MENU

29 de setembro de 2013 - 15:51Automobilismo brasileiro

Mais de Brasília

SÃO PAULO | As provas do Brasileiro de Marcas e da F3 Sul-americana, que tiveram organização feita pelo Guará Motor Clube, de José Argenta, ex-presidente da FBA (Federação Brasiliense de Automobilismo), tiveram sinalizadores da federação de motociclismo. É o que revela o comunicado da equipe do Race Control Motor Clube, que faz menção indireta à reportagem da Revista Warm Up que denuncia os vários ocorridos no entorno do autódromo da capital federal.

Uma fonte foi consultada a respeito. Eis o relato sobre os sinalizadores das corridas: “Jovens que ficam o dia todo no celular e não entendem picas. O Raphael Raucci ‘bateu’ na curva 1 e o cara do posto não deu bandeira amarela. O carro de serviço entrou na pista e ele, de novo, não deu bandeira nenhuma. O safety-car entrou, e nada de placa. Tudo porque estava olhando para o celular. Nunca vi nada tão ruim”, definiu.

Aliás, o print acima denota o voo de Raucci ao pegar uma das obras refeitas na zebra da curva 1 em Brasília…

A CBA ainda não se manifestou a respeito da reportagem da Warm Up e sobre ter entregue o comando das corridas a quem é acusado de um mega desvio financeiro, cujo passado aponta uma ‘expulsão’ da empresa de Nelson Piquet.

23 comentários

  1. Magro Costa disse:

    Sem me aprofundar se Fulano ou Ciclano é isso ou aquilo, se a federação tal é ou não culpada… Só pensando aqui que o cara que falou que fizeram essas “obras” nas zebras pra evitar o pessoal passar por elas, de duas uma; ou é um tremendo gozador ou é um grandessíssimo idiota.

  2. Zezinho disse:

    PQP!!! Fiquei sem entender nada, apenas me lembrei de uma passagem bíblica envolvendo, meu chara, Pedro naquela historia de “que antes que o galo cante 3 vezes, 3 vezes me negaras”.
    Primeiro o Felipe vem declarar que nada tem a ver com a CBA e ai você monstra que a CBA declara que ele É CONSELHEIRO, mais adiante ele declara que ajuda em alguns pontos técnicos no kart e representa a truck e o kart na FIA.
    Entrei no site do CNKFIA e lá esta o Sr. Felipe como representante da CBA acho que o mesmo ocorre na comissão de truck da FIA também como representante da CBA, em minha “viagem no site da FIA” descobri algumas fotos do sr.Felipe ao lado do sr. Pinteiro na maior descontração possível.
    E aí vem minha indignação pois pelo que apurei ele faz parte do trem da alegria que acompanha o presidente e sua comitiva com tudo pago pela CBA como passagens (executiva ou primeira, ainda não descobri) hotéis 5 estrelas, alimentação, etc. e as viagens que deve fazer quando se reunem a comissão de kart e a de truck, que não entendi o que vem a somar para a CBA pois estamos anos luz distante da realidade Europeia quanto ao Kart e quanto a Formula Truck a FIA é quem deveria participar da Comissão Nacional, se a CBA fosse série e a tal comissão existisse e depois de tudo o que foi dito ainda vem o sr. Felipe dizer que nada ganha da CBA.
    ME POUPE, PQP + UMA VEZ!!!! Ta na hora de fazer uma devassa (não confundir com tomar uma cerveja) nas contas da CBA, incluindo os afilhados do presidente de forma transparente para que a comunidade venha a conhecer a CBA por dentro e saber os nomes daqueles que estão ajudando a afundar o barco chamado de CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE AUTOMOBILISMO.

    • henriquer waltrick disse:

      Victor, sinalizadores e comissarios tem que ter experiencia.. Infelizmente nosso automobilismo esta doente. Pra voce ter uma idéia do nivel de alguns comissarios, a Federação de Santa Catarina mandou um sujeito sem experiencia pra ser comissario no BR de Marcas. Esse sujeito aqui em SC nas provas de Terra é pesimo, nunca ve nada e na hora de decidir espera os outros opnarem pra ele depois opinar. Não estão levando o automobilismo a serio. Durante 16 anos fui bandeirinha, comissario e nos ultimos 5 Diretor de Provas aqui em SC, com experiencia é mais dificil errar. Quem sabe o proximo Presidente da CBA mude. Grande abraço

  3. João Ferreira disse:

    Será que a MOTOGP é louca em colocar pilotos de moto neste circuito?

  4. Moy disse:

    Tem o vídeo no YT. Bela decolagem.
    Sorte do piloto que o carro não deu uma cambalhota …

  5. marcão disse:

    Carlos Albuquerque, vc sabe o custo de uma sinalização de f-1?? Nem nós!!! a grana parece ser boa.. dai é que começaram as confusões!! E acabaram numa discusão politica entre a CBA e equipes…Resultado enfraqueceram ambas, uma ficou de fora já em 2009 e a outra permaneceu mas foi mais penalizada do que a que foi excluida… Não tinha pessoal para preencher o quadro…. Então ofereceram 30 vagas para a outra equipe, que simplesmente não aceitou ceder seus integrantes… Qual o motivo??? Pessoal acho!!!Em 2010 ou 2011 outra equipe apareceu e levou a F-1,, Acho que uma equipe ligada a promoção da F-1..Tudo por motivos politicos, financeiros, e equivocados.. Agora de causas politicas, sinalizador de pista nem entende nada, e de contas financeiras a uníca coisa que entende é que pra trabalhar na F-1, o cara tem faltar no serviço na sexta, levantar cedo pra caramba desde esse dia e continuar a levantar cedo até domingo, se sacrificar fisicamente durante os dias de evento..E na segunda a uníca paga que terá direito será o prazer de ter participado desse evento….Pois até a condução pra chegar no autodromo, ou shopping, é por conta dele, se chover a capa que oferecem não serve pra nada, a comida é lanche mal elaborado.. Mas os organizadores e fornecedores de “””pessoal gabaritado recebem sim pelo trabalho dos mesmos”””… Fazer F-1 pra dizer que fez é uma idiotice sem tamanho, pois alguem paga pro cara estar lá, e alguem acaba recebendo em nome de quem esteve lá…Isso é a uníca coisa que ainda não mudou….Mas das equipes prejudicadas pela politica ou pela ingerencia… Estas sobreviveram, hj não precisam mais da F-1 pra nada….Ainda bem… Se quem organiza a f-1 precisar de gente capacitada que façam um contrato com elas.. Eles sim tem gente que trabalha o ano todo !!
    Entenderam?????

  6. Daniel disse:

    Querem o que, num país onde se gasta mais pra reformar o Maracanã do que na rede de saúde pública?

    Automobilismo no Brasil nunca teve chance, tanto é que a reforma de Interlagos que vai custar míseros 160 milhões está gerando uma choradeira só.

    Triste é ver categorias pequenas que acabam tendo que aceitar essas condições para correr nesses terrenos baldios que chamam de autódromos. Infelizmente as coisas só tendem a mudar se acontecer alguma tragédia com algum piloto famoso, pois se for algum desconhecido vá entrar pras estatísticas.

  7. Caipira disse:

    Caraca, mais uma “reforma” dessa e teriamos uma pista pro finado Autocross em Brasilia.

  8. Davi Ribeiro disse:

    Com uma imagem dessa, parece mais uma fazenda velha com uma pista de asfalto no meio, não um autódromo. Eu não correria nessa pista nem de patinente! E olha que eu adoro automobilismo, não sou piloto de PN. Mas não colocaria meu carro – e minha vida em risco – num autódromo desse.

  9. Alisson disse:

    O Governo do Distrito Federal move uma ação de indenização por dano material contra o Sr. José Argenta e a FBA no valor de R$ 43.949,48, o processo tramita desde 2011.

  10. André Almeida Ribeiro disse:

    Equipes sérias de sinalização e resgate como a Speed Fever e Interlagos deveriam cobrir TODOS os eventos nacionais; mas a política dos organizadores e do Sr Cleyton, leia CBA , colocam em risco os pilotos e o evento, a culpa é de todos, pois os pilotos e equipes deviam ser unidos e contestar !!!!!

  11. Álvaro disse:

    Enquanto o autodrómo estiver nas mãos de gente corrupta como o que esta ai, sera sempre um lixo e prejudicial aos pilotos também.

  12. Carlos Albuquerque disse:

    Convido você a ver e pesquisar sobre o que ocorre na sinalização do autodromo de Interlagos. Algo triste. Infelizmente não posso me identificar pois serei excluído da equipe. Triste também é a briga idiota entre as duas equipes de sinalização. Tudo muito podre, que custou a ambas a exclusão do serviços na F1…. o pior é que parece que nem fazem falta!

  13. Carlos Trindade disse:

    E um detalhe interessante na transmissão do Brasileiro de Marcas hoje pela TV Bandeirantes, o comentarista Felipe Giaffone disse que foi feita uma grande reforma no autódromo de Brasília e que o mesmo está agora em ótimas condições.
    Vendo pela TV parece uma pista abandonada que foi invadida por uns carinhas pra tirar um racha…
    Então quando se vê um cara que além de comentarista é um piloto que em algumas semanas vai estar lá em Brasília disputando corrida, fazer um comentário destes, é muito decepcionante!

    • Victor disse:

      VM responde: Quando se coloca alguém para comentar com laços com a entidade, ouve-se isso…

      • MAIKON MENDES MIRANDA disse:

        Isso mesmo… ¬¬

      • Lembra do Willy Hermann comentando a Indy? Então…

      • Felipe Giaffone disse:

        Victor,
        Fiquei muito surpreso pelo seu comentário de que sou da CBA e por isso fiz elogios a pista de Brasilia.
        Primeiro que não sou e não ganho nada da CBA, apenas ajudo em alguns pontos técnicos no kart e represento a Truck e Kart na FIA.

        Estava em S.Paulo até sabado a noite (na Copa SP de kart) e não via as provas e tbm o voo do Raucci.
        O que vi no domingo, pelo menos pela TV, que o concregrama nas saídas de curvas, serviram bem para os F3 e Marcas, pois os carros que iam la fora, perdiam tempo ( o que não acontecia no passado).
        Quando vi a batida nos pneus do Pedro Nunes, percebi que nenhum pneu saiu voando como aconteceu exatamente no mesmo local em uma corrida da Stock neste ano.
        Concordo com todos que Brasilia esta longe de ser uma pista em ótimas condições, porem achei que um elogio, para uma pista em que estão pelo menos mexendo para tentar melhorar (por mais que tenha tido alguns erros) seria legal. Temos Goiânia, que é super segura mas esta praticamente igual a que corri em 1993…(parece que agora estão reformando), assim como outras pistas.
        A verdade é que os autódromos estaduais, na grande maioria não são bem explorados e acabam virando um elefante branco para a cidade (exceto que tenha uma F1 ou algo similar para que hajam reformas anuais)
        Infelizmente automobilismo não é futebol, se fosse, talvez teríamos varios interlagos e “Curitibas” pelo brasil.
        Acho que o Raucci tem total razão em ficar bravo e reclamar para que não sejam feitas as famosas lombadas (que eram parecidas com as de mônaco, mas que ficam em chicanes lentas e não em uma saida de curva rápida como estavam em Brasilia no Sabado)
        Espero que entenda meu ponto de vista
        abs
        Felipe

        • Victor disse:

          VM responde: Felipe, a própria CBA te trata como um conselheiro, como se pode ver no site da entidade: http://www.cba.org.br/site/comissao_conselhos.php#noticia4. Mas se você diz que não é ou não pertence à entidade, prefiro crer em sua palavra.

          E seu ponto de vista é totalmente compreensível – com o qual concordo, exceto a parte do elogio. Infelizmente, pelas várias matérias que temos exposto sobre o que tem acontecido lá e os vários problemas que se sucedem, nada merece elogio.

          Abraços.

    • LRonaldo disse:

      JF… Stock… Sem mais.

  14. José Benedito V. Liborio disse:

    Depois querem ter pilotos na Europa, nas categoria top e na F1. Sem base? Não dá! Sem autódromo? Não dá.
    Se o Pinteiro fosse alguém decente já teria largado a CBA por incompetência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *