Parlatório

P

SÃO PAULO | Uma perguntinha aos caros internautas, cujas respostas lerei com atenção: o que vocês acham da cobertura das emissoras abertas, em especial Globo e Bandeirantes, sobre automobilismo?

As duas TVs fazem um trabalho que agrada? Se falta algo, o quê?

O espaço está aberto.

Sobre o Autor

118 Comentários

  • Sei que o post já tá “antigo”. Mas voltei aqui só pra mostrar por que não dá pra assistir corrida na BAND.

    No blog do Teo José:
    Neste final de semana volto a trabalhar na Fórmula Indy. A Band programou o GP de Watikins Glen para este domingo, dia 5, a partir das 14h15 — antes do futebol. O final deve ser dentro do Campeonato Brasileiro. A largada será as 14h25. Mais um desafio em circuito misto. Uma das pistas mais tradicionais dos EUA, onde Emerson Fittipaldi ganhou sua primeira corrida de Fórmula 1 em 1970 — dando assim o titulo post-mortem a seu companheiro, de Lotus, Jochen Rindt. O Bandsports transmite na íntegra.

  • A transmissão da Globo é regular, com algumas pataquadas, mas dá para assistir, xingar o narrador que não assiste a corrida, olhando apenas para a cronometragem, ou o comentarista parcial que sempre arruma um motivo para não dar a opinião. A Bandeirantes é horrível, sendo que o Luciano do Valle pelo menos motiva o público.

    As TVs pagas são interessantes. Band Sports, se eu posso, evito. Só falam bobagem, injustiçando os inocentes e sempre arrumando culpado até para parada no box. O melhor, disparado, é a transmissão da Nascar pelo Speed. Parabéns ao Lorde Lago e ao General Figueroa. Perfeita, demonstra fatos, dados e pontos de vista, sem se apropriarem da verdade. Apresentam opiniões, não verdades.

  • A transmissão da Globo é razoável transmite o treino de classificação e a corrida ao vivo e sem cortes, mas acho que a Globo deveria começar a transmissão uns 30 minutos antes da largada para comentar o que aconteceu durante os treinos livres e o noticiário da F1 entre as corridas. Pelo menos os treinos livre são transmitidos pelo Sportv o que é uma coisa muito boa

    A transmissão da Band… praticamente não tem nada que me agrade a categoria é transmitida só no Bandsports sendo que nesse ano a imagem esta meio cortada do lado esquerdo, quando é transmitida na Band é cortada para o futebol e quando colocam o Luciano do Vale para narrar haja paciência

  • Gosto da transmissão da Fórmula Truck na Band!
    Não gosto da transmissão da Stock Car na Globo!

    Gosto da transmissão da F1 na Globo (treino e corrida), apesar dos deslizes de narração…
    Não gosto do critério da Band em fazer o que bem entende com a Indy. Garanto que a Record faria melhor!

    Sugestão: já vi por aqui um programa sobre F1 na Globo. Acho que seria bem legal se fosse no sábado (antes ou depois dos treinos classificatórios).

    Sugestão 2: ah se o MIlton Leite narrasse corridas na Globo e o comentário fosse do Lito Cavalcante. Gosto do estilo de ambos!

  • lixo de transmissão com patriotadas patéticas…
    no exterior as transmissões são técnicas e para pessoas que gostam e entendem um mínimo..
    aqui é para fazer o povão achar que se trata de um jogo do corinthians x flamengo…

  • A Globo faz uma transmissão razoável. Falta abrir os trabalhos uma hora antes da largada e transmitir as entrevistas dos pilotos após o pódio. Além disso, não entendo como mantêm Galvão Bueno. Locutor da velha guarda, velho mesmo, defasado e não muito querido, como se vê nos próprios comentários. Sua presença já se desgastou muito, ele deu no saco e merece agora curtir uma aposentadoria boa. Sem contar que ele parece ter interesses pessoais em vitórias brasileiras e uma vaidade imensa.
    A Globo não escuta seu público e pode acabar engolida com isso. Muita gente só assiste corrida por ela por causa da imagem. Liga rádio, escuta pela internet, mas evita o Galvão. Se fosse possível assistir à BBC online e o Justin.tv não limitasse o número de acessos do Brasil, eu preferiria o Murray Walker.

    Band? Indy pra mim é coisa de TV a cabo.

  • Ninguem larga o osso , esse eh o resumo das duas (Globo/Band), Galvao cada vez mais cheio de tuneis e universos paralelos , Luciano suco del Vale nao vale nem a pena comentar, nem no futebol ele consegue lembrar o nome dos 11 jogadores de qq time , erra tudo toda hora. Imaginem os 2 juntos em uma transmissao, ia ser um tal de metanol q nao pega fogo em outra dimensao com tuneis q sugam pilotos, mecanicos, carros….Por que o tunel nao suga narradores que falam besteira ? Seria otimo…
    Que a nova geracao de narradores esportivos possa nos poupar de toda essa lenga-lenga sensacionalista e nos informe sobre o que realmente interessa.

  • A melhor narração da Globo fica em canal fechado, SPORTV, mas só nos treinos livres, ja a corrida temos que aturar o Chatão Bueno,
    A Band é brincadeira, eles pensao que F indy é futebol. Deus me livre, estamos muito mal servidos de emissoras de Automobilismo! O SPEED é o pior canal que existe, é só pra americano ver NASCAR, e tem 200 voltas com 189 propagandas durante a corrida, brincadeira, intervalo durante a corrida? F1 anos 80 acontecia na GLOBO! DEUS ME LIVRE DISSO TUDO!

  • Boa questão:
    No q diz respeito a parte tecnica etc, bons profissionais, boa tecnologia, muito bom.
    Mas em relação aos comentaristas, deveria urgente haver uma mudança radical no formato da narração, não basta contratar alguem renomado para acompanhar, o brasileiro gosta de carros, diretor, produtor, quem narra, sei lá, deveriam rever os conceitos para não ferir e irritar o telespectador. São todas TVs, abertas e fechadas, NASCAR na Speed Channel em portugues é terivel, irritante, AMA Supercross, Moto GP e outras. Reginaldo Leme, Luciano Burti, Casagrande, Arnaldo Cesar, e alguns eventuais ainda se salvam mas sob a batuta dos chatos Gaviao Bueno e Cleber Machado ficam obstruidos.
    Ver F1 pela Sport TV replay é menos pior que assistir na Matriz sob o ponto d vista “comentários”.
    Obrigado!

  • Olha: a Globo transmite treino e corrida, mas o que se sente falta são os comentários do pós corrida e reportagens sobreo assunto no Esporte Espetacular por exemplo. Já a Band, ainda precisa respeitar mais a cataegoria que eles tem na mão. Transmitir só as corridas em ovais (ainda assim algumas apenas!!!) e as em misto, uma ou outra, isso quando eles nem transmitirem essas, é brincadeira né!!!

  • bom.. eu gosto, mas axo q a Band deveria passar mais corridas da Indy.

    e falando em F1, se houver msm outro campeonato da FOTA, oq a Globo fará? Transmitirá os dois campeonatos ou só um?

    eu gostaria de ver o da FOTA ,com ctz!!

  • Eu gosto quando tem jogo da seleção brasileira porque sei que o Galvão não vai transmitir a F1.

    A Sportv deveria passar a corrida também. Além disso tem o Linha de Chegada que eu acho bem bacana.

  • agora, uma coisa que tinha esquecido.
    sou só eu que adoro a transmissão dos treinos livres da F1 no sportv?
    poxa, os caras falam o tempo todo de bastidores, de aspectos técnicos, e bem pouca baboseira. nem sei quem são os caras, mas acho eles muito bons.

  • desculpa..completando.

    a Globo é tv aberta, ela dificilmente vai se aprofundar num assunto especifico…ela tem que mostrar e falar de tudo.
    Quem tem programas especificos são as TVs por assinatura. Não tem como exigir isso da Globo.

  • bom, todos já sabem que o problema da Globo são as chatices do Galvão. Fala demais, quer inventar, falar com o “povão” e caga tudo…chato pra caraio.

    e quem reclama que a Globo tem pouco programa de F1, podia falar mais dos circuitos etc…meu, isso não vai acontecer..a Globo tem um contrato de um interesse universal – DINHEIRO.
    Os caras entram no ar ao vivo, as vezes 3 segundos antes da volta de apresentação. Mas tirando isso, a transmissão é boa sim.

    Agora, a transmissão da Bandeirantes é tão boa, que nem se assiste aquilo.

  • Só pra lembrar a turma… Caso a F1 fosse no horário do futebol, como ocorre com a Indy, a Globo transmitiria a F1 e mudaria o horário do futebol… Afinal, é ela quem manda na brincadeira…
    Isso aconteceu algumas vezes em GPs do Canadá e dos EUA… Mesmo segurando quinze minutos, meia hora no máximo… Infelizmente nisso, a Band está amarrada aos caprichos da Globo.

    Mas é questão de compromisso… Na Indy, provas noturnas e treinos oficiais, por exemplo, não passam no horário dos jogos…

  • Eu sugiro a aposentadoria do Luciano do Valle (e seu GP em Recife) e do Galvão não só da transmissão das corridas como da TV em geral. Não suporto mais. As narrações são fantasiosas, ufanistas e cheia de erros de informações, pronúncias, etc.. A Indy parei faz tempo, a F1 gosto no geral (fora o Galvão e seus erros), e concordo com o pessoal que poderia ser feita uma cobertura muito melhor, usando os arquivos, produção in loco, etc. Até tentam fazer no GP Brasil, mas ficam entrevistando gente que não entende nada (atletas de outros esportes, atores, cantores sertanejos…)

  • Horríveis.
    Faltam programas sobre o assunto, bastidores, entrevistas, treinos livres; a única coisa que eles passam é o volante de alguma equipe no GP do Brasil. Se não há brasileiro no pódio, cortam até a comemoração.

  • Depois que o Galvão mudou pra Mônaco, ele tá se achando o bam bam bam….alem de ser um chato, ele não deixa o Reginaldo e o Burti darem suas opiniôes, se ele Galvão, se contentar só em narrar a corrida, ja ta de bom tamanho…acho que a Globo poderia mostrar um pouco mais dos bastidores, assim como faz a ITV ou a Eurosport…DICA AOS AMIGOS: ASSISTAM AO VIDEO NA GLOBO E AO AUDIO NA RADIO BANDEIRANTES, COM O ICO E A ALESSANDRA, tenho certeza que nunca mais vcs vão escutar as asneiras do Galvão !
    Ja na Band, quando o Téo esta narrando, gosto bastante,ele tem conhecimento sobre a categoria e sempre da uns pitacos pertinentes, assim como o Celso, otimo repórter, mas quando inventam de colocar o Luciano…dai desligo a TV e escuto a Indy Radio, no site da categoria…

  • Globo/F1: Concordo com a maioria acima de que falta um pouco mais de cobertura. Podiam ressucitar o Sinal Verde (alguém aí lembra?) que passava no sábado antes da corrida. Não era lá grande coisa (5 minutos e quase só o Senna), mas chegou a ter algumas vezes com mais duração e informação. Podia ser colocado antes da corrida, 20 minutos já daria um bom caldo. O pós corrida podia ser incluído no Esporte Espetacular ou ganhar mais espaço no “Show da Vida” (mas aí sem o Galvão, só com o Reginaldo, hehe). Sobre os narradores: Galvão entende, mas é muito imperialista (uia), só ele quer falar, corta os comentários e reportagens e jamais admite que falou algo errado. Cléber Machado se confunde a toda hora, além de ser um pé gelado (alguém lembra dele ter narrado alguma vitória de piloto brasileiro?) Podia prestar mais atenção e calçar umas meias de lã…
    Band/Indy: Simplesmente ridículo. Narradores: Luciano do Valle: tá ficando igual ao Sílvio Luiz, fala demais sobre qualquer assunto, menos sobre o que está narrando (pelo menos o Sílvio Luiz era engraçado…) o Téo José entende bem, mas tá cada dia mais histérico (podia voltar aos bons tempos da Indy com Emerson). Isso se forem mesmo transmitir alguma coisa
    Abraços

  • A Globo ao menos se preocupa em passar a corrida inteira.
    A pérolas do Galvão já viraram um atrativo hehehe. E quando ele não está, temos o Reginaldo pra dizer que “é a força que suga o piloto para o centro da terra”. Haha, fala sério, em tempos de minha McLaren andando no fundão do grid, tem que ter alguma diversão durante a corrida, né não?

    Na Band? Nem acompanho mais nada. Corre-se o risco de assistir 198 voltas e não saber quem ganhou a corrida, pois a emissora corta para outro programa faltando duas voltas, isso quando é ao vivo. Quando não é, você tem que ficar procurando qual será o horário do replay, por que o anúncio é sempre “depois do programa tal”. Faça-me um favor. Indy na Band é ridiculo. Poderiam aceitar a dica do amigo acima e colocar em outra emissora, que tenha o mínimo de compromisso com a transmissão.

  • A Globo faz um trabalho bom junto a Sport TV Transmitindo os treinos livres mas ruim para o telespectador que não tem tv a cabo, mas acho que deveriam passar as entrevistas após o treino classificatório e a corrida.
    Só que se tiver joga de qualquer seleção Brasileira seja de futsal ou peteca, eles passam VT da corrida ou a larga e a bandeirada.
    A Bandeirantes se esforça….

  • A Globo, faz o treino de sabado ao vivo e a corrida também, mas as vezes as corridas são narradas em estúdio, e fica dificil as vezes saber o q está acontecendo realmente só com imagens, em relação a narrador, eu particularmente gosto do Galvão, sua narração agente já esta acostumado, O Cleber é mais suave, deixa os comentários para os especialista q ali estão.

    A band.
    Bom eu quase não assisto as Indy, só assisto a corrida quando ela é em circuito misto, pois odeio ver carros danto vostas em ovais.
    E as provas são em VT e também elas são feitas e estúdio, te q ser in loco.
    Mas Gosto da Truk, sempre provas ao vivo, e bem narradas pelo Téo José.

  • Resumindo…

    Narradores que não sabem nada de automobilismo… sensacionalistas… forçam muito… gritam demais… sem nescessidade… usam muito espetacular, sensacional, incrível… que nada uma ultrapassagem simples, os caras quase forçam um orgasmo… são uns babacas. Que narrem futebol… Pra cada esporte um especialista… não adianta misturar, os caras narram até jogo de peteca… e quando vai ver tão lá narrando F1, stock, Indy… muitos conhecem muito mais de automobilismo, e estão ouvindo os aprendizes falarem m… na tv

  • Atualmente a Globo faz uma transmissão muito melhor que a Band.

    A Globo sempre transmite todos os GPs (e treinos oficiais) ao vivo, apesar de sempre mostrar somente “o trivial” (entra 5min antes e fecha 5min depois). Poderiam ao menos mostrar aquela entrevista coletiva que é feita com os 3 primeiros após a corrida. Uma coisa que temos que lembrar que a Globo continou transmitindo F1 mesmo depois do fatídico 1994. Conheço gente que não assiste mais corridas deste esse ano…
    Vale lembrar que o horário das corridas ajuda (comercialmente falando), pois normalmente as corridas são ou de manhã ou de madrugada. Isto de alguma maneira facilita a tranmissão de todos os GPs ao-vivo, já que não é um horário muito “disputado”.

    Quanto a narração, o principal problema já levantado em outros comentários seria a falta de um “narrador dedicado” para automobilismo. Imagino que deve ser completamente diferente narrar um jogo de volei, um 100m rasos e uma corrida de automoveis…. Isso acaba sempre deixando a narração muito superficial. Gosto bastante dos comentários do Burti e do Reginaldo Leme; agrega valor para a transmissão.

    Já a Band atualmente não faz um bom trabalho. Transmite poucas corridas ao-vivo (acho que esse ano foi somente as 500 milhas), corta corridas para passar outro evento (confesso que esperava um corte na transmissão das 500milhas para passar o futebol…). Acho que a narração no geral também perde em qualidade, apesar de os comentaristas serem bons.
    Sobre o horário, infelizmente a maioria das corridas acontecem no “horario nobre” dos fim de semanas (a tarde ou inicio da noite). Como o público que assiste aquelas tranqueiras que costumam passar nestes horários é bem maior dos que assistem corridas, obviamente que a emissora prefere deixar de lado a corrida… Não tenho TV por assinatura, mas imagino que o BandSports deve fazer algo bem melhor que a Band.

    Daniel

  • Ia me esquecendo de um detalhe, a Globo fez algo neste ano que é puramente desonesto e ridículo, transmitir a parte final das provas da StockBrasil, ora para quem tem o direitos de transmissão e só passa o final da prova é sacanagem, preferem passar a entrevista do papagaio do taffarel do que a corrida inteira???

    É lamentável se fora assim nem transmite, passa um compacto da prova que seria melhor, mas já sabemos pq eles não transmitem toda a prova, o Cacá Bueno não tá disputando na ponta do campeonato, então….pra que transmitir toda a prova….só quem venceu tá bom….

  • A Band tá com baita mal gosto em transmitir a Indy, que torcem para acabar logo, o seu narrador fala tanta besteira quanto o da rede Globo, acho quanto é VT, o pessoal corta todas ditas ao vivo…

    Já a Globo, não sei o que é pior, pois ao vivo, as besteiras ditas não tem como cortar, como por exemplo, quanto falaram no Gp da Inglaterra sobre a Força G, que dizia que era uma aceleração, enfim…faltou um físico para explicar isso na hora, pois ninguém soube explicar e pior confundiram-se mais ainda….

    Em assistir uma corrida ao vivo e uma em VT, ao vivo é melhor, sempre, tirando estes contra-tempos, espero que tenha mais corridas na TV aberta, como GP2, WTCC, enfim…

  • Bem lembrado, Flavio Bonato.

    o Edgar desvendaria o rádio dos pilotos, até hoje o único que eu entendi foi o do Kimi (pasmem) ironizando seu mecânico, lembra?

    No Kers, No kers Kimi…

  • qto a bandeirantes nao vou comentar, pois nao acompanho, gosto daqueles caras da bandsport que cobrem o automobilismo, nao lembro o nome.

    Quanto a Rede Globo, eu geralmente baixo o som da tv, e escuto pela CBN, os caras entedem mais do assunto, são mais dinamicos, narram com empolgação, o Machado da globo parace que ta narrando mas louco pra ir pra casa, horrivel, enfim não tem nada de bom na narração da globo, os comentarios do Burti são bacanas, mas so isso tb.

  • GLOBO
    Cumpre o papel exibindo as corridas ao vivo. Colocaram alguém que entende da coisa que é o Luciano porque o GB só enrola. O Reginaldo está mais aqui do que lá, isso atrapalha porque dá pra perceber que falta o contato dele com as pessoas que fazem a Formula 1! O CLeber Machado coitado nunca acerta qual é o piloto que está aparecendo na tela é lamentável. Quanto a “tradução” do rádio das equipes me desculpem todos, mas, se fosse o Edgard Mello Filho que estivesse nas transmissões, ele mataria todas as charadas do que os caras estão falando! Quem comenta uma transmissão de qualquer coisa, até corrida de jegue tem que saber como funciona a coisa. O Galvão e o Regi são do tempo da F1 à lenha! Eles tem que se atualizar.

    BAND
    Não merce muitos comentários. Não transmite provas, o Celso é um baita profissional mas narrando é uma calamidade, o Luciano do Vale nas 500 milhas só sabia dizer “vem Kanaan, vem Kanaan” e fulano tá virando cento e tantas milhas e ni nguém explica como é que funciona aquele monte de infeliz andando num oval, quantos pontos faz e etc! Pelo amor de deus cadê o Teo José? A ultima que sei mandaram ele narrar Parintins, dá pra acreditar?

    Socorro…precisamos de atenção ao automobilismo já!

  • Péssimas!
    O pior é o Galvão. Não sabe a diferença entreum KERS e um microondas. Só ele pra fazer comentários piores que os do Reginaldo Leme. A única coisa que merece algum respeito na transmissão da Globo é a presença do Burti com comentários técnicos que agregam alguma coisa pro meu entendimento de automobilismo, de um modo geral.
    Sobre a Band, prefiro nem comentar. A Band só transmite a Indy quando falta anunciante entre os seus programas de Igrejas… é uma farsa.
    Bons eram os tempo em que o SBT (que saudade dos comentátios do Dedê Gomes!) transmitia a Indy. Só era uma pena que não transmistiam todas as corridas. Mas pelo menos, sabiam o que falar. O dia que a repórter da Globo falou que a calota do Massa tinha voado foi demais. Falta do que falar, falou o óbvio… ainda ganha pra fazer isso…

  • em relação a record:

    Eles começaram a transmitir a Cart/champ car e depois d algum tempo só passavam vts, por isso, se eles forem transmitir alguma categoria, q transmitam a da FOTA!!

    Band:
    Normalmente assisto pelo bandsports, só ñ gosto da cultura americana q eles tem adotado, no 1º comercial eu já vou fazer alguma outra coisa, isso se ñ durmir…

    Globo:
    o comentário do Leme ontem resume bem oq é a transmissão da globo; ele simplesmente falou q o kovalainen tava com o pneu furado antes do acidente com o Bourdais!!! Só se o pessoal da Mclaren trocou o pneu bom dele e botou um furado!!!!!!!!!
    O q acho pior é q tem gente q acredita, como o capelli acreditou…..

  • Hoje é melhor transmissão de automobilismo no Brasil é feita pela Speed Channel, Sergio Lago e Roberto Figueroa é uma dupla perfeita, eles não perdem nenhum detalhe das corridas. Outra boa cobertura e da Sportv dos treinos da F1, mas a Bandeirantes e Globo deixam a desejar, a Globo quando está o Kleber Machado é uma droga só fala besteira, Galvão Bueno é menos ruim, mas perde muitos lances da corrida. Na Band, quando está o Luciano do Vale é uma porcaria, ele não lembra os nomes dos pilotos e ainda a Band transparece que transmite a Indy com má vontade, qualquer coisa ela corta a transmissão. Na minha opinião o melhor narrador de automobilismo da TV aberta é o Teo José!. Em comparação a TV americana a transmissão brasileira de automobilismo falta conteúdo………. o que salva são as rádios Jovem Pan e Bandeirantes que complementam esse falta de informação.

  • Com relação à BAND… Agora entendo porque a CART saiu de lá depois de 1992 e nunca mais voltou… Até morreu, né? A IRL, apesar de ter ótimos pilotos e bom marketing no seu país (só por isso eu vejo!), soa um pouco medíocre… Não passa perto da CART dos anos 90! Na minha modesta opinião, ela não dura muito tempo!
    Aliás, tá na hora de criarmos uma emissora aberta para o automobilismo, não acham?
    Mas, falando a verdade, o grande problema da IRL é o horário das corridas, que geralmente coincidem com o futebol… Não seria diferente com a Globo, caso todas as corridas da F1 ocorressem nesse horário.
    Não adianta pensar em outros canais… Corrida não dá a audiência de futebol… E a maioria dos programas pagam pelo espaço na emissora… Capitalismo!

  • Falar mal do Galvão parece ser esporte nacional, mas o cara é competente se não fosse, não tava aí até hoje. De vez em quando tento assistir jogo do Brasil em outro canal, e me desculpem, futebol na Band/BandSport e Sportv é para sofrer com os péssimos comentaristas.

    A F1 passa em TV aberta para o público em geral, se fosse para entreter o ‘amante’ do automobilismo ia dar 2 pontos de audiência, e os amantes ainda iam reclamar.

    Quem não é 1’amante’ consegue suportar, logo a transmissão é suficiente, para mim o que falta é um pouco mais de dados técnicos nem que fosse com um carro virtual. O melhor seria um carro em tamanho real, como nas transmissões da Nascar americana.

    O que não dá é narração de Cléber Machado e Luis Roberto (Stock) os dois não entendem nada… e falam besteira atrás de besteira, é melhor pedir p/ Regi narrar.

    Quanto a Band… a transmissão é péssima, mas até entendo passarem em VT. Não tem como uma emissora como a Band transmitir a Indy porque esta não tem horário fixo e sempre bate com o futebol que deve dar o triplo de audiência na Band.
    E pq colocaram o L. do Valle em Indy 500? O cara não entende nada, só falou besteira, como a conversa do Metanol.

    Do Sportv gosto só do Mattar, não vejo nada demais nas transmissões, puro arroz com feijão.

    O Speed transmite as corridas longas do único jeito possível para se transmitir no tubo, me divirto com a transmissão e eles criam uma jeito de nos fazer assistir provas de 400 voltas em circuitos absolutamente monótonos como Fontana e etc… É a mesma técnica usada p/Baseball e etc… Vamos combinar que não dá p/narrar como estamos acostumados no Brasil por 4 a 5 horas.

  • Olá Victor,
    É a primeira vez que posto comentário em seu blog, mas tenha a certeza de que sou leitor assíduo deste espaço.

    Olha, pra ser sincero, a Globo poderia fazer algo melhor para a F-1. Ela tem condições para isso. Poderia abrir mais espaço nas transmissões, começar um pouco antes, terminar um pouco depois, até porque, domingo de manhã o espaço é destinado ao esporte na emissora. Mas acaba ficando tudo muito limitado. O espaço que eles abrem para aquelas bobagens de ver quem chuta mais bola na trave, goleiro que lença bola mais longe, e etc, poderia ser melhor aproveitado nas transmissões de F-1. Quanto a narradores, comentaristas e reporteres não tenho nada a contestar. Aliás, quando é o Cleber Machado que narra, ele abre mais espaço para o reporter, e a Mariana Becker está fazendo um trabalho muito bom. Goste dela. O que me deixa irritadíssimo com a Globo é o que ela faz com a Stock. Aí sim, é algo digno de vaias. O público que gosta de automobilismo não quer saber se transmitir corridas pela metade tem haver com acordo com Carlos Col, ou não. É lamentável perder uma corrida por algo banal, modorrento como futebol de areia, volei de praia, e outras bobagens que eles insistem em jogar na nossa casa.

    Quanto a Bandeirantes, é uma piada. Pinta uma bandeira amarela e eles ficam esperando o replay. Aí, quando vai mostrar eles vão para o comercial. Ou então, ficam mostrando o replay trocentas vezes e quando todos os carros vão para o pit, onde geralmente muita coisa acontece, e lá vão eles para o comercial. Isso para não dizer o pior de tudo: transmitir corrida pela metade, mostrar compacto de 5 minutos domingo 23h. Se a Band estiver transmitindo uma corrida, e tiver uma partida de futebol de botões, eles cortam a corrida para passar o futebol de botões, sem falar em concurso de miss, Raul Gil, e por aí vai. Por isso fiquei surpreso quando mostraram as 500 Milhas de Indianápolis na íntegra.

    Não tenho a intenção de malhar a Band, mas pela tradição que a emissora tem com a F-Indy eles poderiam fazer algo melhor, ter mais respeito com o telespectador e acima de tudo os amantes do automobilismo.

    Um forte abraço

  • Meu falar de tv aberta é complicado digamos que automobilismo no Brasil se resume em passar apenas a corrida. O certo seria uma mudança até mesmo do publico que buscase treino info races ou seja teria que ter um canal apenas pra isso.

  • A Globo transmite bem,construiu uma imagem positiva com a categoria.embora o Galvão exagere nas transmissões.tem o Reginaldo mais comedido mais manda bem e o Luciano Burti que já foi piloto e entende do assunto.
    A Band peca muito,tem a faca o queijo e a goiabada na mão e não melhora a transmissão, mesmo tendo brasileiros.dá até desânimo de ver.aí depois falam que o brasileiro não gosta da Indy.que nem o Luciano do Vale disse uma vez.
    Já a Record que tá jogando dinheiro pra todo lado, ao invés de passar pica pau no domingo poderia passar uma WTCC ou DTM.

  • F Indy – Não assisto! Acho que a Band disperdiça o talento do Téo José que é um bom narrador e demonstra que gosta de velocidade. Antigamente, na época do Emmo, as transmissões eram melhores. Hoje, chatinhas…

    F1, não tenho do que reclamar sobre a transmissao. Todos falam que a Globo só entra qdo faltam 5 minutos e corta logo depois mas, é uma televisão comercial! Quantas pessoas conheço que nem assistem F1! Só de eles transmitirem os treinos e a corrida já está ótimo! F1 dá dinheiro e nem tanta audiênica mais… Sobre os narradores, nada contra o GN nem o Cleber, mas adoraria se pudessem contatar os Sergio Lago e o Roberto Figueiroa que transmitem a NASCAR. É uma diversão o dois ficarem durannte 4 horas, com um monte de bandeiras amarelas, com nítida dificuldade dadas pelo Canal Speed por só jogarem a imagem e eles narrando em cima, sem reportagem nem nada. Também, com corridas de 500 ou 600 milhas decidas na última curva! Desde que acompanho a NASCAR eu, que vejo f1 desde 79 fico ancioso par que chegue os domingos à tarde para ver NASCAR. Vejo F1 por costume/tradição… Mas Nascar… maravilhoso!

  • F1 Globo: problema é o narrador…eu até curtia qdo o Cleber Machado narrava, mas ele anda errando muito e o Burti fala umas que Deus’o’livre…”o pescoço é o músculo…”
    Aliás, o narrador da Stock não serve: fez tanto a escola do Galvão que além dos trejeitos, até fisicamente ta cada dia mais parecido com ele [o.O]
    E já que tem um otimo produto nas mãos, a Globo poderia explorar mais na programação, como começar um pouco antes a transmissão.
    O melhor da equipe é o Regi.

    Band: é uma palhaçada :( vt de 5 min às 23h???
    Tinham que fazer em todas o que fizeram na Indy 500…o Luciano do Valle era ótimo…hj só sabe expressar emoção, porque pronunciar os nomes e prestar atenção no que ocorre tá dificil…ah, o Téo José grita demais e mto desatento tb…
    o Celso Miranda é o melhorzinho na cobertura pífia que eles fazem
    Enfim, “Band o canal do…FUTEBOL!”
    Mas na F-Truck eles mandam bem.

  • Concordo com a maioria dos comentarios sobre a Globo, em que ela pelo menos respeita o telespectador. Mas tenho minhas dúvidas se as corridas fossem a tarde nos mesmos horarios dos jogos de futebol. Mas em geral pra um canal que não é especificamente esportivo até que atende bem. Com relação ao seus narradores e comentaristas, o Galvão seria bem melhor se não se achasse tanto mas ainda o acho melhor do que o Cleber que parece estar narrando qualquer coisa menos F1. Quanto ao Reginaldo e Burti acho excelentes, agora aquela Mariana Becker não dá né, só entra pra dar umas informações nada a ver e puxa um saco da Ferrari que tá loco.

    Já a Band é revoltante, não passa treino (nem no BandSports), e quase nunca passa a corrida ao vivo e quando passa voce nunca sabe o que esperar, porque podem cortar a qualquer momento pra passar qualquer outra coisa. Muita gente falou que as 500 milhes eles transmitem completa mas se esqueceram de um ano atras, nao me lembro se o passado ou retrasado, quando choveu e eles cortaram pro Raul Gil e ficamos sem saber se a corrida voltou ou não.

  • Então…
    A Globo trabalhou por anos para construir a imagem da F1 no Brasil tal como ela é hoje… Qualquer brasileiro “entende” um pouquinho de F1, palpita, se interessa, mesmo que vagamente… É um trabalho elogiável… E quanto à transmissão, faz o arroz-com-feijão de sempre, o que é louvável. Não consigo ver necessidade em fazer uma transmissão de 5h num domingo de corrida quando a prova dura uma hora e meia… Mas faz falta manter a transmissão até a cerimônia do pódio…

    Já a Band, quando resolve transmitir a Indy, o faz razoavelmente bem. Mesmo não tendo o poderio da Globo, possui em suas mãos uma jóia a ser lapidada: uma categoria que sempre contou com pelo menos um brasileiro entre os ponteiros, prato cheio para a pachecada de plantão… O problema é que não está nem aí pra isso… A título de comparação, se a Indy fosse transmitida pela Globo, Hélio Castroneves seria herói nacional, tal como Senna. Mas ninguém aproveita… Transmitir o mesmo jogo que a globo transmite no brasileirão (nada contra a atitude de ontem) é ridículo… Ainda mais com uns bons pegas em cada corrida…
    A questão dos comerciais na Band eu concordo até certo ponto… Primeiro, por que em bandeira amarela nada muda, a não ser que haja pit-stops em massa, mas ainda assim sobra tempo pra chamar os comerciais. Vi ontem o resto do GP de Iowa por streaming pela TSN e lá sim a turma exagera nos reclames: o comercial da GM era colocado duas vezes seguidas! A transmissão interrompida com bandeira verde! Ridículo… O ponto positivo é que logo que chegou aos boxes após a batida, a entrevista com o Tony Kanaan foi transmitida (aqui mostram o piloto e nem se interessam com o que ele diz).

    Por fim, com relação à Record, bem que ela poderia investir em alguma categoria, a exemplo da Globo, ao invés de tentar tomar a F1 a cada verão… Ta aí o WTCC dando sopa… Tem a A1GP que é interessante também… Até a Superleague valeria… Desde que se investisse com seriedade e compromisso… Até mesmo “colocando” uns pilotos no grid, construíndo ídolos… Pegar a F1 pronta não funcionaria nem se o Tio Bernie viesse de joelhos oferecer para a Record… Mesmo com todos os defeitos que possui, a Globo soube e sabe fazer um trabalho competente nesse sentido.

  • Globo:

    A Globo faz um bom trabalho na transmissão da corrida. Mas poderia, sim, ser melhor. O excesso de patriotismo do Galvão enche saco (ainda mais pra um torcedor do Alonso que vibrou quando ele jogou o Massa pra fora), mas ele ainda é o melhor narrador de F1 da tv aberta. O Cléber Machado é insuportável. Gosto muito do Burti e do Reginaldo. As reclamações mais pesadas da Globo são começar a transmissão na hora da volta de aquecimento de pneus, não mostrar a entrevista após a prova e essa mania ridícula de chamar a Red Bull de RBR, a Toro Rosso de STR e por aí vai….

    Quanto a Band… até têm uma equipe boa… quando mandam os caras pra lá pra fazer a cobertura. Mas o excesso de comerciais e essa mania de cortar corrida pra passar Raul Gil são insuportáveis.

  • F-1:
    Se considerarmos a dobradinha Globo-Sportv, a cobertura é bem completa (a partir deste ano, estão sendo mostrados todos os treinos e a corrida).
    Sobre Galvão Bueno, ele comete suas gafes e falhas, mas inegavelmente sabe bastante do universo de F-1 e acho válido escutar o que ele diz (mesmo que não dê para concordar com tudo o que fala).
    O principal ponto negativo é o fato de não haver uma análise mais crítica sobre as provas. Protegem muito o Barrichello, por exemplo, ao invés de cobrá-lo e criticá-lo por eventuais desempenhos fracos. Evidentemente, é uma linha editorial por conta da importância da emissora no país e tal..mas com isso não se analisam as coisas com imparcialidade.

    INDY:
    A Rede Bandeirantes falha num grande aspecto: se não exibe as provas da Fórmula Indy ao vivo podia ao menos estabelecer um horário fixo para mostrar os compactos das provas. Do jeito que está, são poucas as transmissões ao vivo e os “melhores momentos” não passam de piadas. Nesse ano, tivemos um VT direitinho de cerca de uma hora, mas outros de ridículos 10 minutos, em horários não fixos. Aí, liquida o produto.
    Menos mal que tenho acesso ao canal BandSports, que mostra tudo ao vivo pelo menos.. A “favor” da Band: nem nos EUA há transmissão em TV aberta de todas as etapas da Indy…
    Sobre as equipes, falham ao colocar o ótimo jornalista Celso Miranda para narrar. Ele é ótimo apresentador e comentarista, mas não passa emoção na narração. Por sua vez, acertam quando colocam o Téo José, tão experiente no automobilismo norte-americano quanto o Celso e que consegue “chamar a atenção” para as disputas com mais ênfase.

  • A Band não transmite nada… a formula truck não tem graça e a Indy nunca é transmitida, a Globo passa a F1 direitinho, mas a Stock não… Acho que outro canal deveria passar a Indy, um canal que pense menos em futebol.
    No GP de Iowa, a Band não transmitiu para passar o jogo da seleção… mas não pensaram que a Globo, e SPORTV estavam transmitindo, se pensassem mais um pouco, iriam fazer diferente dos outros e passar algo que não passam em outros canais.

  • Eu adoraria q tivessemos a opção de assistir a F1 sem locução/comentários,acho totalmente dispensáveis,embora o Cleber seja menos pior.
    A Globo é uma exceção ao não exibir intervalos durante a corrida.Até na Inglaterra há intervalos durante a corrida.
    Nas categorias dos EUA é padrão haverem intervalos,principalmente em bandeiras amarelas,bem como nos esportes coletivos durante pedidos de tempo ou pausas,pois são transmissões q duram entre 2h30-3h30 em média e portanto seria extremamente chato e cansativo pra quem narra e pra quem assiste ficar direto sem pausas.
    E é tudo mto bem organizado,pois não acontece nada demais durante bandeiras amarelas.
    O próprio Victor esteve em Indy e pode ns falar sobre isso.
    Eu pergunto: a corrida inteira em Silverstone foi excitante?
    Não!Foi deveras monotóna.Intervalos não fariam diferença na transmissão.
    Ah,Teo José e Nivaldo Prieto os 2 melhores narradores dispardamente da tv aberta.
    A transmissão da Indy é ruim,mas o q mata msm é o cara de bolacha!
    Gavião malo e Bolachão do Valle,peçam pra sair!Já deu!O tempo de vc já passou!

  • Por mais críticas que tenhamos aos narradores Globais, temos que reconhecer que, pelo menos, eles tentam fazer sério. Tem o Reginaldo Leme, que às vezes parece estar meio gagá, mas entende bastante; tem o Burti, que eleva muito a qualidade das transmissões. Transmitem todos os GPs de F-1 ao vivo, sem cortes para comerciais, o que não é uma regra por aí. Mas podiam fazer algumas reportagens pré-corrida, como as que o Reginaldo fazia antigamente.
    Faltam com relação a outras categorias, transmitindo apenas a Stock Car quando têm vontade. E isso é realmente um desserviço à própria categoria a ao automobilismo em geral.

    Acho positivo que a Bandeiras transmita a F-Truck, mas é muito pouco. Eles tem os direitos sobre a Indy, mas nunca transmitem. falta seriedade para com o automobilismo.
    Agora, saindo da TV aberta, o Band Sports passa até que bastante coisa, considerando que é um canal de esportes em geral. Mas o futuro está no canal Speed! hehe

  • A Band faz a transmissão? Porque transmissão no meu entender é passar a corrida… Em Iowa, por exemplo parou de passar a corrida para mostrar o campo do estadio vazio… Só valeu pelas 500 milhas e pela prova do Texas, depois querem ter audiencia, imagina começar a ver um jogo de futebol e no meio do segundo tempo entrar outro programa no ar…
    Já na Globo, mesmo com o mala do Galvão a transmissão é boa, mas apenas com F1, a Stock acabou!
    Agora um coisa que me deixa P da vida é que a globo passa a categoria e tal e na hora de falar a equipe, é RBR, Marca de Pneu X e outros blablablas…. mas isso é com todos os esportes, o globo deveria perceber que sem patrocinio, não tem esporte e sem esporte ela não tem o que passar.

  • O nível de qualidade de transmissão da Globo é ótimo, porém a narração e comentários são verdadeiros “LIXOS”.
    Bandeirantes é lixo total!
    RecordNews – muito pobre.

  • ahhhh esqueci… aqueles que dizem que a transmissão nacional é uma porcaria e a boa é a inglesa ou sei lá que outra, fiquem sabendo que lá há intervalos comerciais no meio da corrida e é muito fácil ver ultrapassagens ou fatos importantes da corrida por replay. Tem gente que reclama sem ter noção das coisas

  • Caros,

    Vcs não podem reclamar da cobertura de F1 na tv aberta (claro, sempre há algo que melhorar). No momento, estou morando em Madrid, e aqui a emissora (La Sexta) interrompe 5 vezes a corrida p ir aos comerciais.

    Mais ou menos assim, a cada 10 voltas há intervalo comercial de 4 a 5 minutos. Excelente, não? E isso quer dizer que o telespectador perde, aproximadamente, 10 voltas (ou mais) ao todo durante cada corrida.
    Sim, é um absurdo?

    Só em não ter intervalo comercial durante a transmissão já fico um pouco satisfeito. Claro que há muitas melhorias p se fazer (como para de conversar nas corridas, ouviu Sr. Cléber Machado!), mas futuramente (tentarei) por em prática. hehehe, pq não?

    Saludos a todos,
    Carlos Gustavo

  • No que se refere a Fórmula 1, tenho que a Globo faz um bom trabalho. Temos que lembrar que se trata de um canal aberto e por isso impossível ficar falando de F1 a manhã inteira. O Galvão é um bom narrador e conhecedor de automobilismo, especialmente F1 mas fala, sim, algumas bobagens durante as narrações. O que irrita nele realmente é o fato de querer impor seu ponto de vista em detrimento dos comentaristas. Uma coisa pra mim é certa; é muito melhor do que a transmissão do Sportv. O Galvão é melhor que o Sérgio Maurício e o Reginaldo e Burti são muuuito melhores que o Lito Cavalcanti (esse sim, falando um monte de besteiras durante a transmissão).
    De se ressaltar o ótimo programa Linha de Chegada que infelizmente não tem horário certo e determinado para transmissão, sendo sempre preterido em detrimento de mundial de pocker, ou VT de Camarões e Afeganistão às vezes.

  • Acho que vc perguntou sobre automobilismo!!
    E naum fórmula um.
    Se for de modo geral acho que minha tv está com problemas, pois tanto globo e bandeirantes passam muito pouco sobre automobilsimo.
    F1, Estoque (agumas etapas), FTruck e Indy!!
    Na televisão de vcs passa algo a mais??
    Como WRC, Rally nacional, Kart, Campeonato de Marcas, Protótipos, Antigos???

  • F-Indy – Sobre a Band não posso opinar, pois há muito tempo desisti da Indy com o Luciano do Valle, mas pelo que eu li, a falta de respeito ao telespectador em relação a transmitir os treinos e transmitir a corrida ao vivo continua.

    A F1 merece ser discutida em tópicos

    1. quanto a transmissão

    Globo (ai ai): Transmite treinos oficiais e corrida sem intervalos. Excepcionalmente essa transmissão (a dos treinos, das corridas não recordo se ainda fazem isso) pode ser preterida por um jogo de futebol da seleção, alguma disputa de medalha em Olimpíadas, o que eu acho compreensível.

    Porém quando comparamos com as transmissões internacionais, dá vontade de chorar. As TVs detentoras dos direitos da F1 transmitem: treinos livres, treino oficial e a corrida começa a ser transmitida 1h antes de seu início, com repórteres entrevistando pilotos, ex-pilotos, chefes de equipes, análises sobre desempenho dos carros, e tudo que o fã do automobilismo quer ver. Porém, a maioria das TVs internacionais tem intervalos (acho q a japonesa não tem, mas como eu não entendo japonês eu só recorro a essa qdo não consigo ver treino livre em nenhuma outra.

    2. qto a narração

    Globo (quase infartando): só de lembrar do Galvão, passo nervoso. Não sei se um dia o cara foi bom, mas desde 1988 (que eu me lembre) não dá pra engolir. É tanta abobrinha, que eu abri mão e passei a ver a imagem, e escutar a narração pela radia Bandeirantes (que tb não está numa boa fase). As vezes, assisto a corrida na casa de amigos, e daí dá-lhe Galvão: a reta curva, a imagem mostra um piloto e ele fala q é outro, é mal educado qdo algum dos comentaristas o corrigem ou discordam do que ele fala, e tem a PÉSSIMA mania de idolatrar um piloto brasileiro e esculachar com qq piloto q ousar competir com esse semi-deus. E isso cansa…

    Com a internet descobri que tem um cara bem parecido com o GB, o famoso Lobato, e sua torcida pelo “Nano”.

    Qdo Cleber Machado é escalado, melhora um pouco, pois ele deixa os comentários acontecerem, é mais comedido na sua torcida, e não se arrisca a falar o q não sabe.

    O que falta a Globo é um narrador de automobilismo, que entenda do que fala. Eu gosto do Edgar de Mello Filho, mas não o imagino na Globo.

    3. qto aos comentários

    Reginaldo Leme deve ser um dos mais experientes jornalistas no meio automobilístico. Gosto dos comentários dele, da análise que ele faz da corrida, do piloto, do campeonato. Há alguns anos ele oscila entre dias bons, e dias ruins. Ainda bem que temos mais dias bons q ruins, e tb dá pra notar que ele está ficando saudosista, mas criticá-lo por isso jamais! Adoro esses momentos. Mesmo ouvindo a transmissão pelo rádio, eu deixo a TV com o volume alto o suficiente para perceber as entradas do Reginaldo.

    Burti faz as vezes de avaliar a situação do ponto de vista de um piloto, e isso é legal.

    4. Qto as reportagens na pista/Box

    Onde enfiaram o Pedro Bassan??? Alguém pode me dizer????

    5. Qto ao conteúdo

    Havia um tempo, qdo Senna ainda era vivo, que a Globo tinha um programa esportivo domingo à noite, depois do filme (Domingo Maior) e nesse programa mostrava uma edição da coletiva dos pilotos após a prova. Tudo bem que na maioria das vezes essa edição só ia ao ar se algum brasileiro estivesse nela. E tb só mostrava o q o piloto brasiliero tinha a dizer sobre a prova.

    A Globo deve pagar uma nota pra FOM, então pq não aproveitar e mostrar tudo q interessa “Ao amigo fã do esporte?”. Quero os treinos livres (pelo menos esses estão atualmente disponíveis no Sportv, mas nem comento sobre a narração e os comentários desse canal, pq vc não perguntou…), o treino oficial, a coletiva após o treino oficial, a transmissão da corrida a partir do momento q a FOM começa e a coletiva pós corrida. Eu não entendo pq transmitem os treinos livres e não transmitem as coletivas no Sportv

  • O Trabalho feito pela Sportv é bem melhor, os profissionais da Globo e da Band são muito popularescos. Automobilismo é um esporte admirado pelas classes mais informadas, o melhor seria colocar narradores mais inteligentes.
    Desculpe, mas a verdade é que o Galvão Retacurva Bueno é o cara mais chato do Brasil.

  • Eu gosto da transmissão da Globo. Detesto os comentários dos narradores e comentaristas, sua parcialidade e tentativa de proteger e defender qualquer erro de um brasileiro, como se não pudessem os pilotos brasileiros ser superados por outros, ou como se fossem infalíveis.

    Mas, fora isso, que é algo que não deve mudar nunca, pelos padrões da emissora que tanto nós conhecemos e criticamos, eu acho a transmissão bacana. Se não começam a transmitir 1 hora antes da corrida, pelo menos começam 15 minutos antes e não colocam intervalos comerciais no meio. Transmitem também treinos de Sábado e sempre ao vivo.

    Já houve vezes em que passaram VT? Sim, mas foram poucas.
    Já interromperam a transmissão para cobrir outros eventos? Sim. Mas aí temos que entender que se trata de um TV aberta e que tem diversos tipos de público. E muitas vezes têm que se agradar a maior parte desse público, afinal, vive-se ali de audiência. E o número de pessoas que acompanha um jogo do Brasil importante, ou a visita do papa para cá, por mais banal e sonolento que isso possa ser para nós, com certeza deve ser maior. Mas, via de regra, todas as corridas são transmitidas ao vivo e os treinos também. E na íntegra, sem cortes.

    Gostaria que as entrevistas coletivas após as corridas fossem mostradas também, mas fazer o que? Não se pode ter tudo.

    Agora, na Bandeirantes o caso é sério. Lembro também quando transmitiam no SBT. Era horrível. Mudanças de horários. Compactos em horários esdrúxulos e coisas do tipo. Sem contar que o Luciano do Valle consegue ser pior que Galvão Bueno na questão “ufanismo desenfreado”.

  • Falando só da Globo…

    Se for pra comparar com a transmissão da BBC, não dá nem pra ver.

    Na Globo é um show de parcialidade.

    1)Galvão Bueno até transmite emoção mas comete erros grotescos o tempo todo. Pra quem está no circo a mais de 25 anos, ele não aprendeu muito.

    2)Cléber Machado então… fica se perguntando das regras o tempo todo. Faz cada comentário sem pé nem cabeça… emjogos de futebol, ele torce pros paulistas claramente.

    3) Reginaldo Leme é um bom comentador. Mas pra quem está no circo a mais de 25 anos, deveria ter muito mais noção de como funciona algumas particularidades dentro do carro e da pista. Apesar de algumas besteiras, acho ele bonzinho.

    4) Luciano Burti é piloto e raramente fala besteiras. Apenas quando o narrador ‘o força’ a falar de coisas que ele mesmo dá a entender de que não precisa. Mas normalmente tem o ponto de vista mais interessante ali dentro.

    Uma das coisas que me irritam, é ver a parcialidade desses pseudo-jornalistas. Uma coisa é ser patriota, outra é denegrir que não é de alguma forma.

    Na BBC, os comentaristas são David Couthard, Eddie Jordan e mais um que esqueci nesse momento: raramente vc vê eles priorizando a corrida toda em prol de um piloto inglês, mesmo vendo o Button ganhandoo 90% das provas até agora. Sem contar que quem assiste, descobrem MUITAS informações que a Globo não passa – como o problema no KERS do Massa algumas provas atrás, por exemplo.

    Outra coisa que me chateia é ver que a fonte de informação da mídia brasileira sobre F1, é praticamente TODA pautada em notícias vinculadas à Autosport, Corrieri de la Serra, Autosprint entre tantos outros: se vc quer saber da informação correta, não busque em sites brasileiros.

    Além de tudo isso, é uma constante notar a parcialidade de quem escreve: outro dia tava lá falando que o Raikkonen supostamente disse que “ia continuar na F1, independente da Ferrari” qndo na realidade foi em um contexto COMPLETAMENTE diferente. E isso é uma constante aqui, principalmente em se tratando do Finlandês. Nunca vou entender o por que disso…

    Bem… meus dois centavos são esses.
    Mas teria um milhão a mais se eu tivesse mais tempo pra escrever sobre a participação da mídia brasileira na F1.

    Abraços

  • Victor,
    GLOBO – não precisa de narradores (nem Galvão e nem Cléber Machado). Acham que entendem do asunto mas só falam besteira. Deveriam deixar só o Reginaldo Leme comentando e o repórter de box. Ultimamente assisto às corridas na Globo sem som na TV e ouvindo na Band News FM (nem se compara a qualidade da narração, pena que fica um delay entre imagem e som).
    BANDEIRANTES – como não transmite a Indy na íntegra, costumo assistir na Band Sports. A mesma crítica que fiz à Globo vale para Luciano do Valle e para o Teo José. Só falam besteira, erram carros e pilotos, parece que não fazem o dever de casa. Poderiam deixar só o Celso Miranda e o Felipe Giaffone que dão bem a conta do recado e entendem do assunto. Não precisa de narrador. Aliás, a assessoria dada pelo Giaffone na Indy é muito superior e mais informativa que a do Burti na F1.

  • A Globo falha em não ter um narrador exclusivo para automobilismo, já que a formula 1 é uma das atrações que mais dá retorno para a empresa. Terrivel são as manias: RBR e STR são injustificaveis, já que o mundo inteiro fala Red Bull e Toro Rossi. Poderia ser melhor também se as transmissões fossem do local da corrida. Mas o pior de tudo é quando a corrida não é transmitida ao vivo, as vezes com “delay”, como ocorre em épocas da Copa do Mundo ou da Olimpíada.
    A BAnd é sofrível em tudo. Tem muito… mas muito a aprender ainda.

  • Bom mas que pergunta facil de responder meu Deus, e aposto que vc ja faz idéia das respostas caro Victor.Bom a Globo sempre foi impecável nas suas transmissões , nunca perdeu o profissionalismo e graças a ela a F-1 tem a sua mídia correspondente, agora a dona “bandinha” af…., cruz credo, olhá é de doer, se o Tony George tivesse a mínima idéia do que a Band faz com a Indy, com certeza ia rolar um baita processo logo de cara mas o culpado é um tal de Carlos Gancia sei lá de onde, o cara não se manca, eu se fosse ele com certeza rasgaria esse contrato com a band, culpa da diretoria que só pensam em futeboleco por que a equipe de transmissão é excelente!!!!!

  • Eu acho que as transmissões tem boa qualidade de imagem e tal, mas os comentários e a narração são muito tendenciosas. A transmissão preocupa-se muito mais em informar sobre os pilotos nacionais do que sobre o esporte em si.

  • Na verdade mesmo, nem TV aberta, nem TV fechada. Só não posso falar do BandSports, que não tenho.
    Na Globo só passam as corridas da F1, muito mal narradas, como sempre (o Cleber Machado que é melhorzinho, ontem estava mal) e o treino de sábado. Mas não se esqueçam de uma coisa, quando tem futebol eles cortam a corrida. A transmissão da Stock é uma piada, não tem nem o que falar. Não existe.
    A Band não dá nem pra falar, a gente tem que descobrir qual o dia e horário que passa a corrida. Pelo menos o reporter que fica no circuito entende um pouco mais (Celso Miranda). A transmissão da Truck é mais ou menos e acho que o Téo José não é bom narrador não.
    Nas TVs fechadas, pelo menos o SporTV passa a GP2, de maneira razoável. Além da MotoGP. De vez em quando passam algumas outras “fórmulas”, mas parece que depende do gosto deles.
    No Speed tem sempre o show das Nascar (as 3 séries+México), mas ao vivo mesmo só as Sprint e as vezes a Nationwide. As outras sempre VT. Mas o que mata é a cultura americana de propaganda no meio da corrida!!!!
    Mas fora isso tudo, faltam programas sobre automobilismo!!! Na TV aberta é zero!!! E nas fechadas você tem sair a caça dos programas e que não são nada lá essas coisas. Grid Motor e Limite não suprem tudo, são muito focados. E na verdade, na ESPN parece que só o Flavio Gomes entende de alguma coisa.
    Abraços.

  • Bom, não falo da Indy por não acompanhar… Mas lembro dos tempos que a Indy passava na Manchete (narrada pelo Téo José) e depois foi pro SBT… Até 97 dava pra acompanhar… Depois, “no fucking way”… Aí jogavam VT da corrida pra madruga, era foda…

    A Globo, apesar de eu não gostar lá tanto assim dela, faz um trabalho muito bom na transmissão… Eu conto nos dedos quantas vezes aconteceu deles não transmitirem corridas na íntegra e/ou terem passado VTs… Isso só acontece em casos ultra-mega-power extremos (plus), como Olimpíadas, Copa do Mundo, uma visita do Papa, um jogo de seleção…

    (diga-se, o GP dos EUA de 2005, aquele com 6 carros, foi transmitido pela metade por causa de um jogo da Seleção…)

    As entrevistas pós-corrida só rolam quando há algum fato extra-ordinário (como o GP da Áustria de 2002, ou quando Schumacher anunciou que tava se aposentando…)

    Enfim… Como tá, o “Homer” entende numa boa… Mesmo porque pra transmitir a Fórmula 1, a emissora tem que vender certas cotas de patrocínio, coisa que a Globo faz bastante, mas a Record não precisa muito, porque é sustentada pela Igreja Universal…

    E, respondendo ao que foi perguntado acima, não é raro haver intervalos durante as transmissões da corrida… Acho que os estrangeiros desconhecem o que é “spot”… (inserção do patrocinador em texto de 5 segundos…)

  • Deixei de mencionar duas coisas: 1)alguém aí falou do Edgard Mello Filho. Esse é O CARA em se tratando de transmissão de qualquer coisa que tenha rodas! Até corrida de rolemã ele sabe transmitir. Pergunto: onde anda vc, Edgard?
    2) eu assitia Indy na Band na década de 70 (sim, senhor!), quando corriam Foyt (o original), Johnny Rutherford, Mario Andretti Al Unser Sr. & cia. bela. Quem transmitia? Não havia locutor! O áudio era direto!!!

  • A TV ABERTA É LIXO …. não só no automobilismo, em tudo !!

    off topic -> na TV aberta não tem diversidade só aparece torneio se for mundial de X modalidade …senão é só futebol e o que fazem com os patrocinadores então é traição … vide RBR os caras gastam centenas de milhares de dolares e os MALDITOS se recusam até a falar o nome da equipe completo … palhaçada por isso o nosso esporte em geral não sai da merda !! tem medalhista olimpico no Brasil que encara um trampo das 08 as 18 pra garantir o treino pq a MIDIA não divulga nem o boné do atleta, se vai entrevistar FECHA a imagem no nariz dele PURA GANANCIA !!

  • Que a Band deixe de transmitir a Indy com Luciano do Valle ou Teo José (que dão na mesma!). que o Luciano volte a Recife e seja feliz; que Teo José se case com a viúva do criador da F. Truck e passe bem. Salva-se apenas o Hermann

    Que a Globo ponha o Galvão num “Pé na Estrada” perpétuo, mas sem transmissão pela TV, onde ele se esbalde ao volante de Ferraris e Parc des Princes pela vida afora. Chega! Longa vida a Reginaldo Leme, que já atura há 30 anos esse egocêntrico.

    Sugestão: porque não abrem concursos para locutores especializados? Se o Neto (!!!!) pode ser comentarista (????), alguém pode ser narrador de F1 ou Indy.

  • Sobre a Globo, não tem muito do que falar, fazem uma boa cobertura, transmitem os treinos classificatórios e o melhor, não tem intervalo comercial no meio da corrida.

    Agora a Bandeirantes, pelo amor de Deus. Eu preferia ver a Indy ou na Record, desde que não parem a corrida pra passar Eliana ou Rodrigo sei lá das quantas, ou em qualquer canal esportivo fechado, poderia ser mesmo no SporTv. A transmissão é péssima, tiram a corrida do ar pra passar futebol, e quando passam a corrida, ainda colocam comercial no meio dela. Acho isso um absurdo e o mais revoltante, é que no meio do jogo eles não colocam comercial, mas em dia de corrida sim. Lamentável, não é a toa que não tem audiência nenhuma essa rede.

  • A Globo pode não ter um narrador maravilhoso mas a parte de transmissão é nota 10. Respeitam o publico exibindo um evento no horario como prometido.
    Gosto de corridas e assisto a F1 e a IRL.
    A F1 tá sempre lá, sendo exibida pela Globo. Mas a IRL a Band detona em prol de Futebol. Pouco se lixa se tem alguem que assiste. Vc que tem que recorrrer a TV paga, se puder pagar.
    Por isso e acima de tudo, torço para que não haja o racha na F1 e se houver, que a Globo consiga assegurar a transmissão do novo campeonato.

  • Uso as palavras do Máximo Bueno como minhas, é intolerável assistir globo rural até os 10 min que antecedem as corridas. Mariana Becker dos boxes é uma agressão aos ouvidos, Reginaldo + Burti + Galvão proibidos de falar mal do Burrinho (tipo a alegria de um piloto de andar no pelotão da mer…). Aquelas propagandas nos intervalos da classificação “não tem preço”. Ano passado eu pude ver a classificação do GP da Europa (Valência) via streaming pela BBC, fiquei impressionado com o acesso que os caras de lá tem. Eles filmaram os pilotos indo (dentro do carro) até a sala de imprensa, a entrevista toda, e nós ficamos com a de sempre, o cara sai do carro, pesa, e vem aquele “nos encontramos amanhã…”
    Band tô fora, o Speed já tá apelando (polishop) e o Máximo bueno deveria assistir o Lito Cavalcante (SporTV) medindo Força G em ATM, kkkkkkk

  • A Globo ainda é melhor, apesar que etapas que coincedem horário com seleção brasileira, ou qualquer outra coisa que eles julguem mais importante.
    A Band é triste, curto a Indy e tenho saudade da Manchete.

    Abraço.

  • Vitor, a transmissão da Globo chega a ser boa. No meu caso não ouço os narradores, escuto pelo rádio mesmo, CBN ou Jovem Pan.

    O da Bandeirantes tem um problema, a prioridade esportiva lá é o futebol. Tem GP fica só um tempinho transmitindo e muda rapidinho pro jogo como aconteceu ontem no GP de Iowa.

    De Indy gostava das transmissões da Manchete e do SBT (quando tinha parceria com a rede ABC), pois passavam a corrida na íntegra e ao vivo. Seria algo interessante para estas emissoras, ainda mais com a categoria estadounidense re-unificada.

    Hoje Indycar na íntegra só pagando, exceto Indianapolis, pela Band Sports.

    Abraços!

  • NÂO, não agrada. Ainda que resumíssemos em F1, Indy, GP2 e Estoque, falta muito a informar. Gosto da narração da dupla do sportv, tanto na GP2, quanto na F1, pena que o treino oficial e a corrida passam em VT depois, aí a curiosidade vence e assisto na Globo mesmo; um é o Lito Cavalcanti o outro, desculpe, não guardei o nome. Se juntassemos os dois com o Burti seria uma transmissão de alto nível. Sem falar que deve ter alguma festa pronta para a 100ª vitoria brasileira na F1, que os caras só falam nisto no início das provas e aí…….NADA. E os repórteres que ficam implorando para entrar na transmissão com alguma informação ou entrevista ao vivo e são solenemente ignorados até que se permita a sua “interferência” no ar.

  • Oportuno seu questionamento. Eu já tratava desse tema com um foco na F-Indy através do twitter no final dessa manhã para o @grandepremio, o que transcrevo aqui:

    Quem dera a Record já puxasse a F-Indy para lá. A Band preferiu mostrar entrevistas pré-jogo a transmitir a prova no que desse.

    A Formula 1, se tivesse cobertura similar ao que faz a sportv seria legal, mas do jeito que está já atende. No futebol, já está havendo exageros na Band por exemplo com mil mesas redondas que nao conseguem reverter o resultado de um jogo. Pior só falam do mesmo jogo num país tão cheio de clubes e campeonatos…

  • Eu até gosto da cobertura da globo, mas falta algo a mais que só mostrar treino e corrida, seria interessante entrevistas com os pilotos, e voltar a mostrar ao vivo a chegado dos vencedores no parque fechado, sem contar as entrevistas coletivas pos gps.
    A Band é muito fraca, tem que mostar todos os gps ao vivo.

  • Acho uma deficiencia da Band não transmitir os treinos e mesmo em seus comerciais não anunciar, dias e horarios da corridas, que nem sempre são ao vivo, assistir o vt depois de se saber o resultado não tem graça.
    Já na globo acho que os treinos de sexta feira deveriam ir ao ar na tv aberta. Fui um grande admirador do jeito que o Galvão transmitia uma corrida de F1, hoje se não fosse eu gostar tanto da F1, deligaria a tv quando escutasse a voz dele. Se acha o dono da verdade, o sabe tudo.
    Deficiencia das duas emissoaras. Infelismente elas se esquecem de quem gosta do automobilismo e se predem ao seus interesses financiros somente. Deixando muitas vezes de dar noticias sobro os acontecimentos em outros campeonatos, que não são transmitidos por elas. como a Super Liga por exemplo. Onde nenhuma emissora fala ou transmite qualquer noticia.

  • O que me agrada na transmissão da globo é a seriedade com a transmissão ao vivo. muito raramente cortam pra qualquer coisa, e sempre transmitem as classificações decentemente. O meu maior problema ocm eles é relativo ao pré e pós corridas, onde não passa nada, e principalmente quanto à narração. Não pelas baboseiras do Galvão, mas pela transmissão ser totalmente voltada à leigos. Sinto muita falta de informações mais aprofundadas, mais técnicas, etc.

    Já a indy, eu acho um FIASCO. O sistema de transmissão “passo até a hora do jogo” me irrita profundamente. Isso quando passam. Falta muito, mas muito respeito com o telespectador.

  • F1 só tem graça na Globo e com Galvao Bueno junto com Reginaldo Leme e ponto. Se mudar estraga tudo!!! A band é péssima mas a record é pior!!!! POR FAVOR GLOBO NAO DEIXE A RECORD TRANSMITIR A NOVA CATEGORIA!!!!!!!!

  • A Globo faz direitinho o que propõe: uma cobertura café-com-leite da Fórmula 1. Aos que criticam a falta de “profundidade”, digo que isso não interessa ao telespectador comum. Telespectador, esse, que sempre foi e sempre será o alvo da Vênus Platinada. Ela nunca quis agradar especialistas porque especialista não compra carro ou celular.

    Reparem que nem o futebol tem lá tanta atenção. Eles tem o Globo Esporte, o Esporte Espetacular e…? Nem as transmissões são lá tão completas, e geralmente começam em cima da hora.

    No mais, eles se esforçam pra mostrar todas as corridas na íntegra e ao vivo. E fazem isso com ou sem brasileiro na frente. Um mínimo de consideração, eles possuem.

    A Band, desde que deixou de ser “o canal do esporte”, passou a priorizar o futebol e deixou toda e qualquer outra coisa de lado. A Indy tinha uma cobertura suficiente em 2004 e bastante razoável em 2005 e 2006. Depois, começaram a abusar dos VTs. Hoje em dia, tirando a Indy 500, é quase impossível ver alguma coisa lá. Se bem que as corridas também não estão prestando…

    Enfim, bons os tempos da antiga Fórmula Indy, tempos em que a Band caprichava.

  • Bem, na Globo aguentar o sr. Bueno dá calo até no pensamento. É simplesmente impossível. Ultimamente tenho visto a corrida e ouvido a transmissão da CBN que é muito boa. Tenho assistido ao VT no SportTV. O Cleber Machado até tenta sair um pouco do estereótipo criado pelo Galvão, mas nesse último GP foi igualzinho: interrompia o Reginaldo, fazia comentários desconexos, etc…. Aos dois, por favor, suplico mais espaço para o Reginaldo Leme. Esse sim o profissional que mais sabe sobre F1 na casa.

    Band – sem comentários. Horrível. Luciano narrando automobilismo é péssimo e o Teo José grita demais.

  • Na globo, é uma sucessão de gafes…os locutores (tanto o nº 1 como o nº2) sempre se confundem em relação aos pilotos, caso no ultimo gp, quando trocaram varias vezes Alonso do Pique Filho….
    Nós que nao somos profissionais sabemos quem é quem, portanto isso é mais do que obrigação para ele, que estão há tantos anos nessa estrada.
    Um ponto positivo da globo é as traduções que o Burti faz sobre os radios da equipe…..a tradução é boa….pena é os comentarios que vem em seguida
    Outros quívocos: nacionalistas….pior que isso sempre vão ser…uma coisa é torcer no ultimo gp quando o piloto pode ser campeão e nao o ano inteiro, inventando sempre disculpas para falar mal dos outros, dos companheiros de equipe….para eles, o brasileiro vai ser sempre “o melhor”

    comentarios como “outra dimensao em monaco” e outras perolas nas transmissões

    o galvao sempre tem algo diferente da opiniao do reginaldo…nunca ele concorda 100%….ele tem q dar o comentario final

    BAND

    Prefiro quando o Teo José narra….ele consegue transmitir emoção….nao fica tão mecânica
    é uma pena que nao transmitem todas as corridas, devido a sua grade de programação

    Placar geral (de 0 a 10)

    Globo 6
    Bandeirantes 7

  • Na Globo com a F1 não tem muito mais do que comentar, concordo com praticamente tudo dito acima. Acho o Galvão um bom narrador, mas deveria se limitar a isso e não tentar ser uma mãe Dina tentando adivinhar pensamentos, problemas e estratégias das equipes e pilotos.
    Já com a Stock Car eu sinceramente acho muita falta de consideração. A primeira corrida desse ano já mostrou que ela não se importa nem um pouco com quem gosta desse tipo de esporte. As vezes realmente acho que ela só comprou os direitos da Stock pra dizer que os detém e impedir outra emissora de transmitir a corrida na hora do louvável Esporte Espetacular.

    Não acompanho a Indy na Band infelizmente, mas pela maneira como as corridas são transmitidas nem sinto vontades de assistir também.

    No cenário geral da TV aberta eu vejo muito pouco interesse em se transmitir outras categorias alem da F1 e Indy (que ainda vem picotada). Mas não dá pra culpa-las exclusivamente também, acredito que parte disso é culpa do povo Brasileiro que é “apaixonado por carro” mas quando se pergunta de Automobilismo pensa que só existe Formula 1 e Ferrari no mundo. O Auto Esporte da Globo, apesar de ser um programa com muito potencial, deixa claro essa falsa paixão por automóveis que infecta o Brasil. Reportagens sobre modelos novos são todas pagas, não existe nenhum quadro de comparativo entre modelos atuais e novidades não pagas só em reportagens sobre Salões ao redor do mundo. Automóveis e Automobilismo é muito mais do que a TV aberta no Brasil mostra, mas infelizmente o povo, muitas vezes, pouco se interessa ou se contenta com o que é mostrado.

  • em tempo:

    O Sportv com os comentários do Lito Cavalcanti também é muito bom. Todos os treinos na íntegra com o bate papo entre narrador e comentarista que entendem bem de F1 e deixa a gente por dentro de tudo que está rolando nos bastidores.

  • Globo:
    bom a Globo faz um bom trabalho em cima da F1 falta sim um Programa pré corrida mais considerando que ele não faz isso nem com o Futebol ele trata igual as suas modalidades desportivas menos a Stock Car esse ano que ate agora tem sido um desrespeito com o telespectador mais esperamos que melhore a partir da proxima prova

    Band:
    A Band vem desrespeitando completamente a todos os Fãs Brasileiros da formula indy não transmite as corridas da formula indy desrespeita o maior narrado de automobilismo do Brasil quando nas principais corridas passa a transmissão a outro preferia ver outro canal transmitindo.

    Rede Vida:
    a Rede vida faz um excelente trabalho dentro do que pode já que não e um dos grandes canais da TV aberta brasileira ele merece o respeito dos amantes do auto mobilismo brasileiro

    Rede Recorde:
    a recorde poderia se interessar em trazer uma novidade para o Brasil existem varias boas categorias pelo mundo(Nascar, Dtm, Wtcc, A1 Gp, Fia Gt) ela não deveria ficar correndo atrás da F1 já que será muito difícil ela conseguir alguma coisa la por que a Rede Globo faz parte da historia da F1

  • A transmissão da Globo para mim é ótima, gosto do Galvão, do Burti e do Reginaldo Leme. Até quando o Galvão fala as bobeiras dele é melhor do que qualquer outro narrando. Ao contrário do Galvão no futebol que para mim é deprimente. Agora o Cléber Machado na F1 não dá. Quanto a Indy na Band eu nem assisto de tão ruim que é. Luciano Do Valle é a pior coisa que existe no quesito narração. O cara só grita.. é insuportável. E a transmissão da Band é sem compromisso nenhum com os fãs da categoria. F1 na Globo passou alguns anos (2 se não me engano) sem o Galvão e não era a mesma coisa. Acostumamos com o cara e fica ruim sem ele. Ele pelo menos manja do que fala. Um pouco arrogante mas passa. Eu acho que se for para a Record teremos a mesma falta de comprometimento da Band. Time que está ganhando não se mexe e pode ter certeza que a Globo já se protegeu quanto aos contratos. Eu teria me protegido!

  • Transmissão :a Globo não falha e a Band só dá balão. Comentaristas : Os da Globo como comentaristas são ótimos cozinheiros já na Band pelo menos não vejo tanto absurdo. Agora ultimamente prefiro assistir a F1 sem som e a Indy pelo ESPN em inglês.
    Acho que a Record deveria pegar F1 e Indy para tentar dar o mesmo peso todas as demais dão ao futebol.

  • Ao meu ver, tirando a transmissão facultativa da BAND…
    Comentários coerentes e que não falem só sobre os brasileiros. Acho feio tomar partido e torcer discaradamente por alguém.
    De resto acho relativamente suportável.

  • Eu vou dizer de mim, que já vi transmissões nos EUA, Europa e Japão. Existem grandes diferenças, mas acho que no geral as transmissões aqui são péssimas e medíocres.
    O único problema dos EUA e Europa são as propagandas no meio da corrida, agora a narração e comentários são anos-luz a frente das transmissões tupiniquins.
    Fora que lá fora, na Inglaterra por exemplo a transmissão começa 1 hora antes da corrida e termina uns 30 minutos depois. É bem completa. Aqui já interromperam transmissão de corridas para passar missa do Papa, jogo da seleção, etc.
    Quem realmente ama automobilismo fica um tanto quanto órfão das transmissões da tv aberta.
    Acho que falta muito para termos algo decente. Mas tudo é questão de referência. Quem nunca viu uma transmissão gringa, acha somos bons.

    []’s

  • Nenhuma das emissoras, da tv aberta (não conheço as tvs pagas) espreitão as categorias. A categoria menos desrespeita é a F1 / Globo, que tem uma prioridade alta na programação (treino e corrida), perdendo so para alguns jogos da seleção na copa e a visita do Papa ¬¬, mas mesmo assim ela transmite 99.8% do que eles se propõe em transmitir, mesmo com algumas falhas dos narradores… mas mesmo assim é tolerável.
    Mas a transmissão da Indy / Band é uma vergonha, fala que vai passar ao vivo a corrida, quando e do nada comesa um jogo de futebol ¬¬, um desrespeito total!!!
    A Stock / Globo tb é desrespeitada com sua cobertura, mostrando so a volta final ao vivo.
    sem contar a MotoGP, Nascar e outras inúmeras categorias são mencionadas vez em nunca nos telejornais…
    infelizmente as emissoras so se preocupam em transmitir futebol… se as demais categorias fosses respeitadas como a F1 é na tv aberta eu ja estaria muito feliz…

  • A Globo e a F1 é nota 7… transmite todas as corridas… mas não faz nada além disso.

    A Globo e a estoque é nota 5, pois transmite apenas parte da temporada.

    A Band e a Indy é deprimente… nota 3… não é prioridade dentro da emissora, então eles passam ao vivo quando não tem futebol, ou quando não tem outro programa que renda um Ibope maior…

  • Muito ruim. Vamos começar pelo fato de que a Bandeirantes por diversas ocasiões tira o muito competente Celso Miranda para colocar Téo José ou pior, Luciano do Valle. Ninguém merece Luciano do Valle e seus “pneus sleep”, “piloto do carro amarelinho” ou qualquer outro daqueles absurdos que ele fala.
    No more Luciano do Valle please.
    Na Globo, um festival de cagadas por falta de atenção. Sempre é um outro piloto, sempre o brasileiro teve problema que deve ser do carro, falam por cima das transmissões de rádio…
    Ainda bem que Luciano Burti apareceu lá pra salvar. Não que ele seja unanimidade. Não é. Apenas é uma pessoa cuidadosa, presta atenção antes de falar. Não é papel dele conduzir, então com Cléber Machado ou Galvão Bueno a coisa é a mesma, mas pelo menos o Burti os ajuda.
    Você perguntou dessas, depois pergunte sobre as fechadas…

  • BOm como todo mundo colocou a a globo embora a geração de imagens não seja de responsabilidade dela nos traz bastante informação e nos deixa a apr dos assuntos referentes a categoria embora corridos e atropelados, como disse o colega em ciam começar uma meia hora antes seria otimo. a corrida fica bem maius prazerosa com o Ceber narrando ele se intromete menos na transmissão e nos comentários.

    A band não tem o que comentar eles não transmitem nada, pena porque o Téo é otimo, só lhe falta oportunidade

  • Globo – Agora (depois de ver 8 anos completos de F1) eu não acho o trabalho dos caras ruim, ao contrário, até curto. Sempre gostei daqueles minutinhos anteriores à largada onde conseguimos ver starting grid e algumas imagens pré corrida, e eu sempre fui do tipo que pensa que esses são pequenos detalhes que te fazem ficar mais incluído na transmissão.

    Mostra que não se resume tudo a corrida, também tem outros momentos interessantes de se ver.

    Se posso dizer que falta algo, é que tenho curiosidade de ver as entrevistas (nem precisaria ser sempre) pós corrida como fizeram em Suzuka em 2003 (se não me fala a memória). Achei interessante.

    Bandeirantes – Quando resolve transmitir alguma corrida até faz um bom trabalho, destaco que eles tem ao meu ver um ótimo comentarista (Felipe Giaffone) para a categoria, adorei o trabalho dele na Indy 500 desse ano.

    Fora isso, é muito desgastante sustentar a idéia de que a emissora transmite a categoria em tv aberta de fato. Eu modero a Fórmula Indy / IndyCar Series no Orkut e vejo “de perto” a dificuldade que os fãs têm para acompanharem as corridas (me inclua aqui), aguento muitas das vezes comentários que eu mesma me peguei fazendo no começo, e dou as dicas que estão ao meu alcance para ajudar a contornar a situação.

    Cheguei ao ponto de me ver forçada a aprender o inglês falado para acompanhar a transmissão via rádio no site da categoria, e mal ou bem tem dado certo.

    Afinal, não é fácil competir em preferência, horário e rentabilidade com o futebol, né Victor? Nós fãs da Indy não temos chance sequer de um compacto (decente) durante a semana ou whatever, como em 2009 eu estou em casa de bobeira eles poderiam passar às 06:00 que eu estaria acordada para ver.

    No mais, engrosso o coro e concordo que o problema consiste na palavra que falaram, e ao meu ver é chave: comprometimento.

  • Globo: Formula 1
    Deveria ter um narrador especifico para a modalidade, Galvão não dá mais…sempre intrometendo e forçando coisas para o publico, em relação a transmissão de imagem/som não tem muito o q fazer durante a corrida já q as imagens são retrasmitida, agora poderia ter um pré-corrida com imagens dos boxes, entrevistas, informações sobre o GP…isso ate tem mas passa na madrugada, desconsideração com os amantes da formula 1.

    Bandeirantes: Indy
    Não sei o q é isso. Não me interesso muito. Acho que pelo fato da Band tratar a Indy como segunda rio na programação e não exibir direito…sei q passa na Band Sport (canal q adquiri a pouco tempo). É uma pena, sempre tenho vontade de acompanhar como acompanho a F1 mas esbarro nisso…e quando transmitem colocam o Luciano para narrar…ele não falou um tempo atras q não ia narrar mais nada?

    é isso…

    e q historia é essa da record transmitir a F1 q li nos comentarios anteriores? to com medo agora!

  • Dias desse assisti uma transmissão da inglaterra, gravada em DVD por um amigo.. tava vendo a uns 20 minutos e espantado como eles passam informações antes da largada, e pensando, daqui a pouco começa a corrida.

    Eis que para minha surpresa, veio o aviso…. 35 minutos para a largada.

    Os caras passaram quase 1 hora de material sobre F1 antes da corrida. Entrevista com pilotos, explicação sobre o carro, material visual de primeira.

    Nesse aspecto, a transmissão da globo é medonha, zero cobertura. Mostra a corrida, faz uma entrevista de 15 segundos com Rubinho e Massa e acabou.

    Por outro lado, é uma TV aberta, então não dá pra reclamar muito. Pelo menos mostra a corrida toda e não interrompe com comerciais (exceto quando tem jogo do Brasil no mesmo horário).

    A Band num dá pra comentar, era melhor que deixasse o direito de transmissão para outra TV.

    Assistir aquilo é fazer papel de palhaço, pois os caras não tem o mínimo respeito pelo público.

  • Da Globo, não dá pra reclamar da qualidade da imagem, e dos comentários de Reginaldo Leme e Luciano Burti. Gosto da equipe da SporTV, mas pena que só transmitem os treinos livres.
    Galvão Bueno dá asco, pois quer saber mais que os comentaristas, pilotos, dirigentes e fãs juntos. Cléber Machado erra demais, tenho impressão de que ele narra comendo pipoca e “lendo” Caras.
    Bem que o narrador poderia ser o Leme, comentários de Burti. Iríamos ganhar em qualidade e precisão na informação.

  • A Band faz um arroz com feijão dos bem fracos, só está preenchendo espaço na grade. O problema da Globo está nos narradores: GB fica com essa mania de induzir os telespectadores a acharem que qualquer piloto estrangeiro é inimigo da nação e que toda corrida é boa pro Felipe Massa (“essa corrida é anti-horário, então o Felipe Massa vai bem”, “se chover é bom pro Felipe Massa”, “se entrar um urso polar na pista é bom pro Felipe Massa, hein?”, “olha lá, Eric Clapton está nos boxes, isso é bom pro Felipe Massa”.) Cleber Machado se atrapalha e gagueja demais. O craque mesmo é o Luis Roberto, que se limita a apenas fazer o que está sendo pago: narrar a corrida.

  • Bom… Você perguntou mais sobre a Globo e a Bandeirantes.
    Resumindo um pouco sobre essas duas com relação a F1 e F-Indy, concordo plenamente com o jefferson, sem tirar e nem colocar, porém, ainda preciso comentar algumas outras categorias:

    WTCC???
    No máximo, um VT, duas semanas depois GridMotor do SporTV, além do que vc tem que assistir a todos os programas, porquê nunca sabe quando vai passar. Esse está sendo um ótimo ano para o Augusto Farfus Jr, inclusive com mais uma vitória para a carreira, mas ninguém sabe.
    Agora, a melhor transmissão brasileira não está em TV aberta a sim, na Internet. Chama-se RaceTv (www.racetv.com.br), site no qual podemos ver ao vivo as provas do Troféu Maserati, GT3 Brasil, Porsche Cup e Camponato Paulista de Motovelocidade, além de ótimos programas e algumas matérias muito interessantes com nomes consagrados de jornalistas como Carlos Lua e Edgard Mello Filho.

  • Sobre a Band não vou comentar porque não acompanho a Indy, não vejo mais graça nesse campeonato. Mas o Luciano do Valle não tem condições de narrar automobilismo. O Téo José até é tolerável.

    Agora sobre a Globo: eles acertaram em cheio ao trazer o Luciano Burti para as transmissões. O cara adiciona o insight de piloto nos comentários, e é alguém que estava lá até pouco tempo, então conhece bem os detalhes, apesar de se deixar levar pelo pachequismo do Galvão de vez em quando. O Reginaldo vive automobilismo, e apesar de eu não concordar com algumas opiniões dele, é um cara sensato e equilibrado. O que eu não tolero na Globo é não ter um narrador especializado em automobilismo. O Galvão narra até jogo de pingue pongue, não é focado, quer sempre impor seu ponto de vista, tenta adivinhar o que os pilotos estão pensando, e tenta empurrar a sua patriotada goela abaixo dos espectadores. É nítido que ele gosta do que faz e tem estrada, mas poderia mudar de atitude. O Cléber Machado é engraçado, gosto da narração dele, mas ele não tem o know-how mais aprofundado do automobilismo que o Galvão tem.

    Sobre a postura da Globo em geral: acho que a postura excessivamente patriótica deles já está muito defasada, parece do tempo da ditadura militar. É a pátria de chuteiras, e no caso da F1, a pátria de capacete. O mundo atual não tem mais espaço pra esse tipo de patriotada, as pessoas tem acesso à informação e sabem discernir as coisas. A vinheta de “Brasil-sil-sil” e o tema da vitória já encheram o saco. Se tivessem uma abordagem mais imparcial, e se as transmissões abrissem e encerrassem pelo menos uns 20min antes e depois das provas, mantendo o resto como está, estaria perfeito.

  • Thiago Gomes, da pra ver algumas corridas de Nascar e outras categorias no site da ‘Justin TV’. É intervalo a cada 5 voltas nas trasmissoes americanas!

  • Como já disseram, a Band só transmite a Truck. A Globo transmite a F-1 na íntegra(por contrato, aliás), e o Galvão, mesmo sendo apoplético, palpita com certo conhecimento. O regi é excelente comentarista. A Band tem um bom narrador pouco usado (Teo José) e um bom reporter/comentarista(Celso Miranda).

    A verdade é que os bons conhecedores de automoblismo, exceto Reginaldo leme, não tem espaço na TV. Edgard de Mello Filho comentando DTM no começo da Rede TV dava um banho em todo mundo.

    A Record devia pegar primeiro uma corrida mais ou menos famosa (Supercars V8, WTCC) e treinar a galera, pra depois se aventurar de verdade.

  • Olha transmissão de Formula 1 é o que me interessa e so tem a GLOBO na parada, nao tem outra. Agora que é muito resumida a transmissão isso é, o verdadeiro adorador da fomula 1 nao gosta so quando tem brasileiro nas cabeças gosta é de ver tudo sobre o assunto, e a GLOBO resume muito as coisas, ja a outras emissoras de tv nao sei nem se existem, pois nao passa nada que preste.

  • A globo faz o q faz desde q eu ra pequenino, transmite os treinos e a corrida. O narrador suas opiniões erroneas e erra muito na hora de deduzir qual piloto está em tela (quando este não é brazuca), mas deixa, sua narração ´pe boa e pronto. Comentaristas tbm são muito bons. transmissão satisfatória.

    Já a Band, q lastima, passar comerciais, Luciano do Vale, passa corrida, pasa futebol, passa corrida, passa futebol, comentários ridículos sobre outro esporte no meo da transmissão. Nunca fizeram uma dissecação das categoria, como mostrar a pontuação regras), as equipes e seus respectivos pilotos e tal, coisa q a gente ta careca de saber da formula 1.

    Band cai fora, ou melhora.

  • A globo faz um otimo trabalho com a formula 1 na minha opinião, em uma emissora aberta isso é dificil. Agora, a band… Na maioria das corridas a formula indy é transmitida apenas na largada, e apenas para o nome dos patrocinadores serem falados. Basta lembrar da corrida de ontem em Iowa, mas é melhor do que não mostrar. Já a record, se fosse mostrar alguma das divisões da Formula 1, iria acabar interrompendo a corrida para transmitir algum episodio INEDITO do pica-pau.

  • Eu acho que o trabalho da Globo e Bandeirantes são Muito bons, mesmo se considerarmos os narradores e as gafes. Pelo menos no caso da F1 não há intervalos comerciais durante a corrid e há o respeito com o horário. Me incomoda muito o canal Speedy que é pago e mesmo assim para as corridas de 5 em 5 minutos para mostrar propagandas. Broxante.
    Alguém aí sabe dizer se há intervalos comerciais na Inglaterra ou outros países europeus?

  • É só acabar com os delírios dos narradores e tudo fica bom. Encher a transmissão também de muitos dados técnicos ficaria monótono. Um equilíbrio entre informações técnicas e narração sem muita emotividade é o que falta. No caso da Globo, a inserção do Luciano Burti como tradutor das conversas foi interessante, apesar de muitos com dor de cotovelo discordarem.

  • Boa as transmissões não são:
    começando pela Band, o canal até faz uma boa cobertura, inicia a transmissão com antecedência, mas a narração não traduz emoções, e muitas vezes perde o foco, conversas paralelas e sobre outros esportes, ou eventos, deixando a transmissão simplesmente um vídeo mudo.

    Na globo, começando pelo Galvão, até gosto da narração dele, ele sabe de quem está falando, quem está no vídeo, o que está acontecendo, o problema dele são os comentários, ele ainda não se tocou que é o narrador, e não o comentarista. Com o Cleber isso melhorou, pois os comentários durantes as transmissões são interessantes, tanto a visão do piloto do Burti, como a visão do jornalista e velho conhecedor como o Reginaldo.
    Por outro lado, a globo é muito deficiente na cobertura, que começa qdo a volta de apresentação já está na metade, as entrevistas de espectativas dos pilotos, é quase após a largada, etc… é ridiculo pra quem vai assistir.

    Claro que sendo transmissões para públicos diversos não são informais, não há comentários irônicos, brincadeiras, etc. algo que já é muito comum na internet, como no GP.

  • Olá Victor. Acho interessante o trabalho das duas, tendo em vista que narrar automobilismo é algo muito difícil. Não gosto é do fato de as transmissões começarem 5 minutos antes e tal, isso é uma M. A Bandeirantes quando transmite a Indy até é legal, dependendo do narrador, porém sempre que posso prefiro o bandsports, pois lá sim os comentários e tal são muito melhores. A F1, apesar de muitos reclamarem do Galvão, e as vezes com razão (até rimou) ele é um cara com muita experiencia, fala besteira as vezes , mas vai. O que acho ruim mesmo das abertas é no aspecto 5 minutos antes e 5 depois e acabou. Mas isso, sinceramente, não acho que mudará. Agora, que bom se tivessemos um canal fechado para a F1 também….

  • Falta comprometimento. As duas emissoras têm deficiências nas trasmissões por simplesmente passarem a corrida. Entram cinco minutos antes da largada e fecham cinco minutos depois da chegada. É um desrespeito com quem gosta de automobilismo, além de não atrair novos fãs.

  • Na minha opinião a Globo faz o melhor que pode, embora os narradores tenham certos probleminhas.
    O que eles poderiam fazer melhor, seria no domingo antes da corrida fazer um pragraminha de 30 minutos com as notícias da F1, aboradando o mesmo tipo de informação que o Grande Prêmio passa nas suas notícias.

    Quanto a Bandeirantes, é vergonhosa, passa corridas pela metade, coloca comerciais no meio da corrida, etc. É lamentável a situação que tivemos ontem, depois de algumas voltas da corrida para tudo e passa o jogo do Brasil. Acho que realmente a prioridade tinha que ser o jogo da seleção, mas então seria muito melhor se passassem a corrida em VT depois do jogo ao invés de apenas algumas voltas ao vivo.

    Se a Indy não interessa para eles por dar pouca audiência ou coisa parecida, que deixem para outra emissora, ora bolas!

  • Acho a cobertura sofrível. O narrador PÉSSIMO. Não existe a preocupação de cobrir treinos extraoficiais e livres e a transmissãoé feita a distância. É uma transmissão comercial como tudo o mais da emissora.

  • globo

    narrador se acha dono da emissora e quer q todos aceitem o q ele pensa , se ele se limitasse a apenas narrar estava otimo pois sua voz é ainda a voz da f1 no Brasil
    faltam mais programas falando da formula1 mais materias falando da historia dos circuitos etc, e a globo tem muitos arquivos da decada de 70 mas nunca mostra nada .

    Bandeirantes

    uma vergonha resume o que penso desta transmissão da indy.
    sempre interrompem pra mostrar futebol ,pior que é exatamente o mesmo jogo de bola que esta passando na globo pra que isso??
    Em indianapolis em ves de colocar o otimo teo jose pra narrar colocam o boçal do luciano do vale que nitidamente naum tem a menor vontade de fazer aquilo e nem sabe falar o nome dos pilotos so posso dizer ………uma vergonha.

    gostaria que a formula indy fosse transmitida pela rede vida ( ela ja transmite F3 e pickup racing ao vivo )ou a tv gazeta la ha espaço de sobra pra encaixar o horario da indy e todos sairiam ganhando.

  • A Globo não da pra reclamar, transmite todas as corridas ao vivo e tem os programas da sportv e ainda transmitem os treinos de sexta…ja a Bandeirantes é brincadeira…só transmite 500 milhas e as corridas que não estao no horario do raul gil…o resto é só vt…uma porcaria…da até pavor de imaginar q a record vai ficar com a F1, imaginem só…não transmitir a corrida pra passar eliana…ou o não sei quem Faro la…ta de brincadeira…

Por

O dono da bola


É jornalista, palmeirense, dinamarquês por opção e sempre pensou que ia ter de cobrir futebol antes de chegar ao automobilismo, que acompanha desde os 7 anos. E desde que se formou, está na Agência Warm Up e no Grande Prêmio, isso há mais de 13 anos. Neste tempo, foi colunista do iG, escreveu para 'Folha de S.Paulo', 'Lance!' , 'Quatro Rodas' e 'Revista Audi', foi repórter da edição brasileira da 'F1 Racing', cobriu F1, Stock Car, DTM, a Indy e quatro edições das 500 Milhas de Indianápolis, e outras categorias ‘in loco’. Agora também é comentarista dos canais ESPN. Conheceu cidades como Magdeburgo, São Luís, São Bento do Sul e Nova Santa Rita, traduziu um livro da Ferrari e já plantou um monte de árvores. Tem quem fale que seria um grande ator, mas ter ganhado o Troféu ACEESP 2011 como 'Melhor repórter' da imprensa escrita mostrou a escolha menos errada. Adora comida japonesa, música eletrônica e odeia ovo, ervilha e esperar. “Necessariamente nessa ordem", diz.
ASSINE O RSS

Arquivos

Categorias

Tags

Twitter

Publicidade

Facebook

Publicidade