MENU

20 de setembro de 2010 - 14:09Stock Car

Jogo de equipe e família

SÃO PAULO | Mais do que um jogo de equipe — Cacá e Popó Bueno, apesar de correrem em times de nomenclatura diferente, mas pertencem ao grupo de Andreas Mattheis —, um jogo de família. O Globo Esporte mostrou hoje na TV que Cacá abriu passagem durante a corrida em Campo Grande para que o irmão pudesse fazer a pontuação suficiente que lhe garantisse no playoff da categoria.

O vídeo está aqui e a conversa de rádio explica bem — bem como tudo deixa as claras a indignação de Thiago Camilo, o grande prejudicado da história, fora da briga pelo título, ontem no Twitter. E aí, meus caros? Isso tudo é normal?

17 comentários

  1. Nesse caso eu acho sim aceitável, não gosto nem do Cacá e muito menos do Popó, mas se fosse meu irmão correndo comigo na mesma equipe ou não eu faria o mesmo!

  2. ze disse:

    Pra mim Stock Car e um rodeio sem o Zeze di Camargo e Luciano. Num vejo seriedade nenhuma naquilo. Pilotos fracos, equipes fracas, espetaculo fraco… autodromos horriveis. Nem perco meu tempo vendo isso…

  3. Fernando disse:

    Por isso que a Globo não passou a corrida toda. Assim puderam cortar esse pedaço hahahaha.

  4. marcelo disse:

    O REGINAL LEME CRIOU ASAS.SUMIU RSRSRS..VAI FALAR O QUE DA STOCK CAR…ISSO SIM É UMA VERGONHA..NADA DISCRETO

  5. Anderson disse:

    Nao entendo como podem se indignar tanto com o massa deixar o Alonso passar e achar isso normal. E ainda passam de forma positiva na reportagem. Pior do que o que aconteceu na pista é o comportamento da RGTV, ou TV Paulista, como queiram.

  6. Silvio disse:

    Galvão sofre agora a síndrome de Nelson Piquet.

    E agora Galvão quem está certa a família Ferrari ou a Família Bueno?

  7. Famiglia Ferrari disse:

    Popó, Cacá, Cocô

  8. Fabricio disse:

    Acho normal, como o Atila Abreu disse, cada um defende seu interesse, nao tocando ninguem pra fora tá bom.

  9. T. Rafael disse:

    Esporte não é filantropia, cacete. Quem quer fazer caridade, que monte uma ONG. Eu concordo que, dentro de uma equipe, até que é compreensível que haja trocas de posições e tudo mais, uma vez que o regulamento dá brechas para isso. Como foi visto na Ferrari. A equipe italiana quer privilegiar o Alonso, o piloto com mais condições para brigar pelo título, para “quebrar” os pilotos da McLaren, Red Bull ou qualquer outra concorrente.

    Mas agora um piloto abrir caminho para outro de outra equipe só porque ele é “amiguinho”, “priminho”, “irmãozinho”, ou outra coisa, isso não se pode ser chamado de competição. Isso, simplesmente, é juvenil. Em qualquer esporte não pode haver gente “boazinha”, porque se não, não há disputa. Se não há concorrência, é marmelada. E se é marmelada, não tem audiência. E sem o expectador, a categoria não é nada. E é exatamente isso que a Stock Car é no Brasil. Nada. Um brinquedo para um pouco mais de uma dúzia de play boys brincar de correr e uma televisão brincar de fazer jornalismo esportivo.

  10. luis disse:

    engraçado o thiago até outro dia estava na fazenda dos bueno varias baladas e tal,queria que o caca dividisse com o popo ,obvio que ia rolar jogo de equipe ,uma pena que a equipe do thiago é de um piloto só a muito tempo,senao poderia ter se beneficiado ,é arojado mas ta faltando alguma coisa pra chegar.

  11. luis disse:

    Engraçado os comentarios do thiago ,ate outro dia tava na fazenda dos bueno super amigos varias baladas e tal ,nao entendi ele queria que o caca batesse no popo pra ele conseguir a vaga,claro que rolou um jogo de equipe ,mas sera que ele nao faria tb.admiro a pilotagem do camilo muito arrojado mas esse ano nao deu .

  12. Gustavo disse:

    A Globo sabe tão bem da Stock que põe Aston Martin na vinheta de oferecimentos da internet

  13. Luiz disse:

    Seria interessante a opinião do Galvão.

  14. moacir disse:

    Um dos poucos que tinham credibilidade na Stock era o Cacá, por detonar as patacoadas da categoria.

    Com essa presepada ridícula, a Stock se escancarou como um lixo com o qual não vale perder tempo.

    Sou mais as corridas da Montana na RedeTV (onde as afiliadas passam) e no Speed.

    A Stock, seus pilotos, promotores e rede de TV que vão correr em deserto de sal e não encham o saco de quem gosta de esporte a motor.

  15. Cesar disse:

    Se até a fórmula 1 pode ter esse tipo de palhaçada, pq na Stock que é uma categoria vagabunda não pode?
    Ô Thiago Camilo, xinga muito no twitter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *