MENU

3 de junho de 2009 - 11:43F1

Copersucar e o Brasil na F1

SÃO PAULO | O Fernando Lemos e o Sergio Sem Sobrenome escreveram nos comentários, e nessa onda de equipes inscritas, bem que podia surgir uma brasileira, à la Copersucar-Fittipaldi, para concorrer às vagas de 2010.

Ia dar uma agitada no noticiário, acima de tudo. E seria muitíssimo interessante para nós que não vivemos o torpor — uia! — da existência da equipe nos anos 70/80 vermos e acompanharmos um time brazuca na F1.

O Brasil tem uma gama de empresas com potencial para anunciar. Tem pilotos aptos. Tem gente que sabe do negócio. Falta aquele empurrãozinho, o botar do pau na mesa. É que Emerson Fittipaldi está com a vida ganha, não vai se aventurar e arriscar a torrar seus bons milhões vindos da laranja e de outras praças numa nova empreitada. Nelson Piquet deu vida à equipe que leva seu nome na GP2, mas ainda não fez dela grande. Talvez fosse muito tentar algo na F1. Ou não.

Vai que amanhã brota no noticiário alguma inscrição brasileira. Provavelmente não ia passar pela peneirinha da FIA. Mas que ia ser legal, ô se ia. E como ia. 

11 comentários

  1. Carlos Alkimim disse:

    … sonha alice.

  2. Roberto disse:

    E pensar que o Mr. Bernie já foi patrão de N. Piquet na Brabham!

  3. Roberto disse:

    A VALE, PETROBRÁS, VOTORANTIM, BRASIL FOODS, EMBRAER IRIAM GANHAR MUITO EM MATÉRIA DE DIVULGAÇÃO NO EXTERIOR, AS MARCAS IRIAM CRESCER. POIS HOJE A F-1 NÃO SE RESUME SÓ AO EIXO AMÉRICA-EUROPA. AGORA ESTÁ NO ORIENTE MÉDIO, ASIA,ETC…
    SE TIVER ALGUÉM DO DEPARTAMENTO DE MARKETING DESSAS EMPRESAS NESTE BLOG DIGO A HORA É AGORA!

    Algumas pistas do campeonato atual
    Austrália, Malásia, Bahrein, Turquia, Cingapura, Japão, China e Abu Dhabi (Emirados Árabes).

    E num futuro próximo teremos
    GP da India, GP da Rússia, GP da R. Checa, GP da Bulgária, GP do Qatar.

    (retornando)
    GP do México, GP da África do Sul.

    SE EU TIVESSE UMA EMPRESA COM O PORTE DE UMA VALE, EU IRIA INVESTIR NUM CARRO DE F-1! SERIA UMA ÓTIMA PROPAGANDA RODANDO O MUNDO.

  4. Andrea disse:

    …Eu, viajando!…

    Estratégia de Marketing para a Brasil Foods (Perdigão + Sadia). Agora é a hora!
    Podiam botar o frango e o Juvenal pra correr.

    …Passou!…

    Não sei. Acho que em questão de F1, o brasileiro tem força só pra torcer mesmo. Não vejo interesse tão explícito pelas empresas, principalmente, “o botar o pau na mesa” , peitar a ideia e ousar.

    Nada Brasil, mas lembrei de John Player Special agora.
    Era tudo tão diferente…

  5. Dennis disse:

    Simples. É só o júnior ser mandado embora pelo Briatore que o Nelsão terá que “promover’ a equipe da GP2 para a F1, garantindo um lugarzinho para o pimpolho.

  6. LeoAndery disse:

    Essa lista tá parecendo a volta dos que já foram…
    Será que a Lotus volta?

  7. Estevis disse:

    Também tenho um blog sobre automobilismo. O meu fala de Fórmula 1, gostaria de fazer parceria??? Entre no meu blog e deixe seu comentário com a resposta. Obrigado

  8. Pantaneiro disse:

    Cara; ue Copersucar é esse? O corpo é do F5A, no entanto o bico esta muito estranho; não me lembro deste carro. E o número, de onde saiu???? Por acaso seria aqueles que correm como classicos?

  9. Carlos Alkimim disse:

    Esta galera ta viajando mesmo, eita,mas vamos lá:
    A Piquet Sports ñ parece dispstar a torrar milhões pra andar pra trás na F1, já que nem na GP2 ela decolou até hoje, ainda que venceu alguns gps, mas o titulo, lembrando que a equipe desde ano passado é italo-brasileira, então num viaja muito não fiote. A GP2 é muito mais em conta e ta na elite fazendo as preliminares da F1.

    Emerson Fittipaldi é gato , ou melhor “rato” escaldado na F1, pioneiro como piloto e dono de equipe, vive se arrastando com sua equipe na A1GP, então … bem, só de lembrar da agonia de ver os Fitti F1 e seus pilotos penarem nas classificações e nas Pré dos GPs nos anos 70 e 80 da uma dor terrivel, cara! sou um apixonado pela história da Copersucar Fittipaldi e seus legado, render muito falar desta paixão, mas … melhor deixar quieto, deixe o Emmo sossegado, ele já mostrou tudo a seu tempo e é parte de uma história.

    Petrobras, Vale, Votorantim etc … sim, tem empresas poderosas e muita grana em jogo, mas tem o outro jogo, os cartolas europeus, Bernie, Mosley e cia. ali é só maribondo papo amarelo fiiieee, as ferruadas doem demais, essa gente é podre, primeiro eles te iludem, depois torram suas grana, te humilha mundialmente e vc ai falido, destruido.
    Como falou da Forti Corsi, o carro era uma colcha de retlahos de patrocinadores alimentando o sonho do P.P.Diniz na F1, porque a gfrana vinha do Grupo de empresas do Papai dele, e o que deu ali, nada, mas sonho é sonho e cada um tem o seu, sorte dele q tinha a grana pra bancar, e nós? chupa nénem.

    Só pra terminar, as cartas já estão dadas na F1 pra 2010 em diante e quem entrar já sabe o que vae encontrar, apenas 13 equipes, 26 carros noi grid, algumas já previamente apadrinhadas por Bernie, então Piquet e Emerson que já conhecem bem esta catinga não tão afim de se borrarem, é isso.
    Valeu

  10. Existe uma possibilidade de acordo entre Vale e Petrobras para com mais algumas empresas nacionais provavelmente criar uma equipe de F-1 para 2011. A fonte desta informação é um diretor ligado a Vale durante um evento ocorrido no Rio de Janeiro.

  11. Alex Moreira disse:

    Realmente, empresas com potencial não faltam, me lembro da Forti-Corsi em 95, sustentada somente por patrocinadores brasileiros (Kaiser, Parmalat, Sadia…), até o motor deles, se bem me lembro, foi conseguido pela Ford do Brasil.

    Falando nisso, faz tempo que não vemos patrocinadores brasileiros na F-1, nos anos 90, tanto na F-1 quanto na CART, haviam várias empresas investido. Hoje de cabeça, só me lembro da Votorantim, patrocinando a KV do Mario Moraes, um dos herdeiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *