MENU

3 de outubro de 2014 - 13:10F1

Suzuka Kawasaka, 2

Tufão

SÃO PAULO | Agora falando do tufão propriamente dito, a última imagem liberada pelos satélites meteorológicos garantem que não há escapatória: o fenômeno vai chegar ao Japão mais cedo ou mais tarde. E como por lá a previsão é quase um dogma, o domingo vai ser inteiramente afetado por sua aproximação e consequente passagem.

Logo depois do treino livre 2 hoje em Suzuka, o tempo fechou e deve ficar encoberto também durante o sábado. Sabedores da vinda do tufão, a FIA, os organizadores da prova (Honda) e Bernie Ecclestone sentaram para deliberar. No fim das contas, não saíram com solução alguma.

Segundo o jornalista Adam Cooper, a primeira opção foi jogar a corrida para o sábado, mas a promotora/montadora não se comprometeu a devolver o dinheiro de quem comprou os ingressos de domingo e não puder ir à prova; depois, pensaram em antecipar a corrida em pelo menos duas horas para que não peguem o ápice do tufão, apontado para as 15h locais, mas parece que de nada adiantaria porque, mesmo assim, a chuva e os ventos seriam intensos.

Postergar a corrida para a segunda-feira seria uma tentativa mais lógica num cenário ideal, só que há uma outra prova na semana que vem, e toda a logística de transporte do material para Sochi, na Rússia, começa já no domingo à noite.

Assim, o negócio está no seguinte pé: a prova será mantida para o domingo, com seu horário entre 13h e 15h locais. A chuva deve ser forte, e sabemos bem como a direção de prova — Charlie Whiting — se comporta quando há água na pista: no mínimo sinal de perigo, que pode ser uma poça ou duas, haverá safety-car ou paralisação. Com duas voltas, a prova é dada como válida, mas apenas 50% dos pontos serão dados para os dez primeiros que compõem a zona da glória.

Há grande chance, pois, de o pole levar 12,5 pontos e o segundo no grid ficar 9, praticando a simples divisão pela metade. Se a classificação, então, tiver Rosberg como seu grande destaque, é bem possível que ele passe a liderar o campeonato por miserável 0,5, considerando que a atual diferença é de 3 a favor de Hamilton.

2 comentários

  1. EduardoRS disse:

    Com a bichice de direção de prova e pilotos hoje em dia quando cai um pingo d’água na pista, acho que nem vou acordar.

    Bons tempos em que a galera corria até que o último a aquaplanar vencesse.

  2. sandro disse:

    Ou seja, é bom nem perder sua noite de sono caro leitor. kk

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>