MENU

30 de outubro de 2011 - 12:07F1

Taste of India, 2

SÃO PAULO | O cara não dá nem graça. Não que seja de Vettel a responsabilidade para tal, mas aí ele vai, contorna a primeira curva, à direita, na frente, abre mais de 1 segundo em duas voltas para evitar que quem venha atrás use a asa móvel e dispara e deixa tudo entre o segundo e o quinto, quiçá sexto. Curioso é atestar que o alemão, que vem pulverizando recordes e mudando o rumo das estatísticas, tenha só conseguido hoje seu primeiro grand chelem – pole, vitória de ponta a ponta e melhor volta. E agora passa a ser o mais novo piloto da história a ser grandchelenizado. É muito transão, como diria o amigo Helmuth Rogano.

A corrida em si foi meio broxante, até pelo que se aguardava deste bom e sujo circuito de Buddh. “Buddh que pariu”, gritou uma hora Roman Atkinson, sem segurar seu Teddy. Foi a melhor cena fora da prova, depois de mais um round entre Massa e Hamilton, desta vez com culpa do brasileiro, que se arremessou sobre o inglês. Viram sob o macacão de Luisão uma camiseta com dizeres “why always me?”, mas a info não foi confirmada.

Sei dizer que essa coisinha entre os dois já meio que passou os limites. O nasal Fábio Seixas chegou a dizer no Twitter que seria de bom grado a FIA dar uma puniçãozinha mais válida a ambos, talvez uma corrida de suspensão. Talvez Fábio tenha razão, o que é bem difícil. A verdade é que a fase dos dois é péssima. E vale dizer que Felipe fazia grande prova, comparando seu desempenho ao de Alonso. Mas aí veio a punição e uma outra zebra salsicha na sua vida. 24 pilotos, e só Massa quebra a suspensão lá, duas vezes. A culpa, creio, não é bem de quem colocou a saliência ali.

Button passou Alonso e Webber na primeira volta e se manteve em segundo o tempo inteiro, segundo melhor piloto da temporada que é. Alonso, terceiro, superou o frívolo australiano na parte final. É absurdo que Markola não chegue ao pódio com um carro desses. É ridículo que não tenha brigado pela vitória em nenhuma das 17 etapas. Quando o consultor Helmut Marko vem a público para achincalhá-lo, no fundo tem razão. E a Red Bull, essa máquina também do marketing, bem que podia colocar Alguersuari, que faz uma segunda metade de temporada excepcional, para correr lá em Abu Dhabi e no Brasil. Um choque de cultura seria bom para o australiano rever a carreira e o que não fez em 2011.

Schumacher à Schumacher de antes, quinto largando de longe, chegou à frente de Rosberg. A Mercedes, quarta força, tem a dupla mais equilibrada da temporada. Nico começou o ano bem, mas é Michael quem vem melhor agora. Seria interessante um carrinho melhor no ano que vem. Para dar uma apimentada na F1 que voltou a ser monótona, já falo disso. Jaimito foi oitavo com esta Toro Rosso que só dá alegria, seguido pela Force India boa de Sutil e este Pérez que tem colocado Kobayashi no nabo incandescente japonês.

Senna fez boa corrida, convenhamos, e se não tivesse de parar para colocar os pneus duros no fim, estaria com algum pontinho no fim. A Renault está na mão inversa da Toro Rosso. Barrichello foi 15º, atrás de Kovalainen e após um toque com o companheiro Maldonado na largada. Este provável fim de carreira na Williams atordoa Rubens, que tem menos de um mês para saber o que vai ser de sua vida.

A F1 começou excelente em 2011 em termos de ultrapassagem e movimentação com as novidades, o DRS e os pneus que desgastam. Apesar de um teor artificial, as primeiras provas foram empolgantes. Ultimamente, as corridas tornaram a ser como as do ano passado. Todo mundo pegou a mão da coisa? Pode ser. As estratégias não têm variado muito. A culpa não está também nas pistas – a de hoje na Índia parecia convidativa a emoções. E Vettel também contribui para tal na medida em que não dá chance para o resto, e ver uma briga pelas posições posteriores realmente não é um alento. O campeonato vai em ritmo de fim de festa. Que nunca é muito animado.

9 comentários

  1. luis fernando-rj disse:

    o felipe não passa é uma piada de mau gosto ficou claro na imagem que ele jogou o carro pra cima do hamilton,e o trio global prá variar sempre acha que ele foi a vítima.

  2. Eduardo Furlanetto disse:

    O Felipe só faz com o Hamilton o que deveria ter feito com o Alonso naquela entrada de box da China, quando o espanhol lhe deu um passão e o jogou longe, assinando para sempre o contrato de escudeiro fiel. Ali sim ele tinha que por pra bater e que se dane os dois! Já esse negocio Zacarias vs Mussum já foi longe demais. O Felipe vê o Hamilton no retrovisor e toma atitudes que sempre o põe em risco, uma vez que todos sabem que o Hamilton não alivia, mas pelo menos, não alivia com ninguém!

  3. Depois de confirmar o título, disse que o Vettel deveria ir pra Hispania e deixar Alguersuari e Buemi se revezando em seu lugar, na Red Bull; Ricciardo, por sua vez, assumiria um assento na Toro Rosso.

    Bruno Senna fez sobretudo uma boa largada, algo que não vinha acontecendo, como em Spa e Suzuka. Foi prejudicado pelo KERS, no começo da corrida, e pela estratégia da Renault. Sutil estava descontando tempo a cada volta, ele deveria ter parado 10 a 15 voltas antes. Assim, teria chance de brigar com Sutil, Pérez (baita recuperação) e Petrov.

    Kovalainen andou num ritmo bom e parecido com quem estava entre P8 e P12 durante boa parte da corrida. Quiçá, com um pouco mais de sorte, belisque um pontinho ainda esse ano.

    Brabo também foi a quebra de câmbio do Maldonado, que fazia boa prova de recuperação após toque com Rubinho na largada.

    E como alguém disse no Twitter (teria sido o canalha do Borgo?), após o ‘julgamento’ do Burti sobre o enrosco entre Massa e Hamilton: ‘Deus me livre de cruzar com você na rua, Burti’

  4. Al Unser Jr. (sou mais bebado que o Kimi kkkkkkkk) disse:

    Bem vindo novo blog!

    Espero que o site continue também.

  5. flavio perillo disse:

    Sejamos bem vindos ao “novo” blog.
    Lembre-me de um desenho animado do Pica Pau em que ele vai nas Cataratas do Niagara e sacaneia o urso que é guarda do local, para impedir que as pessoas se atirem catarata abaixo com tonéis de madeira. Coisa que era comum em épocas passadas.
    Abraços

  6. emerson57 disse:

    enquanto massa fizer a MESMA estratégia do alonso, não vai chegar na frente NUNCA!
    dessa vez entrou na volta seguinte para que?
    alonso PERDIA tempo atras de carro mais lento.
    massa estava mais rápido.
    era só massa permanecer mais uma ou duas voltas que voltaria na frente do alonso.
    “jogo de equipe? “perigo de ultrapassar o alonso?
    toda corrida é a mesma coisa.
    ou massa faz uma estratégia DIFERENTE ou vai se aposentar cedo.
    mudando para weber:
    o palhaço do weber deitou falação contra o rubinho.
    ai, weber, com um foquete nas mãos, só anda atras.
    vê de binóculo o companheiro bater todos os recordes.
    melhor se aposentar. morreu pela boca.

  7. Jorge Miguel disse:

    O melhor momento da corrida foi mesmo a careta do Mr Bean…

  8. Gabriel Souza disse:

    Foi duro ficar acordado para ver essa corrida. Chatinha pacas…

    Boa sorte na nova casa!
    Merece comemoração com umas geladas.

    Abraço!

  9. Luís Morais disse:

    Uma boa ideia dar uma chance na Red Bull pro Alguersuari agora no fim de temporada… mas no lugar do Vettel, só para ter alguma emoção as duas corridas restantes. E é capaz do espanhol ganhar sem dar chances pro Webber…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>