MENU

30 de maio de 2009 - 13:17F-Indy

O curioso caso de Bia

SÃO PAULO | Bia Figueiredo não vai participar da etapa deste fim de semana da Indy Lights em Milwaukee. Que é um desfecho, ou não, para uma história, digamos, curiosa.

A informação de seu site oficial dá conta de que Bia se recupera do acidente sofrido em Indianápolis na semana passada, quando disputou as 100 Milhas da categoria de base da Indy. A piloto nada sofreu, a não ser um corte no queixo e cinco pontos. No sábado, estive conversando com ela. Nenhum sinal de que não correria no oval mais antigo dos EUA.

Na segunda, Bia ainda estava em Indy, mas pegou um avião rumo a Miami, isso à noite. Esperava-se que retornaria a Milwaukee na sexta de manhã. Então soube que de lá, ela voou para o Brasil. Ainda se imaginava que retornaria à cidade do Winconsin. Ontem veio a confirmação de que não correria.

Bia tem a carreira administrada por André Ribeiro, ex-corredor de Indy e atualmente também dono de concessionárias da Honda. Tentei falar com ela. Não consegui. Mistério, diriam naquela novela da D. Perpétua. Está cheirando a orçamento curto. Sem grana. O que é uma pena.

Atualização às 15h15: a questão envolve grana, mesmo. Bia estava devendo à Sam Schmidt alguns mil dólares por causa de batidas antigas, que nos EUA chamam de “crash damage”, e depois do acidente com Gustavo Yacaman em Indy, a situação piorou. O carro foi para o lixo, e Bia teria de arrumar dinheiro para comprar outro. Chegou-se a pensar na possibilidade de alugar um carro de outra equipe, mas haveria o risco de uma nova batida.

Repito: uma pena.

11 comentários

  1. Racer-X disse:

    Sim, eu ainda tenho o meu legendário carro amarelo e preto nº9 e o meu irmão tem aquele branco com o nº5 que pula, sobe pelas paredes e até anda embaixo d´água.
    Esperamos ver de volta a magia do verde e branco nº20.

  2. Max disse:

    Um talento como a Bia não pode ficar fora por falta de patrocinio.
    Sr. André Ribeiro, mãos a obra!!!!
    A menina acelera muito, tem de andar sim!!!

  3. Peter Petrelli disse:

    Uma pena mesmo… Espero que a carreira de Bia não esteja ameaçada. Ela é uma piloto de verdade, e os acidentes da prova dela e os das 500 milhas (em especial Matos x Meira), provam que sua batida não pode ser creditada ao fato de ser uma mulher ao volante.
    Mas Victor, esse boné e essa barba por fazer… Você é irmão gêmeo do SYLAR???? —– : O

  4. Fernando Lemos disse:

    Uma pena mesmo… sou fã da Bia , acompanho ela desde a F-Renault e é uma pena acabar assim …

  5. realmente, uam grande pena ……..

  6. Leandro disse:

    Uma notícia ruim sobre a Bia Figueiredo;isso definitivamente mostra como o esporte a motor pode ser cruel. Talento não falta a ela, não deveria nunca parar de correr! Fica aqui minha grande torcida e o desejo de vela novamente nas pistas em breve!

  7. tilzil disse:

    coitada da bia…..

  8. Bruna disse:

    Poxa, complicado viu =/

    Mas valeu a explicação, nem eu tinha entendido.

    E agora depois de perturbar no Twitter comento por aqui Lol
    Abraços.

  9. Paulo Franco disse:

    Não consigo entender!
    É mulher, acelera pacas, é bonita, fala bem na TV, acelera pacas, nasceu no país que tem oito mundiais de F1, outros tantos de Indy, seria uma ótima garota propaganda para quem visa o público feminino e ainda acelera pacas.
    Como é que não consegue um patrocínio decente??

  10. Rafael disse:

    Esse eh um problema nao so dela, mas de 99,9% dos pilotos.

  11. Leo Machado disse:

    Não e de Dna. Perpétua não!
    “Misteeeerio” e de Dna. Milu da novela Tieta rsrsrs
    Parabéns pelo seu blog. E show de bola!
    Abracao Victor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>