MENU

6 de dezembro de 2010 - 14:25F1

O erro fatal

SÃO PAULO | Webber é daqueles esportistas que estão no patamar de atletas. No ano passado, o australiano sofreu uma queda fazendo mountain bike e teve uma fratura na perna. Recuperou-se a tempo e a pleno. Agora, o piloto da Red Bull revela que disputou as quatro últimas etapas do campeonato — Japão, Coreia, Brasil e Abu Dhabi — com o ombro direito quebrado. A Red Bull não sabia do ocorrido, que só foi revelado em uma autobiografia. Para amenizar a dor, Webber tomou injeções de cortisona e infiltrações do médico da FIA.

Isso ajuda a explicar sua queda de desempenho no fim do ano. E só coloca nele mesmo a culpa por ter perdido este campeonato que lhe parecia seu e somente seu. Até o GP de Cingapura, onde ele estava pimpão e inteiro, sua vantagem para Alonso na liderança da competição era de 11 pontos, 202 a 191. Vettel tinha 181. É compreensível que acidentes desta natureza acontecem, mas digamos que Webber poderia ter evitado — é como alguém que marca a viagem dos sonhos para Cancun ou Garopaba para este réveillon e vai se aventurar a lutar boxe ou jogar bola naquela quadra de grama sintética e toda ferrada na academia, que é meu caso, esportista de meio de semana que sou, sabendo que a cagada é iminente.

Webber e o mundo sabem que 2010 foi e deverá ser sua única chance de escrever seu nome na galeria dos grandes da F1. E ter omitido o fato da Red Bull dá todo o direito de a equipe escolher Vettel abertamente como seu piloto principal, alegando que 1) o alemão é honesto e sincero e 2) não dá para confiar em alguém que se aventura e põe em risco sua saúde, jogando todo um ano de trabalho fora porque o cabra estava com vontade de andar de bicicleta numa montanha com um amigo. Revelar isso agora é desnecessário — serve mais para vender livros e querer ser, em vez de campeão, um autor de best-seller.

A autobiografia de Webber já poderia conter sua morte para o esporte.

22 comentários

  1. Clenio Vilela disse:

    Aquela rodada sozinho e na reta…Ali êle perdeu o campeonato. Vettel é o cara!

  2. eduardo disse:

    Vettel motiva e une a equipe buscando consolo nos seus piores momentos Webber joga a imprensa contra sua equipe força Vettel ao erro na Turquia de proposito, independente do que acontecer não acho que o Webber tenha clima na equipe para brigar com o Vettel a equipe deve continuar dando ingualdade aos seus pilotos e procurar um subistituto para Webber em 2012

  3. Lauro disse:

    Esta é, no mínimo, uma daquelas histórias curiosas. Afinal, tem o envolvimento do médico da FIA na jogada. Aí temos muitas coisas para analisar:
    1ª) Se houve consentimento do médico da FIA, significa que os esforços que o F1 exige não seriam suficientes para aumentar a lesão, e sim, que a dor poderia plenamente ser amenizada com cortisona, salompas, aspirina, sei lá;
    2ª) Se Webber vencesse o campeonato, provavelmente seria tratado como herói, porque se superou antes de superar os rivais;
    3ª) Como perdeu, realmente acho que o fato só alavanca vendas de autobiografia, se muito (aliás, vai chegar o tempo da autobiografia intra-uterina, tamanha precocidade dos lançamentos);

    Mas a grande polêmica é o fato de não ter contado para a equipe. Creio que a lesão não deveria ser tão grave e Webber, se conntasse, poderia ser preterido quando ainda tinha melhores chances. Apenas isso. Anti-ético? Talvez. Conheço muitos que tomam medicamentos para trabalhar, mas não admitem. Não acho que seria o caso de expulsão, mas de cartão amarelo, com certeza.
    E, entre nós, se contar com essa sorte mais vezes, Vettel vai mais longe do que a maioria pensa. É capaz do Alonso querer brincar de toureiro, o Hamilton saltar de pára-quedas, o Schumcher cair de moto de novo, e por aí vai…
    Abraços!

    • eduardo disse:

      quantas vezes o Webber teve problemas mecanicos na temporada quantas vezes ele foi beneficiado por problemas dos seus adiversarios é só fazer as contas para ver quem foi beneficiado com a sorte e quem não foi apesar de ser campeão

  4. JOAO disse:

    Sem comentarios, um profissional. falando isso…… agora por que se eh profissional. nao se pode ter vida. se nada tivesse ocorrido nao estaria falando isso com um texto so para dar ibope. isso aconteceu com outros pilotos mas nao foram graves.. isso nao muda nada ele lutou ate o final.. fosse assim senna nao entraria na pista com dores jogadores de futebol tb nao… a escolha e dele e mesmo assim ainda foi melhor que muito outros…

    • Lucio disse:

      Poisé, o cara é humano poxa, tudo bem que tem muito dinheiro envolvido e etc, mas não é preciso ser maluco e concentrado que nem o Alonso tbm. O cara tá rico, ganhou umas corridas de F-1, viveu coisas que nenhum de nós mortais sequer vai conhecer. Acho que não dá para criticar ele assim. Eu mesmo espero dar voltinhas de bicicleta com meus amigos, sempre que tiver tempo. Tem que aproveitar a vida.

  5. eduardo disse:

    Webber fez um grande campeonato mas Vettel é muinto mais piloto e se não tivesse tantos probremas mecanicos no inicio da temporada o campeonato não teria graça

  6. Mark Webber o novo Juan Pablo Montoya, na sua época de McLaren! Igual a Burro!

  7. FTrack disse:

    Morto para o esporte? Menos, Victor.
    Ano que vem o cara vai continuar sentando num Red Bull e vai estar com o ombro “curado”.

    Nunca fraturei o ombro, e muito menos pilotei um F1, mas duvido que seja humanamente possível virar o volante e contornar uma curva a 4G com um ombro fraturado pressionado contra o cinto.

    Webber foi imprudente ao andar de montain bike sim, e quis justificar a perda do título alegando que correu no sacrifício no fim da temporada.

    Mas isso simplesmente não anula seu talento e as excelentes provas que fez em Mônaco, Silverstone e Hungaroring.

    Na minha opinião, é um dos favoritos ao título em 2011.

  8. Luke Domski disse:

    Sei não, isso me pareceu desculpa pra justificar as sseguidas derrotas para Vettel na parte final do campeonato…
    “Ahhh, eu estava com dor, por isso perdi… :,( “

  9. mm disse:

    Mountain bike, né? Sei, sei….

  10. Fabiano disse:

    Foi assim que o Greg Morre faleceu. A diferença é que a equipe sabia.
    Lamentável!!!!

  11. Iceman disse:

    Idiota!! O nome claro da atitude desse Webber é tremenda deslealdade. C Horner e o monte de gente que torcia pelo Canguru Peitador (tá bom!) é que devem estar felizes agora. A Red Bull disponibiliza dois foguetes ($$, engenheiro e estrutura) para um piloto e meio!! Que legal, ne?

    Mas apesar da decepção que foi esta história, vamos esperar os desdobramentos do caso, que me parece bastante grave. Não deve terminar por aqui. Há mais informação a ser cavada, o que talvez explique essa atitude do Sr. Mark fdp Webber.

  12. joão disse:

    Webber doidão!

  13. foca disse:

    sempre teve um ar arrogante. agora foi mesmo arrogante abrindo o bico e talvez sifu. merecido.

  14. Rafael Apache disse:

    Isso bastaria para, caso seja de interesse da Red Bull, alegar uma quebra de contrato por omitir fatos relevantes para desempenho de suas atividades de piloto da equipe.

  15. Kirk disse:

    Certissimo VM. Pra que dar mole pro azar numa hora dessas? Nao podia esperar as ferias pra ir fazer o mountain biking? Vacilou. Sifu. Depois reclama da equipe nao ter dado chance. E revelar isso num livro e’ muita sacanagem…

  16. Está explicado porque perdeu o campeonato. E de quem é a culpa.

    2010 foi a maior chance que o piloto teve de ser campeão do mundo. E talvez não tenha outra chance. Ele mesmo jogou fora a chance. Foi um acidente? Foi. Mas poderia (e deveria) ser evitado.

    E o fato de não ter comunicado a Red Bull complica sua situação dentro do time para a próxima temporada. Se já havia uma preferência em relação a Vettel, agora os austríacos podem reforçá-la, e com argumentos que não poderão ser rebatidos. Terá de correr contra um campeão do mundo e queridinho da equipe estando com o moral baixo.

    Mark Webber mereceu o título mundial, mas ele mesmo jogou o título fora. Teria sido o campeão se corresse inteiro. “A temporada para lembrar” também pode ser chamada de a “temporada para esquecer”.

  17. Alex Gontijo disse:

    Nóssa… perdeu a chance de ficar calado. Se alguém queria sua cabeça, agora já tem a bandeja. E eu torci pra ele até a última curva!

  18. Rogerio disse:

    O mesmo aconteceu com o Montoya em 2004 antes de estreiar pela McLaren. Quebrou a cravícula jogando “tenis”, ficou algumas corridas parado e depois descobriram que foi fazendo motocross.
    Que bicho cabeçudo esse Webber!

  19. Rafael disse:

    Vai fazer loucuras depois de velho dá nisso, poderia ter sido nos anos anteriores quando não tinha carro bom, se no meio de 2011 ele tiver liderando o campeonato vai inventar outra dessa.

  20. Concordo com você. O Webber, se estivesse com a cabeça no lugar, teria aproveitado para se quebrar agora, depois do título decidido. Se mostrou um piloto rápido e consistente, porém desconcentrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>