MENU

26 de março de 2011 - 5:18Sem categoria

Austral, 4

SÃO PAULO | Deveria ter instituído para o BRV, o bolão, nesta primeira etapa que começariam com -20 pontos todos aqueles que não tivessem apostado na pole de Vettel na Austrália. Foi uma performance digna dos tempos de Schumacher na Ferrari. E vou dizer mais: não estranharia se essa temporada fosse à la 2002 ou 2004. A câmera on-board foi clara: o carro da Red Bull vai suave, e parece que dá pra sentir que só se tira uns 80, 90% dele. A hora que precisar, mesmo, Vettel usará o que falta.

1min23s529, novo recorde da pista. 3/4 de anos-luz depois vêm Hamilton e Webber, meio pífio. E até foi bom para o australopiteco perder o outro lugar na primeira fila para o catito inglês, visto que vai largar do lado limpo da pista. Na comemoração pela recuperação da McLaren, Miltão mal deve ter percebido que do lado externo da trajetória tem um latifúndio de farelo.

Vettel só perde essa prova se usar o anti-Kers, colocar uma barreira na asa traseira ou fizer 14,25 paradas, uma a cada quatro voltas. O negócio é contornar a primeira curva em primeiro e, como o Seu Boneco, ir pra galera. Para Hamilton, um segundo lugar é uma vitória. Mais, é um alívio, o suspiro que livra a pressão e a angústia de dias em que nada deu certo para o pessoal e seu carro de Woking. Button confirmou que seu time é, sim, a segunda força do Mundial.

A terceira força é Alonso. Essa Ferrari aí pode até ser confiável, mas é apenas e tão-somente razoável. Fernando levou 1s5 na lomba. Com Massa, foram 2s, fora a rodada bizonha durante o Q3, logo depois de deixar os pits. A diferença para Chandhok, que fez o mesmo no primeiro treino livre de sexta, é que não havia um muro qualquer ali perto da curva 1. Do contrário, concluiríamos que Massa ainda tem um pé em 2010.

Petrov em sexto. Os deuses russos devem estar loucos. E aí a gente há de pensar o que não faria Kubica com esse carro. E aí a gente há de pensar o que Kubica deve ter pensado quando viu Heidfeld maltratando seu carro e não passando sequer do Q1. Nickita vai vir com o mimimi padrão de que foi atrapalhado e tal. Depois reclama da vida. Mas voltando a Petrov, o sábado dele foi excelente, não foi um resultado ocasional. Andou ali mesmo no TL e nas fases anteriores à superpole. Se terminar em sexto — ou à frente de Alonso… —, já será um começo notável.

Rosberg em sétimo, ali no bolo. Até menos do que se esperava, considerando que o pessoal na Mercedes estava arrotando o peru da igualdade com a Red Bull. Na quinta fila, Kobayashi, mítico como sempre, e Buemi, Sauber e Toro Rosso, as intermediárias que querem ser grandes, ratificando o bom desempenho da pré-temporada. Só que a Sauber está melhor. Posso estar enganado, mas o japa se poupou para andar melhor no início da prova amanhã. E vai vir bem com Pérez também, largando ali atrás, em 13º. O Quico é bom.

Barrichello foi mal. Errou. Acontece. Vai ter de pensar o resto do dia em uma tática que lhe faça ganhar posições logo no começo. Que torça por um safety-car e uma entrada rápida nos pits, um bote, sei lá. 17º é quase um atestado de zero ponto num grid embaralhado ali em sua metade.

As Virgin passaram pela guilhotina, ora, ora. D’Ambrosio — ou D’Ambrósio, como disse o narrador-sparring — conseguiu superar por 0s4 o tempo dos 107%. Coisa que, claro, a Hispania esteve longe. Um bagaço de mixirica essa equipe aí, viu. É a quarta vez na história que uma escuderia é podada de correr por esta regra. Forti Corse em 1996 e Lola em 1997, ambas também na Austrália, e Arrows em 2002, propositalmente, na França, foram as outras.  Liuzzi e Karthikeyan atrapalharam meio mundo, tomaram entre 9 e 10… e ainda querem correr.

Má vá…

17 comentários

  1. DGXavier disse:

    Quero comentar a respeito da parte que diz que Massa ainda está com o pé em 2010. pois esta coluna Victal todos lêem, desta forma posso expressar o que, provavelmente muitos já perceberam, mas tem alguns que insistem em elogiar o rei das falcatruas chamado “Fernando Alonso”.
    Quem acompanha esta página do grande premio, certamente leu a respeito do que foi escrito no livro sobre Bernie Ecclestone, que diz a respeito do pedido que o Alonso fez a McLarem, para sabotarem o carro do Hamilton na época que ele “Alonso,” corria lá.
    Ele provavelmente juntamente com o patrocinador Santander (Espanhol) e Ferrari, estão sabotando o carro de Massa.
    No ano passado o Felipe achava, ou deu a desculpa do problema de pneus. Mas na pré-temporada estava tudo bem, com pneus diferentes e novos para todos, estava acabado o problema, mas… O Massa começou pra valer a tomada de tempo e já voltou a reclamar dos pneus, que todos sabem, são diferentes. Rodou até na saída dos boxes em baixa velocidade.
    Isto leva a crer que existe sabotagem na suspensão do carro do Massa, e não problema de pneus.
    Acho que só nos resta torcer pro velho e bom Barrichello.

  2. Bruno disse:

    Comparar Vettel com o Schumacher ? O Vettel não é tão bom assim. Ele não é nem o melhor do grid… Põe ele na Mc Laren para ver se ele corre do mesmo jeito…

  3. Sanzio disse:

    Alonso atrás de Petrov seria proparoxitonamente epopéico!
    A cara de putinho dele não teria preço!
    aHAuhaUAhuaHUAhuaHUaaUHAuhau….

  4. Anderson disse:

    Victor,
    Caso um carro top, ou um carro que sabemos que fique fácil dentro da margem dos 107%, tenha um problema na sessão de treino classificatório e não marque tempo algum, até o ano passado esse piloto largaria em último; e hoje, ele ficaria sem largar/correr? Poderiamos então por uma infelicidade em um treino termos um Vettel, um Alonso ou seja quem for fora de uma prova?

  5. Carlos Henrique disse:

    As Red Bull são as Williams de 1992 e 1993.

  6. Fernando M.A. disse:

    Ainda quero descobrir por que assisti o Q2 e o Q3 se só o Q1 valia, para ver se a Hispania e a Virgin classificavam. Nesse ponto o que mais assusta é ver o carro da Virgin numa volta rápida ser atrapalhada por um carro da Hispania também na volta rápida!
    Com a asa móvel e com o desgaste dos pneus a posição de largada vai ser pouco importante depois de algumas voltas, quem tiver o melhor carro e pneu vai ultrapassar “facilmente” o da frente, sem este conseguir segurar, quase como passar um retardatário, até por isso acho que o Barrichello nem vai precisar da ajuda do safety car, se entrar ajudaria mais depois do meio da prova.

  7. André disse:

    Acredito que os pilotos do Q3 já devam parar dentro das 8 primeiras voltas, pois terão de largar com aquele pneu soft do quali. Isso deve movimentar a corrida.
    André / Piloto no http://www.f1bc.com

  8. Alex Hornet disse:

    Agora sei porque chamam Heidfeld de “QuickNick” :
    A participação dele no qualifying é bem rápida….
    Não fiquei nem um pouco surpreso… Ele sempre foi um piloto meia-boca, por que achar que nesta temporada seria diferente?

    Que falta fazem o Kid Narina e o Iceman para a F-1….

  9. emerson57 disse:

    “do lado externo da trajetória tem um latifúndio de farelo”
    ai reside o problema.
    se a direção da f1 encontrasse uma maneira de limpar, e mais, de manter a pista sem farofa, teríamos mais ultrapassagens.
    (a nascar faz isso!)
    ai andar fora do trilho seria viavel.
    muito melhor que ficar inventando asas e regulamentos mirabolantes.

  10. celso disse:

    E a “tocada” do Koba-mítico no Q2?? Parecia o Mansell nos áureos tempos… um verdadeiro leão!!

    • Pedro José Carguero disse:

      E o “comment” do celso cone no post do Victonez? Parecia um imbecil que sabe nada de automobilismo… um verdadeiro cone!!

  11. luiz alberto disse:

    Eu acho que o bom moço Buáááriquello rodou simplismente porque perdeu muito tempo acertando o carro do estreiante Maldonado e esqueceu de seu própio carro,afinal brasileiro é muito bonzinho mesmo ! Quanto o segundo piloto de Alonso,acredito que logo ele encotrará um novo motivo para seu mau desempenho em relação ao compenheiro,tomara que nisto pelo menos ele seja mais criativo e inteligente.
    Depois de muitos anos eu provavelmente não assistirei a corrida,pois O Sr. Bernie Tilkodromez estragou tanto a F1 que esta dificil assistir estes desfiles a alta velocidade e tambem não gostei deste montão de regras e normas e artificialidades para prender atenção de telespectadores.(duas coisas que odeio no moderno automobilismo;corridas decididas em Pit stops ou em bandeira amarela)Minha nona(italiana lógicamente)disse que Mussolini fez da Italia um jardim e depois o destruiu com seus sonhos de grandeza e poder, acredito que Ecclestone esteja fazendo o mesmo com a F1.Ele deve se estar achando o maior dos Farautodromos,dono de carro e gente,senhor dos senhores, divino e infalivel como aqueles que habitaram no Egito a mais de 40 séculos.

  12. Andre disse:

    Victor,

    Acho que lado sujo ou lado limpo nao vai fazer muita diferenca na largada, afinal estes pnes nao emborracham a pista.

  13. Diego disse:

    Victor, não entendi essa parte: “D’Ambrosio — ou D’Ambrosio”…
    Se não estou cego, estão escrito iguais, rs
    Ótima análise, como sempre..
    Abraço

  14. Paulo disse:

    Ótimo em suas colocações! KKKK

  15. alberto medros disse:

    VAI VIR? = VIRÁ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>