Portas abertas

P

SÃO PAULO | Carece de mais detalhes, mas chegam as primeiras infos lá da Europa que confirmam que Flavio Briatore ganhou o processo que moveu no Tribunal de Grande Instância em Paris. Isto significa que o ex-dirigente da Renault vai poder frequentar os autódromos da F1 e das demais competições do automobilismo chanceladas pela FIA normalmente. 

Briatore recorreu da decisão do Conselho Mundial, que o baniu do esporte por ter arquitetado a rodada de Nelsinho Piquet no GP de Cingapura de 2008. Por mais que todas as evidências e até depoimentos de seu comparsa Pat Symonds apontassem, o magnata italiano sempre alegou inocência. E no fundo, foi o que a Justiça francesa acabou decretando hoje.

Não vai demorar muito para toda a turma envolvida naquela armação voltar. O tempo vai se encarregar de o mundo fazer esquecer, e logo aquele acontecimento dos mais vexatórios da história da F1 vai ficar como um vago capítulo em que muitos vão até colocar em xeque até sua veracidade.

O que é ridículo neste caso de episódios tão ridículos quanto.

PS: Briatore tem um excelente advogado.

Sobre o Autor

24 Comentários

  • Em um passado não muito distantes, vimos um escândalo de espionagem onde ninguém saiu punido. Fernando Alonso esteve envolvido nas duas situações e onde está agora?? Vai disputar, todo pimpão, o mundial 2010 pela Ferrari.

    Não é de hoje que a FIA não pune ninguém por trapaças. O último caso talvez seja o da Honda de 2005. Caso onde houve uma decisão muito mais política e estratégica, do que propriamente justa.

    • Acho que as unicas iniciativas irrevogaveis da FIA nestes casos é a cobrança das multas. É o único instrumento que parece funcionar. O resto é reversível, F-1 é feita de dinheiro, muito dinheiro.
      Eu concordo com o VM. Quase todos irão de maneira ou outra voltar a dar as caras. Só o Nelsinho é que “achou o dele”

  • O grande problema do Nelsinho nessa história toda é que ele não apenas topou bater o carro de prósito mas traiu a confiança dos seus comparças, meses depois.

    E para muitos, isso é muito mais grave e difícil de se perdoar.

  • acho que todos deveria ser punidos pq o nelsinho tb foi sujo ele e o pai só denunciaram pq a casa deles cairam. esse tipo de sujeira é bem a cara do nelson e passou p/ filho .

  • Curioso é o Domelicalli, é assim que se escreve? dizer que nem Briatore nem Nelsinho deveriam voltar a F1, mas no caso do Briatore a justificativa era porque está velho, requentar caldo antigo … e não por ser um picareta, dando a entender que o picareta era só o piloto. Imagina, seu chefe quatro vezes campeão do mundo dirigindo uma equipe de F1, o engenheiro chefe da equipe, chega pra vc e diz: bate lá pra favorecer a estrela, senão vc se f… daqui pra frente. O caro, mesmo que não seja menino deve imaginar: p*** se faz essa Merd** todo dia aqui na F1. Agora o que deixa put*** são os comentários da FERRARI, dando uma santinha… Jean Told, hoje picã*** da FIA deu ordem pro Bertran Gachot – é ssim que se escreve???…rs… – segurar o Villeneuve durante duas voltas pro shumi ganhar a corrida … foi na fuça de todo mundo … fora o que fizeram com Rubinho …etc…etc…etc..

  • Boa parte de tudo isso não passa de Marketing planejado e articulado por Mr. Maney Eccleston. Estamos no período em que a F1 só aparece em noticiário por meio de assuntos dessa natureza. Logo, não se iludam!!! Todos estamos sendo manipulados por uma única mente sádica.

    Abraços!!!

  • É uma pena que tudo acabará em pizza. Azar do Piquet, o único que vai “pagar o pato”. E eu que acreditava que ele teria um grande futuro na F1, pois já havia mostrado talento nas categorias de base. Depois da besteira que fez será o único vilão.

  • Sinto pelo Piquetzinho cedeu à pressão, não tinha o equipamento do Alonso,foi prejudicado pela equipe e pela armação, mas acredito que tinha belo futuro. Piquetzão deve estar mordidaço

  • Só faltava essa, alem do alemão Dick Vigarista voltar para a formula um, agora tb o Briatore, só falta ele voltar como chefe da equipe Mercedes……..

  • Briatore rulez, tem que voltar, figura folclórica da F1, esta fazendo falta.

    Piquetzada se lascou, vão ficar com o sabugo so pra eles, pois ainda não inventaram uma forma de desqueimar um piloto

  • O Britaore está livre para voltar a F1, podendo ser um dirigente de algum time já em 2010???

    É bem capaz mesmo de tudo acabar em pizza, a FIA deixa ele voltar e o Briatore tira a idenização de 15 milhões de Euros, ficando tudo como está….

    Quem se lascou nesta, foi o Nelsinho realmente…..além de não correr bem, suja o nome Piquet…só espero que de alguma maneira, ele consiga voltar a correr, na NASCAR ou mesmo na IRL…..

  • Sinceramente… o advogado foi normal. A conduta da FIA foi ridícula com essa punição. Até eu, no meu primeiro período, resolvia pro Briatore! rsrs (ta.. nao é pra tanto..)

    De qualquer forma… aqui se faz, aqui se paga. Se não foi agora, fica pra uma outra ocasião.

    Só espero que tudo termine bem pro Nelsinho, que foi muito sa*aneado naquela equipe. Não deram chances de mostrar talento e ainda saiu desta forma. Pelo menos teve coragem pra se redimir…

    O Briatore nem desculpas, pediu…

    • A notícia que eu ouvi foi que a Corte francesa disse que a FIA não tinha competência para aplicar a punição. Se for assim, o mérito não foi julgado e o será pelo juízo competente. Voltou tudo à estaca zero.

      Quanto à turma envolvida voltar, o blogueiro quis se referir a Nelsinho, Pat e Briatore, certamente. Isso porque o Alonso-sabonete sequer saiu, embora tivesse envolvido até a raiz dos cabelos, óbvio.

      Abs.

  • Acho que só o Piquet não volta. Aliás, de tudo que pesa contra ele, as más atuações tem um peso significativo.
    Infelizmente, pois acreditava que ele tinha futuro na F-1.

    • Acho que só o Piquet não volta. Aliás, de tudo que pesa contra ele, as más atuações tem um peso significativo.
      Infelizmente, pois acreditava que ele tinha futuro na F-1. [2]

      Realmente, vai sobrar só pra ele. Foi um tiro no pé…

Por

O dono da bola


É jornalista, palmeirense, dinamarquês por opção e sempre pensou que ia ter de cobrir futebol antes de chegar ao automobilismo, que acompanha desde os 7 anos. E desde que se formou, está na Agência Warm Up e no Grande Prêmio, isso há mais de 13 anos. Neste tempo, foi colunista do iG, escreveu para 'Folha de S.Paulo', 'Lance!' , 'Quatro Rodas' e 'Revista Audi', foi repórter da edição brasileira da 'F1 Racing', cobriu F1, Stock Car, DTM, a Indy e quatro edições das 500 Milhas de Indianápolis, e outras categorias ‘in loco’. Agora também é comentarista dos canais ESPN. Conheceu cidades como Magdeburgo, São Luís, São Bento do Sul e Nova Santa Rita, traduziu um livro da Ferrari e já plantou um monte de árvores. Tem quem fale que seria um grande ator, mas ter ganhado o Troféu ACEESP 2011 como 'Melhor repórter' da imprensa escrita mostrou a escolha menos errada. Adora comida japonesa, música eletrônica e odeia ovo, ervilha e esperar. “Necessariamente nessa ordem", diz.
ASSINE O RSS

Arquivos

Categorias

Tags

Twitter

Publicidade

Facebook

Publicidade