MENU

26 de julho de 2014 - 19:02F1

Budapeste bubônica, 2

SÃO PAULO | A definição de azar se aplica em sua plenitude ao que está acontecendo com Hamilton. Não é normal. Só que Lewis está indo além e dizendo que “tem alguma coisa além”. É tipo uma indireta de que está sendo escanteado ou que haja uma preferência para Rosberg.

É claro que Hamilton tem todo o direito de dizer o que bem entende, mas esse tipo de comentário é que fatalmente vai acabar fazendo com que olhem para o outro lado e vejam que o competente e calado companheiro merece mais. Ou senão vão chegar e puxar seu cabelo sarará e sua orelha ao mesmo tempo, chamando na chincha e pedindo para baixar a bola. E, de novo, tem a história psicológica: se ele realmente encasquetar seriamente com isso, o resultado em pista tende a entrar naquela descendente que vira e mexe ele encontra.

O espetáculo pirotécnico que a Mercedes #44 apresentou hoje comprometeu o chassi, e com isso Hamilton vai ter de largar dos pits. Do jeito que a zica tá forte, é até melhor evitar a primeira curva fechada e eventuais encontros na zona do rebosteio. Lewis haverá de dar outro espetáculo, o de sua habilidade, mas vai encontrar uma vida muito mais difícil que em Hockenheim. Hungaroring não é nada fácil. O que pode auxiliá-lo é a chuva, prevista para o domingo todo.

Como Rosberg não tem nada que ver com isso, fez o papel dele. E é uma pena mesmo que não tenha Hamilton para brigar com ele pela vitória, algo que não acontece desde o GP de Mônaco — onde não houve uma luta propriamente dita, mas os dois andaram bem próximos. Um novo passeio de Nico se desenha, e aí já fazemos aquela projeção do campeonato: seriam pelo menos 7 pontos a mais para o alemão, que iria para as férias/lua-de-mel para bimbar como coelho de tanta alegria.

Vettel pôs a Red Bull em segundo. Resultado até esperado: o carro da Red Bull é muito bom para circuitos como este, ainda mais nas mãos de um piloto como ele. E entre ele e seu companheiro Ricciardo tem ali Bottas. Que, convenhamos, está devidamente estabelecido como primeiro da Williams e piloto de ponta. Com três pódios na lomba e moral lá em cima, tira do carro o máximo. É ótimo, bem como Ricciardo.

Alonso foi quinto e vai fazer uma corrida normal para os padrões Ferrari d’hoje, ou seja, chegar nos pontos. E aí tem Massa, que não tomou só meio segundo do companheiro. “Ain, mas não é o assoalho?” Bom, que peça mágica é essa que Bottas usa que dá a ele mais vantagem que qualquer aparto aerodinâmico que se teste? Claro que não é o assoalho. “Ain, mas ele disse que pegou vários carros na volta final”. Bem, não foi só ele, creio, todo mundo estava na pista ao mesmo tempo. 0s9 é um caminhão que Felipe tem de engolir num momento em que seu parceiro se mostra muito melhor e eficiente. Massa disse à Evelyn Guimarães que vai correr sem pressão. Não creio que não a tenha se outro revés aparecer.

E a Ferrari com Räikkönen, hein? Deusolivre-guarde. Kimi disse que a equipe tem uma pane no sistema, meio que ouvindo a Pitty. E ele, que é meio desconfigurado por natureza, já demonstra estar de saco cheio. Bianchi, que foi quem o parou no Q1 é quem sorri duplamente, cêis sabem por quê.

Tendência para amanhã é que a briga pelos dois lugares no pódio restantes tenha seis pilotos: as duplas de Red Bull e Williams, Alonso e Hamilton vindo de trás como se não houvesse depois de amanhã. E com essa Mercedes que tá amplamente mais rápida que o resto, tem até mais chances que Massa.

6 comentários

  1. A chuva salvou o Hamilton apesar da escorregada e aliviou o Massa nessa corrida. A Ferrari se quiser o Alonso vai ter que dar a ele um carro competitivo, pois o recado já foi dado com esse espetacular segundo lugar. O Daniel Ricciardo mostrou o Braço ao sair do carro porque nas três voltas finais só valia o Braço na sua luta por essa espetacular Vitória. Parece que o Hamilton é um Estranho no Ninho na Mercedes, então ele deveria pedir alguns conselhos ao Nelson Piquet que foi um Estranho no Ninho na Williams de 1986 e 1987 conseguindo o Tricampeonato. neste último.

  2. Andre Cequelero disse:

    Não vi o começo da transmissão hoje, alguém ae pode dizer se o Barrichello abraçou o Massa antes da corrida hoje??? Porque parece que hoje o Massa pelo menos conseguiu completar a corrida né… Ta loko como tem carga negativa esse Barrica… xô azar…

  3. segundo o massa, o assoalho do botina é porcelanato, enquanto o dele alem de ser de madeira deve estar cheio de cupins. ele tá melhor de achar desculpas que o rubinho quando corria, pilota , faz uns pontinhos, da umas pancas quando tiver na zona do rebosteio, se diverte, ganha dinheiro, mas fica quieto, para de falar bobagem , seu massa, pois queima o seu filme

  4. Francisco M disse:

    Parece que não foi bem isso, né? Vettel rodando, Alonso fazendo mil voltas com opção macia e Ricciardo ganhando saindo bem atrás de Vettel que largou em segundo te pegou de surpresa, rs! Sem falar no Hamilton, terminando na frente do Nico. Mas, não seria o Vettel a reerguer a RedBull esse ano? E ele roda sozinho na pista? Não tem que provar mais nada. Ein??

  5. AGS disse:

    Rapaz, descobri o lance da TV ESGOTO..
    A Mariana Becker é irma do Burrinho Barichello…é a cara de um fucinho do outro..
    Caramba.. os dois são um só, ou são irmãos..Até mesmo as perguntas idiotas e sem chão..carambaaaaaaaaaaaaaaa..

  6. Jurandir Pacheco disse:

    Cabelo sarará? Bem, não vi necessidade de “especificar” o tipo de cabelo ao usar essa expressão, porém, se foi a intenção, o cabelo de Hamilton não é sarará. Olha na wikipedia o que é sarará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>