MENU

13 de maio de 2012 - 18:10F1

Terra do Sistema d’Hondt

SÃO PAULO | Foi um dia melhor que aquele da corrida da Malásia, em que Pérez deu uma esperança grande de ver uma F1 com caras novas e diferentes vencendo. Digamos que havia sido um preparativo. E ontem, a FIA e seus comissários deram um jeito de aprontar a casa, tirando Hamilton do caminho. O rival era o mesmo, Alonso, que tinha o fator casa a seu favor. Não chovia, mas não faria diferença. E aí o latino foi lá e, na base da estratégia dos boxes e numa competência extrema, ganhou.

É bem verdade que não se esperava de Maldonado uma corrida tão perfeita quanto a que fez. Foram 66 voltas num ritmo forte e sem erro, mesmo quando Alonso se assanhou e tentou pressioná-lo. Acelerou naquelas que precisava com os pneus mais novos e na parada antecipada que fez para voltar à frente do ferrarista. Um baita presente para todos: Frank Williams e seus 70 anos, a equipe, que não vencia havia oito anos, e para a F1 e seus fãs. Se teve alguém que não curtiu essa vitória, desculpe, você não gosta de F1.

Raikkonen, que se desenhava como favorito, colou em Alonso só no fim, quando tinha calçados menos gastos. Mais algumas voltas, passaria. Mas a Lotus, que tem um carro muito bom, está batendo na trave faz um tempo. Uma hora marca o gol. Mônaco? É bem capaz. Só que quem anda muito bem nas ruas de Monte Carlo é o próprio Maldonado. A ver. Grosjean largou em quarto e se apoderou do lugar como se não houvesse amanhã.

Kobayashi mitou. Fez ultrapassagens a torto e a direito, mesmo onde e quando não havia espaço suficiente. Aquela sobre Rosberg foi tipicamente kobayashiana. No dia em que ele ganhar, a festa vai ser, hã, mítica. Vettel foi outro que andou bem demais, passando meio mundo depois que tomou aquela pífia punição por ignorar bandeira amarela, Massa, idem. Mas a Red Bull não andou bem. Aliás, ao que parece, o desempenho de Vettel no Bahrein foi exceção — talvez porque ele seja exceção.

Rosberg ficou em sétimo, nada fez para brilhar. Hamilton, que teve de largar em último, ainda beliscou os pontos, terminando à frente do companheiro Button. É um mau sinal para o lorde inglês, que não está em boa fase. Apagadíssimo. E é a segunda corrida que anda abaixo da crítica. Caiu para sexto no campeonato, 16 pontos atrás da dupla Vettel-Alonso. Hülkenberg garantiu mais um pontinho pra Force India. E Webber em 11º. Horrível.

Massa não pode culpar a punição por seu 15º lugar. Aliás, a tabela de classificação tem sido cada vez mais acachapante: 61 a 2 para Alonso. Nem parece que tem uma Ferrari nas mãos. Hoje tomou uma volta do companheiro. E tal como Vettel, a performance do Bahrein foi exceção na temporada. Senna não teve tempo de mostrar o que poderia fazer depois que foi acertado em cheio por Schumacher, outro que vem mal.

Daqui a duas semanas, Monte Carlo, e a expectativa de a F1 fazer algo inédito. Lotus ou Sauber? De qualquer forma, a emoção de hoje fica por um bom tempo. O automobilismo ganhou.

14 comentários

  1. Daniel Ramos disse:

    Nunca comemorei tanto uma vitória como esta,foi muito bom poder gritar que era a “WILLIAMS-RENAULT” que estava ganhando,foi sensacional,foi fabuloso,foi lindo,ver uma Williams de volta na ponta.

  2. andré frej disse:

    Indubitavelmente, Victor, quem não curtiu a vitória de Maldonado não gosta de F1. É isso aí.

  3. Antonio Eduardo Gomes disse:

    Prezado Vitor Martins, eu só não entendi uma coisa (e que num tem nada a ver com a vitória do Maaaaaldonado. TERRA DO SISTEMA D’HONDT. O metodo D’Hondt, conforme a fonte da Wikipedia, foi criado por um jurista belga Victor D’Hondt. E são usados por alguns países da Europa (entre eles Espanha e Portugal), Americas do Sul e Central, além da Turquia, Israel e Japão. Portanto um sistema do carai, merece um vinculo para um autódromo do carai, tal como Spa-Francorchamps. Apesar da corrida ter sido, do carai, a pista da Catalunha deixa muito a desejar, ou seja, não é du carai…

    Abraços, Eduardo

  4. eduardo dragonetti disse:

    Sauber é filial da Ferrari, Perez, Fernando esta mais rápido que voce………………………………

  5. MTP disse:

    Foi uma bela corrida e está sendo uma bela temporada, sem dúvida!
    Quanto aos brasileiros… já deu para ver que vai ser difícil ver algo a mais de Bruno Senna e Felipe Massa. E é a segunda vez que o alemão xinga ele (lembrem do GP do Brasil do ano passado) e ele não reage… parecidíssimo com o Massa e distante do tio, que peitava os ataques de Prost e Piquet, por exemplo…

    • Luiz Morais disse:

      É a segunda vez que o alemão xinga e com razão.
      Por sinal na corrida ontem o Grosjean também deve tê-lo xingado!
      O Senna conseguiu atrapalhar o Massa no treino, atrapalhar o Grosjean na corrida e tirar o Schumacher da corrida.
      Só com um patrocínio muito bom mesmo.

  6. Rafael Vieira disse:

    Bem, ao rápido crescimento da Williams, vocês podem me chamar de louco, mas uma coisa é fato, isso tem dedo do Sr. Barrichello, igual teve na Brawn de 2009, pois eles pararam cedo a evolução do carro da Honda na temporada de 2008, ajeitaram para 2009 e por sorte do destino tiveram que trocar o pífio motor Honda pelo já consagrado Mercedes-Benz. No ano passado, quando a Williams teve que fazer aquela invenção do câmbio diferenciado e mais leve, ficou claro que era para compensar deficiências do motor Cosworth. Quando viram que o carro era péssimo, pararam cedo com ele, ajustaram ele para 2012 sem invenções milagrosas, pois o regulamento não mudou tanto e sabiam que iriam ter o motor Renault, ai tiveram desde o principio do ano um carro melhor que do ano passado, mas ainda assim, não ninguém apostava em vitoria deles.

    Esse ano tivemos 2 vitórias dos motores Mercedes, 2 vitórias dos motores Renault e 1 vitória do motor Ferrari, tudo isso sem o mesmo piloto e a mesma equipe. Como a Lotus esta amadurecendo uma vitória, acho que se o Kimi vencer em Mônaco se desenharia um baita campeonato para essa fase Européia e teremos um final de campeonato eletrizante.

    Quanto aos brasileiros, vejo que eles estão em situaçõe diferentes, pois o Bruno teve uma corrida ruim, uma vez que estava a 10 pontos a frente do Maldonado, acredito que ele irá correr bem em Mônaco, já quanto ao Massa, podemos usar os mesmos argumentos que ele utiliza em relação a tráfego, pneus, 3 décimos para cá, meio segundo para lá, mas na verdade eu vejo que a soma dos fatores Piloto + Equipe + Motivação esta muito afetado, pois ele não tem mais força no time, seu engenheiro não ameniza erros e nem ajuda a ganhar tempo, por exemplo mandando ele para pista na hora certa. É evidente que as atenções do time esta para Alonso e ele não vai sair desse buraco mais. Deveria ter tentado algo de novo no inicio da temporada, pois já se foram 25% das corridas e o mesmo Felipe dos ultimos 2 anos continua se apresentando. Quando digo mudanças penso em:

    – Sair da Ferrari
    – Trocar de Engenheiro
    – Exigir igualdade, caso exista algum favorecimento a Alonso
    – Voltar a meter a faca nos dentes e começar a render frutos, nem que isso custe algumas provas.

    No entanto, ficar como esta não tem jeito, pois a diferença com o companheiro de equipe chega a ser vergonhosa.

    Sem Mais,

    Rafael Vieira.

  7. Mauricio disse:

    Grande vitória do Maldonado numa ótima corrida. E acho que em Mônaco a Williams pode marcar bons pontos novamente. O Maldonado já ganhou lá de GP2 e foi muito bem ano passado, estava em sexto quando o Hamilton acabou com a corrida dele. E o Senna já venceu lá também na GP2. Se o carro funcionar lá, acho que dá Maldonado de novo…

  8. Edgar Bianchi disse:

    otima vitoria do pastor

    pena o incendio na Williams… Sei não se um espanhol puto deixou cair um isqueiro la

    brincadeira mais nunca se sabe !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  9. Janaina disse:

    pllmdds q diabos ta acontecendo com o button? como pode nao ter nenhuma pole na temporada? o hamilton humilha em toda classificaçao e ele com desculpas: o carro isso,o carro aquilo… era p ele ta liderando o campeonato, tem o melhor carro, a preferencia da equipe e na pista o homem nao vinga! venceu na australia e apagou.

    • Fernando Cruz disse:

      Aconteceu com Button o mesmo que aconteceu com Senna. Nesta pista e com o calor que esteve ambos tiveram muito mais problemas com os pneus do que era habitual. Terá a ver com o estilo de pilotagem de ambos? O Bruno ainda tem a desculpa de perder o FP1 e ter muito menos experiência, ao contrário do inglês, que até geria melhor os pneus do que Hamilton.

  10. Rodrigo Mota disse:

    fico feliz pelo Maldonado. um novo vencedor, uma nova bandeira, um novo hino…

    dane-se a politicagem. é um país sulamericano, um vizinho nosso. o mínimo que devemos fazer é dizer “parabéns hermanos”…

    a Williams mereceu esse presente. uma equipe grande no passado, que passou uma fase ruim mas agora parece estar se acertando. Maldonado largou bem, correu bem e mereceu vencer. uma vitória como essa muda o time todo, dá a motivação necessária porque mostra que o carro é bom e o time rende.

    se Bruno Senna não faz o dever de casa paciência, Maldonado fez, ele pode ser um porra-louca do caramba, mas o que vale é o resultado e Maldonado em primeiro e Bruno Senna abandonando é o que conta.

    ficamos putos porque faz um bom tempo que o Brasil não coloca alguém no primeiro lugar. e enquanto não tivermos pilotos FDPs não teremos vencedores tão cedo…

    porra! eu quero ver um Brasileiro com o estilo do Raikkonen que não tá nem aí pros outros! Eu quero um doido como o Hamilton que sai por aí ultrapassando sem pensar muito e dane-se o resultado! Eu quero um maluco com o estilo do Kobayashi que faz ultrapassagens kamicase! Eu quero um “hell yeah!” feito o Buton que fica quieto na dele e subitamente aparece em primeiro lugar!

    Sei lá! Eu quero um Brasileiro na Formula-1 que tenha estilo próprio e não um sem sal como são Bruno Senna e Felipe Massa. Título faz falta sim, mas Gilles Villeneuve não ganhou nenhum, mas era um “showman” e o Canadá ama o sujeito!

    Acordar domingo pra ver Bruno Senna e Felipe Massa correrem sem arriscar nada é melhor não ter Brasileiro na Formula-1. Prefiro torcer para a Mclaren e por alguma outra surpresa interessante.

    Shumacher xingou o B.Senna? Porra sobrinho xinga o Alemão, manda um “that Germany faggot” e pronto! Agora reclamar na Globo? Schumacher sabe quem é Galvão Bueno?

    Parabéns ao Maldonado. E agora torcemos para o Perez ganhar uma também. O Mexicano merece também…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>