MENU

9 de setembro de 2009 - 11:09F1

A projeção para 2010

SÃO PAULO | Se entre o começo das temporadas 2008 e 2009 apenas um piloto surgiu, Sébastien Buemi, que substituiu Sebastian Vettel, que foi para a Red Bull, na Toro Rosso, o cenário é de mudança geral entre as equipes para o campeonato do ano que vem. Até agora, justamente Red Bull e Toro Rosso vão manter suas atuais duplas; as outras oito equipes atuais se preparam para mudanças. Vai aí uma breve lista, com a ordem baseada na classificação atual do campeonato.

1) Brawn-Mercedes
Jenson Button
Rubens Barrichello
Nico Rosberg

Barrichello tinha seu lugar arriscado pela falta de vitórias e pelas declarações que chacoalharam a equipe após os GPs da Espanha e da Alemanha. Melhores desempenhos que Button desde o GP da Inglaterra e a língua controlada são passos decisivos rumo à renovação de contrato.

2) Red Bull-Mercedes
Sebastian Vettel
Mark Webber

A única coisa que muda é o motor. A Red Bull tem sofrido com os estouros dos Renault e deve apostar na segurança da Mercedes para o ano que vem.

3) Ferrari
Felipe Massa
Fernando Alonso
Kimi Raikkonen

Não fosse o acidente de Massa, já seria possível afirmar que o brasileiro e Alonso vão defender o time de Maranello em 2010. Mas ainda há um vínculo com Raikkonen, que só fica se o brasileiro não tiver condições de guiar. A Kimi ou resta uma aventura no Mundial de Rali com a entrada da Fiat ou uma ida para Renault ou Toyota.

4) McLaren-Mercedes
Lewis Hamilton
Heikki Kovalainen
Nico Rosberg
Robert Kubica
Adrian Sutil

Kovalainen não anda no ritmo de Hamilton, e a equipe já admitiu conversas com Rosberg. Nico é amigo de Lewis, e isso pode ajudar. O que definitivamente conta a favor é que Nico é alemão, atendendo um desejo da Mercedes. Nesta linha, amizade e nacionalidade, se encaixa Sutil, mas suas chances são pequenas. Ainda tem disponível no mercado Kubica, em chances mais do que pequenas.

5) Toyota
Timo Glock
Jarno Trulli
Kimi Raikkonen

Já que diz que fica, Glock deve ser mantido. Trulli já manifestou publicamente que quer permanecer, aceitando até uma redução salarial. E como a Toyota vai cortar custos, os caminhos se alinham. Se houver outro motivo para defenestrar o italiano, Raikkonen aparece como opção clara para substituí-lo.

6) Williams-Renault
Nico Rosberg
Kazuki Nakajima
Nico Hülkenberg
Nelsinho Piquet
Robert Kubica
Heikki Kovalainen

Manter Rosberg vai ser difícil. A mesma coisa com Nakajima, mas porque o japonês não colabora. A Williams deve promover uma reformulação total. Quem aparece como praticamente certo é Nico Hülkenberg, provável campeão da GP2 e piloto de testes da equipe. Neste caso, a equipe, que vai abandonar os motores Toyota e deve voltar a usar os Renault, vai optar por um piloto experiente. Kubica aparece bem neste quadro. Kovalainen vem em seguida.

7) Renault
Romain Grosjean
Robert Kubica
Kimi Raikkonen

Resta saber o que vai acontecer à Renault por conta do caso de armação de resultado em Cingapura. Se conseguir se safar, fica na F1 com Grosjean e um piloto experiente, que deve ser ou Kubica ou Raikkonen. Dificilmente outro piloto de ponta deve pintar por aquelas bandas.

8 ) Force India-Mercedes
Adrian Sutil
Vitantonio Liuzzi
Bruno Senna
Vitaly Petrov

Sem grana, a equipe deve pegar alguém que lhe possa satisfazer. Senna, que tem foco na Force India no ano que vem, está bem cotado. Petrov e a grana russa, idem. Liuzzi tem contrato para ser titular, e ao que parece é bem amarrado. E Sutil é uma incógnita, embora, até o momento, mais um ano de acordo seja o cenário mais provável.

9) Toro Rosso-Ferrari
Sébastien Buemi
Jaime Alguersuari

Como está fica.

10) US F1-Cosworth
Jacques Villeneuve
Alexander Wurz
Nick Heidfeld
Jonathan Summerton

Três pilotos com muita experiência, sendo dois fora de atividade há algum tempo, pintam como possíveis escolhas da equipe americana. E Summerton é a opção mais provável para ajustar às necessidades de um piloto made in USA na F1.

11) Campos Meta-Cosworth
Pedro de la Rosa
Marc Gené
Bruno Senna
Nelsinho Piquet
Vitaly Petrov

Corre atrás de quem tem dinheiro para alinhar ao lado de De la Rosa ou Gené, com mais chances ao primeiro. A Piquet já foi oferecido um salário baseado por pontos no campeonato, que não balançou muito o brasileiro. Senna e Petrov, como mencionado acima, vêm forte.

12) Manor/Virgin-Cosworth
Nick Heidfeld
Rubens Barrichello
Lucas Di Grassi

A única coisa que parece concreta é o acordo com a Virgin, que pode dar nome ao time. Barrichello interessa. Heidfeld não tem para onde ir. Di Grassi negocia.

17 comentários

  1. Borges disse:

    Interessante o comentário do Moreno da F1 PS. Mais interessante é saber que os primeiros títulos do Schumy, foram ganhos junto com Briatone! Hum…. Creio que mais interessante ainda é saber o que rolou nos bastidores de maranello durante a era Schumy….

  2. Alexei Michailowsky disse:

    Mais uma vez:
    Pobre Massa, se Alonso for para a Ferrari.
    Será um segundo piloto.

  3. Paulo Mendes disse:

    Seria fantástico contar com 5 brasileiros na Fórmula 1.

    Barrica – Brawn GP
    Massa – Ferrari
    Senna – Force India
    Piquet – Campos
    Di Grassi – Manor

  4. DIOGO DANTAS disse:

    ok, o texto parece coerente, mas cadê a 13º equipe do grid ?

  5. Vitor, o de Recife disse:

    O que restou da BMW nao deve ser descartado. O Heidfeld já disse que pretende ficar por lá…

  6. EdisPJ disse:

    Mesmo com a história de delação premiada (se é que é verdade), aposto no Piquet-pimpolho na Williams. Alias, se deixaram vazar os porquês da corrida de Pingapura, talvez seja porque tudo já foi arranjado.
    Barrichello continua onde está e também o Massa…já o primeiro-sobrinho deve ‘comprar’ uma vaga. Aposto na Força das Indias.
    Como levantado aqui nos comentários, não há nenhuma especulação sobre o futuro da (atual) BMW…

  7. JULIO DIAZ disse:

    O Barichello com o titulo deste ano tá dentro, o senna tá fora.

  8. Carlos disse:

    A verdade é que o cenário está imprevisível. Entretanto, Kimi, Rosberg, Vettel, Webber, Kubica, Alonso, Felipe, Hamilton e Rubens vão ter certamente uma vaga em 2010 o restante vai ter de correr atras.

  9. E a equipe que um dia se chamou BMW-Sauber? Onde fica?

    Quem vai ocupar o lugar da BMW-Sauber? Peter Sauber? Piquet Sports? Epsilon Eusdaki? Petronas Team Lotus?

    Por que você também não deu pitacos sobre o 13o elemento?

  10. foca disse:

    Chutasso heim?! mas agora, deixar o Button pendurado… piraste nego!!!

    VM responde: Pendurado? Vc leu direito ou deu um “chutasso”?

  11. Verde disse:

    Já ouvi um mais monte de nomes por aí: Álvaro Parente, Jerôme D’Ambrosio, José-Maria Lopez, Antonio Pizzonia (!), Max Chilton, Paul di Resta, Adam Carroll, J. R. Hildebrand…

    Só com a (des)confirmação do Alonso na Ferrari que todas as peças vão começar a encaixar.

  12. Sidinei disse:

    Eu acrescentaria Buton na Toyota, se oferecerem uma grana boa ele vai mesmo.

    E a possibilidade de um piloto pagante na Williams, tipo o Vitaly Petrov.

  13. Mr. T disse:

    O que acha desse “novo” boato de Rosberg na Brwan em 2010? Acha que é verdade? Acha que de repente é Button o ameaçado?

  14. Paulo Mina disse:

    Fisico se aposenta? cade ele?

  15. Sanzio disse:

    Eu acho que a Brawn fica do jeito que tá. Se nem nesse ano que tudo indicava que o Barrichello sairia, ele saiu, quanto mais ano que vem. Nas últimas provas ele está melhor que o Button que deu claros sinais que tremeu na base, espanou. Bocudo o Rubinho sempre foi, mais do que ele esbravejou em 2007 (quando não marcou nenhum ponto e não mandaram embora) ele não está sendo.

    Aliás, esqueceram de citar que a Toyota está atrás do Button, isso sim.

  16. Luiz disse:

    Victor, não falam mais no Barrica na Williams? Abraço.

  17. Thiago Rosa disse:

    Ou seja, está todo mundo esperando a Mclaren dar o passo inicial.. Rosberg é o nome da ciranda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>