MENU

24 de março de 2018 - 4:38F1

S18E01 Austrália 2

DZCVmlBXkAE6PBC

SÃO PAULO | O público que ao redor do mundo que viu o resultado inicial do Q3 nutriu uma esperança imensa de que ali havia uma Fórmula 1 igual para três equipes. Hamilton, Vettel e Verstappen apareciam separados por 0s067. Os carros foram para os boxes e calçaram novos pneus. Daí a TV focou na volta decisiva de Lewis: a cada parcial do trecho, um fué. No fim das contas, quase 0s7 para Räikkönen e Vettel. Em 5 minutos, fez-se a brochada.

O que dizer? Que claramente Hamilton tem o melhor conjunto para volta rápida, uma situação levemente diferente da atestada no ano passado, quando a Ferrari chegou a beliscar a pole. Ao menos, a gente já vai para a prova do domingo com a expectativa baixa para não se decepcionar muito. Se as Ferrari e as Red Bull ameaçarem o atual campeão, já dá um gosto especial, fica aquela impressão de que na prova seguinte vai ter mais briga, e piriri e pororó. Mas é o que tem para o momento, e não vamos nos iludir. Quiçá Verstappen e Ricciardo (+3 no grid) deem um pulo por estarem em tática diferente, largando de supermacios quando os demais vão de ultramacios.

(O que me dá raiva é Hamilton ter dito dias atrás que nunca deu uma “volta perfeita”. Cazzo, e essa foi o quê, meu filho?)

Bottas não acompanha o parça porque se viu em pedaços. Nada poderia ser pior do que um acidente no Q3. Até vinha relativamente bem nas fases anteriores da classificação, ficando centésimos atrás de Hamilton, mas a forma como se deu — e logo na saída primeira curva da primeira volta lançada — embute a pressão da qual quis se livrar em todo 2017 e só deve ter conseguido na última prova, Abu Dhabi, onde venceu. Valtteri sabe que tem de ir além do que pode para andar no ritmo do companheiro e, mais ainda, que só tem este ano de contrato garantido.

Comedidamente, ali num cantinho da garagem da Mercedes, Wehrlein deu um sorriso à Monalisa.

Magnussen em quinto e Grosjean em sexto — por enquanto. É para tirar o print. Mas o retrospecto não garante que ficarão por ali. Aliás, nem por muito tempo… Romain já aprontou das suas. Resolveu ultrapassar uma Renault nos boxes, andando numa faixa não permitida. às vezes acho que o francês tem algum déficit de raciocínio atrelado à adrenalina. A Mag, falta aquela rebiboca.

DZCSEBCVMAE_ZS6

Por isso que a dupla da Renault pode levar vantagem na briga pela liderança do chorume. Hülkenberg-Sainz é bem mais constante.

Aí tem a McLaren logo na sequência, com Alonso e Vandoorne andando perto. É a formação de outro trio bem claro na F1.

A Force India andou claramente pra trás. Ao saber do 13º lugar no grid, Pérez soltou via rádio como “vamos ter de trabalhar muito, hein?”. Ocon mal foi combativo no Q2, sendo pior até que Stroll. Certamente os dois carros vão ter vida difícil neste ano, considerando ainda que a equipe tem o menor dos orçamentos.

De certa forma, a Toro Rosso decepciona. Ter ali o 16º — Hartley — e o 20º e último — Gasly — é muito menos do que se previa diante da aparente boa pré-temporada na Espanha. Obviamente as condições são completamente diferentes, só que a expectativa era estar pelo menos ali no meio do pelotão — ou melhor que as Williams, por exemplo. As Sauber de Ericsson e Leclerc estão onde se encaixam na vida, mas deram um bom salto em relação ao ano passado.

Previsão que apontava chuva já mudou tudo e só indica que haverá vento forte. A tendência é que o nome da prova seja Bottas, saindo de décimo ou até de último, dependendo da possibilidade de trocas de peças e suas punições respectivas. Na frente, o melhor cenário seria Hamilton largar mal e perder três posições — OK, é pedir demais. Olha a expectativa tentando dar as caras. Melhor não. Porque se Lewis estiver no melhor dos seus dias, o negócio vai ser abrir a Coquetel e aguardar ‘Deus Salve a Rainha’ ser tocada no pódio.

2 comentários

  1. Carlos Alberto Junior disse:

    Show, texto muito bom e divertido. Agora por favor, vão ter de ser criativos com as posições da câmeras onboard no Halo. Do jeito que esta é péssimo! Perdemos toda a adrenalina da onboard por que tem uma trave arredondada na sua vista.

  2. Rafael Tonete disse:

    Belo início de temporada, com mais uma vez Lewis Hamilton mostrando o seu valor! Piloto rápido, constante e agora com a experiência eu diria que até completo.

    Falando da prova, acredito que o melhor a se torcer seria um Verstappen pulando bem na largada e ficando a frente dos pilotos da Ferrari e do Hamilton, que estarão com pneus mais rápidos, mas… Da quarta posição acho meio improvável… Não custa torcer.
    De resto a mais empolgante batalha deve ser no grupo intermediário, Haas, Mclaren, Renault e talvez Force India.
    Creio que a temporada promete!

Deixe uma resposta para Carlos Alberto Junior Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>