TagFlorianópolis

O terceiro carro (?)

O

FLORIANÓPOLIS | Ontem à noite estava com Evelyn Guimarães e os amigos Isabel, Rafael e Djoni numa agradável e talvez única bruschetteria destas bandas — nem em São Paulo tem, creio —, e lá pelas tantas da noite um garçom italiano, Alessio, pelos serviços que prestamos na ajuda de nostra língua ao interista di Pisa, nos ofertou um limoncello, un licor de limone con alcool etilico. Uns três goles...

2010 em ação

2

SÃO PAULO | Foram quase 17 horas de viagem de Floripa pra cá, cansaço latente, mas valeu a pena. Tudo absolutamente perfeito, como nunca havia encontrado. E agora ficam na lembrança.
De volta ao batente, uma série de coisas pra fazer. A fonte nova para o laptop e o arroz já são metas cumpridas.

Ritmo de fim de ano

R

FLORIANÓPOLIS | Já é o terceiro dia que estou por estas bandas, que me lembram Belém, muito embora nunca estive lá. O sol reina e racha até momentos antes de se por, e aí as nuvens chegam rápidas, despencam uma chuva de uns 20 e tantos minutos, e a noite surge fresca, e a madrugada já estrelada convoca um novo dia igual ao anterior. E assim, bem, vamos até que 2009 vire 2010, e a vida volte à...

Pay-per-drive no

P

FLORIANÓPOLIS | Lucas Di Grassi estava falando pela enésima vez à imprensa sobre as chances na Manor, a Renault e coisa e tal, mas ao falar da importância pequena de seu sobrenome em contraponto ao desenvolvimento da Manor, soltou uma frase interessante: “Equipe com piloto pagante não funciona.”
Com vocês, os comentários.

O kartódromo natural

O

FLORIANÓPOLIS | O automobilismo mergulhou de vez na campanha para um mundo mais preservado ambientalmente, livre das poluições que o devastam vorazmente. As categorias procuram soluções alternativas, principalmente na questão dos combustíveis, tipo a Indy e a Stock Car, que se inclinaram ao álcool em detrimento da gasolina; Peugeot e Audi optaram pelo diesel na edição deste ano das 24 Horas de Le...

A capartana de Di Grassi

A

FLORIANÓPOLIS | Então estava todo mundo esperando os karts irem à pista, no primeiro treino livre da história do Kartódromo Internacional de Santa Catarina. Aí foi saindo um dos boxes, saiu outro, e mais outro. E veio o ser estranho. O kart preto, 18, Lucas Di Grassi. O capacete. É um mix de esqui e ciclismo. “É único no mundo”, confirmou Lucas. Perguntei quanto dava de ganho...

Totalmente excelente

T

FLORIANÓPOLIS | Ficou designado a Lucas Di Grassi o projeto de desenhar a nova pista de Florianópolis para abrigar a competição de kart organizada por Felipe Massa. “Eu comecei com uma régua e um compasso”, contou Lucas há pouco, “e daí eu chamei o Massa, e a gente foi aprimorando até virar isso.” E de cinco ou seis retas com algumas curvas surgiu um primor. Ainda mais...

As fotos do kartódromo, in loco

A

FLORIANÓPOLIS | É, de fato, uma belezinha. Os últimos retoques estão sendo feitos, coisa de colocação de placas publicitárias e pintura de zebras. Titônio Massa e Lucas Di Grassi já deram voltas com a moto na manhã de hoje. Luciano Burti e Max Wilson já pintaram por aqui. Daí o Dudu veio e falou: “Tá vendo?”, como quem diz “conseguimos”, até porque, pelas fotos anteriores...

Sampa-Floripa

S

FLORIANÓPOLIS | Dia longo demais. Começou bem cedo, tal, e depois de pegar o rádio esquecido na redação, do mate com leite, de encontrar Carsten Horst e Evelyn Guimarães, de ir para Santos e pegar Marcus Lellis, dois acidentes feios vistos na Régis Bittencourt, seis períodos de chuva, dois deles intensos, muito intensos, calor igual ou até maior, paradas para almoçar e jantar e compras, enfim a...

O dono da bola


É jornalista, palmeirense, dinamarquês por opção e sempre pensou que ia ter de cobrir futebol antes de chegar ao automobilismo, que acompanha desde os 7 anos. E desde que se formou, está na Agência Warm Up e no Grande Prêmio, isso há mais de 13 anos. Neste tempo, foi colunista do iG, escreveu para 'Folha de S.Paulo', 'Lance!' , 'Quatro Rodas' e 'Revista Audi', foi repórter da edição brasileira da 'F1 Racing', cobriu F1, Stock Car, DTM, a Indy e quatro edições das 500 Milhas de Indianápolis, e outras categorias ‘in loco’. Agora também é comentarista dos canais ESPN. Conheceu cidades como Magdeburgo, São Luís, São Bento do Sul e Nova Santa Rita, traduziu um livro da Ferrari e já plantou um monte de árvores. Tem quem fale que seria um grande ator, mas ter ganhado o Troféu ACEESP 2011 como 'Melhor repórter' da imprensa escrita mostrou a escolha menos errada. Adora comida japonesa, música eletrônica e odeia ovo, ervilha e esperar. “Necessariamente nessa ordem", diz.
ASSINE O RSS

Arquivos

Categorias

Tags

Twitter

Publicidade

Facebook

Publicidade