegrias que há anos não temos mais. O problema é que Massa e Barrichello são dois bons “mocinhos”, são gentis e muito “gente-finas”… não possuem o sangue de campeões, não arriscam, não põem fogo no adversário, são dóceis e fazem tudo ao contrário do que um Senna, um Schumacher faziam e o Hamilton e o Vettel fazem hoje. Massa e Barrichello adotam a postura de levarem os carros pra casa na melhor posição possível, se contentam com um 4º ou 8º lugares. Para se chegar em 1º, 2º ou 3º lugares precisam de algo mais, competência, habilidade e saber dar o bote certo no momento certo e, isso, esse dois não têm e nunca vão ter, são competidores fadados a companheiros de primeiros pilotos, acho que até Barrichello era melhor como segundo piloto, Massa, positivamente é fraco e o que mais chama atenção é um baita pé frio, azarado em dose dupla”… … “não adianta, temos que reconhecer e nos conformar que o espírito de campeões não temos mais, não temos mais os Fittipaldis, os Piquets e os Sennas, só temos coadjuvantes e olhe lá, não sei se ano que vem ainda teremos ao menos isso”…

    Bem, isso foram alguns tópicos do comentário do Canadá que poderia servir para Áustria. Normalmente nas classificações Massa comete algum erro que dificilmente outros cometem, mas na Áustria deu sorte pelo erro de Hamilton que ainda estragou a volta de Rosberg, então, só tinha que superar Bottas e ficar com a pole. Agora, na corrida é onde seu desempenho fraquíssimo, ele não consegue manter uma regularidade agressiva, faz duas voltas rápidas e depois se amofina e começa se distanciar dos que vão em sua frente e o que é pior, os que estão atrás chegam nele com facilidade e até ultrapassam. Não sei se é a forma de dirigir ou seu preparo físico que o deixa de acompanhar os que vão à sua frente. Lembram de Barrichello que chamavam de chorão, Massa está igual, sempre tem uma desculpa do pitstop ou que pegou tráfego. Gozado que quando isso acontece com um Alonso ou um Hamilton, esses fatos não interferem até o final da prova como acontece com Massa… Pilotos top de linha sempre conseguem extrair leite de pedra, Massa nem água ele tira…Podem escrever, com o carro e motor que a Willmans tem hoje seria obrigação estar sempre em terceiro lugar e quando tivesse a oportunidade de estar na frente de um deles fazer tudo para não entregar a “rapadura”. Essa tarefa podem cobrar, será Bottas que irá fazer esse papel, nem que seja pelo seu próprio nome.

    Porra, o cara não sobe num pódium desde 2008 como também não fazia uma pole, e isso que tinha uma Ferrari que levaram algumas pole e vitórias de Alonso, já ele nada. Até pelos pontos que Bottas tem, não me admiro que depois da metade do campeonato não se vai escutar com alguma frequência Felipe, Bottas is faster than you…

    • Walter Borges disse:

      Azarado? Não creio que seja este o problema do rapaz… o que dizer de uma figura pública que tem a infantilidade de creditar sua pole position ao boneco do Neymar? Se bem me lembro, o grande Senna creditava suas conquistas a Deus… ele chegou a declarar que viu Deus quando cruzou a linha de chegada em Interlagos. O boboca pega um boneco do Neymar e diz que graças a ele conseguiu a pole… é um cabeça de minhoca mesmo esse Massa – e ateu, ao que parece!! Tem que mudar a atitude, ter atitude, largar mão de ser esse cara bobo e presunçoso que ele é.

  19. Roberto Freitas disse:

    O que tirou as chances do Massa (pódio ou vitória) não foi o 1s perdido na primeira parada, mas, sim, a falta de ritmo de corrida, o que já não é novidade.

    • Francisco M disse:

      Baseado em que você afirma que foi falta de ritmo? Não torço pro Massa, mas temos que reconhecer que ele fez uma bela corrida.
      Veja que a média das voltas do Massa no primeiro stint foi de 1.14,880, com melhor volta em 1.13,768. Bottas no primeiro stint teve média de voltas em 1.14,960, com sua melhor volta em 1.13,809. Se ele andou mais rápido que o companheiro, não sei porque faltou ritmo.

    • Rafael Bilibio disse:

      Com certeza Roberto! Falou tudo. Todos já sabem isso, exceto o bocó do Massa.

  20. Celso disse:

    Sem teorias conspiratórias: Massa perdeu a corrida porque não conseguiu abrir uma boa distancia dos outros no primeiro stint, antes de entrar no pit, só isso, arte na qual Senna era mestre…
    A informação que tenho de uma fonte da equipe é que Pat Symonds vai esperar até a segunda parte do campeonato para decidir quem vai ser o 1º piloto do time… se o piloto brasileiro não ‘acordar’ vai virar outro Weber.

  21. Bernard disse:

    A Williams tem um ótimo relacionamento com a Mercedes e quer ser a melhor equipe cliente da Mercedes e por isso, não dificultou a vida da Mercedes.
    Foram sábios, assim ganham cada vez mais prestígio e apoio com sua fornecedora de motores!
    É tudo que eles precisam para se tornarem a segunda força no campeonato!
    Imagina uma Williams batendo no Rosberg ou Hamilton? Eles estavam ferrados e quem ganharia com isso? A Force Índia

  22. Francisco M disse:

    Nossa! Comparar os pontos e dizer que Massa é pior que Bottas é muita viagem. O mesmo então vale ao Vettel? Mas Vettel também tem sido mais lento em volta lançada. E agora? Ficou claro, ao chamarem o Bottas primeiro que a Williams inverteu as posições. A RedBull fez o mesmo no Canadá e a Ferrari na Espanha. Ficar no vácuo acaba com os pneus e Massa não teve culpa. No Canadá, Massa foi superior em ritmo de corrida, hoje, apenas três voltas do Bottas foram mais rápidas que a do Massa.

  23. Paul D disse:

    Esse pit stop foi horrível mesmo… Uma (no melhor estilo francês) merda mesmo…
    O cara saiu na pole e terminou a 17 segundos do líder e a 9 do companheiro. Se não fosse mais um erro da Williams o “maçã” teria “venssido” e seria líder do campeonato a meio ponto da conquista do mundial. Agora… agora aquele pit ferrou com tudo, igual a 2008….. Porra de pit… Sempre o pit stop… unbelievable…
    Acho que o “masça” devia deixar a Williams…
    Agora, falando sério, alguém esperava mesmo uma vitória desse sujeito? Foi até melhor do que eu achava, não acreditava que ia começar a terceira curva em primeiro…

  24. Fernando Monteiro disse:

    Acho que, assim como na corrida anterior, a Williams jogou no lixo uma ótima chance de vitória, ou no mínimo, uma dobradinha 2-3. Sempre tem um errinho no pit de Massa, os 3,6s do brasileiro para os 2,1s do Bottas fez toda a diferença na corrida do brasileiro. Dá a impressão que a equipe de Grove tem muito medo de perder quando desfruta de um momento propício na corrida, parece que o pessoal da estratégia fica sem saber o que fazer, ficam paralisados com medo de fazer besteira, e aí acabam fazendo, e perdem a “oportunidade daquele momento” e como consequência perdem a chance de grandes resultados.

  25. Emerson Furkim disse:

    Olá, Victor.

    Concordo.

    No entrando, acredito que o Bottas tem sido mais lento que o Felipe em voltas lançadas tão somente por cometer erros bobos na hora de encaixar a volta rápida. Assim, para mim, infelizmente o Bottas is faster than Felipe in quali laps as well as in race pace.

  26. Gonzalez disse:

    Bottas é muito mais pilotos que Massa, Foi isso que aconteceu! Nada demais!

  27. Hamilton Floripa disse:

    Está virando rotina o Massa reclamar que perdeu posições por causa de pit stop….
    Ele perdeu a liderança e um pódio porque não teve competência de acompanhar os 3 primeiros! Enquanto Bottas brigava com Rosberg, Felipe já andava a 5s de hamilton……
    Massa hoje é piloto de 5º a 9º…salvo algumas corridas como a de hoje, mas não passa mais disso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>