Canário belga, 3

C

SÃO PAULO | Deixaram Hamilton acordar de novo, e Lewis não é de perder chances. Liderou de ponta a ponta em Spa & Francorchamps e só teve um susto, na real: a escapada de pista quando a chuva voltava, tímida, pela segunda vez à corrida. Que foi boa, diga-se, mas talvez não tanto quanto poderia ou se esperava. Sei lá, deixou a desejar.

Porque Hamilton não permitiu que ninguém o ameaçasse. Webber entregou o ouro logo na largada e viu que as duas McLaren pulassem na ponta, com Kubica se intrometendo e Vettel e Massa no bolo. Button até rabiscou um desenho de ultrapassagem quando os primeiros pingos surgiram, mas foi um intento e só.

Aí veio aquele safety-car maroto, precavido demais, zeloso, coração de mãe e avó juntas, marcado pelo fim da corrida 300 de Barrichello no choque violento com Alonso. Pena chegar a esta marca sem completar uma mísera volta. E aquele carro de Alonso é feito do quê, carbono de aço? Deu um tapa ali e aqui, e o espanhol partiu para a recuperação. Veio o pano verde, Hamilton foi abrindo e abrindo e Button foi segurando a turma de cinco pilotos.

Demorou até Vettel tomasse uma atitude. E quando tomou, se perdeu, ali na Bus Stop. Vettel é muito afobado. É ótimo piloto, tal, todo mundo sabe, mas talvez tenha sido superestimado demais quando pintou ali na Toro Rosso e chegou a ganhar corrida. Vettel trocou de equipe, chegou ao primeiro escalão rápido pelas mãos da Red Bull, mas a maturidade não acompanhou a evolução. Escorregou e deu um porrão que conseguiu encher o meio do carro do pobre Button — dois acidentes nas últimas duas provas na Bélgica sem que tivesse culpa alguma. Indestrutível, Seb continuou, pôs outro drive-through na conta, ainda teve um momento com Liuzzi e ficou no zero, suficiente e o bastante pelo que tem apresentado.

A banda tocava mais preocupada em olhar para cima do que avante. Kubica não era muito incomodado por Webber, que via Massa meio que de longe pelo retrovisor e Sutil aparecia bem. Mais atrás eram Petrov, Schumacher e Rosberg quem promoviam um brilhareco. Os três acabaram na zona de pontos, bem como Kobayashi em desempenho discreto porém eficiente e Alguersuari, que herdou o décimo lugar após um erro do primo De la Rosa no samba das últimas úmidas voltas. Mas o piloto-DJ acabou punido por cortar a chicane da Bus Stop num momento lá — chegou a passar na TV — e perdeu o ponto para Liuzzi, fraco.

Neste cenário, o Webber que aparecia em segundo após passar Kubica nos pits voltava à cena para tentar o bote sobre Hamilton. Mas não houve chance. Lewis sequer permitiu que o australiano lhe tomasse a vitória. Neste início de fase final de campeonato, Hamilton e Webber se impuseram diante de seus companheiros. 182 a 179, diferença pequena agora a favor do inglês, a McLaren renascendo e a Red Bull sempre boa, agora vendo que não é nada mal ter Webber como primeiro piloto. Alonso, que acabou sendo o protagonista da entrada do segundo SC, promoveu hoje o primeiro ato de sua despedida ao título. O próximo, com fé — Felipe Paranhos tem feito peregrinação no Pelô —, será sacramentado pelo Conselho Mundial no próximo dia 8, com a lindíssima punição que será aplicada ao espanhol.  

Próxima prova é em Monza, onde os motores Mercedes devem mandar e desmandar. Então, McLaren, Force India e o time homônimo devem ir bem. A Red Bull que se esmere em fazer ótimo uso de seu duto-frontal e seu carro bom para não perder muito terreno. O campeonato está bem encaminhado.

Sobre o Autor

25 Comentários

  • piloto de de f-1 não é infálivel,o hamiton vacilou em 2007 mais se recuperou em 2008 e foi campeão.e nós brasileiros temos o sr barrichello com cinco séculos de f-1 sem ao menos um campeonato,e o sr massa que a ferrari adooooooora(segundo o possante animador de torcida da emissora oficial)mais na verdade é um mero segundo piloto pra lá de comum.

  • Caro Victorino,

    concordo plenamente com vc. Acho que quem empurrou todas as fichas no Vettel … quebrará a cara !!! Esse me parece que se trata de mais um moleque muito veloz, mas que também tá sendo muito mimado pela equipe e essas cagadas deverão se repetir, até o dia em que alguém chegar e lhe enfiar com areia e fazê-lo acordar, porque o bonde vai passar e esse moleque vai ficar na promessa.

    O fenômeno que a F1 tem é sem dúvida o Hamilton !!! De cara encarou o bi campeão Alonso, e teve a manhã de botar o cara pra correr. Hoje sabemos que esse bi campeão é o pior elemento dentro desse circo. Mas o Hamilton mesmo sendo calouro, meteu tempo, ganhou corridas e por muito pouco não ganha o título logo na estréia em cima desse babaca das astúrias. Hamilton é o cara !!!!

    O Massa …. só vale um comentário: parece ser o único que tem “problemas” com temperatura de pneus qdo chove … acho que se pudesse parava o carro com medo da água!!!

    Abraço
    JC Simonassi

  • Se não sair uma exemplar punição, ou mesmo um puxãozinho de orelha para a Ferrari e seus pilotos, é bem provável que para a próxima temporada ela venha com quatro ou seis carros para o campeonato. E só com pilotos mercenários, pois esse é o caminho para se chegar aos almejados títulos que a equipe de Maranello tem traçado em seus planos, aproveitando a existência de um apaixonado ferrarista, Jean Todt, presidente da FIA.
    Quando Alonso “Cabeção”, tentou desesperadamente ultrapassar Kobayashi sem êxito, bem que poderia se ouvir no radio:
    -“Kobayashi, o Alonso está mais rápido que você… Entendeu a mensagem?”
    -“Lógico, pagando bem, que mal tem…?”
    Agora falando sério, um campeonato decidido entre Hamilton e Webber, estaria em muito boas mãos. Dois pilotos que sabem andar na ponta em condições adversas. Vettel é ligeiramente mais rápido que os dois, mas não suporta pressão e tende a errar como estivesse com os carros do pelotão da m….!
    São duas equipes que não destinguem seus pilotos, mas o Webber está merecendo, pois sua posição no campeonato é sem favores, na raça!

  • Prezados, bom dia, não entendi por que dos quatro que estavam na frente ninguem arriscou um pit stop na volta anterior, Massa que não tinha nada a perder poderia, Kubica também, com certeza que colocasse pneus intermediarios naquela volta ganharia a corrida,

    • NInguem lembra que 2007 foi o ano de estreia dele..

      Mas já que é pra falar de ano..

      E 2008? campeao..
      E 2009? o melhor do resto,com um carro horrivel no inicio do ano…

      E do jeito que a RBR adora o Vettel e não vai dar prioridade alguma pro Webber, ele vira favorito pro titulo desse ano.

  • Victor belo post!
    Um detalhe apenas: a pancada do Rubens no Alonso está sendo tratada de maneira correta, um incidente devido ao erro do brasileiro e claro as condições climáticas!
    Fico imaginado se fosse o contrário…
    Não sei o que o espanhol fez para o público nacional ter toda esta implicância!

    abs

  • Se Vetel não é dos mais zelosos dos pilotos. Pelo menos ele é o cara que faz o telespec espantar aquele sono pegajoso dos domingos de manhã. Já à tanto tempo que todos reclamam da falta de ultrapassagens, ao ponto de terem que diminuir a segurança dos carros sem diminuir a potência dos motores como os limites para o efeito solo que segura o carro no chão e os pneus que se desgastam em 7 voltas, e agora que aparece alguém que pelo tenta criar um estilo mais arrojado de pilotagem já metem opau falando que está bagunçando tudo. Na minha opinião os dois acidentes foram acidentes de corrida normais e corriqueiros que poderiam acontecer com qualquer esportista que busque a vitória.

  • O primeiro SC não foi “coração de mãe e avó”, ele não foi por causa da chuva, mas por causa do guindaste pra tirar o carro do Rubinho, tanto que na primeira passagem do SC o carro estava sendo içado na entrada dos boxes. Não vá com fé no que o “narrador oficial” diz.

    • Na verdade ele está trilhando uma carreira bem similar ao do Schumacher. O Dick Vigarista porrava todo mundo no começo da carreira. Era um louco desvairado e não parava de bater. Depois continuou sendo louco, mas passou a bater menos.
      Acho que o Vettel tem até mais talento que o Schumacher, pois o segundo nunca foi muito veloz, foi sempre só constantemente rápido. Quando o Vettel pegar o jeito, ele vai andar muito bem. Mas até lá vai ser o novo alemão que porra todo mundo.

  • E o Galvão confundindo Petrov com Petkovic ? “e em décimo lugar o Petkovic”… hilário ! É mais engraçado que o Silvio Luiz transmitindo a série B !

    • Concordo plenamente. Acho que tá na hora de aplicarem uma punição exemplar como foi feita com a Maclarem, coisa de deixar a equipe sem poder pontuar. Acho que seria o mais válido. Mas será que a punição vem? Vamos esperar…

Por

O dono da bola


É jornalista, palmeirense, dinamarquês por opção e sempre pensou que ia ter de cobrir futebol antes de chegar ao automobilismo, que acompanha desde os 7 anos. E desde que se formou, está na Agência Warm Up e no Grande Prêmio, isso há mais de 13 anos. Neste tempo, foi colunista do iG, escreveu para 'Folha de S.Paulo', 'Lance!' , 'Quatro Rodas' e 'Revista Audi', foi repórter da edição brasileira da 'F1 Racing', cobriu F1, Stock Car, DTM, a Indy e quatro edições das 500 Milhas de Indianápolis, e outras categorias ‘in loco’. Agora também é comentarista dos canais ESPN. Conheceu cidades como Magdeburgo, São Luís, São Bento do Sul e Nova Santa Rita, traduziu um livro da Ferrari e já plantou um monte de árvores. Tem quem fale que seria um grande ator, mas ter ganhado o Troféu ACEESP 2011 como 'Melhor repórter' da imprensa escrita mostrou a escolha menos errada. Adora comida japonesa, música eletrônica e odeia ovo, ervilha e esperar. “Necessariamente nessa ordem", diz.
ASSINE O RSS

Arquivos

Categorias

Tags

Twitter

Publicidade

Facebook

Publicidade