MENU

14 de abril de 2010 - 10:33F-Indy

Indy 500 com superpole

SÃO PAULO | É hoje, e enquanto vejo os últimos detalhes com o comedor de brigadeiros Bruno Mantovani e o pútrido Ivan Capelli, eis que pinga um e-mail interessante que aponta mudanças no treino classificatório das 500 Milhas de Indianápolis.

No sábado, primeiro dos dois dias para arrumar um lugar no grid, os 24 primeiros vão ter posto assegurado, mas os nove melhores vão passar para uma superpole, de 90 minutos de duração. Neste espaço, cada um vai para a pista na hora em que quiser, sozinho, marcar suas quatro voltas para compor o tempo. Os pilotos que forem a esta fase de nirvana terão quatro chances de classificação. Se chover, valem as marcas conseguidas nas cinco horas de treino anteriores.

Além disso, o grid da Indy 500 terá pontos. O pole ganha 15 (e US$ 175 mil), o segundo no grid leva 13, o terceiro fica com 12. Entre a segunda e a terceira fila, os pilotos vão receber, em ordem descendente, entre 11 e 6 pontos. Entre as posições 10 e 24 do grid, cada um merece 4. De 25 para cima, coisa que só será definida no domingo, 3 pontos para cada um.

Creio que a brincadeira vai ser ótima. Agora, volto à programação normal. Revista Warm Up.

Compartilhar

6 comentários

  1. Pietro Perizzollo disse:

    interessante que vai ser realmente uma guerra para conquistar a pole, mas acho q na classificação o que é mais interessante é ver quem consegue se garantir nos primeiros dias, e quem se barantia no bump day, que alias foi ruim terem diminuído os dias de classificação

  2. R/T disse:

    E aquela história que saiu de que a Cosworth estaria preparando um motor pra Indy 500, aproveitando o regulamento e repetindo o que foi feito pela Mercedes em 1994, tem fundamento ? O que se sabe é que o Kevin, um dos socios da KV Racing é um dos donos da Cosworth, e um dos carros da equipe tem uns patrocinios da empresa, não tem ?

    Valeu

  3. Rafael Palacio disse:

    Eu acho que a Indy 500 deveria valer o dobro de pontos de uma corrida normal… E o campeonato deveria ter direito a descarte do pior resultado.

    Assim, o cara que ganha as 500 milhas tem maiores chances de ganhar o campeonato…

  4. Joao Ferreira disse:

    Nossa, é praticamente uma corrida a parte, uma mini-Indy500….interessante mesmo, só acho que pontuar tudo isso, foi exagerado….mas poderia manter os pontos em 5, 4, 3, 2 e 1…..

    Quanto a premiação, já confirmaram quantos milhões o vencedor da Indy500 fatura neste ano???

  5. Tiago disse:

    Victor, quando sai a próxima revista Warm Up? Tem alguma previsão de data?
    Achei a primeira sensacional, comecei a ler e só consegui parar depois de ler tudo! Já estou aguardando ansiosamente pela próxima… Parabéns a você e à equipe do Grande Prêmio pelo ótimo trabalho!
    Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *