MENU

16 de julho de 2012 - 11:06F1

María, María

SÃO PAULO | Não foi com estas palavras, mas a Marussia apontou, depois de um estudo, que a culpa do acidente em que María de Villota bateu no caminhão da equipe que estava parado na base aérea de Duxford foi da própria pilota. Aliás, a equipe disse que a análise se concentrou em saber se havia fatores relacionados ao carro que até implicariam na presença às corridas.

“Estamos satisfeitos por as descobertas de nossa investigação interna excluírem o carro como fator no acidente”, declarou o chefe de equipe John Booth, então expressando seu apoio a María e sua família e trololó.

A Marussia também dá a entender que, além de tirar a culpa do ombro, não vai muito além para descobrir (ou revelar) o que fez De Villota errar, apesar de admitir que “examinou todos os dados e informações suplementares disponíveis naquele momento”. Como María mal lembra do que aconteceu, a tendência é que o fato fique por um tempo nebuloso.

Aí, então, é possível pensar uma série de coisas: María se empolgou — adrenalina alta? María teve um mal súbito? María simplesmente errou — sei lá, acelerou em vez de frear; era só a primeira ‘volta’ com o carro da Marussia? Enquanto isso fica na base da suposição e provavelmente sem solução, uma das coisas que se tem certeza é de que aquele motorhome não deveria estar onde estava, com a porta abaixada à meia altura.

12 comentários

  1. Rogerio disse:

    “volta”…

  2. Ricardo Arcuri disse:

    Cara, pode pensar que sou um extremista ou coisa assim, mas ainda creio na falha mecanica do carro. Tudo bem, nao estava la e nao sei como era o layout da situaçao, mas a maneira que a coisa aconteceu foi muito abrupta para um erro humano.

    E ela nao era uma completa inexperiente, ela tem competiçoes em categorias menores nas costas. Se isso acontecesse com um Tom Cruise da vida, eu ate entenderia, mas ela era uma piloto profissional, por pior que ela possa ser.

    Eu ainda acho que tem uns coelhos nesse mato ae…

  3. Takawara Nashiota disse:

    Mulher não foi feita para Pilotar um F1, ainda mais uma mulher praticamente sem carreira de base. Ela não é uma Bia Figueiredo da vida, que já fez MUITO!

    Esse golpe de Marketing saiu caro, não dá pra colocar gente desprepara em um F1, seja homem ou mulher…

  4. Rafael Vieira disse:

    Bem, se fosse um carro de passeio, fazer milhares de coisas para descobrir a culpa do acidente realmente seria realmente necessário, mas para um F1, onde se tem a telemetria fica ligado 24/7 não tem porque desse joguinho de eliminação de causa. Se foi erro da moça, não diga nada para não constrange-la e ela que venha a publico falar se ela quiser, se foi do carro, algum ressarcimento a moça deve existir em contrato, onde também não precisa dizer em público, cabe a ambas as partes decidirem o que será divulgado e de que modo essa cagada será remediada para a moça, mas fica fazendo papel de santinho é feio demais.

  5. Marcos, ex-piloto disse:

    Endosso o que voce disse: aquele caminhao nao poderia estar lá de jeito nenhum. Penso que tudo foi fruto de uma equipe mal preparada, onde um fator de risco foi desconsiderado. Foi coisa pouco profissional. Tbem fiquei indignado com esse acidente!

    Abs,

  6. Daniel disse:

    Pode ser que o carro tenha tapetes de Corolla, daqueles que prendem no acelerador.

  7. Zé Maria disse:

    Sem desconsiderar o fato da dramática ocorrência, a verdade verdadeira é que ela não tinha “hora de voo” suficiente para estar guiando um F1, tanto é que a FIA/FISA/FOCA, sei lá quem, não havia lhe concedido a tal da super-licença e ela nem podia participar dos treinos livres das sextas feiras como por exemplo o Bottas na Williams. . .sua careira até então não a qualificava como apta para tal. . .marketing puro de uma equipe que necessitou criar um factóide (estilo Cesar Maia) para aparecer, típico caso de m&rd@ esparando para acontecer, mais cedo ou mais tarde. . .e aconteceu bem mais cedo do que o esperado. . .por obra e incompetencia de quem deixou um caminhão num lugar errado e na hora errada. . .pena dela pelo trágico resultado, mas que era alguém na hora errada e no lugar errado, com certeza era!

    Zé Maria

    PS: preparado para as eventuais “pedradas” a seguir. . .mas mantenho meu ponto de vista.

  8. Rodrigo Monassa disse:

    Havia a suspeitas de eles estarem testando o KERS, que o carro da equipe ainda nao tem, e este kers ter funcionado sem que a piloto o tivesse acionado.

  9. EduardoRS disse:

    Vai ser tipo investigação de acidente aéreo… na dúvida, a culpa é do piloto.

    • roxxon valdez disse:

      ontem liguei para uma pestadora de serviço da internet por falta de sianl. me disseram a mesma coisa: A CULPA É SUA. os carros da marusia são ótimos, uma primor de segurança e funcionamento. para aumentar a emoção colocam o caminhão por perto da pista. e vaão treinar numa pista que é um aeroporto abandonado. putz.

  10. Zamuner disse:

    Sempre achei, que o caminhão branco, com a rampa aberta, ficaram invisíveis para a Piloto, com o céu nublado.

  11. João disse:

    Sem falar que é esse tipo de merda que acontece quando existe um esporte de alta performance em que simplesmente não se pode treinar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>