Piquet: denúncia e delação premiada

P

SÃO PAULO | Coloco o mesmo texto que está no Grande Prêmio aqui. Que é um apanhado do que havia escrito dias atrás (sobre vendetta e delação premiada).

A delação premiada deve salvar a pele de Nelsinho Piquet na F1. A investigação que transcorre sobre o GP de Cingapura de quase um ano atrás deve mirar em Flavio Briatore, e consequentemente na Renault, sem que sobre a quem denunciou a armação consumada na volta 14 da primeira corrida noturna da história da categoria.

O Grande Prêmio apurou que a história tem seu início na pressão exercida por seu empresário e chefe, face a ameaça de demissão no ano passado, e seu pavio na revelação de que a perda do controle do carro na saída da curva 18 do circuito de Marina Bay foi proposital e deliberada.

A situação de Piquet na Renault em 2008, se não for da lembrança de todos, era similar à que viveu neste ano, com Briatore chegando ao pé do ouvido em tom de ameaças. Tirando o GP da Alemanha, em que conquistou um segundo lugar casual, por conta de uma estratégia de pits decorrente da entrada do safety-car por um acidente de Timo Glock, Nelsinho ficou apagado. E a Renault errou a mão no carro, e nem Fernando Alonso o salvava.

Surgiu, então, um fim de semana em que o R28 andou na frente, o de Cingapura. O desespero de Alonso com o carro quebrado no treino classificatório em que pintava como favorito à pole foi a expressão máxima de quem via ali sua única chance de vitória se esvair. E logo depois, o plano começava a ganhar formas.

Alonso largaria leve da 15ª posição e teria um número X voltas para fazer sua parada, muito antes até do que os ponteiros. O carro de segurança aparecia, o grupo ficaria junto até que os boxes fossem abertos, e aí o espanhol pularia lá para frente. Aí entrou Nelsinho. E Briatore exerceu a função que mais usou contra Nelsinho, a que o próprio definiu como carrasco.

Era aceitar ser o cara que provocaria a entrada do SC para contento de Alonso ou a demissão da Renault. A garantia era a continuidade até o fim da temporada e seria ponto vital na renovação do contrato para 2009. Nelsinho acabou aceitando.

Na volta 12, o carro 5, em 11º, fez sua parada nos pits. Dois giros mais tarde, o carro 6, em 16º, “perdia o controle” e enchia o muro até com violência. Então último por sua ida aos boxes, Alonso subiu para 16º na volta 15, ganhou uma posição na 17, aparecia em quinto na 18 e foi subindo até a ponta sem mais perdê-la na 34.

Piquet sofria ameaça constante de substituição pelo compatriota Lucas Di Grassi. O acordo cingapuriano o manteve até o fim do ano. O acordo cingapuriano foi decisivo para que seguisse na Renault nesta temporada, ainda que Briatore embutisse a cláusula de contrato que dava chance de defenestrá-lo se Nelsinho não conseguisse 40% dos pontos que Alonso tivesse obtido até metade do campeonato.

E chegou na metade do ano, e Piquet estava zerado na pontuação. Após o GP da Alemanha, aquele em que largou na frente de Alonso, Nelsinho chegou a ser demitido. A notícia foi dada por Galvão Bueno, inclusive. Na terça, a readmissão. É que naquela manhã, em Mônaco, os Piquet relembraram o caso de Cingapura. Encostaram Briatore na parede. E o dirigente deu mais uma corrida a Piquet, tendo em seu carro todas as evoluções contidas no de Alonso.

A saída veio após a Hungria. Nos bastidores, os Piquet arquitetavam a ‘vendetta’. Contaram à FIA o episódio do ano passado. Segundo a revista “Autosport”, Nelsão entrou em contato com Max Mosley para lhe contar do que havia ocorrido em Cingapura em 26 de julho, dia do GP da Hungria. Quatro dias depois, ainda de acordo com a “Autosport”, Nelsinho foi à sede da FIA em Paris para dar um depoimento aos representantes da entidade.

A FIA abriu investigação chamando os três comissários do GP de Cingapura, além de dois investigadores da Quest — uma firma de investigação de ex-agentes do FBI — dando garantias de que nada vai sobrar a Nelsinho. De posse dos dados da telemetria e com depoimentos de funcionários da Renault, a FIA chegou à conclusão de que a denúncia tem fundamento. E se assim for, deve punir Briatore e sobrar para a montadora francesa.

Eventualmente livre, Piquet negocia com a Campos para ficar na F1. Senão vai para a Indy. Tanto que viajou para os EUA na semana passada para negociar por lá.

Sobre o Autor

24 Comentários

  • Ei, FRANCIS JUNIOR DOS SANTOS, vá comprar um teclado novo. O seu está com problema e só sai letra maiúscula. Falta de educação on line, essa “gritaria”, caso não saiba…

  • Ah, lá vem a pachecada… Quem se beneficiou mais da armação? Alonso, que ganhou uma corrida (bela porcaria, o cara é bicampeão) num ano em que não tinha nenhuma chance, ou Nelsinho, que alongou sua carreira por dez corridas, ou mais? Sem a armação toda, é provável que não tivesse sido contratado para 2009, e talvez não tivesse nem durado até o fim da temporada passada mesmo.

    Mais falta de caráter mesmo tiveram os Piquet, que ganharam uma potente ferramenta de extorsão e chantagem (e pelo que parece usaram, gostosamente). Fazer a bobagem na pressão, no calor do momento antes da corrida, ainda dá pra entender. Mas teriam que ter denunciado tudo no dia seguinte, depois de uma boa noite de sono pra refrescar a cabeça. Só botaram a boca no trombone por que foi despedido — e sabe-se lá mais o quê. E como é rico, não precisa de emprego, e estava ficando claro que não iria mais correr de F1 mesmo, então que se dane a reputação do Nelsinho.

  • CARO FLAVIO GOMES E DEMAIS LEITORES,
    VEJAM SE CONCORDAM COM MINHA OIPINIÃO SOBRE O CASO. VOCÊS REALMENTE ACREDITAM QUE O PIQUET PAI, IRIA SIMPLESMENTE À FIA DENUNCIAR O BRIATORE SÓ POR ESTAR COM RAIVINHA DO CHEFÃO DA RENAULT???… ACHO QUE NÃO. FOI MUITO MAIS QUE UMA DELAÇÃO PREMIADA, NA MINHA OPINIÃO O PIQUEZÃO PUTO DA VIDA COM O ITALIANO, MAS CEREBRAL COMO SEMPRE FOI EM SUA CARREIRA, SABIA QUE TODOS NA FIA, FOTA, … OU SEJA, NA FORMULA 1, QUERIAM A CABEÇA DE FLAVIO BRIATORE, E SOMENTE DEPOIS DA DEMISSÃO DO FILHO PELA RENAULT ELE CHEGOU A MAX MOSLEY E SUPOSTAMENTE DISSE: “E AÍ MAX, QUER ACABAR COM O FLAVIO? EU TENHO UMA BOMBA QUE NÃO VAI RESTAR MAIS NADA DELE NO AUTOMOBILISMO”
    E O MAX DISSE: “MANDA!”
    PIQUET: “MAS O QUE EU GANHO?”
    MAX: “O QUE VOCÊ QUER?”
    PIQUET: “QUERO UM CONTRATO PRA MEU FILHO PIQUEZINHO CORRER ANO QUE VEM E MOSTRAR SEU POTENCIAL, SEM PODER SER DEMITIDO POR INCOMPETÊNCIA”
    MAX: “SÉRIO? SÓ ISSO?, QUER MAIS NADA NÃO??!!, FECHADO!”

    POR ISSO, NÃO SE ASSUSTEM SE NELSON ÂNGELO PIQUET ALINHAR NO GRID EM 2010. NOS BASTIDORES DA FORMULA 1 PODE PERFEITAMENTE ACONTECER ESSE TIPO DE COISA. SENÃO… POR QUE PIQUETZÃO GUARDOU ESSA CARTA NA MANGA ESSE TEMPO TODO????? É ESPERAR PRA VER!

    VM responde: Vc errou de blog, rapaz.

  • Não existem santos na fórmula 1 (de pilotos a dirigentes), a lista é longa (incluindo até mesmo aqueles que foram criados para serem super heróis), incluindo Schumacher, Ayrton Senna, Alain Prost. Porém agora pegaram pesado, ninguém tem desculpa nesta história toda. Briatore, a idéia foi do nelsinho??? Nelsinho, não dava para negar o “pedido”??? Alonso, não sabia de nada??? Nelsão, deixou o filho correr nesta equipe, sabendo que o Briatore era um mafioso e inescrupuloso bandido??? Por favor, não subestimem a minha inteligência!!!

  • O rei está perto de perde seu trono e a coroa.
    Briatore era cotado como substituto no futuro de bernie, agora vai ficar sem espaço no mundo do automobilismo.
    Já o principe dos bobos tem boas chances de ficar no circo, a mais certa pode ser com o amigo do pai na willians ou outro com o proprio pai se os rumores do acordo de peter sauber e um grupo de investidores brasileiros se confirmarem.
    A Indy poderia ser o fim de sua carreira.

  • E esse papo deslavado de que Nelsinho bateu por conta própria? A própria estratégia do Alonso, que só fazia sentido com a entrada do safety-car após sua parada, depõe contra a equipe toda – Alonso inclusive.
    E os Piquet não são menos nojentos. Quer dizer que se Nelsinho não fosse demitido eles ficariam quietinhos e essa história não viria à tona?
    Isso me lembra Roberto Jefferson e Mansalão, Pedro e Fernando Collor, e por aí vai.
    Aliás, Piquet Pai e Piquet Filho devem ter aprendido muito com Piquet Avô, que foi ministro no regime militar: boa coisa não devia ser.

  • Sinceramente se o Piquet. Jr aceitou isso mesmo é um muleque!
    Isso é coisa de menino, sinceramente eu nunca aceitaria esse tipo de coisa!
    Mas como o cara não se garantia na pista, aceitou isso! É mandado embora e joga a merda no ventilador!
    Sabia que o silêncio do Briatore com os ataques constantes dos Piquet era por que tinha o rabo preso!
    O Alonso é outro também que pilota pra kct e faz dessas coisas. Alguns campeões jogavam sujo também para conseguir o que precisavam…mas ele não precisava disso!
    Abraços

  • Victor, vc que está sempre por dentro de tudo e sabe que a F1 gira maior grana, agora que já saiu o calendário de 2010, assim que tiver informações de quantas cotas de patrocinio nacional a Globo vai colocar a venda e por quanto milhões de reais cada, entre outras como a média do ibope se ta boa ou se esta ruim fico agradecido pois não acho estas informações. Abraços.

  • “Dom” Briatore não vai largar o osso assim tão fácil. A F1 é movida à $$$, o esquema é grande. Será que Alonso não sabia de nada? Duvido muito. O final deste Crashgate, todo mundo já sabe… A Renault, “DOM”Briatore e Alonso seguem seu caminho. Já Nelsinho, acho que não entra mais na F1. A melhor opção mesmo é a Indy, que particularmente acho mais emocionante que a F1. Lá Nelsinho vai ter condições de correr em igualdade de condições e mostrar seu talento.
    Parabéns pela matéria Victor.

  • Resumo da ópera:
    – Nunca fizeram reunião fechada com o Nelsinho a portas fechada antes da largada, fizeram nesta corrida.
    – Nelsinho nunca teve voz ativa na equipe, o tal “Simon diz” disse que foi ideia do Nelsinho.
    – Alonso largou levinho do fim do grid (?!?!?), pra que ??? Em situações normais não iria chegar nunca na zona de pontos.

    Conclusão:
    – Briatore fez Alonso largar leve. ; |
    – Briatore arquitetou com “Simon diz” a mutreta e fez a “proposta indecente” à Nelsinho. 8 |
    – Nelsinho aceitou : (
    – Alonso sabia : #

  • Dificil crer que o Piquezão ia deletar o Briatore (não que não gostaria) e achar que não ia sobrar para o filho.
    Estranha a história. Pode até ser. Mas o Briatore agora alegar que o Piquet tava fazendo extorsão, ah, essa foi forçar a barra. E dizer que foi o proprio Piquet que sugeriu a batida…ah, tá boiola o cara. Ele ferrou a carreira de varios pilotos, com demissões e ameaças. Só agradou Schumacher e Alonso. O resto para ele, é lixo. O cara é um dos maiores pilantras da F1, que já é chamada de circo não por acaso… Será que ele acha que alguém em sã consciencia irá acreditar no velhote ?
    Historinha nojenta essa. Mas para Piquet, acho que a F1 já era.

  • Olha esse Briatore está prejudicando dois grandes nomes da F1, a equipe Renault e o Piquet….

    Foraaaaaa…. Briatore vai cuidar das suas modelos e leva junto esse tal de Pat Symonds e some da Fórmula 1.

    Alonso…quem diria, precisa de ajudinha para ganhar corrida….né…. Bom mesmo é o Massa, o Hamilton…e o Nico Rosberg esses pilotam no talento puro….

    Nelsinho Piquet….você também tem culpa…porque não ligou pro seu pai…e ele mandava o Briatore….pra quele lugar….Agora da um jeito de voltar e honrar o nome do Tri Campeão….

    Bruno Senna chega logo na F1…..torcer só pró Rubinho e durooooo….

  • Esse escândalo tá repercutindo tanto assim aqui no Brasil porque envolve o Piquet e de certa forma causa a impressão de que é o principal responsável … a ponto de colocarem em dúvida (com razão) o seu futuro na categoria. Entretanto, se o futuro dele está ameaçado qual é o futuro do Alonso ??? SE O NELSINHO É O VILÃO DESSA HISTÓRIA O QUE É O ALONSO ???

    Infelizmente essa sitação se mostrou verdadeira e de fato a F1 pode não “perdoar” o Nelsinho o que seria uma injustiça já que maus exemplos esportivos (leia-se os de Schumi, Alonso Hamilton só pra citar os mais recentes) são comuns na F1

    Vamos ver até que pomnto isso chegará !!!
    JCS

  • F1 não se livra de Briatore tão fácil assim. Ele tem força e conhece os podres da F1. Vai terminar em pizza. Com este episódio, acho muito difícil Nelsinho pilotar um F1 ano que vem ou em qualquer outro ano. Ele não tenha mais a confiança das pessoas . Eu não faria qualquer coisa para manter meu emprego não. Acho que a F indy é uma boa opção para ele.

  • Será que o Alonso continua não sabendo de nada, coitado? Largou em último, levinho, em uma pista de rua, pra quê? Para ser o primeiro a parar e voltar em último, de novo? Ah, tá…

  • Alonso está envolvido sim, mas quem vai punir a principal atração da F-1, ainda mais estando ele indo para a Ferrari por um acordo bilionário do Santander com a equipe.

    Acho que as coisas começam a fazer sentido, Nelsinho por entregar o Briatore fica limpo e a F-1 se livra do italiano de uma vez.

  • Victor, com o perdão da palavra, mas essa história toda já virou uma tremenda pu***ia.

    Agora, uma questão ficou “jogada no ar”: e o Alonso?

    O cara sabia do plano todo, pelo visto. Não vai sobrar pra ele?

Por

O dono da bola


É jornalista, palmeirense, dinamarquês por opção e sempre pensou que ia ter de cobrir futebol antes de chegar ao automobilismo, que acompanha desde os 7 anos. E desde que se formou, está na Agência Warm Up e no Grande Prêmio, isso há mais de 13 anos. Neste tempo, foi colunista do iG, escreveu para 'Folha de S.Paulo', 'Lance!' , 'Quatro Rodas' e 'Revista Audi', foi repórter da edição brasileira da 'F1 Racing', cobriu F1, Stock Car, DTM, a Indy e quatro edições das 500 Milhas de Indianápolis, e outras categorias ‘in loco’. Agora também é comentarista dos canais ESPN. Conheceu cidades como Magdeburgo, São Luís, São Bento do Sul e Nova Santa Rita, traduziu um livro da Ferrari e já plantou um monte de árvores. Tem quem fale que seria um grande ator, mas ter ganhado o Troféu ACEESP 2011 como 'Melhor repórter' da imprensa escrita mostrou a escolha menos errada. Adora comida japonesa, música eletrônica e odeia ovo, ervilha e esperar. “Necessariamente nessa ordem", diz.
ASSINE O RSS

Arquivos

Categorias

Tags

Twitter

Publicidade

Facebook

Publicidade