MENU

6 de julho de 2015 - 12:16F1

Alicia Silverstone, 2

SÃO PAULO | Fora da competição em si, a notícia que surgiu com força no fim de semana foi do possível retorno da Aston Martin à F1 em um acordo com a Red Bull. Na verdade, a montadora inglesa não seria fornecedora de motores, mas entraria como patrocinadora e apoiadora técnica em posição similar à que ocupa a Infiniti — do grupo Nissan/Renault. A parceria envolveria, principalmente, a chegada da Mercedes ao time que faz beicinho e mimimi e ameaça sair da categoria.

A informação, veiculada pela revista ‘Autocar’, é complementar a dada pelo site francês ‘Autoinfonews’, que garante que a Renault decidiu ficar na F1 e vai retomar o controle acionário da Lotus já a partir da próxima temporada.

Considerando que a Lotus atualmente usa os Mercedes, a quarta equipe que recebe tais motores ficaria vaga; da mesma forma, a Renault passaria a concentrar seus esforços em sua equipe e poderia abrir mão das parcerias que tem com Red Bull e Toro Rosso. Natural, então, que a Red Bull vá atrás de motores que possam voltar a fazê-la brigar pelas primeiras posições — e nesta linha, que a Toro Rosso busque a Ferrari para reatar um antigo laço. As informações fazem completo sentido.

Se não rolar com a Red Bull, a Aston Martin vai negociar com Williams e/ou Force India. A F1 já vai se desenhando para 2016.

3 comentários

  1. Douglas Kaucz disse:

    Muito boa essa notícia, quanto mais gente estiver interessada em entrar na F1 melhor para a categoria. Mas esses tempos li que a Cosworth tem o projeto de um motor híbrido pronto para poder correr, só falta o apoio de alguma equipe. Será que ela não entra ano que vem também? Acho que melhor que o Honda deve ser pelo menos.

  2. R/T disse:

    A Mercedes Benz assinou contrato com a Aston Martin há alguns meses, rola o papo de que está ajudando no desenvolvmento do DB11 que vai ter motor AMG Mercedes turbo, e provavelmente usar partes do SL tambem

    • R/T disse:

      no Autoblog inclusive foi dada a noticia de que a Mercedes Benz tem interesse na compra da Aston Martin, pra enfrentar a Bentley entre outras marcas de luxo controladas por suas rivais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>