MENU

11 de março de 2011 - 16:09F-Indy, F1

Drops do esporte

SÃO PAULO | O dia simplesmente voa, e as notícias não param de acontecer — embora nenhuma tenha relevância diante da tragédia no Japão e dessa natureza que se volta cada vez mais contra nós, que a destratamos por séculos.

_ A Hispania apareceu, olê, olê, olá. O F111 existe. Não foi à pista. E por quê? Oras, porque faltam algumas partes do carro. Coisa pouca, bobagem. É um motor ali, um conjunto de quatro pneus, peças de suspensão, amortecedores, nada que vá pedir muito… Muito, aliás, foi o público presente para o evento em Barcelona. Estimam em milhares nos pits, como mostra a foto.

_ Schumacher terminou o dia na frente, com o melhor tempo da semana em Barcelona. A Red Bull terminou o dia na grama, com Vettel. O fato nem foi mencionado pelo comunicado da equipe. Pelo contrário, todos pimpões, felizes e cheios de gracinhas, muito otimistas para a Austrália. E quer saber? Vettel é mais do que favorito para vencer em Melbourne. Mas que a Mercedes parece ter resolvido parte de seus problemas, ah, isso, sim.

_ A Firestone decidiu ficar na Indy, diante do forte apelo da cúpula da categoria e de todas as equipes, que vem a velha parceria como imprescindível na transição para um novo pacote aerodinâmico. No fundo, a Firestone não teve saída a não ser aceitar. Tanto que seu diretor fala no comunicado que a empresa vai continuar à procura de novas formas de promover a marca, que havia sido a razão anunciada pela fabricante subsidiária da Bridgestone.

_ Tony Kanaan e a KV? Assinado não está.

7 comentários

  1. Fernando Passos disse:

    Victor,
    .
    Estava seguindo a minha timeline no twitter desta madrugada e vi que o Tony Kanaan alertou o Bruno Senna sobre uma DM que havia mandado a ele.
    .
    Pois bem, isso pode ser milhares de assuntos, afinal ambos são amigos e tals, porém a KV Racing, que é especulada para ser a equipe de Tony, se não me engano, tem um acordo / parceria com a Lotus (a Lotus preta da F10) a mesma em que Bruno Senna é terceiro piloto.
    .
    É muita viagem minha ou será que tem alguma coisa esquentando mesmo sobre o assunto?
    .
    Abraços

  2. André Almeida disse:

    Acho que a Footwork de 1991 era mais confiável que essa Hispania 2011…

  3. Beto disse:

    Tá na hora F1 para com essas presepadas…
    Não tem como entrar novas equipes decentes na categoria com os critérios de escolha atuais…
    Essa história de asa móvel, prancha de madeira, kers… Ridículo!
    Equipes como Zakspeed, AGS, Osella, Leyton House, Toleman, Arrows não teriam a menor chance nos dias de hoje…
    A aerodinâmica… Eleita por mim como a maldição da F1!

  4. Gabriel Souza disse:

    - Não vai durar a temporada toda…

    - A Red Bull vai levar com sobras mesmo?

    - E a Firestone se ferrou, não teve como sair.

    Abraço!

  5. Fernando M.A. disse:

    Pelo a segurança dos demais pilotos, até do público, espero que a Hispania não tenha asa móvel.
    Com uma equipes desses é capaz que o equipamento trave em condições inadequadas e com a experiência dos pilotos pode ocorrer alguma tragédia, fazendo o carro voar numa curva.

    • André Almeida disse:

      Isso é sério…

      Vai que o piloto aciona a asa móvel, ela aciona e…

      Não desaciona mais!!!

      O cabra vai voar numa Subida do Café…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>